FAMILIAR DENUNCIA SANTA CASA APÓS INSTITUIÇÃO DAR ALTA PARA PACIENTE EM ESTADO TERMINAL.

A alta dada a uma paciente acamada e em estado terminal virou caso de polícia na última sexta-feira (12/07). Eva Marlene Maciel, de 63 anos, ficou cerca de 10 meses internada no Hospital de Santa Casa de Caridade de São Gabriel e em estado vegetativo, necessitando de cuidados específicos e equipamento de oxigênio contínuo.
Há uma semana, a direção do hospital informou ao responsável pela paciente (o ex-marido dela, João Sérgio Benke Maciel) que ela teria que ser retirada do hospital. Ele alega que ficou, por uma semana, sendo pressionado psicologicamente a colocar em prática a remoção da paciente, mesmo quando ainda não tinha encontrado vaga em um local adequado para dar continuidade ao tratamento de saúde.
O representante comercial disse que foi surpreendido, na sexta-feira (12/07), com a notícia de que Eva Marlene estava deixando o hospital e sendo encaminhada para a residência de uma profissional que atua como cuidadora. Todo esse procedimento aconteceu sem autorização do seu tutor. João Sérgio ainda estava em tratativas com a direção do Abrigo Espírita Manuel Viana de Carvalho para a sua internação.
João Sérgio acusa a instituição hospitalar de determinar a alta da paciente sem fornecer prescrição médica informando as medicações que deveriam continuar sendo ministradas e a sem documentação “comprovando” que autorizou a sua alta hospitalar. Além disso, na visão dele, o hospital colocou em risco a vida da paciente, pois deslocou Eva Marlene para uma residência que não estava equipada para atender as necessidades básicas para manter a paciente com vida.
Segundo ele, Eva Marlene poderia não ter sobrevivido. A diretora do Abrigo Manuel Viana de Carvalho assinou um documento atestando que a paciente deu entrada na instituição sem prescrição médica e sem alta hospitalar.
No papel, ela explica que a paciente foi trazida da casa da cuidadora, para onde foi encaminhada após ter sido enviada pela Santa Casa de Caridade sem autorização do seu tutor João Sérgio Benke Maciel. “A paciente necessita de vários cuidados especializados.
Ela foi abrigada pelo senso humano de caridade de melhor atender as pessoas necessitadas. Como não havia sido fornecido prescrição médica, a paciente ficou sem receber medicamentos”, escreveu a diretora.
A prescrição médica foi liberada pelo hospital no começo da noite de sexta-feira (12/07). As medicações começaram a serem ministradas a partir das 21 horas daquele dia.
Para João Sérgio, a situação foi de constragimento. “Foi muito humilhante a situação, da forma que a Santa Casa de Caridade liberou a paciente, colocando numa ambulância e mandando embora. Na verdade (desovada), sem alta hospitalar assinada e sem prescrição médica. Esta é a forma que são tratados os pacientes do SUS na Cidade de São Gabriel”, acusou João Sérgio.
Ele alega que a retirada da paciente do hospital teve consentimento da assistente social que trabalha na instituição e do corpo clínico. “Quero levar essa ocorrência policial às autoridades de saúde do Estado do Rio Grande Do Sul e Brasil e, ao mesmo tempo, solicitar uma sindicância, alertando para o descaso do sistema de saúde da Santa Casa de São Gabriel”, argumentou.
Eva Marlene é uma paciente acamada em fase terminal e que necessita de medicações, oxigênio contínuo (oxigenoterapia domiciliar), sondas para alimentação e necessidades fisiológicas, e todo esse processo foi interrompido com a falta de prescrição para uso contínuo.

Anúncios

VEREADOR CLAUDIOMIRO ANUNCIA EMENDA PARLAMENTAR NO VALOR DE R$ 100 MIL PARA A SAÚDE.

Vereador Claudiomiro Borges

O vereador Claudiomiro Borges (PL) anunciou nesta segunda-feira a indicação de uma emenda parlamentar no valor de 100 mil reais, para a saúde de São Gabriel. Segundo o vereador, a emenda foi articulada através dos gabinetes dos deputados Thiago Pereira (DEM) e Nereu Crispim (PSL), para ser investida na atenção básica do município. O anúncio foi feito durante o pequeno expediente da Sessão Ordinária.
“O meu gabinete recebeu hoje o ofício do Deputado Dr. Thiago, nos informando sobre o direcionamento desta emenda, para a nossa saúde. Eu estive por duas vezes no gabinete do deputado, pleiteando recursos para São Gabriel e agora recebo essa grande notícia. Tenho certeza que se continuarmos nessa empreitada, conseguiremos ainda mais investimentos para a nossa cidade”, comentou Claudiomiro.

ESF DO NOSSO SONHO REALIZA FESTA DE SÃO JOÃO COM ATIVIDADES DE SAÚDE PARA A COMUNIDADE DA ZONA SUL.

A Secretaria Municipal da Saúde realizou no último sábado, a Unidade Básica de Saúde Nosso Sonho, mais uma edição do “Arraiá” do ESF Nosso Sonho. As atividades foram organizadas e desenvolvidas pelas equipes 1 e 2, das 9h às 16h, com direito a brincadeiras com as crianças e ações de integração com a comunidade foco dos bairros Élbio Vargas, Gabrielense, Honório, Santa Regina, Dr. Dácio, Bela Vista e Santa Izabel.
De acordo com os organizadores, no período da manhã, foram disponibilizados serviços assistenciais como realização de coletas de citopatológicos do colo uterino (preventivo), testes rápidos de HIV, sifilis, hepatite B e C, verificação de pressão arterial e glicose. Também no primeiro período, uma equipe do CRAS apresentou trabalhos e deu orientações de como funciona o serviço e a senhora Carmem Vieira, dentro do espaço “momento saúde”, relatou experiências de superação de doença. O depoimento dela serve de motivação para pacientes que lutam contra o câncer. Há mais ou menos 15 anos, Carmem Vieira foi uma das pioneiras do tratamento de câncer de mama em São Gabriel. Lutou e venceu.
No turno da tarde, enfermeiros, auxiliares e agentes comunitários de saúde fizeram a distribuição de refrigerantes, cachorro quente e doces típicos das festas de São João e também organizaram brincadeiras com distribuição de pipocas, picolés, brinquedos para as crianças, sorteio de brindes e pintura artística com equipes do PIM – Programa Primeira Infância Melhor.

NOVOS VEÍCULOS SÃO ENTREGUES PARA AS SECRETARIAS DA SAÚDE E DE ASSISTÊNCIA SOCIAL.

A Prefeitura de São Gabriel realizou a entrega de três novos veículos para aperfeiçoamento da rede de Atenção Básica em Saúde e dos programas de Assistência Social. O ato aconteceu no pátio do Palácio Plácido de Castro, na manhã de terça-feira, e contou com a presença do prefeito Rossano Gonçalves, da vice-prefeita Karen Lannes, do secretário da Saúde Ricardo Coirolo, além de integrantes de outras pastas municipais, vereadores e funcionários.
A vice-prefeita Karen Lannes recebeu do prefeito um micro-ônibus doado pelo Ministério da Cidadania para os programas dos Centros de Convivência, no valor de R$ 279.200,00, e ao secretário da Saúde Ricardo Coirolo uma van de 21 lugares, no valor de R$ 221.500,00, sendo R$ 195 mil de emenda parlamentar do deputado federal Pompeo de Mattos e R$ 26,5 mil de contrapartida municipal. A Secretaria da Saúde também recebeu um veículo Spin de 7 lugares, no valor de R$ 87 mil, sendo R$ 44.485,00 provenientes da Consulta Popular ao orçamento estadual, e 42.515,00 em contrapartida de recursos municipais.
Ao todo, o Governo Municipal – na atual gestão – já adquiriu 28 novos veículos e máquinas, totalizando um investimento de R$ 4,2 milhões. O prefeito referiu a importância destas conquistas para a melhoria dos serviços prestados por cada secretaria, especialmente no atendimento aos programas que lidam com as necessidades mais elementares da população, como a atenção em Saúde Básica e a Rede de Proteção Social. “O município de São Gabriel, nesta gestão, tem conseguido apresentar resultados concretos apesar da severa crise financeira, que é uma realidade que assola outros municípios, muitos dos quais vem ao nosso encontro buscando orientação, para saber como fazemos. Fazemos porque temos equipes comprometidas, e levamos a sério o gasto e a economia de cada centavo, e a elaboração de projetos consistentes para captar outros recursos. Em breve, outras conquistas estarão sendo apresentadas para a nossa gente”, salientou.

CONTRATADOS OS MÉDICOS QUE ATUARÃO NO FUTURO CENTRO DE ONCOLOGIA DE SÃO GABRIEL.

Um novo passo para a implantação do futuro Centro Oncológico Marina Ramos foi dado. O provedor do Hospital de Santa Casa de Caridade, Luiz Carlos Dotto, em ato que contou com a presença do Chefe do Executivo, prefeito Rossano Dotto Gonçalves; do secretário da Saúde, médico Ricardo Coirolo; e da enfermeira oncológica Fernanda Coirolo, assinou os contratos dos médicos que irão desempenhar suas atividades junto ao Centro de Oncologia. O documento também foi assinado pelo prefeito e pelo secretário. Foram contratados um cirurgião oncológico (Lucas Zamberlan) e uma mastologista (Carolina do Amaral). A reunião aconteceu no Gabinete do Prefeito, na Prefeitura Municipal de São Gabriel, na manhã de terça-feira (09/07).
O prefeito ressaltou a importância de mais este passo para a conquista deste objetivo da comunidade. A abertura do Centro Oncológico para atendimento depende apenas da assinatura da ampliação do convênio do IPE Saúde com a Santa Casa de Caridade, estendendo a cobertura para oncologia. “A infra-estrutura está pronta, os equipamentos estão instalados, e mais importante do que isso, o material humano, os profissionais, estão contratados e capacitados. A parceria da prefeitura municipal com a Santa Casa tem sido fundamental para a conquista deste objetivo, e todos estão empenhados na solução de todas as etapas para que mais este serviço esteja disponível para a comunidade gabrielense e regional”, ressaltou.

EQUIPE DO ESF INDEPENDÊNCIA DESCENTRALIZA ATIVIDADES NA VILA DO TIARJÚ.

A equipe do ESF – Estratégia Saúde da Família Independência realizou atividades coletivas de saúde para moradores das vilas Tiarajú e Santos na manhã e tarde de sábado (06/07). Os atendimentos aconteceram na Escola Antônio José de Assis Brasil, entre 9 e 16 horas.
Mais de 100 atendimentos foram feitos, entre eles, consultas médicas, procedimentos de enfermagem, pressão arterial, testes rápidos de IST’s – Infecções Sexualmente Transmissíveis, preventivos, pesagem, vacinação e avaliações odontológicas. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, as duas vilas tem uma população de cerca de 370 pessoas. Durante as ações de sábado, a Secretaria disponibilizou a Unidade Móvel de Saúde para atendimento. A diretora da escola, professor Lídia Maria Viana Vieira, disse que a presença dos profissionais de saúde é importante para a comunidade. “O atendimento é para alunos e pais. É muito importante. É um momento para colocar-se vacinas e exames em dia”, comentou a diretora, que disponibiliza a estrutura da instituição de ensino. No local também é confeccionado o almoço dos agentes de saúde, auxiliares de enfermagem, enfermeiros e médico.

EXAME DESCARTA GRIPE “A” EM PACIENTE QUE MORREU NO FINAL DE SEMANA.

Exame encaminhado para Porto Alegre deu negativo para Gripe A. Hospital de Santa Casa de Caridade mantém limitado o número de visitas aos pacientes

Deu negativo para gripe A o resultado do exame solicitado ao Laboratório Central, em Porto Alegre, referente a morte de uma mulher de 37 anos no final de semana em São Gabriel. A paciente ficou internada no Hospital de Santa Casa de Caridade por um período de quatro dias. A jovem faleceu no domingo.
De acordo com a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde de São Gabriel, a mulher apresentava sintomas semelhantes aos de pacientes com gripe A. A decisão de encaminhar material para análise em Porto Alegre vem de uma determinação do Ministério da Saúde com o objetivo de descartar dúvidas quanto a disseminação do vírus. O resultado do exame que definiu como não detectável a presença vírus H1N1 foi oficializado na tarde de terça-feira (02/07).
A direção do hospital de São Gabriel chegou a determinar medidas de precação para atendimento ao público. No domingo, pacientes e visitantes se surpreenderam com os funcionários usando máscaras. Além disso, a suspeita de gripe A também causou preocupação entre os usuários dos serviços.
A medida foi suspensa no dia seguinte. A direção informou que mantém ativa, apenas, a decisão de limitar o número de visitações, algo que já vem sendo feito desde 2018, em precaução contra a gripe A.
Entre 21 de abril e 2 de julho, a Vigilância Epidemiológica já efetuou 12 coletas de materiais para exames em Porto Alegre. De acordo com os profissionais do setor, cinco casos tiveram resultados positivos. Em 2019, há apenas um caso de óbito por gripe A. Um idoso de 71 anos morreu em maio, após ficar internado por cerca de 30 dias na UTI – Unidade de Terapia Intensiva.
A coleta mais recente aconteceu na terça-feira. O paciente é um homem de 29 anos que continua hospitalizado. Ele foi vacinado contra a gripe A. O exame ainda está em fase de conclusão.
Na semana passada, uma menina de nove anos – que também tinha feito a vacina – ficou internado por cinco dias. O exame dela deu positivo, mas após o tratamento, ela foi liberada e passa bem.