REFIS

CANTO DA TERRA E CANTO PIÁ ACONTECERÃO EM OUTUBRO.

A 16ª edição do Canto da Terra e 2º Canto Piá, que aconteceria entre os dias 4 e 6 de agosto, no CTG Lenço Branco do Bom Fim, foi transferida para os dias 6, 7 e 8 de outubro, no mesmo local. De acordo com o Presidente do Festival, músico Glauco Moraes Lemos, a Organização do evento levou em conta o fato de, praticamente na mesma data, ocorrer outro festival Quatro Tentos da Canção, o que tornaria inviável. Também as comemorações da Semana Farroupilha foram motivos para justificar a nova data. As inscrições vão até o dia 22 de setembro (as inscrições anteriores continuam valendo). Para o Canto Piá, as inscrições encerram no dia 29 de setembro.

anuncio floriano

DE 21 A 28, SÃO GABRIEL REALIZA A 7ª SEMANA DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA.

caminhada

Caminhada realizada em 2015 /Arquivo-A Notícia

A comunidade de São Gabriel vai comemorar, de 21 a 28 de agosto, a 7ª edição da Semana Municipal da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. A data tem o objetivo de ressaltar a importância de entender e discutir conceitos, ideias, sugestões e temas relacionados com a vida de pessoas com deficiência. Este ano, o tema é “toda inclusão depende, primordialmente, do olhar de cada um”.
Segundo o último Censo, realizado em 2010, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE), o Brasil possui mais de 45,6 milhões de pessoas com alguma deficiência (23,9% da população do país). Das quais, a deficiência mental ou intelectual foi declarada por mais de 2,6 milhões de brasileiros, cerca de 1,4% da população brasileira.
Aproveitando o tema, a Federação Nacional das Apaes (Apae Brasil) lançou em julho de 2014 o Manual dos Direitos da Pessoa com Deficiência Intelectual, que tem o intuito de promover para as pessoas com deficiência e seus familiares esclarecimentos acerca dos seus direitos e para o verdadeiro exercício da cidadania. Este manual foi desenvolvido pela Assessoria Jurídica da instituição com uma linguagem de fácil compreensão.
A Associação Pró-Down e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), com apoio da Prefeitura Municipal (através da Secretaria Municipal de Educação), organizam todas as atividades da Semana Municipal. A abertura oficial acontecerá no dia 21, com uma mensagem radiofônica do Secretário de Educação, professor Sildo Cabreira, no começo da manhã e, após, com a celebração de uma missa na Capela da Santa Casa de Caridade. No mesmo dia, às 14 horas, acontece o Vara da Arte da Inclusão – “Desenhando a vida com amor”, no Sobrado da Praça.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO
22 de agosto
Manhã – Integração envolvendo APAE, Pró-Down e Escolas
Tarde – às 14h, Baile à Fantasia – Clube de Sub-Tenentes e Sargentos do 9º RCB
23 de agosto
Manhã – às 8h30min, Espaço radiofônico (APAE, Pró-Down) e ações sobre inclusão nas escolas
Tarde – às 13h30min, Atividades recreativas na URCAMP, APAE, Pró-Down e salas de recursos
24 de agosto
Manhã – Ações inclusivas nas escolas
Tarde – Palestra: “Sexualidade na deficiência”, com o psiquiatra Daniel Aguillar Pereira, na Câmara Municipal de Vereadores
25 de agosto
Manhã – às 8h30min, mensagem radiofônica (salas de recursos)
Tarde – 14h, ações inclusicas nas escolas
Noite – às 19h, palestra: “Atividades recreativas e esportivas adaptadas”, com o professor Gustavo Josende Caetano, no Campus III da Urcamp
26 de agosto
Manhã – 8h, palestra: “Atividades recreativas e esportivas adaptadas”
28 de agosto
Tarde – 13h30min, caminhada, com saída da Escola Ginásio São Gabriel e integração na Praça Dr. Fernando Abbott.

CONSELHO DE SAÚDE REALIZOU A 1ª EDIÇÃO DA CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE.

RICARDO COIROLO

O Conselho Municipal de Saúde (CMS), com apoio da Secretaria Municipal de Saúde (através da Vigilância em Saúde), realizou na última terça-feira (15/08), a 1ª edição da Conferência Municipal de Vigilância em Saúde. O evento aconteceu no CTG Sentinela do Forte.
Com o tema – “Vigilância em Saúde: Direito, conquistas e defesa de um SUS público de qualidade”, a Conferência objetivou fortalecer os programas e ações do setor. O destaque foi a palestra da professora Luciana Borba Benetti, da Unipampa, que especificamente sobre o destino adequado de resíduos nas UBS.
A abertura oficial foi feita pela Comissão Organizadora e Conselho Municipal de Saúde e teve a participação do Secretário Municipal de Saúde, médico Ricardo Lannes Coirolo.
“Precisamos melhorar os nossos indicadores. Temos que chamar a responsabilidade para nós. Não podemos deixar acontecer, o que está acontecendo em São Gabriel, com uma mortalidade infantil que já está batendo os dois dígitos no mês de agosto. Nós temos que ter a responsabilidade de levar as nossas gestantes para dentro das Unidades Básicas de Saúde para que realizem os pré-natal (um pré-natal de qualidade), temos que levar a nossa população para fazer os preventivos, temos que procurar de todas as maneiras alcançar a todas as pessoas de uma forma ágil. Nós colocamos ginecologistas na Rede. Hoje, vocês sabem, temos ginecologistas em todas os postos, que era a grande deficiência do sistema de saúde de São Gabriel. Nós vamos ampliar o número de pediatras, mas eu preciso do comprometimento de todos, que é fundamental e eu peço pelo bem da saúde de São Gabriel. O trabalho de vocês sendo um trabalho de qualidade, com certeza, vamos ter uma saúde de qualidade”, disse o Secretário na abertura do evento.
No período da tarde foram discutidos assuntos referente a vigilância em saúde e a integração dela com a atenção básica. Ainda foram colocados vários pontos de discussão com sugestões visando melhorias na rede de atenção básica do Município. Essas proposições e sugestões serão apresentadas durante a 1ª Conferência Estadual de Vigilância em Saúde, nos dias 6 e 7 de outubro, em Porto Alegre. Também foram escolhidos os delegados para a Conferência Estadual: No segmento usuários, Zenon de Freitas Rodrigues e Francisco Lucio Umpierre Miranda (titulares); Segmento trabalhador de saúde, Luis Fernando Taborda de Almeida (titular) e Saionara Andrade de Carvalho (suplente); e no segmento gestor/prestador, Saionara Marques Almeida dos Santos (titular) e Mari Izabel da Mota Brasil Del’Olmo (suplente).

SAIBA MAIS SOBRE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

No campo da saúde, a vigilância está relacionada às práticas de atenção e promoção da saúde dos cidadãos e aos mecanismos adotados para prevenção de doenças. Além disso, integra diversas áreas de conhecimento e aborda diferentes temas, tais como política e planejamento, territorialização, epidemiologia, processo saúde-doença, condições de vida e situação de saúde das populações, ambiente e saúde e processo de trabalho.
A partir daí, a vigilância se distribui entre: epidemiológica, ambiental, sanitária e saúde do trabalhador.A vigilância epidemiológica reconhece as principais doenças de notificação compulsória e investiga epidemias que ocorrem em territórios específicos.
Além disso, age no controle dessas doenças específicas.A vigilância ambiental se dedica às interferências dos ambientes físico, psicológico e social na saúde. As ações neste contexto têm privilegiado, por exemplo, o controle da água de consumo humano, o controle de resíduos e o controle de vetores de transmissão de doenças – especialmente insetos e roedores.
As ações de vigilância sanitária dirigem-se, geralmente, ao controle de bens, produtos e serviços que oferecem riscos à saúde da população, como alimentos, produtos de limpeza, cosméticos e medicamentos. Realizam também a fiscalização de serviços de interesse da saúde, como escolas, hospitais, clubes, academias, parques e centros comerciais, e ainda inspecionam os processos produtivos que podem pôr em riscos e causar danos ao trabalhador e ao meio ambiente.
Já a área de saúde do trabalhador realiza estudos, ações de prevenção, assistência e vigilância aos agravos à saúde relacionados ao trabalho.

RESERVA e VENDA

cães

JOGOS RURAIS SERÃO REALIZADOS NESTE DOMINGO EM SANTA MARGARIDA DO SUL.

jogos rurais
Integrar as comunidades rurais e promover lazer no meio rural são os objetivos dos Jogos Rurais de Santa Margarida do Sul, que acontece neste domingo (20/08), a partir das 9h, na sede do Esporte Clube Real. A oitava edição dos jogos tem apoio da Emater, conveniada da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, da prefeitura e de parcerias locais e deve reunir mais de 300 pessoas, entre atletas e torcidas.
A programação prevê jogos, como lançamento de bocha ponto, sinuca, corrida do ovo, corrida no big-bag, cabo de guerra, corte de lenha, perguntas sobre agricultura e atualidades, além de provas surpresas e almoço servido no local do evento.
Durante os Jogos Rurais serão escolhidos a Garota e o Garoto Rural. Os critérios de avaliação para as mulheres serão simpatia e desenvoltura. Já para os homens, a melhor caracterização com roupas típicas e instrumentos da lida campeira.
De acordo com a extensionista social Viviane Dutra, os Jogos Rurais começaram a ser realizados no município a partir de uma iniciativa da Emater e da prefeitura. Posteriormente, o Esporte Clube Real assumiu a responsabilidade pelo evento. As atividades acontecem entre as comunidades rurais e as empresas de agronegócio.

anuncio felipe abib