CLIQUE AQUI PARA CURTIR SABOR DA FAMÍLIA

Acampados | PROFESSORES PARTICIPAM DE MOBILIZAÇÃO EM PORTO ALEGRE.

Representantes do 41° Núcleo participaram das atividades organizadas pelo Cpers – Sindicato, em Porto Alegre, na manhã de segunda-feira (27/01). A mobilização aconteceu em frente ao Tribunal de Justiça. Os professores vão acompanhar as sessões da Assembleia Legislativa e pressionar os deputados em defesa dos direitos da categoria. O Sindicato orienta nova paralisação dos professores e funcionários de escola, que devem permanecer na Praça da Matriz até o fim dos trabalhos do Legislativo, previsto para quinta-feira (30).
A mobilização começou às 9h de ontem, em frente TJ, com a intenção de cobrar dos magistrados respeito ao direito de greve e agilidade no julgamento do recurso do CPERS contra o corte de ponto de grevistas. Na sequência, a categoria seguiu em marcha até a Assembleia Legislativa, onde foi montado o acampamento.

Tradição que vem de berço | CRIANÇAS CONQUISTAM ESPAÇO NO MUNDO TRADICIONALISTA.

Eles são pequenos, mas já sabem o que querem. Alguns ainda não aprenderam a falar direito, mas já fazem uso do lanço com uma convicção que faz brilhar os olhos de que acompanha as provas.
Estamos falando de uma geração de “laçadores” incentivada pelos pais e motivada pela inserção de provas campeiras formalizadas com o objetivo de incluir crianças e adolescentes no dia a dia do mundo tradicionalista.
Em São Gabriel, o Rodeio Cidade de São Gabriel, realizado entre os dias 17 e 19 de janeiro, reuniu mais de 30 competidores com idade variando entre 1 e 10 anos.
“A tradição é bonita. O movimento tradicionalista é, ainda, um dos melhores ambientes. Fico feliz e estou sempre incentivando”, conta o médico veterinário Cloves Ferraz de Bittencourt, pai de Valentim e Cecília França de Bittencourt, dois dos nomes que se destacaram na competição que abriu o calendário de rodeios em São Gabriel.

Cecília tem apenas 6 anos é já tem quatro troféus para provar que laço não é somente para homens e muito menos só para adultos.
O prêmio mais recente foi conquistado no Rodeio Cidade de São Gabriel, na prova de vaca parada, representando o CTG Tarumã; ela ainda pôde acompanhar, ao lado dos pais, a apresentação do irmão Valentim (o mais jovem competidor, com apenas 1 ano e 7 meses). O menino foi uma das grandes atrações.
“O pequeno é apaixonado. Está sempre com uma cordinha na mão”, diz o pai, que vê nos filhos o reflexo da relação de apoio que encontrou no pai, quando era criança e começou a participar de provas campeiras.
A história de Alícia Biscaglia é ainda mais apaixonante para que procura no tradicionalismo um espelho para a vida.
A prendinha – que veste as cores do CTG Querência do Pai Quati – conquistou o primeiro lugar na prova de vaca parada, também no Rodeio Cidade de São Gabriel, mas não está muito satisfeita com os desafios impostos a ela. Ela quer mais.
A mãe da menina, Franciele Biscaglia de Oliveira da Rosa, conta que a filha já começou a trocar a vaca parada pela vaca correndo. “Sinto um frio na barriga, mas ao mesmo tempo, amamos ver ela seguir esse meio”, explica.
Com apenas 10 anos, Alícia tem mais de 20 troféus, sendo que três deles foram conquistados, em sequência, nos três últimos Rodeios do Conesul.
A paixão pelo tradicionalismo tem muito a ver com a amor que uniu os seus pais, há 12 anos.
Alícia nasceu no dia 31 de agosto e, acreditem, no dia 13 de setembro já participava da sua primeira Semana Farroupilha.
Franciele conta que conheceu o marido Luan Moreira da Rosa em um evento tradicionalista. “Trocamos as alianças em um rodeio. Desde que a Alícia nasceu, ela nós acompanha e assim começou a gostar da arte de laçar”, relatou a mãe.
Pedro Henrique Henn Moreira também tem 10 anos e começou a participar das provas de vaca parada incentivado pelo pai Vasco Moreira. A irmã dele, Mariana Henn, também participa de competições de laço. Vasco e Mariana inspiraram o menino, que hoje aparece entre as grandes revelações do esporte tradicionalista.
Apesar da pouca idade, Pedro Henrique tem experiência em competições regionais e deverá ser um dos representantes de São Gabriel no Rodeio Internacional de Vacaria, no dias 7 e 8 de fevereiro, no nordeste do Estado, vestindo as cores do CTG Lenço Branco do Bom Fim.

Opinião

“A MORTE DO VAQUEIRO”, ah tá!

O dono da casa, localizada no Bairro Élbio Vargas, agora poderia mudar a identificação do Wi Fi: de “A Morte do Vaqueiro” para “A lei Me Protege”, afinal de contas, hoje faria muito mais sentido, embora no “João de Barro” muita gente ainda queira a minha morte. O sinal, para quem precisar, já é possível acessar quando estiver próximo da Unidade Básica de Saúde Nosso Sonho. Resta descobrir a senha.

Sessões até sexta | ASSEMBLEIA DEFINE CRONOGRAMA PARA VOTAR PACOTE DO GOVERNADOR LEITE; PEC SERÁ VOTADA NESTA TERÇA.

Em reunião do colégio de líderes realizada no início da tarde desta segunda-feira (27/01), a Assembleia Legislativa definiu a ordem de votações da convocação extraordinária chamada pelo governo Eduardo Leite (PSDB) para votar os projetos do pacote de reforma administrativa encaminhados por ele em novembro passado.
Em dezembro, o governo conseguiu aprovar o PLC 503, a chamada reforma da Previdência estadual, mas adiou a votação do restante dos projetos. Nesse meio tempo, ele modificou e reapresentou seis projetos, que se juntam a outros três que permanecem iguais a novembro passado.
Pelo acordo firmado entre os deputados, nesta segunda será votada apenas a convocação extraordinária. As votações do pacote, em si, começam a partir da tarde desta terça (28), com a PEC 285, que estabelece novas idades mínimas para servidores estaduais — 62 anos para mulheres e 65 anos para homens –, muda as regras do abono família — limita para servidores com salários de até R$ 3 mil, ampliando o benefício de R$ 44,41 por filho para R$ 120 –, extingue avanços temporais e gratificações por tempo de serviço, entre outras medidas.
Para conseguir votar os demais projetos, estão previstas sessões em dois turnos entre quarta (29) e sexta-feira (31).
Confira, pela ordem, os demais projetos que farão da parte da convocação extraordinária:

— PL 500 2019, que altera a Lei nº 13.778, de 30 de agosto de 2011, que dispõe sobre a quitação de dívidas do Estado do Rio Grande do Sul mediante dação em pagamento de seus imóveis dominicais, a Lei nº 14.954, de 30 de novembro de 2016, que cria o Programa de Aproveitamento e Gestão dos Imóveis no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, autorizando o Poder Executivo a alienar bens imóveis próprios e de suas autarquias por meio de leilão, permuta por outros imóveis públicos ou particulares, bem como por permuta por área construída, e dá outras providências, e a Lei nº 15.304, de 30 de julho de 2019, que dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da Lei Orçamentária para o exercício econômico-financeiro de 2020 e dá outras providências.
— PLC 509 2019, que dispõe sobre aposentadoria especial de que trata o §4º-B do art. 40 da Constituição Federal para os policiais civis integrantes do órgão a que se refere o inciso IV do caput do art. 144 da Constituição Federal e agentes penitenciários a que se refere o art. 5º da Lei Complementar nº 13.259, de 20 de outubro de 2009.
— PL 1 2020, que altera a Lei n.º 13.924, de 17 de janeiro de 2012, que institui o Sistema Estadual de Apoio e Incentivo a Políticas Estratégicas do Estado do Rio Grande do Sul – SISAIPE/RS e dá outras providências, a Lei n.º 11.853, de 29 de novembro de 2002, que institui o Programa de Apoio à Inclusão e Promoção Social e dá outras providências e a Lei n.º 13.490, de 21 de julho de 2010, que Institui o Sistema Estadual Unificado de Apoio e Fomento às Atividades Culturais – PRÓCULTURA, e dá outras providências.
— PLC 2 2020, que altera a Lei Complementar nº 10.098, de 3 de fevereiro de 1994, que dispõe sobre o estatuto e regime jurídico único dos servidores públicos civis do Estado do Rio Grande do Sul e a Lei n.º 10.002, de 6 de dezembro de 1993, que autoriza o Poder Executivo a instituir um sistema de vale-refeição no âmbito da Administração Direta e das Autarquias, e dá outras providências e a Lei Complementar nº 15.142, de 5 de abril de 2018, que dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social do Estado do Rio Grande do Sul – RPPS/RS – e dá outras providências.
— PL 3 2020, que altera a Lei nº 6.672, de 22 de abril de 1974, que institui o Estatuto e Plano de Carreira do Magistério Público do Rio Grande do Sul.
— PLC 4 2020, que fixa o subsídio mensal para o Quadro de Cargos de Provimento Efetivo do Instituto geral de Perícias – IGP.
— PLC 5 2020, que altera a Lei Complementar n.º 13.757, de 15 de julho de 2011, que dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Militares do Estado do Rio Grande do Sul, institui o Fundo Previdenciário dos Servidores Militares – Fundoprev/Militar, e dá outras providências.
— PLC 6 2020, que fixa o subsídio mensal dos Militares Estaduais, altera a Lei Complementar nº 10.990, de 18 de agosto de 1997, que dispõe sobre o Estatuto dos Militares Estaduais, e a Lei Complementar nº 10.992, de 18 de agosto de 1997, que dispõe sobre a carreira dos Servidores Militares do Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências.

Opinião

TUCANOS E PROGRESSISTAS.

O presidente do Poder Legislativo Municipal, Marcos Mec, revelou o teor de uma reunião que aconteceu há algum tempo, onde ele teria mencionado a possibilidade de o PSDB estudar a proposta de ser vice na composição de uma chapa para a disputa do comando da Prefeitura. O tema voltou a ser pauta nos últimos dias, quando Mec deixou claro o desejo de colocar o seu nome a disposição do partido. Depois que ficou, por alguns dias, interinamente no cargo de prefeito, Mec passou a ver o Poder Executivo com outros olhos.
O colega dele, o vereador Vagner Aloy, primeiro tucano a falar em Prefeitura, admitiu que vai focar sua atenção para a reeleição no Legislativo. Maninho disse que está analisando o cenário político para “abrir” o seu apoio à prefeitura. No entanto, segundo ele, toda a decisão política passará pelo diretório do partido.

(***)

Nesta quarta-feira, dirigentes do PP vão conversar com integrantes do PSDB. O presidente tucano, Mauro Teixeira, confirmou a reunião, mas não adiantou a pauta, que obviamente deve ser uma “aliança”.
Na noite desta segunda-feira (27/01), o PP esteve novamente reunido com o médico Giancarlo Alves Bina (e seus aliados).
O médico anunciou no final de semana a sua desfiliação do Rede Sustentabilidade, partido pelo qual disputou uma cadeira na Assembleia Legislativa. Apesar de não confirmar oficialmente, ele deverá ingressar no PP. As conversas entre o pré-candidato a prefeito e o partido iniciaram na metade de 2019 e a filiação deverá ser formalizada até o final de março.

(***)

SANGUE NOVO
O presidente do PP, João Bento Pereira, tem se revelado um articulador silencioso, porém habilidoso. Eleito presidente pela cúpula do partido ano passado, logo abriu diálogo com lideranças importantes e já não há mais dúvida que o partido terá candidatura própria a prefeito. A nominata de vereadores também está sendo reforçada. Pelo visto, a ideia é consolidar o postura adotada pelo PP desde 2012.

Sessão extraordinária | VEREADORES APROVAM REAJUSTE DO PISO DOS PROFESSORES E REVISÃO GERAL DE VENCIMENTOS.

A sessão extraordinária desta segunda-feira, 27 de janeiro, aprovou cinco projetos de lei, de autoria do Poder Executivo, que concedem reajuste de vencimentos a diversas categorias, além de criar o Fundo da Criança e do Adolescente. O Projeto de Lei nº 09, que estabelece normas gerais para o serviço de transporte de passageiros por aplicativos, foi retirado de pauta pelo presidente Marcos Mec.
Mec defende que o projeto precisa ser debatido com maior profundidade com o Executivo e com a categoria interessada. Assunto que será um dos temas abordados em reunião que o presidente terá com o prefeito Rossano Gonçalves, ainda na tarde desta segunda-feira.
Dentre os projetos aprovados na sessão está o PL 06, que reajusta em 12,84% o piso salarial do Magistério Público da Educação Básica da Rede Municipal de São Gabriel, ficando em 1.587,38 reais.
Também foram aprovados o PL 04, que eleva o salário básico dos Servidores Públicos Municipais ao valor do novo salário mínimo nacional, passando para o valor de R$ 1.045,00, o PL 05, que concede revisão geral de 4,4% aos vencimentos dos servidores, conforme medição do IPC – Índice de Preços ao Consumidor, e o PL 07, que reajusta o valor do Vale Alimentação, também no índice de 4,4%.
Os vereadores ainda aprovaram a criação do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, o FUMDICA, que fica vinculado ao Conselho responsável, o COMDICA. O fundo é destinado a suportar as despesas dos programas que visem a preservação e a proteção dos direitos das crianças e adolescentes.