marechal PUB chamada para cardápio

New Life - tecnico em segurança

32478954_882007015316671_7994250777260457984_o

PREFEITURA - COMPRA E VENDA (BLOGS)

Anúncios

PIBID OFERECE 10 BOLSAS PARA EDUCAÇÃO FÍSICA DA URCAMP.

PIBID
O Programa Institucional de Bolsas à Iniciação Científica (PIBID) está de volta, depois de ter sido encerrado pelo Governo Federal no final de 2017. E dessa vez são 70 vagas destinadas a alunos que estejam cursando até o 6º semestre, ou até 60% do curso integralizado. Os aprovados recebem bolsas de R$ 400,00 (quatrocentos reais) e desenvolvem trabalhos em escolas da rede pública. São atividades de aprendizado que buscam dar suporte e instrumentalizar o acadêmico que tem pretensão à docência.
As vagas na Urcamp estão divididas entre os seguintes cursos: – 10 vagas para Educação Física – Bagé; – 10 vagas para Educação Física – São Gabriel; – 10 vagas para Ciências Biológicas; – 40 vagas para Pedagogia.
As inscrições aos interessados estão abertas somente até o dia 30 de julho e são feitas nas secretarias de cada curso e os trabalhos nas escolas já iniciam no dia 10 de agosto. O candidato deverá enviar cópia do Curriculo Lattes ao e-mail pibid1@urcamp.edu.br. “O PIBID visa proporcionar práticas à docência a fazer com que os alunos estejam preparados para o exercício da profissão docente”, explica a coordenadora do programa na Pedagogia, professora Viviane Gentil. Ela conta que é fundamental que todas as vagas sejam preenchidas para que a Urcamp não corra o risco de perder ou ficar de fora do projeto. Além disso, há um índice que comprova a eficácia do programa na vida do acadêmico. “Na pedagogia 100% dos alunos egressos do PIBID tiveram colocação no mercado de trabalho”, destaca Gentil.
Mais de 400 acadêmicos participaram do programa na Urcamp, desde o seu início, em 2012.

JOGOS DE INTEGRAÇÃO MARCAM PRIMEIRO ENCONTRO DOS COLÉGIOS DA REDE URCAMP.

jogo urcamp

Jogos da Integração, um evento esportivo organizado para conquistar bem mais que uma medalha de ouro ou troféu: acadêmicos ser reuniram pela pela integração, conhecimento e pelo objetivo de serem parte de um mesmo grupo, separados por cidades distantes.
O Colégio da Urcamp, segmentado em quatro partes. São Gabriel sediou na sexta-feira passada (13/07), o primeiro encontro de todas as escolas da rede. O evento reuniu alunos dos ensinos fundamental e médio e contou com o apoio dos acadêmicos do curso de Educação Física de São Gabriel.
Para a anfitriã do I JINTEM, Diretora do Colégio da Urcamp de São Gabriel, professora Marta Menezes Dias, a integração era algo que todos almejavam e que, finalmente, estava sendo realizado naquela sexta-feira de sol. “A nossa acolhida é integrar as escolas, através do esporte, do ar livre, da estrutura que temos aqui. Esse evento nos proporcionou reunir não apenas os colégios da Urcamp, mas também familiares, acadêmicos e egressos”, comenta ao destacar que as excursões já estão marcadas para duas outras datas. “Vamos para o CineCamp, em Sant’Ana do Livramento, e para o Dia da Integração, em Alegrete. As escolas estão organizando eventos para que nós possamos interagir e levar nossos alunos ao encontro daqueles que são parte da mesma rede”.
Os jogos, que aconteceram nos turnos de manhã e tarde, reuniram estudantes de ensino fundamental e médio e acadêmicos do curso de Educação Física do Campus de São Gabriel. Estes últimos foram os responsáveis por apitar os jogos, organizar parte do evento, mesários nos jogos de quadra, e cronometragem no atletismo.
O evento contou com dança, capoeira, handebol, futsal, atletismo, e outras atividades ao longo do dia. No total, 150 alunos dos Colégios de Alegrete, Dom Pedrito, São Gabriel e Sant’Ana do Livramento participaram do I JINTEM. Para o professor de Educação Física do Colégio e da Graduação de São Gabriel, Adriano Saldanha Teixeira, quem bateu um bolão foi a internet. Ele inventou uma nova força de integração através de grupos de WhatsApp. Todos os alunos forneceram seus contatos e depois eles poderiam pegar um número. A partir de então, foram criando grupos. Horas mais tarde, além de diversos grupos, muitos já saiam de São Gabriel com novos amigos. “Eles estão sempre com o celular na mão. Já faz parte da rotina. Como a nossa ideia era a de explorar a integração em todos os âmbitos, optamos por implementar essa atividade. E deu certo. Somos uma mesma rede, mas não tínhamos vínculo. Agora estamos integrados, também, pelo celular”, conclui.
Entre os jogos, os alunos puderam interagir na área verde do campus, onde está localizada a pista de atletismo. Eles formaram rodas de conversas e já saíram combinados para o próximo encontro: em Sant’Ana do Livramento.

AÇÃO BUSCA IMPEDIR INTERDIÇÃO DE OBRAS DO TREVO DA UNIPAMPA.

TREVO DA UNIPAMPA

No final da tarde desta terça-feira, 17 de julho, o prefeito Rossano Gonçalves recebeu o vereador Claudiomiro Borges da Silveira (PR). Em ação conjunta, o Chefe do Executivo Municipal e o parlamentar mantiveram contato com o deputado federal Cajar Nardes (Podemos/RS), solicitando que interceda para impedir possível contingenciamento de recursos federais junto ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes) relativo à obra de construção do novo trevo junto ao Campus de Ciências Rurais da Universidade Federal do Pampa, junto ao Km 423 da BR 290. Participaram da audiência o secretário de Administração Valdemir “Tita” Jobim e a diretora de Licitações e Contratos da Procuradoria Jurídica, Michele Costa.
Além deste contato, o prefeito também encaminhou ofícios ao superintendente do DNIT no Rio Grande do Sul, Allan Magalhães Machado, e o coordenador da bancada gaúcha no Congresso Nacional, deputado federal Giovani Cherini (PR/RS).

brito

DE LUTO, SÃO GABRIEL SE DESPEDE DE DAGOBERTO FOCACCIA.

DGOBERTO SEPULTAMENTO

A terça-feira amanheceu chuvosa, foram muito “memes” que lavaram as ruas da cidade e até parecia que caiam lágrimas do Céu. A terça foi de Adeus. Em todos os cantos de São Gabriel, alguém tinha uma razão para chorar. Todos tinham uma história para contar e o personagem era ele: radialista, assistencialista, desportista, advogado, marido, pai e avô. Na terça-feira, o rádio gaúcho perdeu uma de suas maiores vozes. O rádio gabrielense ficou órfão, pois perdeu o pai de todos. Dagoberto Frederico Russomano Focaccia, o Dagô como era chamado carinhosamente, foi considerado o decano do rádio gabrielense. Mas também se destacava em inúmeras outras atividades. Por causa disso, o Governo Municipal decretou luto oficial por um período de três dias.
A morte de Dagoberto Focaccia foi oficialmente confirmada às 2h30 de terça. Há três meses ele vinham recebendo tratamento especializado em casa, por orientação médica, para permanecer próximo dos familiares.

DGOBERTO SEPULTAMENTO 2

Familiares e amigos participaram das homenagens. Sepultamento aconteceu no final da tarde, às 17 horas, no Cemitério da Santa Casa

O corpo do radialista foi velado na Capela Nobre da Funerária Santa Rita e o sepultamento aconteceu às 17 horas, no Cemitério da Irmandade da Santa Casa de Caridade. Centenas de pessoas passaram pela Capela Nobre para se despedirem e outras centenas acompanharam o cortejo fúnebre no final da tarde.
Apaixonado pelo futebol e, em especial, pelo São Paulo FC, o radialista foi velado com a camiseta do clube paulista sobre o caixão – autografada pelos principais nomes, entre eles, o goleiro Rogério Ceni – e sepultado ao som do hino do tricolor de São Paulo. Foi um dos momentos mais emocionantes, que foi concluído com o agradecimento da família, feito especialmente pelo empresário Theodoro Saimbro, ex-genro e pai de Theodoro Chiapetta Focaccia Saibro, neto de Dagoberto. “Eu quero agradecer a todos. Tenho certeza que o Dagoberto ficará sempre na mente de vocês e fará parte da história de São Gabriel”, disse ele.
Com 82 anos, era casado desde 1962 com Anna Maria Chiapetta Focaccia.Deixa os filhos André Matheus, Ana Rita e Ana Marta e os netos Theodoro, Tomás e Benício.

dagoberto focacciaA HISTÓRIA DE DAGOBERTO

Dagoberto foi radialista e advogado, mas também foi um homem dos sete instrumentos: locutor comercial, noticiarista, narrador de futebol, entrevistador, apresentador de programas musicais, produtor e narrador de externas. Era o que viesse pela frente. Foram quase 70 anos de carreira e uma enorme bagagem de conhecimentos.
Dagoberto chegou a ser dono de bar e restaurante em São Gabriel. E ainda mexia com o ramo imobiliário, com a sua “Galeria Rosinha”, bem ao lado de sua casa.
“Dagô”, como era carinhosamente chamado pelos amigos, nasceu em Pelotas, no dia 7 de maio de 1936. Filho do casal Matheus e Rosinha Focaccia, que se conheceram e casaram na “Princesa do Sul”, onde moravam.
Dagoberto começou a carreira de radialista em 1948, na Agência Gaúcha de Publicidade (AGP), que foi fundada em São Gabriel, por iniciativa dos senhores Ernani Astarita Duarte e Moacyr Neves de Almeida. De lá, “Dagô” foi para a Rádio São Gabriel. A primeira transmissão de futebol na emissora aconteceu em 26 de novembro de 1951, no jogo G.E. Minuano 0 X 4 Riograndense, de Santa Maria, na inauguração do Estádio da Caridade. O jogo foi narrado por Rubem Pinto, que era o gerente da emissora, tendo Conceição Ávila como comentarista e Dagoberto Focaccia no plantão. Naquele tempo ainda não existia a figura do repórter de campo.
Dagoberto, durante muitos anos foi um dos principais locutores da Rádio São Gabriel, tendo no programa “Show da Noite”, seu carro-chefe. Também narrava futebol e apresentava programas carnavalescos. Foi o criador de vários bordões que ficaram famosos.
Dagoberto entrevistava qualquer pessoa da cidade, não importando sua condição social, se era pobre ou rico, branco ou preto.
Certa vez, Dagoberto entrevistou o famoso “Cavaco”, e fez uma pergunta quase inacreditável: “Você lembra quando foi a primeira vez”. Para quem conheceu o personagem não é necessário qualquer explicação, escreveu Nilo Dias, num texto que relatou a importância de Dagoberto para o Rádio gaúcho.
Sem a menor dúvida Dagoberto é até hoje o principal nome da radiofonia gabrielense. Foi ele quem deu ao saudoso Domingos Rivas, o fundador da SER São Gabriel o título honorífico de “Marechal do Futebol”.
Folclórico, criador de frases que certamente vão ficar para a posteridade, sempre a procura de ingredientes novos para enriquecer suas transmissões esportivas. Conhecia os familiares de quase todos os jogadores de futebol da cidade. Dono da audiência mandava abraços e recados para seus fiéis ouvintes.
Certa vez ele inovou nas transmissões do campeonato de Futsal da cidade. A cada gol acontecido, ele chamava o seu repórter de quadra, o amigo Mareque Junior e dizia: “Grita Mareque, grita”. O Mareque, com sua voz possante e agradável enchia o “Chiapettão” com um sonoro grito de gol.
Nilo Dias conta que, em um jogo no Silvio de Faria Corrêa, o repórter de campo de repente informou ao Dagoberto que havia entrado um cachorro dentro do campo de jogo. Dagô não teve dúvidas em perguntar, só para confundir o repórter: “Em lugar de quem?”. Seguiu-se um silêncio ensurdecedor.
Dagoberto foi presidente do Gráfico FC, da Associação São Gabriel de Futebol e dos Conselhos Deliberativos da SER São Gabriel e GE Gabrielense. Em 1975 concorreu a presidência da Federação Gaúcha de Futebol, enfrentando nada mais, nada menos do que o poderoso Rubens Freire Hoffmeister.
Dagoberto sempre teve intensa participação na sociedade local e seu nome esteve ligado as principais entidades sociais e esportivas da cidade. Foi presidente do Lions Clube São Gabriel por três vezes, inclusive no ano do Cinquentenário. Dirigiu o Clube Comercial, em seus momentos de maior grandeza e foi diretor social do saudoso presidente Helvécio Prates. Desde 1982, Dagoberto era sócio e locutor da Rádio Batovi, apresentando diariamente ao meio-dia o programa de avisos “Chasque da Amizade”, com uma grande legião de ouvintes espalhados por todo interior do município.

AMBULATÓRIO DE RISCO É INAUGURADO PARA OFERECER CUIDADO ESPECIALIZADO EM SITUAÇÕES DE RISCO À VIDA.

AMBULATORIO 2

A Prefeitura Municipal de São Gabriel, através da SMS – Secretaria Municipal de Saúde, inaugurou na terça-feira passada (17/07), no centro da cidade, uma unidade de saúde destinada a oferecer atenção integral a gestantes e bebês até o primeiro ano de vida. A Unidade recebeu o nome de Ambulatório de Risco, exatamente porque combate os riscos que podem prejudicar o desenvolvimento normal da gravidez durante o período completo de gestação.
A Unidade vai funcionar em sede própria, na Rua Coronel Sezefredo, 1136, na quadra entre a agência do Banco do Brasil e a Rua Plácido de Castro. O local foi inaugurado pelo Prefeito Rossano Gonçalves juntamente com o Secretário de Saúde, médico Ricardo Lannes Coirolo, com a presença do provedor do Hospital de Santa Casa de Caridade, Luiz Carlos Dotto; o Coronel Paulo André Silva, comandante do 6º BE Comb; do tenente-médico Fabio Nassar, que representou a 13ª Cia Com; e os secretários de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Juliana Medeiros e de Educação, professor Sildo Cabreira.
O Secretário Ricardo Coirolo ressaltou que o Ambulatório de Risco é destinado ao cuidado especializado em situações de risco à vida humana, fazendo o rastreamento do recém-nascido até o 1º ano de vida e monitoramento de bebês de risco, nascidos com peso inferior a 2,5 kg, prematuros, mães com parto domiciliar, mães sem pré-natal, mães com mais de três filhos vivos ou dois mortos, e mães sem escolaridade.
“Aqui vamos combater a mortalidade infantil de forma ainda mais eficaz. Qualquer mãe que consultar nas nossas Unidades Básicas de Saúde e for identificada como gravidez de risco, será encaminhada para este espaço, onde terá atendimento diferenciado, com fornecimento de medicação tanto para a gestante quanto, se necessário, para o bebê após nascido”, assinalou.
“Trata-se de um programa que combate a mortalidade infantil, num momento, depois de muitos anos, que a mortalidade infantil começa a crescer no Brasil. Isso nos preocupa. Embora São Gabriel não passe do primeiro dígito, nós queremos diminuir e só vamos conseguir atingir esse objetivo cuidando das nossas gestantes”, complementou.
A coordenadora do ambulatório, enfermeira Chalane May, ressalta que o Ambulatório de Risco fará todo o controle de pesagem e demais procedimentos, e as gestantes que precisam de consultas freqüentes receberão dois vales-transporte por consulta. “Um para voltar para casa, e outro para retornar na próxima consulta”, explica.
No Ambulatório de Risco também serão fornecidas duas latas de leite em pó por mês para as mães que não conseguem amamentar, e na sala de espera dos atendimentos, vídeos sobre cuidados durante a gestação e cuidados com recém-nascidos. “Toda a estrutura do ambulatório foi pensada para cuidar de forma integral da proteção à vida, tanto da gestante quanto dos bebês, oferecendo toda uma rede de serviços com uma equipe já treinada e experiente”, destacou o Prefeito Rossano Dotto Gonçalves, reforçando o compromisso prioritário da gestão com a Saúde Pública.
A equipe do Ambulatório de Risco terá o obstetra Lineu Motta para o atendimento das gestantes de risco, e a pediatra Sílvia Souto Pereira para os recém-nascidos até o primeiro ano de vida, e, nas ações de suporte, o psicólogo Luis Paulo Milani, a nutricionista Laura Meneghello Giuliani e a equipe com a coordenadora, enfermeira Chalane May, enfermeira Rosângela Borges, técnica em enfermagem Franciele Marques, e as auxiliares de enfermagem Aline Bittencourt e Elisete Langendorff.

DETALHE – O Secretário de Saúde informa que serão encaminhadas para o Ambulatório de Risco somente casos detectados pelos profissionais nos Postos de Saúde. “A gestante que tem uma gestação normal, dentro do habitual, será atendida normalmente dentro da UBS pelos obstetras. “No momento que for identificado qualquer um dos fatores de risco, a gestante será encaminhada para o ambulatório. Queremos humanizar e dar um atendimento especializado a estes pacientes que necessitam de um atendimento com olhar diferenciado”, finalizou.

PATRONAGEM DA CTM APRESENTA PROGRAMA OFICIAL DA SEMANA FARROUPILHA AO PRESIDENTE DO PODER LEGISLATIVO.

patronagem

Reunião aconteceu no começo da tarde de terça

A Patronagem da CTM – Coordenadoria Tradicionalista Municipal, representada por um grupo de seis tradicionalistas, entre eles, o Patrão da entidade, Júlio César Moreira, divulgou o programa oficial da Semana Farroupilha em reunião com o presidente do Poder Legislativo de São Gabriel, vereador Vagner Aloy (Maninho). Além de apresentar a grade de eventos, a Patronagem informou como será organizado o evento deste ano, orçado em R$ 180 mil (com economia de cerca de R$ 50 mil se comparado com 2017) e admitiu que a bilheteria será responsável pela geração de fundos para o pagamento de despesas. Os ingressos terão valor fixados a R$ 10 nos dias de abertura e encerramento e R$ 5 no restante das comemorações.
Foi o primeiro contato estabelecido entre a CTM e Câmara de Vereadores. Juntos ainda debateram questões sobre a Semana Farroupilha, que começa no dia 08 de setembro.
Uma das demandas que o Legislativo pretende contribuir é na aquisição de um gerador para o evento. Outros assuntos também entraram em pauta como a grade de programação dos shows, valor do ingresso para entrada e estacionamento. Para dar continuidade ao assunto, uma nova reunião foi marcada para a próxima semana com os demais vereadores.