EM DEBATE

COORDENADORA

Luciana Genro assumiu Cargo de coordenadora-geral da bancada do PSOL na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. O salário é de R$ 16,9 mil mensais. A bancada do partido é composta de um só deputado. Nas redes sociais, a nomeação dela gerou comentários. Luciana vai ganhar por mês quase o que o trabalhador médio brasileiro ganha por ano, para coordenar um deputado.

ARMA BRANCA

Após mais três casos de vítimas esfaqueadas nesta sexta-feira no Rio, a Câmara dos Deputados decidiu desengavetar um projeto de lei, apresentado há 11 anos, que criminaliza o porte de arma branca nas ruas. Diante do clamor público, que se intensificou com a morte do cardiologista Jaime Gold — atacado por ladrões na noite de terça-feira na Lagoa —, o líder do PMDB, Leonardo Picciani, pediu o desarquivamento da proposta, protocolada em 2004 pelo deputado Lincoln Portela (PR-MG). O texto deve receber emendas, já que é considerado brando. Em vez de três meses a um ano de detenção e multa, o que abriria brecha para os suspeitos responderem em liberdade, Picciani defende que a pena mínima seja de três anos, de modo a que o acusado de porte de facas ou qualquer objeto cortante seja mantido preso.

PP REALIZOU CONVENÇÃO NO SÁBADO.

O PP realizou Convenção Municipal para a eleição do Diretório Municipal para o biênio 2015/2017 na manhã de sábado (23/05). O evento aconteceu na Câmara de Vereadores. Foram homenageados pelo tempo de filiação e serviços prestados ao partido os seguintes filiados: Jarbas Giuliani, Nabor Salgado Leitão, José Antônio Martins Macedo (Dr. Poeta), Gilberto Souto Meyer, Lúcia Otília Brenner Gonçalves, Roque Oscar Hermes, Caio Flávio Lopes Rocha (35 anos); Homero Macedo Chagas, José Francisco Chiappetta (25 anos); João Francisco Gomes (JF, 20 anos); Inocêncio da Cunha Fernandez Gonçalves, Hugo da Cunha Fernandez Gonçalves, Felipe Nobre e Marli Fagundes da Rosa Cardoso (15 anos).
Márllon Maciel deixou o cargo de presidente após dois anos no comando. O novo comandante da sigla escolhido em até cinco dias. Moisés Cassol, que havia colocado o seu nome a disposição, acabou desistindo.

PALESTRA SOBRE ABUSOS SEXUAIS.

palestra 2

Abuso sexual de crianças e adolescentes. Esse foi o tema da peça teatral apresentada na manhã de ontem, na Escola Menino Jesus – Caic, para o público estudantil. As atividades foram organizadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. Segundo o secretário Cléber Giovane, trata-se de um trabalho do CRAS em parceria com Mais Educação, inserido na data do Dia Nacional de Combate a Violência Sexual de Crianças e Adolescentes. “Esse é um trabalho que não gostaríamos de fazer, uma realidade que não gostaríamos de vivenciar, mas vivemos num mundo em que as crianças continuam sendo vítimas de agressores que ameaçam e as fazem se calar”, disse o secretário. Denúncias podem ser feitas para Disk 100.

PT SE PREPARA PARA CONGRESSO.

plenaria PT
No sábado passado, o Partido dos Trabalhadores (PT) realizou Plenária Preparatória para o 5° Congresso do PT, que acontecerá em Salvador, no mês de junho. A plenária aconteceu na Sede do Partido, em São Gabriel, e contou com a presença do Presidente do partido no Estado, Ary Vanazzi e do Presidente da Sigla em São Gabriel, Guilherme Abib, membros do diretório e filiados. Participaram também, presidentes e filiados do PT de cinco cidades. O prefeito Roque Montagner também acompanhou as discussões.

taxi floriano matéria

CPI DA DOAÇÃO É PRORROGADA E BALBO, BENEDITO E ESTRAZULAS TAMBÉM SERÃO OUVIDOS.

 

Balbo-TeixeiraNota divulgada pelo prefeito Roque Montagner, no final da tarde de sexta-feira (22/05), repercutiu negativamente dentro do Poder Legislativo Municipal. O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI da Doação), vereador Paulo Sérgio Barros da Silva (PDT), disse que o prefeito deveria se colocar à disposição da Comissão para esclarecer os fatos. “Ele não está tendo a intenção de ajudar e resolver o problema. Quem não deve, não teme”, atacou.
Convocado para depor na CPI, o prefeito acabou não comparecendo a reunião que deveria ter acontecido na terça-feira passada, na Câmara Municipal.
Em nota, o prefeito confessa haver uma “inimizade” da parte do relator da CPI e, na opinião dele, a sua presença não alteraria o resultado, pois o vereador Cilon Lisoski (PR) – ex-aliado de Montagner – não teria condições de agir com isenção. Para ele, a CPI tem o objetivo de indicar a sua cassação e isso não iria mudar mesmo com o seu depoimento. Roque Montagner ainda alegou que pessoas diretamente ligadas a doação (como ex-prefeito Balbo Teixeira) não teriam sido ouvidas.
“Além de não ouvir o ex-gestor, primeiro doador da área para a Apicultura Jobim, a CPI da doação, foi encerrada deixando de ouvir secretários da gestão passada que estavam envolvidos no processo da doação. Também não foi ouvido durante os trabalhos da CPI, o atual proprietário da área, estes fatos, somados as declarações do relator, deixando claro sua inimizade política com o Prefeito Roque, por não ter atendido seu pedido de cargos no governo, motivaram o não comparecimento do Prefeito na CPI” – diz a nota.
Por causa disso, a CPI – que deveria ser concluída na manhã desta segunda-feira (25/05), acabou tendo o prazo ampliado por mais 15 dias. Desta forma, os vereadores pretendem ouvir o ex-prefeito Balbo Teixeira; o ex-secretário de Obras (do Governo Rossano), Benedito Franco; e um representante do Grupo Estrazulas. A reunião está marcada para o dia 1º de junho, a partir das 9 horas, no Plenário da Câmara. Os três serão ouvidos na mesma manhã.
O presidente informa que até o dia 8 de junho, a Comissão irá elaborar e fazer a entrega do relatório final para a Presidência da Câmara e, possivelmente, ao Ministério Público. Os vereadores ainda aguardam a conclusão da Corregedoria de Cartórios sobre a necessidade, ou não, de o prefeito ter dando anuência a negociação envolvendo Estrazulas e Apicultura Jobim. Também será contratada uma empresa para fazer a avaliação do terreno doado. A ideia é saber qual o prejuízo real ao erário público.

NA NEW LIFE: CURSO DE CINEMA TEVE INÍCIO EM SÃO GABRIEL.

CINEMA
No último sábado, dia 23 de maio, aconteceu a aula inaugural do Curso de Cinema e Linguagem Audiovisual promovido pelo Grupo New Life e Escola de Cinema. Com aulas aos sábados à tarde e duração até o final de outubro, o curso proporcionará aos seus alunos no decorrer de 81 horas aula, a possibilidade de conhecerem na teoria e prática, todas as etapas necessárias para se realizar uma produção cinematográfica. Segundo o Professor Humberto Petrarca, Pós Graduado em Cinema pela Universidade Estácio de Sá do Rio de Janeiro e Coordenador do Curso, a indústria brasileira de cinema vem em uma crescente nesta última década e o Rio Grande do Sul é um dos estados que mais se destaca tanto pelo número de produções quanto pela qualidade das obras cinematográficas. Já Max Lara, Coordenador do Grupo New Life, afirma que o Grupo New Life apostou neste projeto trazido pela Escola de Cinema por seu pioneirismo e ineditismo na região, qualidades essas que também são marcas da trajetória do referido Grupo desde sua chegada em nossa cidade.
Para finalizar, Petrarca, que está rodando um filme totalmente produzido e filmado em São Gabriel, destaca que os alunos do curso terão a oportunidade única de trabalhar nos três episódios restantes de sua minissérie, proporcionando uma experiência real num set de filmagens podendo, assim, colocar em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula.
As aulas continuam no próximo sábado às 14 horas no Grupo New Life, e segundo informações da Escola, ainda existem vagas disponíveis.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.651 outros seguidores