fotos

SEGURANÇA PÚBLICA VAI PARAR NO DIA 4 DE AGOSTO NO ESTADO.

susepe 2

Representantes da Brigada Militar e da Susepe realizaram panfletagem na ruas centrais de São Gabriel na manhã desta sexta-feira (29/07). O objetivo foi informar a comunidade que haverá uma paralisação no dia 4 de agosto e isso acontecerá em protesto ao novo parcelamento dos salários. A decisão de novamente parcelar os vencimentos foi anunciada pelo governador do Estado José Ivo Sartori (PMDB). Segundo os representantes, estarão juntos na paralisação a Polícia Civil, IGP e Bombeiros.
susepeDurante a panfletagem, Policiais e Agentes afirmaram que a situação dos servidores está insustentável e o parcelamento dos salários vem comprometendo as dignidade pessoal e das famílias. Alguns garantem que não possuem os mínimos recursos financeiros para transporte até o local de trabalho e nem mesmo para alimentação.
No dia 04 de agosto, a partir das 6 horas, as categorias paralisaram as atividades por 15 horas e farão um chamamento à sociedade gaúcha para que neste dia evitem sair às ruas, abrir o comércio, levar os filhos para a escola, assim como a suspensão do transporte público “frente a absoluta falta de segurança que deverá imperar no Estado diante da desvalorização da segurança pública”, afirmaram os profissionais.

ELEIÇÕES 2016: O QUE VOCÊ PRECISA SABER.

SISTEMA E ENQUETES – Está disponível o download, no site do TSE, do Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE). A ferramenta deve ser utilizada por candidatos e partidos políticos para registrar a movimentação financeira da campanha e gerar a prestação de contas eleitoral.
Já as enquetes referentes ao processo eleitoral estão proibidas. Segundo a definição, enquete é a simples coleta de opiniões de eleitores sem nenhum controle de amostra e sem a utilização de método científico para sua realização. Esse tipo de consulta depende apenas da participação espontânea do interessado.
Já a pesquisa eleitoral, que está permitida e deve ser registrada, requer dados estatísticos realizados junto a uma parcela da população de eleitores, com o objetivo de comparar a preferência e a intenção de voto a respeito dos candidatos que disputam determinada eleição.
A divulgação de enquetes e sondagens em desacordo com as regras previstas na legislação eleitoral pode ser punida com o pagamento de multa, que varia de R$ 53 a R$ 106 mil.

REGISTRO – O prazo para registro de candidatos pelos partidos políticos e coligações nos cartórios deve ser feito até as 19h do dia 15 de agosto de 2016.

CALENDÁRIO
20 de julho – Os partidos são autorizados a promover convenções para definir seus candidatos.
3 de agosto – Prazo para o eleitor solicitar a segunda via do título de eleitor fora do seu domicílio eleitoral.
15 de agosto – Data limite para os partidos e as coligações registrarem seus candidatos.
16 de agosto – Está autorizada a propaganda eleitoral. A campanha começa.
26 de agosto – Início do período da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.
13 de setembro – Último dia para que os partidos políticos, as coligações e os candidatos enviem à Justiça Eleitoral os gastos de campanha dos candidatos.
15 de setembro – Divulgação do relatório das receitas em dinheiro coletados pelos partidos e pelos candidatos para patrocinar as campanhas.
17 de setembro – Data a partir da qual nenhum candidato poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito.
22 de setembro – Último dia para o eleitor solicitar a segunda via do título de eleitor dentro do seu domicílio eleitoral.
27 de setembro – Data a partir da qual nenhum eleitor poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal por crime sem fiança ou por desrespeito a salvo-conduto.
29 de setembro – Fim da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.
30 de setembro – Termina o período de exibição de propaganda eleitoral paga.
2 de outubro – Eleições.

ELEIÇÕES 2016: COMEÇA A CORRIDA PELO PALÁCIO EM SÃO GABRIEL.

capa candidatos

A corrida eleitoral 2016 começou oficialmente, em todo o Brasil, no dia 20 de julho com o início do prazo para a realização das convenções partidárias para a escolha dos candidatos e a deliberação sobre as coligações. Todos os partidos tem até o dia 5 de agosto para definir os seus nomes preferenciais.
Em São Gabriel, apesar da data inicial, somente quatro siglas (até o começo da manhã de hoje) haviam definido seus candidatos ao Legislativo Municipal, coligações e disputa pelo Palácio Plácido de Castro.
O Partido Verde (PV) foi o primeiro a definir sua nominata para a eleição municipal. A reunião aconteceu na sede do Partido Democrático Trabalhista (PDT), no sábado passado, onde também foi aprovada a adesão do partido a pré-candidatura do ex-prefeito Rossano Dotto Gonçalves. Junto também foi definida a coligação, na proporcional, do PV com PSC, PSD e PMDB.
Já o Partido dos Trabalhadores (PT) é o primeiro a anunciar oficialmente o nome do seu candidato a prefeito. Na verdade, trata-se de uma candidatura a reeleição, pois o nome do atual prefeito, Roque Montagner, foi aprovado por unanimidade para liderar a chapa majoritária que ainda terá a advogada Maria Luisa Bragança Ferreira, a Malu Bragança, para vice-prefeita, pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB).
A convenção dos comunistas aconteceu em conjunto com a do PT e do Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB). Os três, além de participarem da Chapa Majoritária, também estarão juntos na proporcional.
Apesar de a data limite ser o dia 5 de agosto, os partidos de São Gabriel já terão suas definições completas neste domingo, quando serão realizadas as últimas convenções partidárias.
Hoje, pela manhã, na Rua General Mallet (próximo ao Banco Itaú), o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) realiza a sua reunião. Em discussão a aprovação dos nomes que disputarão cadeiras no Legislativo e o apoio ao candidato do PDT, partido que definirá o nome do seu representante também neste sábado, a partir das 18 horas, na sua sede, na Rua Barão do Cambai, no centro de São Gabriel. No mesmo local, o Partido Social Cristão (PSC) realiza sua convenção às 14 horas.
No mesmo horário, na Câmara Municipal de Vereadores, inicia uma série de reuniões que se prolongarão até o final da noite. A primeira será organizada pelo Diretório do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Na sequência, às 17 horas, acontecerá a do Partido da República (PR) e, logo depois, do Solidariedade (SD), que terá a missão de confirmar o nome da candidata a vice de Rossano Gonçalves. A pré-candidata é a vereadora Karen Lannes.
Bem próximo da Câmara Municipal de Vereadores, na sede do Partido Social Democrático (PSD), na Galeria Rosinha, acontecem duas convenções.A primeira é a do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), às 16 horas; logo depois, às 17 horas, será a vez do PSD. O Partido Republicano Brasileiro (PRB), reúne seus filiados, às 18h, na Rua Manoel Luis Bragança, 85 – Bairro São Luis. Todas estas siglas decidirão se apoiarão ou não o candidato do PDT a Prefeitura Municipal.
No domingo (31/07), os partidos que apoiam a pré-candidatura de Inocêncio Cunha Gonçalves (PROS, Democratas, PEN, Rede, PPS, PSB e PP) realizam suas convenções na Câmara Municipal de Vereadores, a partir das 13h30min. O PSB vai apreciar a indicação do ex-prefeito Balbo Teixeira para vice-prefeito de Inocêncio Gonçalves.

SAIBA MAIS
Com a nova redação mudou também para o dia 15 de agosto a data final para solicitação do registro dos candidatos do ano eleitoral. A Lei determina que o prazo de entrada do requerimento de registro de candidato a cargo eletivo em cartório ou na secretaria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terminará, sem possibilidade de prorrogação, às 19h do dia 15 de agosto do ano em que se realizarem as eleições. A redação anterior do dispositivo previa como prazo final o nonagésimo dia anterior à data das eleições.
Em relação a postergação do prazo do registro de candidatura, o ministro Henrique Neves ressalta que é importante os candidatos ficarem atentos. “Não precisa esperar [o fim do prazo], eles podem pedir o registro de candidatura antes do dia 15, tão logo seja realizada a convenção partidária”.
Segundo o ministros, os partidos políticos que realizarem esse pedido com antecedência terão uma vantagem, pois já estarão com toda documentação pronta já para o dia 16 de agosto, quando se inicia a propaganda eleitoral.
Segundo ele, se o candidato esperar para solicitar o CNPJ somente no dia 15 de agosto, isso significaria menos tempo para captar recursos e efetivar gastos eleitorais.
“Então, quanto antes os candidatos vierem à Justiça Eleitoral, maior benefícios terão para fazer uma campanha tranquila e transparente”, completou.
A Reforma 2015 modificou ainda o prazo para até 20 dias antes das eleições para que os Tribunais Regionais Eleitorais enviem ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a relação dos candidatos às eleições majoritárias e proporcionais, da qual constará obrigatoriamente a referência ao sexo e ao cargo a que concorrem.

CICLISTAS DE SÃO GABRIEL PARTICIPAM DE COMPETIÇÃO EM RIO GRANDE.

18a19927-88ae-4f7d-9b91-e526ecfc2598
O domingo passado foi de competição para 11 ciclistas de São Gabriel. O grupo participou da prova de montain bike que ocorreu em Rio Grande, na Ilha dos Marinheiros. A competição foi válida pela 4° etapa da Copa União de MTB. Sete atletas trouxeram premiação: Rodrigo Tonin, Rafael Silveira, Vitor Garcia, José Augusto, Celso Martins, Everson Silva e Michel Marques. A copa já teve etapas em Rosário do Sul, Candiota, São Gabriel e Rio Grande. A próxima disputa deverá acontecer em Vila Nova do sul, em agosto.

DÁCIO APRESENTA NOVO UNIFORME E HOMENAGEIA SEU PRESIDENTE.

13833090_1191547364230928_657122484_o

Um evento, na noite desta sexta-feira, marcou a apresentação oficial do novo uniforme do Dácio Futebol Clube. A reunião – programada para começar às 19h 30min no Arena Sports – foi considerada especial por mais dois motivos: o Dácio completa em outubro, 21 anos de fundação. É atualmente o time de futebol mais antigo em atividade no futebol de campo de São Gabriel. Outra razão, é o seu presidente.
13664588_1191546090897722_741433618_nO dirigente, Roberto Santos de Quadros, comanda o time desde os seus primeiros passos em 1995. O “seu Roberto” é ainda um dos entusiastas do esporte amador da cidade e é visto como exemplo para quem está começando ou quem ainda planeja trabalhar com o futebol amador.
A direção homenageou o dirigente que está hospitalizado. Com 73 anos, “o seu Roberto” vem jogando uma das partidas mais importantes da sua vida, um combate contra o diábetes. Hospitalizado, ele acompanha de longe os acontecimentos e, mesmo numa cadeira de rodas, continua sendo o combustível que movimenta o time do Dácio.
0870739b-432d-4212-805f-cc5999c377d3O Dacio foi fundado em outubro de 1995, após o encerramento das atividades do antigo Brasil FC. A sua sede é no Bairro Dr. Dacio, motivo que levou os fundadores a adotarem o nome, uma forma de simbolizar a representação da comunidade do antigo “Copo Sujo”.
O “seu Roberto” é o presidente e fundador junto com o filho, Carlos Roberto Larralvi de Quadros. A direção ainda tem como Diretor de Futebol, o atleta Fabio Bruno; Treinador Alex (Leléu); Auxiliar Técnico, Salustiano Rodriguês; e Tesoureiro, Daniel Gressler.

DR. GERSON BARRETO DE OLIVEIRA: “POR ACASO A SENHORA TEM GAIOLAS DE PÁSSAROS EM CASA?”

Dr. Gerson Barreto de Oliveira

Dr. Gerson Barreto de Oliveira

Todo mundo sabe que há pessoas que numa profissão se destacam mais que a média, tomemos a profissão de médico como exemplo, há os que a dignificam, que são muitos, e há os outros.
Aqui em São Gabriel os anos passam, e dois nomes são emblemáticos na história da medicina. Para os mais antigos reina o do Dr. Dirceu, desprendido, usava seu conhecimento médico em prol do próximo. Dinheiro ele tinha, não precisava andar atrás, e nada cobrava do seu trabalho que já estava à frente da sua época.
Para a geração mais recente há o Dr. Bráulio, bem, este não só brilha, como dá para escrever bem mais que esta curta crônica, virou mito, não só pelo excepcional saber médico, como pela personalidade inigualável, que ainda hoje nos diverte em diversas ocasiões quando é lembrado.
Para nós, seus amigos, o Tio Bráulio deixou muitas saudades, e me emociono ao lembrar que foi a mim que ele recorreu para que o tratasse nos últimos dias. Sua irrefreável vivacidade estava embutida numa dedicação pouco vista ao doente. Ainda hoje seus pacientes falam como se ele estivesse vivo, e não foram poucos que me confessaram não terem procurado um médico por anos depois da sua partida.
Me formei junto a um hospital que tinha todos os recursos, a PUC ainda é para mim uma grande referência. A residência médica foi num hospital menor, a Beneficência Portuguesa de Pelotas, mais adaptada à realidade que vivemos.
Lá chegando, ouvia os alunos que faziam internato falar com reverência ao saber enciclopédico de um professor, e do trato diferenciado que ele dava aos doentes.
Bem, ele é isso e mais um pouco, humano e prestativo, tem algo que não é só o conhecimento de ler um livro médico, é saber como empregar. Um médico tem que saber ouvir. O paciente sempre vai contar o que lhe ocorre. Se o médico souber as reações das diferentes moléstias é só investigar através de exames, prescrever os remédios corretos, e voilá, temos a cura. Só que o professor não precisava de exames, esses ele pedia por condescendência, o homem sabe escutar como poucos, e com pequenas perguntas, emitidas em pausas de reflexão, praticamente faz o diagnóstico à beira do leito.
Na primeira semana de estágio apareceu o que chamamos no jargão médico “bruxaria”. Era um homem jovem, rico, sem doença prévia, de uma cidade vizinha à Pelotas, que começou a passar mal e perder rapidamente a função renal, com febre, confusão mental e mal-estar. Lá foram chamar o nosso professor, este ouviu a estória e perguntou se o paciente tinha tido contato com ratos. A esposa espantada, inicialmente disse não com veemência, pareceu hesitar e, pensando melhor, comentou que eles criavam cavalos de raça e estes começaram a adoecer inexplicavelmente. O marido tinha se mudado para as baias para supervisionar o tratamento dos preciosos animais. Ao acabar o interrogatório fez um exame físico, e para respaldar o que já sabia, já se afastando do leito, chegando aos pés da cama apertou a panturrilha do paciente. Este deu um salto mortal e ficou em pé ao lado da cama, com cara de dor. O professor passou por nós e disse somente: “leptospirose”.
Corremos para o livro de clínica, e lá estava tudo o que o médico enfatizara na entrevista com o doente. Era a temida doença transmitida pela urina de ratos, e eu, recém chegado na cidade, desconhecia que era uma doença muito comum nos verões chuvosos de Pelotas.
De outra feita o professor foi chamado por um colega médico que estava tratando uma mulher com pneumonia. Este colega disse que estava “sem tempo, que era para dar uma olhadinha”. Inabalável, o professor pegou sua pastinha e o acompanhamos. Era mulher de meia idade, o Rx de tórax mostrava uma pneumonia, mas por mais medicação que se usasse não melhorava. Ele ouviu toda a evolução que lhe foi relatada e de repente disparou: “Por acaso a senhora tem gaiolas de pássaros em casa”?
Sim, ela tinha, ao olhar com olhos de estudante parecendo o seriado “ Dr. House “, ali naquele dia vimos o que anos de experiência e dedicação fazem. A paciente tinha uma pneumonia causada por Chlamydia psittaci, transmitida pelo contato com pássaros. E nos socorrendo do Harrison, melhor livro de clínica médica, abrimos um dos pesados volumes, tudo na era pré Google, e nos deparamos com o quadro clínico exato que a paciente apresentava. O professor não lia, ele parecia ter “engolido” o Harrison, pois era perfeito o diagnóstico e sua conduta.
Por isso hoje, meio com saudade lá daquela época de descobertas, dedico esta crônica ao Dr. Flávio Sieburger Costa, que continua a atuar em Pelotas, e ainda faz com que encaremos a profissão de médico com todas as suas sutilezas, honrando a nobre arte de curar.

taxi floriano matéria

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.683 outros seguidores