CAPA JORNAL O FATO

capa o fatoLEIA A EDIÇÃO COMPLETA DE O FATO (CLIC AQUI)

O Fato- 28 de março de 2014

MUNICÍPIO PARTICIPA DO II ENCONTRO DE CIDADES DA FAIXA DE FRONTEIRA.

FAIXA DE FRONTEIRA
Na última sexta-feira (14/03), a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), realizou no Salão Nobre da prefeitura de Bagé, o II Encontro de Cidades da Faixa de Fronteira do RS. Na ocasião, o prefeito Roque Montagner foi representado pelo Chefe de Gabinete, Luis Pires. Entre os assuntos em pauta estiveram a lei dos freeshops, a criação de consórcios fronteiriços ao modelo do CIF (Consórcio Intermunicipal de Fronteira – CIF), um possível convênio de prestação de serviços na área de Saúde entre o Município de Barra do Quaraí (RS) e o Centro Auxiliar de Saúde de Bella Unión (Uruguai). Também esteve em pauta a implantação do primeiro projeto binacional do MERCOSUL no Brasil. Paralelamente ao encontro, foi realizado o Comitê Binacional de Fronteira de Intendentes, Prefeitos e Alcaídes. Além de prefeitos dos municípios da fronteira esteve presente nos dois eventos, o Deputado Federal Marco Maia, ex-presidente da Câmara de Deputados.

PREFEITURA CONTINUA NOMEANDO APROVADOS NO CONCURSO PÚBLICO DE 2011.

Priorizando a seriedade da gestão pública e a necessidade de serviço a prefeitura deu andamento às nomeações dos candidatos aprovados no processo seletivo de 2011. Além de empossar 72 novos servidores de 2013 até agora, o Governo Municipal decidiu prorrogar o Concurso Público por mais dois anos. A decisão abre a possibilidade para que mais candidatos aprovados possam integrar o quadro de pessoal da prefeitura. “Verificamos que o município fez um investimento alto para a realização desse último concurso, por isso, optamos por prorrogar o processo”, destacou o prefeito Roque Montagner, que salientou ainda, que os candidatos serão nomeados conforme a necessidade de preenchimento dos cargos.
A pasta da Educação foi a que mais recebeu reforço de pessoal oriundo do Concurso Público. Dos 53 professores nomeados, 46 tomaram posse e já trabalham no município. A Educação também recebeu oito motoristas para o setor de Transporte Escolar, um motorista de veículo leve, duas pedagogas e uma bióloga.
Nesta segunda-feira (10/03) foram nomeados o engenheiro agrônomo, Luiz Carlos Jornada do Amaral, aprovado em 6º lugar; o engenheiro civil Adolar Stuker que ocupa a 5ª colocação e a advogada Juliana Ferreira Leal, também aprovada em 5º lugar. A contar da data da publicação do edital de nomeação, os candidatos têm 10 dias para comparecer ao Setor Pessoal da prefeitura.
Com a prorrogação o Concurso Público de 2011 permanece válido até fevereiro de 2015.

PALAVRA DO EDITOR – A SITUAÇÃO DA SEGURANÇA PÚBLICA.

O debate envolvendo a SEGURANÇA PÚBLICA em São Gabriel é algo importante e que sempre deve existir. Críticas, feitas de forma responsável e com uma proposta de ajudar a buscar soluções, devem ser bem aceitas pelos setores responsáveis por manter a situação em ordem. Dito isso, faço aqui uma avaliação da área tomando como base as ações na semana que antecedeu o Carnaval e durante as festividades. Diga-se de passagem, todas as atividades foram muito bem planejadas pelo comando da Brigada Militar e da Polícia Civil e com a participação mais que importante do Ministério Público e Poder Judiciário. Algo deveria ser feito para impedir que a festa se torna-se uma pesadelo. E foi feito. A prisão de seis membros dos chamados BONDIS e imposição de Medidas Cautelares restringindo a presença de menores e adultos (membros destas quadrilhas) em via pública foi um golpe de mestre de um “sistema integrado” que, em São Gabriel, funciona muito bem.
O Promotor de Justiça da Especializada de São Gabriel, Fernando Andrade Alves, destacou esta parceria – Ministério Público, Brigada Militar, Polícia Civil, Conselho Tutelar e Prefeitura – dizendo que São Gabriel ainda é uma cidade pacata por causa da união destes órgãos públicos. Aqui, se existiu no passado, hoje não existe “competição”. Há uma consciência de que para funcionar a engrenagem todos precisam focar o mesmo objetivo.
A crítica que alega falta de segurança é feita em cima de informações superficiais. Ora, é fato que a violência aumenta de um dia para o outro, assim como a cidade e, de forma injusta, diminuem os efetivos da BM e Polícia Civil. Está última, por exemplo, teve recentemente três policiais aposentados e, nos próximos meses, pelo menos cinco deverão estar seguindo o mesmo caminho. Em contrapartida, apenas dois novos reforços chegaram ao Município nos últimos meses.
Mesmo assim, os números apresentados, tanto pela Polícia Civil quanto pela Brigada Militar, são bastante significativos. Mas quem critica não acompanha o trabalho das polícias no período da noite. Não sabe que falta combustível ou que viaturas quebram.
Porque fazer reportagem policial não é fácil? Simples, para escrever o que acontece de forma real, o repórter precisa estar presente, visualizar o bandido e constatar o trabalho da polícia.
Quem critica não faz nada disso! Exemplo foi o que aconteceu no Carnaval deste ano, quando lamentavelmente foi registrada a morte do carnavalesco Carlinhos Rangel. Sem informações oficiais e com base em “boatos”, um colega de imprensa jogou para a opinião pública a informação de que Carlinhos poderia ter sido agredido, mesmo com a polícia informando que o laudo não revelava nada de violência. Esta informação poderia ter sido conseguida na Delegacia de Polícia no mesmo dia da morte do carnavalesco. Nada disso foi feito. Pelo contrário, fomentou-se os boatos.
A falta de informação de quem informa!
Um radialista informou que, num mesmo dia, cerca de 40 ocorrências policiais haviam sido registradas na Delegacia de Polícia. “Um absurdo a violência em São Gabriel”, disse o radialista.
VIOLÊNCIA? Não. O radialista divulgou apenas números e, mesmo sem ter conhecimento do conteúdo, fez uma análise equivocada da situação, mas que deixou a comunidade preocupada. Se tivesse buscado complementar a reportagem, ele ficaria sabendo que, das 40 ocorrências, 37 eram de documentos perdidos. Isso sim um absurdo.
Quero dizer, com isso, que analisar a questão da SEGURANÇA PÚBLICA apenas com dados que chegam “flutuando” é fácil. Gostaria de ouvir destes críticos soluções para a falta de investimentos, de valorização de pessoal e de conscientização, principalmente das famílias (dos marginais). 99% dos casos registrados, hoje, em São Gabriel, é consequência da falta de estrutura familiar. De pulso, do pai e da mãe. E, por fim, as leis – neste Brasil – favorecem o bandido sempre. Mas quem vira as costas para todos estes dados tem mesmo que reclamar da SEGURANÇA PÚBLICA.

PALAVRA DO EDITOR: EXAME É REALIZADO, DIZ POLICIAL.

Sandra Langendorf foi liberada para retornar para a casa, informou a irmã dela, Ivonete Langendorf. O exame solicitado pelo médico plantonista foi feito. Mas o material foi colhido por uma enfermeira e a analise feita pela profissional que havia, inicialmente, se negado. Tudo terminou bem. A postura da policial só comprovou que nunca devemos abrir mão de nossos direitos. Fica o toque.

EM 2009: POLICIAL FEMININA É “OBRIGADA” A TIRAR A ROUPA. ELA ESCONDIA DINHEIRO DE PROPINA NA CALCINHA.

A Corregedoria da Polícia Civil arquivou, ainda em 2011, o inquérito que investigava dois delegados suspeitos de abuso de autoridade durante a prisão de uma escrivã de polícia que atuava no 25º DP, no bairro de Parelheiros na zona sul de São Paulo.
Conforme a denúncia, os policiais Eduardo Henrique de Carvalho Filho e Gustavo Henrique Gonçalves, ambos da Corregedoria, tiraram a calça e a calcinha de uma escrivã que era investigada pelo crime de concussão, quando um servidor exige o pagamento de propina.
Imagens mostram que durante a prisão em flagrante da escrivã os delegados determinaram que a mulher tirasse a roupa para checar se ela havia escondido dinheiro de propina dentro da calcinha.
O caso aconteceu em junho de 2009. Ao longo dos 12 minutos do vídeo, a escrivã diz que os delegados poderiam revistá-la, mas que só retiraria a roupa para policiais femininas. Mas nenhuma investigadora da corregedoria foi até o local para acompanhar a operação.
SEM ROUPA
Ao final, o delegado Eduardo Filho, uma policial militar e uma guarda civil algemam a escrivã retiram a roupa dela e encontram quatro notas de R$ 50. A escrivã foi presa em flagrante e, após responder a processo interno, acabou sendo demitida pela Polícia Civil. No mês seguinte, seus advogados recorreram da decisão.
Para a Corregedoria, não houve excessos na ação dos dois delegados. Segundo a corregedora Maria Inês Trefiglio Valente, eles agiram “dentro do poder de polícia”.
O promotor Everton Zanella foi ouvido no inquérito que investigou os policiais e disse que a retirada da roupa foi uma consequência do transcorrer da operação.
PROCESSO
Além de ser expulsa, a escrivã responde a um processo criminal. A primeira audiência do caso só deveria ocorrer em maio de 2011, conforme seus advogados. Os delegados Eduardo Filho e Gustavo Gonçalves continuam trabalhando na Corregedoria da Polícia Civil.
Em junho de 2011, o Ministério Público Federal de São Paulo admitiu que o caso da escrivã deveria sair da esfera estadual e ser apurado por um procurador, investigado pela Polícia Federal e julgado pela Justiça Federal.
O procurador regional dos Direitos do Cidadão, Jefferson Aparecido Dias, representante do MPF-SP, disse que houve “crime de tortura” no caso da escrivã, além de omissão das forças de segurança do estado de SP e o descumprimento dos acordos internacionais.
E você, o que acha?
VEJA O VÍDEO

POLÍCIA CIVIL INVESTIGA INVASÃO EM SITE.

marcio - blog (camisa branca)As atividades serão normalizadas, aqui no Blog, a partir desta noite. Conseguimos reverter uma série de estragos provocados por uma “invasão” em nosso site. O crime está sendo investigado pela polícia, pois não se tratou apenas de uma “brincadeira”,  em dois dias fora de atividade, perdemos divulgações e apoio de nossos patrocinadores. Quero, sinceramente, divulgar aqui, neste espaço, o responsável por todos estes problemas. O mais breve possível!!!

OS ABSURDOS DESTE BRASIL!

paulo pimenta

Importante a participação do deputado Paulo Pimenta nesta situação. Um absurdo o que o Sindicato dos Médicos “defende” nesta questão, afinal de contas, deveria o profissional cubano deixar de atender um paciente em estado grave? 

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) e o Prefeito de Candiota (RS), Luiz Carlos Folador, pedem que o Ministério da Saúde arquive a solicitação do Sindicato dos Médicos do RS, que pode levar ao descredenciamento do município gaúcho do Programa Mais Médicos, após um médico cubano ter sido autorizado pela administração municipal a fazer atendimento a um paciente em estado grave. O deputado Pimenta marcou para amanhã (4), às 9h, uma reunião com o responsável pelo Programa Mais Médicos do Ministério da Saúde, Felipe Proenço de Oliveira. O Prefeito de Candiota já está na capital federal e também participa da agenda. Na ocasião, o Hospital de Candiota não contava com médicos para fazer o atendimento.
O Prefeito Luiz Carlos Folador lembra que se tratava de um caso emergencial e que o município poderia, inclusive, ser denunciado por omissão de socorro. Além da exclusão de Candiota do Mais Médicos, o SIMERS busca também o descredenciamento do médico cubano que realizou o atendimento.
Já o deputado federal Paulo Pimenta diz que não é razoável que a população do município seja prejudicada e que até mesmo o Programa Mais Médicos não se viabilize por visões corporativistas. “Não é possível querer que brasileiros continuem condenados, sem acesso à saúde, porque médicos brasileiros não aceitam trabalhar em pequenos centros urbanos e também por razões ideológicas e até mesmo de preconceito contra profissionais estrangeiros. Essa questão corporativista já foi vencida, o Programa Mais Médicos foi uma decisão ousada e correta do Governo Federal que está levando atendimento a 23 milhões de brasileiros”, enfatiza Pimenta.
Candiota possui cerca de 10 mil habitantes e fica localizada na região da Campanha do estado do Rio Grande do Sul. De acordo com informações da administração municipal, nenhum dos médicos que atuam na cidade tem reside em Candiota.

AQUI ACONTECE TAMBÉM!

foto no face

É interessante como a população, pela internet, apoia ações de repúdio a atitudes como a exposta na foto acima, onde um cadeirante se vê obrigado a transitar em via pública para desviar de um automóvel estacionado na calçada. Até ai, tudo bem. Acho mesmo que as pessoas têm que se indignar com tais situações, mas cá prá nós, não pode ser somente pela internet. Olha São Gabriel. Nós temos bares que tomam contam das calçadas e até parte das vias públicas com cercados. Um, no centro da cidade, impede que as pessoas possam transitar pela calçada por causa de cadeiras e mesas espalhadas pelo passeio público. E a fiscalização, onde está?

O secretário da Fazenda, Dionísio Bergamo, disse, recentemente, que medidas já haviam sido tomadas para solucionar o problema. Mas, até agora, nada parece ter sido feito.

O pior não é nem os tais bares. A situação mais complicada tem sido flagrada com frequência na Rua Brandão Júnior, onde funcionários de uma empresa distribuidora de gás faz a descarga de botijões – de um caminhão para o interior da empresa – simplesmente trancando o trânsito de pedestres pela calçada. Eu já flagrei uma criança fazendo o contorno do caminhão, em via pública, e se deparando com um automóvel na via contrária. Estes problemas são frequentes. E medidas não são assumidas. Depois não adianta “chorar”.

PALAVRA DO EDITOR > Marcio Vaqueiro

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

>>> A direção do Asilo São João realiza evento em comemoração aos 72 anos de fundação da entidade. As festividades acontecem a partir das 17h30 deste sábado, na sede do Sindsaúde, no Bairro São Luiz, na zona norte de São Gabriel.

>>> A Polícia Civil de São Gabriel encaminhou no final da manhã desta sexta-feira (06/12) para a Santa Maria o adolescente, de 17 anos, envolvido numa série de ocorrências policiais registradas entre outubro e novembro deste ano. O menor teria, no último domingo, esfaqueado um jovem. Durante a agressão, ele teria dado várias estoques (com facão) no olho da vítima.
Um dias depois, o mesmo menor, junto com outros adolescentes, se envolveu em um quebra quebra em uma boate. Ele acabou sendo detido. O rapaz foi internado na CASE.

>>> >>> Os produtores de seis municípios gaúchos já encerram o plantio de arroz no Estado, segundo o levantamento realizado pela Seção de Política Setorial do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), realizado no dia 06/12, as cidades de Quaraí, Santo Antônio das Missões, Uruguaiana, Rosário do Sul, Torres e Jaguarão finalizaram a semeadura do cereal.
Até o momento 94,5% da área de 1.115.127 hectares destinadas ao cultivo de arroz foram semeados. O plantio tradicionalmente ocorre até 10 de dezembro, porém conforme destaca o supervisor da divisão de assistência técnica e extensão rural do Irga, Rui Ragagnin, devido a grande ocorrência de chuvas em algumas regiões o processo pode se estender até o dia 20.
A área plantada até o momento é de 1.054.247 hectares.
A Zona Sul é a região mais adiantada, com 98,9% de área semeada e uma intenção de plantio de 180.664 mil hectares, seguida da Fronteira Oeste com 98,9 %, que é a região com maior área no Estado com a estimativa de plantar 332.929 mil hectares.
A Planície Costeira Interna está com 92,9% do total. A Depressão Central apresenta 92,3% enquanto a Planície Costeira Externa e a Campanha estão com 91,4% da área cultivada.

>>> A Escola de Samba Vai Mesmo retorna ao Carnaval no próximo ano. Depois de dois anos afastada, a entidade firmou parceira a Associação de Moradores da Vila Maria e garantiu presença no evento de 2014. Uma comissão provisória composta por moradores da Vila e admiradores da escola tem a missão de organizar a entidade. E vai começar do zero. Hoje, a Escola nãotem nenhum instrumento musical. O samba enredo já está quase pronto. A Escola vai homenagear o CTG Caiboaté pelos seus 60 anos de história. Para levantar fundos nos próximos dias, a direção vai organizar diversos eventos como: Galetos, bingos e torneios.

>>> BRECHÓ – A direção da Escola de Educação Infantil Vó Severina que manter a comunidade do Bairro Independência mobilizada durante todo o sábado. A Escolinha realiza durante o período a venda de roupas usadas em um brechó especialmente montado, na sede da instituição, para arrecadar fundos para os eventos de finais de ano. A ideia é juntar recursos para auxiliar, principalmente, os pais das crianças carentes atendidas pela EMEI. Além disso, parte dos valores deverá ser aplicada na compra de lembranças para os pequeninos.
A comunidade está convidada à participar do evento. Trata-se de uma causa nobre. As atividades começam às 9 horas.

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

SÓ FALTAVA ESSA… Agora, os traficantes estão usando os Correios para entregar a droga. A Polícia Civil de São Francisco de Assis instaurou um inquérito policial para investigar uma ocorrência bem fora do comum. Na última segunda-feira, um dos detentos que cumpre pena no Presídio Estadual daquela cidade recebeu um pacote via Sedex. Ao verificarem o conteúdo da encomenda, na presença do preso, os agentes penitenciários da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) encontraram mantimentos e cerca de 40 porções de maconha. De acordo com o delegado André Pastoriza, titular da Polícia Civil da cidade, a droga estava escondida em tubos de creme dental. Agora, a polícia trabalha para identificar o responsável pelo envio do pacote ao preso.

QUEM DISSE QUE É ERRADO PUBLICAR APENAS AS INICIAIS?

Curioso ler em redes sociais ou ouvir em emissoras de rádios “supostos” colegas dizendo que não vão divulgar informações pela metade. Quem escreveu ou falou isso, caro leitor, estava se referindo a reportagem publicada por este órgão de imprensa revelando o envolvimento de um cidadão de São Gabriel num esquema de tráfico de drogas internacional. Por decisão deste editor foi publicada apenas as iniciais do gabrielense por entender que ainda é necessário um posicionamento oficial da polícia brasileira sobre o caso.
No entanto, a reportagem não foi feita com o objetivo de furar a concorrência, até porque não tenho concorrência nesta área (qual o jornalista ou radialista que passa a noite junto com a Polícia em busca de informações?). Chega ser hilário. Estes que dizem que não divulgariam informações pela metade, são os mesmos que ficam em seus assentos copiando as notícias que são publicadas por este blog.
Quero ratificar as informações publicas pelo blog na sexta-feira. Caro leitor, existe sim um gabrielense com prisão decretada pela polícia argentina. Portanto, ele é foragido no país vizinho. Isso é fato. É uma realidade que não podemos mudar, até que se prove – na Argentina – que realmente não existe relação dele com o esquema de distribuição de drogas. Hoje, ele é o homem responsável pela propriedade que escondia uma pista de pouso clandestina, a mesma pista que servia para a entrada e saída dos aviões com a droga.
Publicar as iniciais, para alguns, é colocar a notícia incompleta. Eu vejo de outra maneira, como forma de preservar o “suspeito” momentaneamente, pois ele pode, por exemplo, passar de acusado à vítima. Mas não vou entrar em detalhes. Os “jornalistas” indignados, com certeza, vão buscar as informações durante a semana e vão publicar a notícia ‘COMPLETA”.
Um comentário dos críticos chama a atenção: “eu só publicou o que vem da polícia e é autorizado pelo setor de divulgação da polícia”.
Sinceramente, isso é jornalismo? Bem a cara de São Gabriel. Vai uma dica: o repórter não espera a informação, caros senhores, ele busca, corre e descobre informações.
Quantos as fontes, não existe lei que diga que são obrigado a revelar, mas grande parte do conteúdo da notícia está justificada na reportagem, inclusive com o nome do órgão de imprensa argentino que noticiou as prisões. É só pesquisar “colegas”!

PALAVRA DO EDITOR – MARCIO VAQUEIRO

LIXO4

LIXO 01

Carta do Morador do Bairro Menino Jesus (COHAB) – Alberto Newohner: “Estou morando desde o início de fevereiro em São Gabriel, cidade esta em que tenho amigos e adotei como minha segunda terra. Sempre vinha aqui visitar amigos e parentes (sou natural de Santa Maria) e notei, pra minha decepção, que o que menos se prioriza aqui é a limpeza pública e a falta de zelo, cuidados com a aparência das praças é total, o que é lamentável. E fico me perguntando: o que leva um cidadão a ser prefeito e não realizar o que pode fazer de melhor pra seus munícipes? O que leva um cidadão (leia-se prefeito) a não exigir do seu secretário, trabalho, responsabilidade, dedicação e principalmente respeito a quem paga seus impostos e seu salários… O que estou vendo no Bairro Menino Jesus é triste, lamentável… Ao longo do Clube da Associação de Moradores (AMOBANJE) está um verdadeiro caos, uma sujeira só, e leio nos jornais as reclamações (também em outros bairros) no que diz respeito a limpeza pública, capina das ruas, cães por toda a cidade, enfim, uma cidade entregue à sujeira e, mesmo com reclamações constantes, nada o Poder Público Municipal faz… Esqueci de comentar sobre as praças da cidade… Dificilmente se vê praças mal cuidadas neste Rio Grande à fora. Aqui, são abandonadas totalmente, exemplo maior é a Praça Fernando Abbott. Não esquecendo a praça do Bairro Menino Jesus. Fiz estas fotos pra ilustrar como está a situação no bairro, pra que não digam que é exagero! Com a palavra os administradores do Município…”
O secretário de Serviços Urbanos, Rossano Farias, disse que a situação realmente ficou complicada nas últimas duas semanas. Primeiro, porque a retroescavadeira (única) quebrou. Segundo, por causa das últimas chuvas. As equipes estão divididas tentando atender a todos os chamados. Farias reconhece que a situação do Bairro Menino Jesus é grave, mas garante que o recolhimento vinha sendo feito normalmente até as complicações com o maquinário. Segundo ele, assim que for liberada a retroescavadeira, a retirada de lixo e entulho volta a ser normalizada.

PALAVRA DO EDITOR > QUE A VERDADE PREVALEÇA.

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

Eu faço uso de um comentário do assessor de imprensa do Sindicato Rural, publicado no Facebook, criticando release encaminhado pela Prefeitura Municipal e publicado neste jornal. Ele disse o seguinte: Um assessor de imprensa existe para estabelecer a relação entre a imprensa e seu assessorado, mas sempre baseado na verdade. Vai aqui uma pequena lição de Phillip Kotler, o grande cérebro do marketing mundial: “A única ferramenta de comunicação possível com qualquer pessoa, é a verdade”. Que feio, pessoal…
A manifestação do assessor do Dr. Tarso Teixeira foi em defesa do Governo passado, questionando a relação Prefeitura – Marfrig no processo de recontratação de pessoal. Dois pesos, duas medidas. Em abril, quando o frigorífico noticiou as demissões, o governo foi apontado como culpado. Era ruim, então o governo tinha participação. No momento que as coisas melhoraram, já não cabia mais fazer a relação Prefeitura – Empresa, na visão dele, é claro.
Mas tudo bem, esse não é ponto. Questionar a informação, tudo bem. No entanto, eu, como redator, fui atacado agressivamente, já que a entrevista – fruto de informações repassadas pela Secretaria de Indústria e Comércio – tinha a minha assinatura. Mentirosa, disse o assessor do Sindicato.
Veja bem, a ferramenta da comunicação é a verdade. No sábado passado, um acidente envolvendo um jovem deixou muitas pessoas tristes. Muitos conhecidos acompanharam os acontecimentos bem de perto. O rapaz foi encaminhado para  UTI da Santa Casa com suspeita de traumatismo craniano, resultado de uma queda (de cerca de 3 metros) e uma descarga elétrica.
Chamou atenção, nesta segunda-feira, nota oficial do Sindicato Rural, acompanhada de sugestão de pauta, informando que o jovem não teria sofrido descarga elétrica. O mais interessante é que a assessoria do Sindicato admitiu ter informações preliminares do Instituto Geral de Perícias (IGP) informando que não havia vestígio de corrente elétrica no local do acidente. Interessante este ponto, pois o Sindicato parece ter acesso privilegiado. O IGP não costuma se manifestar, a não ser forma oficial. A Polícia Civil de São Gabriel está investigando o caso e o laudo deverá ser anunciado (oficialmente) nos próximos dias. Fotografias mostram queimaduras nas mãos do rapaz.
Um detalhe importante: o jovem não usava – no momento – nenhum material de segurança, informação omitida pela assessoria na sugestão de pauta enviada para a imprensa.
Esperamos mesmo que a verdade prevaleça. Seja na assistência ao jovem ou, até mesmo, nas informações que são passadas para a imprensa.

new life

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

COMBATE AO JOGO DO BICHO

O delegado Jader mantém uma equipe fixa para combater os jogos de azar na cidade. Ontem, a equipe composta pelos policiais Jaques e Ivonete, detiveram três mulheres e apreenderam mais de R$ 3 mil em notas, resultado de apostas no jogo do bicho. Foram confirmadas as atividades de contravenção em nome das empresas Caribe Lotéricas e Ponto Certo, uma na Rua Bahia e outra na Rua Coronel Sezefredo. Nesta última, a Polícia Civil constatou um esquema que busca burlar a fiscalização do agente policial. De acordo com o delegado, três pessoas são contratadas pela banca. Duas atendem no interior do estabelecimento e outra permanece em via pública para anunciar a aproximação da polícia. Desta vez não deu certo. Mas bem que as mulheres tentaram. Uma dela, de iniciais APS, de 31 anos, chegou a fingir que não tinham nada a ver com o estabelecimento e tentava deixar o local com uma bolsa feminina. Os policiais encontraram no interior mais de R$ 3 mil. As mulheres admitiram que o dinheiro era proveniente de jogo do bicho. A Polícia Civil ainda apreendeu máquinas eletrônicas, bobinas, calculadoras e várias apostas.

CAMINHONEIRO ARGENTINO ALEGA QUE FOI ASSALTADO.

Um motorista argentino informou na Delegacia de Polícia de São Gabriel que ficou quase 12 horas de refém de um assaltante. O roubo aconteceu no começo da noite de sábado (03/08), em um posto de gasolina localizado na BR-290, ainda em Rosário do Sul. José Alberto Borgo, de 32 anos, disse que foi abordado por dois elementos quando tentava entrar no caminhão. Segundo relato feito na Delegacia de Polícia, os indivíduos anunciaram o assalto colocando um capuz na cabeça da vítima e  amarrando as suas mãos. Os homens teriam assumido o comando do caminhão e percorrido cerca de uma hora pela BR-290. Após isso, Borgo foi retirado do veículo e levado para um matagal, onde permaneceu observado por um dos assaltante das 21h45 até as 18h30. Ele foi liberado no começo da noite de domingo e o caminhão foi levado pelos bandidos. O motorista carregava fios de algodão da cidade de Monte Caseros, localizada na Província de Corriente (Argentina), para a cidade de Blumenau.

 

>>> A Câmara de Vereadores de São Gabriel realizou audiência pública, no dia 30 de julho, para tratar da questão que envolve as tele motos no Município. O foco acabou sendo a questão da reorganização dos pontos (com ampliação de 15 para 18), mas as autoridades deveriam levar em consideração, em alguns casos, a falta de capacidade e conhecimento das leis de trânsito. O que se nota nas ruas da cidade é um total desrespeito com a legislação ou, talvez, simplesmente negligência. Neste caso, é bom que quem conduz a moto entenda que não está arriscando apenas a própria vida, mas também a de seus “clientes”. É importante destacar que nem todos estão incluídos nesta observação. Aliás, grande maioria tem condições de trabalhar e oferecer segurança à todos. No entanto, uma parcela acaba prejudicando a maioria. Exemplo disso, na tarde de ontem, um absurdo flagrado por nossa reportagem com um moto táxi fazendo zigue zigue entre os carros que passavam pela Brandão Júnior. O irresponsável obrigou dois veículos a invadir uma calçada para evitar a colisão.

PARTICIPAÇÃO POPULAR E CIDADÃ: VOTAÇÃO ACONTECE NOS DIAS 6 E 7 DE AGOSTO.

Além de escolher as prioridades para as quais o Governo Estadual deve direcionar boa parte dos recursos do orçamento do ciclo 2013/2014, os cidadãos que votarem no processo de Participação Popular e Cidadã nos dias 6 e 7 de agosto, também poderão opinar sobre a reforma política. A decisão de incluir esta discussão na pauta é uma resposta do Sistema Estadual de Participação Popular e Cidadã frente às manifestações de descontentamento da população que aconteceram em todo o país. Além de votar as demandas prioritárias e estratégicas, todos os cidadãos gaúchos devem responder se são favoráveis ou não à Reforma Política; como deve ser a reforma e ainda quanto como deve ser o financiamento da campanha eleitoral.
As demandas que constam na cédula regional elaborada pelos delegados escolhidos nas Assembleias Municipais envolvem projetos na área da Saúde (hospitais), Desenvolvimentos Econômico e Rural, Segurança Pública e Defesa Civil, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Esporte e Lazer, Turismo, Esporte e Lazer, Desenvolvimento Social Erradicação da Pobreza, Saúde (UB’s), Habitação Desenvolvimento Urbano e Saneamento, Educação Superior, Educação Básica, Profissional e Técnica.
Segundo o Sistema Estadual de Participação Popular e Cidadã, 91 mil pessoas participaram das três primeiras etapas do Ciclo orçamentário 2013/2014. As demandas pré-definidas nestas etapas serão votadas por toda a população gaúcha nos dias 6 e 7 de agosto, para então constarem no Orçamento Estadual de 2014. Paralelamente à votação presencial, no dia 7, acontece a votação das prioridades pela internet no Portal da Participação no endereço  http://www.participa.rs.gov.br , para votar tanto pela internet como nas urnas, é necessário que o cidadão tenha em mãos o título eleitoral.
Em São Gabriel entre pontos fixos e itinerantes, serão disponibilizadas 47 urnas. Confira alguns pontos onde poderá ser realizada a votação presencial: Posto da Zona Oeste, Brandão, Mercados (Vanhove, BIG MAX, Bella Vista, Nacional, Casa do Frango), Bancos (do Brasil, Banrisul), Artesanato em frente ao Santander, Escola Marques Luz, Escola 15 Novembro, Unipampa Centro Administrativo, Unipampa Campus, Calçadão, Santa Casa de Caridade, Delegacia, Susepe – Presídio, Parada de ônibus em frente à loja Pompéia, Quartéis – 6ºBE, 9º RCB e 13ª Cia Com, CRAS, CAAS, Assistência Social.

ESPORTE > FUTSAL SÉRIE OURO COMEÇA DEFINIR OS SEMIFINALISTAS NA PRÓXIMA SEXTA-FEIRA.

Dois jogos na noite desta sexta-feira (02/08), no Ginásio Plácido de Castro, definem os primeiros semifinalistas do Campeonato Municipal de Futsal Série Ouro. O primeiro colocado da Chave A, Independente, enfrenta o terceiro colocado da Chave C, Predadores – Nacional, na primeira partida da noite. O jogo de fundo marca o confronto do primeiro lugar da Chave B, Amigos, contra o terceiro da mesma chave, a AEPF. Será o segundo jogo deles na competição. Na fase classificatória, Amigos e AEPF empataram em 2 a 2.
De acordo com o chefe do setor de esportes da Secretaria Municipal de Turismo, Jovani Ribeiro Cesar, o regulamento não garante vantagens nesta fase da competição. “Para chegar a semifinal uma equipe tem que vencer. Em caso de empate, haverá uma prorrogação de dois tempos de cinco minutos e, persistindo o empate, a decisão será nas penalidades”, explicou.
Outros dois semifinalistas serão conhecidos no dia 9 de agosto, quando fecha a fase de quartas de final. A comissão organizadora confirmou os confrontos entre Maxxi Sports e Real, na primeira partida da noite, e Galáticos e Império – Casa do Frango, no jogo de encerramento.
A fase semifinal será realizada no dia 16 de agosto e a final no dia 23.

AS MELHORES CAMPANHAS
Duas equipes se destacaram na primeira fase da Série Ouro. Na Chave A, com 100% em aproveitamento, o time do Independente, com 9 pontos, desponta entre os favoritos ao título deste ano. O elenco rubro-negro é o atual campeão da competição.
Com a mesma pontuação, na Chave C, a equipe Maxxi Sports se coloca no caminho do Independente. E pior. Se ambas vencerem os seus confrontos nas quartas de final, vão se enfrentar já na semifinal.
As semelhanças entre as equipes não param por ai. Os times têm os melhores ataques com 20 gols. Enquanto um (o Independente) é dono da maior goleada – 9 a 0 contra a AFUSC, o outro é responsável pelo jogo com maior número de gols marcados – 10 a 5 contra a Império – Casa do Frango.
O time do Amigos, líder da Chave B com sete pontos, vai pelo caminho inverso. Na lista de candidatos, o elenco tem pela frente adversários teoricamente mais fracos. Na prática, no entanto, terá que passar – primeiro – pelo AEPF (uma das revelações técnicas da competição) – e o vencedor de Galáticos e Império – Casa do Frango.
O campeonato chega à fase quente com uma média superior a cinco gols por partidas. Foram realizadas até o fechamento da fase classificatória 36 partidas, sendo assinalados 186 gols.
O Campeonato Série Ouro é organizado pela Secretaria Municipal de Turismo em parceria com o Serviço Social do Comércio (SESC).

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

 

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

>>> PAGANDO PELO TRATAMENTO > A jovem Caroline da Silva Farias conseguiu na tarde desta sexta-feira (26/07) uma nota (um recibo comum) que comprova que teve que pagar o atendimento médico que deveria ser gratuito no Pronto Atendimento 24 Horas. Antes que alguém entenda errado, o médico que comprou, assim o fez de forma correta, pois foi chamado para ir ao hospital quando não estava de plantão. Mas que fique bem claro, este profissional só foi chamado em decorrência da falta de vontade da médica plantonista em atender a criança paciente.
Entenda o caso. Caroline estava em casa fazendo limpeza quando notou que o filho havia colocado algo no nariz. Logo descobriu que se trata de uma bolinha de naftalina. Ao tentar tirar o objeto, ela viu que a criança estava sangrando. A mulher resolveu buscar socorro no PA 24 Horas.
Ao chegar no hospital se deparou com a médica plantonista com quase nada de tolerância para atender. Antes de observar a criança, a profissional criticou a atitude da jovem como mãe, alegando que ela não poderia ter permitido que o filho colocasse um objeto no nariz. De nada adiantou a mãe dizer que foi um acidente que acontecera num momento de descuido. Por fim, a médica alertou que não iria atender e que a mulher teria que chamar um médico especialista, dizendo ironicamente: “Não sei se tu vai ter dinheiro”.
Realmente, ela tinha razão. A jovem não tinha dinheiro, mas para socorrer o filho conseguiu ajuda de familiares e amigos que reuniram os R$ 200 cobrados para um procedimento de segundos. Estes comentários foram enviados para a este colunista pela denunciante junto com o recibo da cobrança no fechamento desta edição. A versão da direção do hospital será publicada na próxima terça-feira em O Imparcial.

>>> PRA ONDE IR? A Brigada Militar, equipe da PATAMO,  socorreu um homem (embriagado) que estava “dormindo” em via pública.  Por cerca de uma hora, os policiais permaneceram com o individuo deitado numa calçada, enrolado num cobertor, agarrado numa garrafa de cachaça. A dificuldade em remover o homem do local foi em razão de não existir, em São Gabriel, um espaço para encaminhamento de moradores de rua.
As baixas temperaturas ligam um sinal de alerta na cidade. A preocupação da Brigada Militar, na noite de quarta-feira, era não conseguir um local para manter o homem aquecido. Certamente, com o frio intenso, a permanência dele em via pública poderia ser fatal.
Eis então a pergunta: O que faz nestas situações?
De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Secretaria Municipal da Saúde, o homem foi encaminhado para o Hospital de Santa Casa e depois para um hotel. Isso mesmo. Sem abrigo municipal, a prefeitura encaminha, em casos exepcionais, vítimas de agressões (como Maria da Penha, por exemplo) e outras situações para um hotel!
É bom ficar claro. O Município não pode se omitir (e neste caso não se omitiu), pois a Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e SAMU não podem atender casos deste tipo.
A Secretaria Municipal de Assistência Social anunciou , logo depois do ocorrido, que terá uma equipe monitorado este tipo de atividade pela cidade. Esta equipes fará rondas pelas ruas para verificar a situação dos moradores de rua.

>>> O Papa Francisco rezou, na noite de ontem, em memória das vítimas do incêndio na Boate Kiss, em Santa Maria.  No pronunciamento em que encerrou a Via-Sacra — encenação levou milhares de peregrinos até a orla de Copacabana na noite desta sexta-feira —, o papa Francisco pediu que fiéis se lembrem das vítimas do incêndio da boate Kiss. Hoje, completa seis meses da tragédia em Santa Maria.

>>> SE NÃO TIVER NA BÁSICA, PROCURA NA POPULAR! A entrevista do prefeito Roque Montagner para uma emissora de rádio, na manhã de ontem, foi muito esclarecedora. Montagner foi diretamente ao ponto, se referindo aos críticos, quanto a questão da falta de medicamentos na Farmácia Básica. Ele explicou que, na falta de remédios naquele setor, o cidadão deve se deslocar para as farmácias populares, onde é possível conseguir os medicamentos da lista básica de forma gratuita. Entre as farmácias que possuem convênio com o Governo Federal está a PANVEL.
O prefeito mencionou um dos medicamentos citados por este colunista na edição passada. Captopril pode ser conseguido sem ônus algum para os cidadãos cadastrados na Farmácia Popular. Aliás, se isso sempre foi possível, por que os atendentes da Farmácia Básica não informavam os usuários?
Mas não é correto dizer que todos os medicamentos podem ser conseguidos nas populares. Metildopa, por exemplo, também citado por este colunista, não é fornecido pelas populares e também está em falta na Farmácia Básica. Outros medicamentos da lista requerem um valor mínimo. Mas resta saber o que é mínimo para quem não tem quase nada.

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

carlinhos

PARTIDO VERDE EM SÃO GABRIEL
O prefeito Roque Montagner recebeu na tarde de sexta-feira (19/07), em seu Gabinete, uma comitiva do Partido Verde (PV) do Rio Grande do Sul composta pelo presidente estadual, Márcio Souza e seu vice, Sérgio Stasinski. Também participaram do encontro o secretário de organização, Luciano Goldenberg e integrantes da Comissão Provisória de São Gabriel, presidente Fátima Brittes e dirigentes Silvio Pereira e Luis Pascotin.
Souza, que é vereador em Gravataí, disse que a reunião foi produtiva, pois o partido se colocou a disposição da administração municipal nas busca de incentivos para o desenvolvimento social.
Na opinião do prefeito, é importante o diálogo com diversas lideranças, independente de siglas partidárias, “pois o objetivo do governo municipal é buscar novas ideias e projetos que venham reforçar o projeto de desenvolvimento do Município”.
Internamente, o partido tratou sobre o atual cenário político Estadual, eleições 2014 e as diretrizes para o partido visando a construção e execução de um projeto que maximize o crescimento do PV, onde suas pautas alcancem a população de forma clara, unificando o discurso partidário. Os dirigentes também visitaram a redação do jornal O Imparcial.

ATÉ QUANDO SEM REMÉDIO?
Desde o início do ano estamos tentando retirar o medicamento Captopril e Metidolpa na farmácia básica do Município, disse uma usuária. A resposta é sempre a mesma. “Não tem. Estamos em falta”. A polêmica envolvendo a falta de medicamentos não é de hoje, no entanto, dificilmente um usuário ficava seis meses (ou mais) sem conseguir manter o tratamento. A dona Mara Regina, por exemplo, desde janeiro deste ano, não consegue Captopril e Metildopa. No caso do Captopril é necessário R$ 21,00 e do Metildopa R$ 16,00 ou 17,00, ambos genéricos. Pode parecer pouco, mas para quem sobrevive com uma salário mínimo, esse valor pesa no final do mês.

E O AGASALHO, CADÊ?
As temperaturas, que variaram entre zero e dois graus nos últimos dias, deixaram a população carente – esta que precisa da solidariedade dos gabrielenses – de cabelos em pé. Afinal, quando os termômetros começam a “gelar”, quem sente o reflexo direto do frio são os mais pobres.  A Campanha do Agasalho, desenvolvida pela Secretaria de Assistência Social, é para minimizar a falta de recursos desta população sem condições de comprar vestes para toda a família.  Prejudicada pela chuvas, a campanha parece que não conseguiu ganhar força este ano. A Secretaria deve anunciar os números e a distribuição dos donativos nos próximos dias.
Mas nada disso precisa ser oficial. Quem quiser ajudar, pode assim o fazer no próprio bairro, procurando dirigentes da Associação de Moradores ou fazendo a doação diretamente para a família carente.
Nesta hora, não dá para ser omisso. O frio intenso tem sido a principal causa da sobrecarga nas Unidades de Saúde e Pronto Atendimento.  O elevado número de atendimentos afeta todos.

A POLÊMICA DA CRECHE
A denúncia de uma mãe informando que uma Escola Municipal estaria “exigido” que os pais doassem fraldas, pois a entidade estaria enfrentando dificuldades, é uma forma errônea de interpretar um diálogo informal com os pais que têm filhos na instituição. De acordo com a SEME, não há falta de material e, neste caso, houve realmente uma manifestação da direção, sem que fossem feitas exigências. Para quem não sabe, a lei estabelece que 70% dos gastos com a criança deve ser pago pelo Município, enquanto o restante,  os 30%, caberia aos pais. O governo municipal não faz isso. Segundo a SEME, porque entende que a comunidade (na sua grande maioria) é realmente carente. Na escola em questão, no entanto, 90% da população é composta por famílias com excelente poder aquisitivo.

TRAFEGABILIDADE
A situação precária do Corredor do Bom Retiro, no interior do Município, foi pauta da última sessão legislativa. Os vereadores de oposição apresentaram fotos e alegaram que as denúncias foram encaminhadas por moradores da região. O secretário de Transportes, Lizandro Cavalheiro, disse que a estrada ficou “estragada” devido ao trânsito de caminhões de uma empresa de reflorestamento após um período de chuva. A tal empresa assumiu a responsabilidade pela recuperação da via. Então, vamos ficar no aguardo. De momento, o cidadão tem todo o direito de reclamar!

Estrada Bom Retiro

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

SEM DEMISSÕES, POR ENQUANTO! As exonerações anunciadas prematuramente na semana passada não foram confirmadas. Uma nova tentativa da presidência do Legislativo Municipal, com desvinculação do vale refeição da folha de pagamento, garante o emprego dos assessores de vereadores por mais um mês. Pelo menos, até o final de agosto (ou mais, quem sabe!). Atualmente, o déficit apresentada pela Casa é de R$ 350 mil em relação aos 70% que pode aplicar com pessoal.

MAIS UM ASSALTO. A Polícia Civil investiga mais um assalto, desta vez, fora da área central de São Gabriel. Um homem, de 44 anos, foi agredido dentro de casa (num estabelecimento comercial no Corredor das Pontes Brancas). Manoel Francisco Pereira foi imobilizado por dois homens. Os acusados estava bebendo no bar de propriedade da vítima quando anunciaram o roubou. Eles deixaram o local com R$ 130,00 e dois aparelhos de celular. Antes, deram alguns socos na vítima, que teve que ser encaminhada ao Pronto Atendimento. Ele teve sorte. Para tentar se defender, Manoel chegou a usar uma faca. Acabou sendo facilmente desarmado. Ainda bem que os agressores não resolveram utilizar a arma branca na vítima. A Polícia Civil está com o caso bem adiantado.

>>> BM flagra droga sendo jogada para dentro do Presídio Estadual. O policial militar, no entanto, não conseguiu identificar o homem que jogou o material para o interior da Casa Prisional. Isso aconteceu no final da tarde desta segunda-feira (22/07). De acordo com o policial, a droga foi atirada junto com uma pedra e um aparelho de celular no interior de uma meia. O policial disse que ouviu o barulho e notou que os presos que estava no corredor, no horário de sol, ficaram em atitude suspeita. Não foi difícil achar a droga próxima ao corredor. Está não foi a primeira vez que tal fato acontece. Aliás, ações deste tipo acontecem com frequência. Tanto que o tráfico de drogas é forte também dentro da prisão.

>>> Vai gerar polêmica a manifestação de familiares do policial militar Ilson Juliano de Almeida Vieira, de 30 anos, desaparecido desde a primeira semana deste mês. Eu já havia dito aqui, nesta coluna, que não observava muito interesse dos altos escalões em mobilizar equipes e material logístico em apoio as equipes de buscas. Acontece que agora quem vai falar são os familiares. Extraoficialmente, parece que o Exército estava disposto em participar das buscas, mas isso só poderia acontecer mediante solicitação oficial do comando da Brigada Militar. Estes e outros assuntos serão pauta de entrevista. Enquanto isso, voluntários continuam as buscas.

>>> A Polícia Civil pode anunciar, em breve, o resultado das últimas investigações envolvendo ataques de grupos de jovens no centro e proximidades do Parque de Diversões. Nos últimos dias, um jovem foi esfaqueado na Praça Dr. Fernando Abbott e dois na Avenida Francisco Chagas, na saída do parque. A violência, envolvendo adolescentes, aumenta do dia pra noite. A dificuldade, nestes casos, é o fato de os envolvidos – sejam vítimas ou acusados – serem menores de idade. No entanto, não façam disso, no caso do marginal, um meio de escapar da Justiça. Menor também é punido. É para isso que serve a CASE, em Santa Maria. Aliás, super lotada nos últimos meses.

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

psb

PSB SE ORGANIZANDO  

PSB de São Gabriel anunciou na noite de quinta-feira, com a presença do ex-prefeito Balbo Teixeira, a criação da ala feminina do partido (PSB Mulher), a coordenação de defesa dos interesses raciais e étnicos e o PSB Jovem. No encontro, Balbo disse que a sigla precisa de muitos “soldados e guerreiros para tornar o PSB o maior político organizado de São Gabriel”.

É CRIME

A Polícia Civil investiga um caso envolvendo um homem de 52 anos. Sioli Nunes da Silva está hospitalizado desde o dia 17, quando foi baleado na perna. O homem está na propriedade do patrão, no Corredor do Bolso, quando foi atingido por um disparo de “trabuco”, uma espécie de armadilha de caçadores. Silva estava indo pescar. Ao que tudo indica,  não era só ele que tinha essa proposta em mente.

A VIOLÊNCIA ENVOLVENDO MENORES

Um rapaz esfaqueado no começo do mês na Praça Dr. Fernando Abbott, mais dois esfaqueados no começo desta semana próximo ao parque de diversões e ainda outros casos de roubo e assaltos estão deixando os policiais do Setor de Investigações de cabelo em pé. Mas não é por causa das dificuldades de investigação e sim pela falta de interesse da comunidade em testemunhar. A maioria dos crimes tem ocorrido em via público com muitas testemunhas. Em tese, estas pessoas deveria auxiliar a Polícia a localizar os marginais. No entanto, isso não acontece. A omissão de quem vê e finge não enxergar é tão grave quanto quem agride a vítima. Desde o início do mês, por exemplo, a Polícia Civil tenta localizar o motociclista responsável pela morte do idoso Nestor Ataídes Mendes, de 74 anos. As pessoas falam nos bastidores o nome do suspeito, mas se negam a falar com a Polícia. Por causa disso, o responsável pelo crime continua solto.

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

VIOLÊNCIA: DOIS ASSALTOS E DOIS RAPAZES SÃO ESFAQUEADOS NUMA TERCEIRA AÇÃO

A Polícia Civil está investigando três crimes ocorridos na noite de terça-feira (16/07), nas proximidades do parque de diversões, na zona oeste da cidade. Em dois casos, grupos de rapazes (não há definição de idade) atacaram suas vítimas e levaram pertences. No terceiro episódio não houve roubo, no entanto a violência chamou atenção. Conforme um adolescente de 15 anos, esfaqueado no ombro e com suspeita de fraturo no osso, cerca de 10 jovens atacaram ele e mais seis amigos. Ele alega não saber a razão e diz que foi atingido com facão pelas costas. Outro menino, também do grupo, foi esfaqueado.
A Polícia Civil ouviu as vítimas na tarde de ontem. De acordo com a Brigada Militar, além dos casos de terça, no final de semana outras ocorrências foram registradas na mesma região.
Duas conclusões são óbvias. Não há segurança neste tipo de eventos e quem sai para a rua armado, com certeza, está mal intencionado. É balela dizer que a “faca” é para se proteger. Quem sai de casa armado já tem em mente uma proposta maquiavélica de agredir ou ferir outras pessoas.
É SEGURO? 
Um brinquedo, no parque de diversões montado no antigo campo do Vila Lima, chama a atenção. Mas não é por se tratar de uma atração diferente, e sim pelo fato de não – aparentemente – oferecer segurança alguma para os usuários. Do “Samba” podem participar vários pessoas ao mesmo tempo, mas esse não é problema. A preocupação está no fato delas ficaram soltas, sem cinto ou qualquer outro objeto que  lhes garanta que não serão arremessadas para fora.
SITUAÇÃO!
A direção da Associação de Moradores do Bairro Independência entregou um relatório da situação das vias para o prefeito Roque Montagner. O documento tem várias fotos que mostram ruas esburacas e problemas crônicos de estrutura no Bueiro do Cangica, que oferece risco de desabamento. Além disso, os moradores reclamam da limpeza no bairro. A Associação de Moradores quer soluções.

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

 

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

COMÉRCIO MOBILIZADO
Entidades empresariais e comerciantes farão uma manifestação na tarde desta terça-feira (16/07). O movimento lojista “RS Sem Diferença, ICMS Justo Já” pede o fim da diferença de alíquota do tributo entre o Rio Grande do Sul e outros Estados, o que prejudicaria micro e pequenos empresários do comércio gaúchos. Na terça, lojas em várias cidades, inclusive em São Gabriel, fecharão as portas das 16h às 17h. No dia 23, o protesto será em Porto Alegre. O empresariado gabrielense organizará mobilização, no final da tarde, na Praça Dr. Fernando Abbott. O evento é promovido pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e Associação Comercial e Industrial de São Gabriel. O anúncio dos protestos foi feito na noite de quarta-feira (10/07)pelos presidentes João Custódio Moure (CDL) e Cristiano Carvalho (ACI).

O que esperar da Urcamp?
Alunos bolsistas tiveram que pagar o valor integral das mensalidades de junho, mesmo com o repasse dos valores das bolsas efetuados dentro dos prazos para a Urcamp.  Não adiantou “chorar”.  Aliás, a Urcamp de São Gabriel parece ter sumido do mapa. Bagé parece ter esquecido que aqui ainda existe um campus. As divulgações da comunicação social, por exemplo, simplesmente desconsideram a sua existência.

MENNA BARRETO FAZ ENTREGA DE AGASALHOS NO BEIRA-RIO     
O Instituto Estadual de Educação Menna Barreto, instituição de destaque na área eduacional de São Gabriel, também tem suas ações voltadas para o social. Com o apoio dos professores, funcionários, alunos e da Comunidade Escolar, a Equipe Diretiva fez a a Campanha do Agasalho, arrecadando donativos para serem entregues as pessoas carentes da Comunidade.
A direção do Instituto, através de seu Diretor Professor Gleidevan Marques e de um grupo de alunos do Ensino Médio, fez a entrega de agasalhos arrecadados para o líder comunitário José Ximendes (Zequinha). O dirigente fará a distribuição para a comunidade carente. “Cumprimos hoje mais uma etapa de nossa missão de Educador e Gestor Escolar, pois somos sabedores das necessidades que as pessoas menos assistidas da sorte precisam nesta época do ano e a nossa Comunidade Escolar foi parceira e possibilitou a nós ver no olhar de cada pessoa que ali estava à felicidade em estar recebendo essa doação”, disse o Diretor Gleidevan Marques.

AGASALHOS

>>> Duas Unidades Básicas de Saúde, uma no Bairro Élbio Vargas e outra na Vila Mariana, começaram a atender em três turnos. Para assistir a comunidade que sofre com os problemas respiratórios – resultado do inverno rigoroso – poderá buscar auxílio médico entre 18h30 e 21 horas. Mas terá que passar por triagem. Em caso de necessidade, o atendimento acontecerá de forma imediata de acordo com a ordem de chegada.
>>> O deputado federal Beto Albuquerque, do PSB, confirmou a destinação de duas emendas parlamentares para São Gabriel. A primeira, no valor de R$ 150 mil, é para a Santa Casa de Caridade.  A segunda, no valor de R$ 1 milhão, é para dar continuidade a obra do Ginásio Poliesportivo Eglon Meyer Corrêa.
>>> Ainda continuam as buscas na região do Cerro do Ouro e arredores pelo soldado Ilson Juliano de Almeida Vieira.
>>> O comando da BM do Vale do Taquari abre inquérito para apurar morte de gabrielense na madrugada de domingo. Lorran Rodrigues Diniz não resistiu a cirurgia após levar tiro na perna. O disparo foi feito por um policial militar.

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

ME PARECE QUE FALTA APOIO DO ALTO COMANDO!
A notícia de que o jovem soldado desaparecido na região de Cerro do Ouro foi avistado deu novo ânimo para as equipes de buscas. O grupo trabalha com a possibilidade, agora bem mais forte, de que o militar ainda está vivo. O tema, no entanto, traz à tona várias questões. Primeiro, porque ainda não foram colocadas aeronaves em apoio as equipes que atuam no local. Para se ter ideia, recentemente, quando aconteceu formatura no Colégio Tiradentes viu-se no céu de São Gabriel um helicóptero a serviço dos militares. Estão me digam: Para “festinhas”, para o deslocamento de autoridades militares, é possível utilizar aeronaves, mas para salvar a vida de um militar não?
A segunda é uma indagação dos próprios militares que enfrentam as dificuldades com falta de apoio. Aliás, me parece que para ações contra o MST é fácil autorizou o deslocamento de grandes efetivos, no entanto, para este fato, em especial, é uma dificuldade manter na cidade profissionais capacitados para tais ações. Nada contra o pessoal daqui de São Gabriel, mas é evidente que o reforço de contingente e participação de especialistas em operações de campo seria muito importante.
Por fim, resta apenas elogiar a ação dos PMs e Bombeiros de São Gabriel. Quem critica o trabalho destes profissionais realmente não tem noção das dificuldades que eles enfrentam. Vejo esta situação como um fato pessoal (para eles). Hoje, é o soldado Ilson Juliano de Almeida Vieira, mas amanhã pode ser qualquer um deles, já que fazem parte de uma profissão de risco. É importante que mostrem união.

Academia de Futsal AEPF vence Escolinha Bola Viva
Aconteceu no último domingo (07/07), no Ginásio Plácido de Castro, a 3ª rodada do XII Campeonato Regional de Futsal. A Academia de Futsal AEPF venceu quatro das cinco categorias da competição (SUB 7, SUB 9, SUB 11 E SUB 15) contra a Escolinha de Futsal Bola Viva de Dom Pedrito. O destaque ficou por conta da categoria sub 11 da AEPF que segue invicta na competição com três vitórias. O Próximo compromisso será contra a equipe do JS Beach Soccer de Bagé no dia 04 de agosto, no Plácido de Castro.

ESCOLINHA - SUB 11

FUTSETE
Se não chover neste domingo, começa a Taça dos Campeões do Dácio. Estão confirmadas as equipes do Fúria Jovem, Coritiba, AACF, Unidos, Strieder, Concórdia, Santa Isabel e João de Barro. Destaque para o retorno do Strieder, time tradicional que disputava o Campeonato da Fundação.

PALAVRA DO EDITOR > Marcio Vaqueiro

 

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

DIA DE PRESTAÇÃO DE CONTAS…Nesta quinta-feira, a partir das 9 horas, a vereadora Sandra Xarão, presidente do Poder Legislativo Municipal, estará recebendo a imprensa para apresentar um relatório das atividades da Câmara Municipal de Vereadores nestes primeiros seis meses de 2013. A entrevista com a vereadora promete. Aproveitando o foco, com autorização do vereador Cilon Lisoski, do PR e líder do governo no Legislativo, estamos divulgando as manifestações do parlamentar, no final de maio, referente a um balanço da administração municipal num período de cinco meses. É um texto (um tanto longo), mas recomendo a leitura, seja para contestar ou embasar as declarações de Lisoski:

Hoje, passado quase cinco meses da nova administração municipal, pedi para meus colegas o tempo deles para poder fazer algumas ponderações na condição de líder da bancada governista, sobre a gestão do Prefeito Roque Montagner.

O primeiro pensamento que me veio a cabeça foi: O QUE MUDOU DESTE GOVERNO PARA AQUELE QUE NOS ANTECEDEU? Pois bem. Todos sabem que o primeiro ano de governo se dá para arrumar a casa, preparar o orçamento do novo governo, porque, o primeiro ano tem que ser gerido com a programação do que passou, no caso, do governo derrotado. Neste ponto já é possível perceber uma larga diferença de comportamento do atual Governo em relação aos demais que já se passaram, e afirmo isto com as seguintes indagações: Quando que um Prefeito eleito antes mesmo de assumir precisou ele próprio, em seu nome, propor AÇÃO POPULAR para evitar que mais de 40 bens do município fossem vendidos no último mês de Governo? O resultado está aí, a fabrica de tubos que seria vendida por 8 mil reais está no Presídio fabricando tubos e ressocializando nossos apenados, oferecendo tubos pela metade do preço que antes era adquirido. O ônibus semi-novo que havia sido batido está sendo reformado a um pequeno custo, pois não teve sua estrutura de chassi afetada e servirá para transporte de pessoas que precisam de realizar procedimentos de saúde fora de São Gabriel, este ônibus se somará ao que já existe e não dá mais conta, se somará com o novo que foi adquirido já pelo atual Governo está por chegar, ônibus bom, leito, de luxo, para conforto dos pacientes.

De 2009 para cá, o ex-prefeito vendeu uma dezenas de veículos como caminhonetes, carros, kombs e ônibus, mas, o que mais chama atenção, foram as dezenas de implementos, 02 ambulâncias, 2 caminhões, 05 patrolas motoniveladoras (uma por R$ 75.000,00), 04 retroescavadeiras. A fábrica de tubos ele tentou vender por R$ 50.000,00 em 2009, como não conseguiu, agora iria vender com preço de lance inicial de R$ 8.000,00. Parte destes equipamentos estavam lá na fábrica do Jorge dos Tubos. Vendeu quatro retroescavadeiras e depois compra horas máquinas de terceiros, ora! Vende o que tem e depois contrata com terceiros.

Portanto meus nobres colegas, se me perguntarem o que mais me marcou na administração passada? O que melhor eles sabiam fazer, com certeza irei responder: vender os bens do município, foram centenas! Em contrapartida pergunto se alguém sabe responder quantos bens foram adquiridos nos últimos quatro anos? Quase nada, alguns pequenos veículos e dois ônibus que o Município não sabe o que fazer, pois, o ex-prefeito derrotado usou o dinheiro dos ônibus para “pagar a folha”. O Prefeito Roque não apenas impediu a venda de mais bens em dezembro de 2012, mas também, já conseguiu em cinco meses, 7 ônibus, 6 deles sem custo para o município, trator, motoniveladora, implementos, retroescavadeiras, tudo para este ano, para ser entregue nos próximos meses. Essa é a diferença, fazer em cinco meses, o que não foi eito em 4 anos pela administração passada.

Mas sigo perguntando: quando que um Prefeito eleito mesmo antes de assumir foi a Brasília para buscar recursos e o resultado está aí, na data de hoje está assinando 4 convênios, que ele, o Prefeito Roque, junto com o Presidente do PT Dr. Guilherme Abib, foram lá e garantiram ainda em 2012, dos recursos que sobram nos orçamentos dos Ministérios, mais de 1 milhão para São Gabriel, uma Patrola 500 mil, uma patrulha agrícola mecanizada de mais de 30 mil (trator etc), calçamento da Rua Ceará e equipamentos para casa do mel. Este Prefeito, preocupado, em poucos dias após eleito, garantiu mais de 800 mil já para este ano, que somou aos valor restante da emenda do deputado Marco Maio para calçar a Rua Ceará e do dep. Afonso Ran, para compra de equipamentos da casa do mel dos pequenos produtores de mel. A Patrola e a Patrulha agrícola conseguiu com o deputado Pimenta.

Contudo, não adiantou apenas ir a Brasília e com seu prestígio conseguir verbas, teve que ingressar na Justiça para garantir o repasse, esta garantido, não é prefeito de ficar dizendo, não faço porque não posso, é prefeito que acha solução e quem ganha é o povo. Atenção produtores do interior, vem patrola nova aí, patrulha agrícola, equipamentos pequenos produtores e calçamento na Rua Ceará, parabéns Vandinho, o teu Deputado marco Maia garantiu o recurso, mas, se dependesse do prefeito que tu havia apoiado, o dinheiro se ia.

Pergunto ainda: qual o Prefeito que recebe uma dívida de 35 milhões, e em cinco meses paga 6 milhões de dívidas do governo passado, paga em dia os serviços que contrata no seu governo, paga a folha, paga até os salários de alguns CCs e secretários do outro Governo, no entanto, não desvia o dinheiro da saúde e da educação para isto. Porém, o Prefeito Roque não ficou só pagando conta e reformando maquinário: Garantiu o calendário escolar, contrato transporte escolar e professores, pagou o piso do magistério, reabriu as creches em turno integral, melhorou a qualidade da merenda e reformou várias escolas, isso só foi possível, porque como bom administrador escolheu parte da equipe já em novembro de 2012 e de lá para cá a secretária e sua equipe não pararam mais de trabalhar incessantemente, como todos os demais secretários deste Governo. E sigo perguntando.

Qual o Prefeito que em cinco meses, reformou toda a malha viária principal no interior, garantindo o escoamento da safra, incluindo duas pontes que estavam caídas, uma ele refez e outra construiu aterro ao lado.

Qual o prefeito que determinou união entre as secretárias para em conjunto, serviços urbanos, obras e transporte limpassem a cidade que estava um matagal só, tem muito por fazer, mas, o que foi possível já foi feito, não se peca neste Governo por omissão, por preguiça.

Qual o prefeito que escolhe para uma das secretarias mais importante que é da saúde, um secretário com perfil estritamente técnico, com o compromisso de estar 24 horas a disposição para os problemas da saúde, que recebe os consultórios odontológicos sucateados, farmácia depenada e que em apenas um mês compra mais de 300 mil em medicamentos, começa a reforma dos postos e já começa a remodelar a saúde, começando pelo atendimento, forma de agendamento, informatização dos postos, contratação de médicos, campanhas bem sucedidas de vacinação, não tivemos neste ano, nenhum óbto por questão de saúde básica.

Qual o Prefeito que dá ao Vice Prefeito uma secretária e lhe confia o Governo sempre que se ausenta do município, para que o Município nunca pare e que o salário pago ao Vice seja por ele merecedor.

Qual o Prefeito que sempre que viaja leva os anseios da nossa Santa Casa de Caridade, que continua com a mesma preocupação e carinho que tinha quando era provedor.

Qual o Prefeito que estabelece um dia para atender as pessoas em seu gabinete, que já recebeu mais de três mil e quinhentas pessoas em seu gabinete, pessoas que lá entram e dizem, eu achei que morreria e nunca conheceria o gabinete do prefeito.

Qual o Prefeito que constantemente está no meio das pessoas nos Bairros, nas festas comunitárias, fiscalizando as obras. E eu vejo muitas vezes ser criticado por alguns que não entendem este tipo de comportamento, de quem tem na humildade a maior virtude.

Qual o Prefeito que dá e recebe o carinho de todas as crianças, aonde chega é por elas idolatrado, num claro sinal de que elas têm nele a esperança por dias melhores em suas vidas.

Qual o Prefeito que chega pela manhã cedo e sai a noite do trabalho, que recebe desde o Pedro até o grande empresário, que é parceiro do pequeno produtor e do grande, que não trata com preconceito se é um assentado ou um grande proprietário. Qual o Prefeito que retoma já no primeiro mês de governo todas as obras começadas no governo anterior e se compromete em terminar todas elas.

Pois bem Nobres Vereadores, quero em nome da bancada governista dizer que estamos felizes por este novo tempo, renasceu em nós a esperança, começou na alegria da campanha, passou pela vitória nas urnas, pela boa escolha de sua equipe e agora se solidifica com o trabalho apresentado.

Devemos e havemos de entender as criticas de quem foi derrotado, primeiro por entender que a derrota é sofrida, segundo por entendermos que antes deste novo governo, não havia motivo para críticas, pois, não havia se quer esperança de mudança. As palavras que estou hoje aqui dirigindo neste plenário em representação aos colegas governistas, é para que as pessoas que nos ouvem, saibam um pouco do que realmente esta acontecendo nestes cinco primeiros meses de governo. Para que saibam, que o Prefeito Roque montou um grande time. Uniu num ideal de mudança pessoas com e sem experiência política administrativa, mas, todos com um mesmo ideal, de renovar São Gabriel, com muita dedicação, vontade e principalmente boa fé. Encerro dizendo que temos muitos desafios, por muitos anos, precisamos melhorar a saúde, estradas, infra-estrutura, educação, cultura, turismo gerar emprego e renda. Para isso temos um plano, este plano é perseguido com afinco a cada dia, ele passa pela democratização nas escolas através das eleições diretas para professor.

Ele passa pela revisão do plano de carreira, passa por modernização do parque de máquinas, passa por melhoria na arrecadação, principalmente dos grandes, dos Bancos. Passa pela atração de geração de renda no turismo, na indústria, passa por construir um distrito industrial, passa por fazer casas para quem precisa, passa por regularizar os loteamentos, os terrenos, passo por qualificação dos funcionários, passa por bem atender nossa população e principalmente pela melhoria da saúde básica de prevenção e nosso município. A quem poderia interessar que a saúde pública vá mal, só quem ganha com intermediação de exames particulares, quem agencia exames na rede privada, caso contrário, não consigo vislumbrar quem desejaria ver a saúde pública com dificuldades. Isto tudo que estamos e iremos construir, só é possível com o alinhamento das três esferas de governo que consolidou-se aqui em São Gabriel.

Que o Prefeito Roque saiba que respeitamos e admiramos o trabalho que ele e sua equipe vem construindo em nosso Município. Sentimos-nos com orgulho parte desta grande equipe, porque não dizer, dessa grande família que é a comunidade de São Gabriel. Recebemos todas as críticas, até as que são revestidas de má fé, muitas vezes demagogicamente por quem as profere, mas, temos a exata consciência de que este Governo foi eleito para transformar São Gabriel, no campo e na cidade, e exata razão de que o compromisso é com cada cidadão desta cidade. Aos que querem o melhor soman-se a essa caminhada, aos que criticam só por criticar, sem nada somar, tomem cuidado, porque, no mundo dos vivos “toda ação tem uma reação”.

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

 

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

MARCIO VAQUEIRO > EDITOR E REDATOR

PROTESTOS > A população manifesta sua contrariedade à PEC 37 em diferentes ambientes, através de manifestações espontâneas nas ruas, nas redes sociais ou da participação em enquetes sobre o tema. Na semana que passou, Agência de Notícias da Câmara dos Deputados divulgou os resultados de uma consulta online que perguntou aos internautas: “Você concorda que as investigações criminais sejam realizadas somente pela Polícia e não mais pelo Ministério Público?”. 79,51% dos votos (78.116 votos) foram para a opção “Não. Acho que o MP deve poder investigar quando julgar necessário”. Em São Gabriel, a mobilização está marcada para hoje (22/06), no Espaço Cívico da Praça Dr. Fernando Abbott, a partir das 15 horas. A manifestação terá a participação dos promotores públicos é está a aberta a participação popular. O evento não envolve política, dizem os organizadores. Resta saber se a população (mal intencionada) entendeu o recado. Pelas redes sociais havia manifestações convocando pessoas para baderna. Vamos torcer para que isso não aconteça.CONSELHO MUNICIPAL DE ENTORPECENTES > O diretor do Jornal O Imparcial, Carlos Vieira Gonçalves, solicitou ao Poder Executivo Municipal agilização na implantação do Conselho Municipal de Entorpecentes (COMEN). O pedido foi feito durante reunião com o prefeito Roque Montagner, no começo do mês de junho, logo após discutir a importância do Conselho com o delegado de polícia Jader Ribeiro Duarte e o policial Idel Barcelos, este último, integrante da Equipe Antinarcóticos da Polícia Civil de São Gabriel. Criado em outubro de 1995, o Conselho Municipal de Entorpecentes – lei municipal 2.116 – tem a finalidade de prevenir contra as drogas, além de promover a reinserção social dos dependentes químicos. Outro objetivo do Conselho é assistir as famílias abaladas pelos reflexos da droga, que vem atingindo principalmente a população jovem. O COMEN é composto pelo prefeito municipal, presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Ministério Público, comandante da Guarnição Federal, delegado de polícia, comandante da Brigada Militar, médico chefe do posto de saúde, secretário da Saúde, secretário de Educação, secretário de Assistência Social, presidente dos Alcoólicos Anônimos (AAA), venerável mestre da Maçonaria, presidente do Conselho Tutelar, presidentes de clubes de serviços, presidentes de Associações de Moradores e diretores de veículos de comunicações.

>>> FESTIVAL: A banda gabrielense Almirante 14 foi selecionada para representar o Campus da UNIPAMPA de São Gabriel no Festival PampaStock 2013, que acontecerá em São Borja nos dias 5 e 6 de julho. PampaStock é um projeto de extensão decorrente da disciplina complementar de graduação Sociologia do ROCK, da Universidade Federal do Pampa, UNIPAMPA, campus São Borja, ligada ao Grupo de Pesquisa T3XTO: ensino, arte e filosofia em Comunicação Social. Tem o objetivo de fomentar a produção de rock n’ roll, enquanto uma manifestação cultural capaz de modificar o meio social e dar visibilidade a UNIPAMPA enquanto criadora de novas formas de conhecimento, assim como desenvolver social, econômica e culturalmente a cidade de São Borja. Trata-se de um festival organizado por professores, técnicos administrativos e acadêmicos, sendo sua realização uma das avaliações da disciplina Sociologia do ROCK, ministrada pelo prof. Dr. Cesar Beras, que faz uma abordagem sociológica do Rock n’ Roll, sendo pioneira no Brasil. O festival é organizado com auxílio de apoiadores culturais e não tem fins lucrativos. A banda vencedora abre o Festival Ibero Americano de Música El Mapa de Todos, organizado pela produtora Senhor F e está em sua terceira edição.

>>> Miss São Gabriel Latina 2014: Hoje, a partir das 20 horas, acontece a cerimônia oficial de coroação da Miss São Gabriel Latina 2014, Ana Paula Taschetto Weber. O evento acontecerá na sede do Hair Studio Juliano München, na Rua General Marques. A gabrielense representará o Município no concurso estadual. A coordenação municipal do evento tem a assinatura de Juliano München.

>>> ACIDENTE: Acidente, no cruzamento das ruas Coronel Sezefredo e Barão do Cambaí, na quarta-feira (19/06), envolveu um Renault Sandero e uma caminhonete da Prefeitura Municipal. O motorista da Sandero avançou a preferência a atingiu duas vezes o veículo da Secretaria de Transportes.

acidente 3

ACIDENTE

>>> BICICLETAS A MOTOR: Não da mais para aguentar o trânsito de São Gabriel, imagina então como fica a situação quando motoristas de carros, motos e caminhões precisam dividir espaço com ciclistas em suas bicicletas a motor.  A grande maioria é formada por crianças e adolescentes que não possuem qualquer tipo de conhecimento das leis de trânsito. O resultado disso, são acidentes e mais acidentes. Desde a semana passada, a Patrulha Montada da BM vem apreendendo estes veículos e encaminhando aos órgãos competentes.

POLÍCIA MONTADA

https://plus.google.com/photos/104584670421699754184/albums/5720973164551338609/5878732560656899138?banner=pwa&pid=5878732560656899138&oid=104584670421699754184

DESTAQUE DO EDITOR > MOBILIZAÇÃO EM BRASÍLIA.

PUBLICO

Na manhã de hoje, mais de 20 mil pessoas ligadas às entidades sindicais de diversas categorias de trabalhadores tomaram a Esplanada dos Ministérios para cobrar melhores condições de trabalho do governo federal. Na tarde de hoje, às 17h30, uma comissão formada por representantes sindicais que participaram de uma marcha para entregar uma pauta do encontro aos representantes da Casa Civil. A Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins) faz parte desta comissão. Ainda hoje, durante a mobilização, foi realizada audiência com o ministro do Trabalho Manoel Dias para denunciar demissões em massa nos frigoríficos Marfrig, na região Sul do país, dentre outros assuntos.

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

COBRANÇAS NORMAIS

É normal que o cidadão cobre da Administração Municipal melhores condições na área de Saúde. É natural que existam críticas, afinal de contas, a Saúde vai estar sempre em evidência. A Saúde é o carro chefe em qualquer governo. O que não pode ser normal são os questionamentos de administradores passados, que conviveram com os problemas do setor e não aplicaram medidas capazes de sanar as deficiências. Por anos, as filas durante as noites foram registradas, num momento pela oposição, em outros momentos pela situação que virou oposição.  No caso específico do CAPS, por exemplo, chamam a atenção os questionamentos de dirigentes de governos passados, alegando ser um absurdo as filas noturnas. Cabe ressaltar que as filas – como já constatamos – não existem mais. Os pacientes do CAPS estão sendo agendados durante o dia e atendidos de segunda a sexta-feira.  Isso não acontecia até os primeiros meses deste ano. As pessoas ficavam cerca de 12 horas, muitas vezes no frio, para conseguir agendar um atendimento que só iria acontecer 30 dias depois.

EM TEMPO

Fabiana Pohmann Machado falou comigo por telefone e alegou que a posição dela é de indignação com a decisão do prefeito, “que foi política” (na visão dela). Ela disse que sabe que a decisão foi legal, até porque o prefeito está aparando por lei. No entanto, voltou a afirmar que Montagner teria ido contra a vontade da maioria dos servidores (no caso, os conselheiros que votaram em nomes a ser apresentados como indicação). Em eleição, no dia 15 de março, Fabiana, Hilson e João Manoel foram eleitos os candidatos a vaga de Diretor Presidente. Fabiana teve sete votos, dois a mais que Hilson e quatro de diferença para João Manoel. Restou ao prefeito optar por um nome. Com isso, a servidora – segundo afirmou por telefone – espera estar esclarecendo que não houve nenhuma mentira sua nas declarações anteriores. Houve uma manifestação (sim) que, conforme argumentou, é direito seu.

VEJA CÓPIA DA ATA

ATA

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

 

MARCIO VAQUEIRO - EDITOR E COLUNISTA

MARCIO VAQUEIRO – EDITOR E COLUNISTA

NOMEÇÃO PARA O IPRESG DEU O QUE FALAR!
A indicação de cargos de direção do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de São Gabriel (IPRESG) causou polêmica nos últimos dias. Tudo isso graças as declarações da funcionária pública Fabiana Pohmann Machado que, em sua página pessoal no Facebook, disse que “o prefeito, depois de se comprometer em atender a decisão de uma Autarquia, acaba por decidir por não honrar com a sua palavra”. A servidora justificou a declaração alegando que teria sido eleita para presidir o IPRESG e que Montagner não teria “acatado” a decisão. Ela foi além as suas declarações: “Então, se ele não cumpri com a palavra junto aos servidores públicos que o cercam e o auxiliam a fazer projetos, imagina com a comunidade gabrielense. Lamentável”.
Em resposta, o Chefe de Gabinete, Luis Pires, disse que informações publicadas na internet não são verdadeiras. Ele garante que não houve eleição e que o prefeito tem o direito – conforme prevê a Lei Orgânica do Município – de nomear ou destituir os cargos de direção do IPRESG. No caso em foco, o Conselho do Instituto indicou nove nomes e Montagner teria optando por três. Fabiana estava entre os nomes indicados que não foram aprovados pelo prefeito.
Foi nomeado para o cargo de Diretor Presidente, Hilson Moreira da Silva e para as direções de Previdência e Atuaria, Antônio Carlos de Lima Divério, e Administrativo Financeiro, José Inocêncio Barbosa Macedo.

VISÃO DISTORCIDA
A segurança pública vem sendo tema de discussões pelas ruas da cidade e redes sociais. Na verdade, o que se comenta é a impressão causada por uma visão distorcida da realidade. Dizer que São Gabriel é uma cidade insegura é um tanto exagerado, até porque, sempre que necessário, os órgãos ligados ao setor dão respostas imediatas e eficazes quando exigidos.
Crimes, como assaltos e agressões em via pública, como são modalidades que até pouco tempo não eram registradas em São Gabriel, naturalmente chamam mais a atenção da comunidade. Lamentavelmente a evolução de uma cidade também passa por este processo evolutivo da criminalidade. São ações que normalmente acontecem em cidades de grandes portes.
Jogar para cima da Polícia Civil ou da Brigada Militar essa falsa sensação de insegurança é, no mínimo, ser simplista demais. É fácil acusar àqueles que estão mais próximos ou que estão na vitrine.
A sociedade deveria olhar esta questão por outro ângulo. Se analisar com critérios, o cidadão vai constatar que as prisões estão acontecendo quase que diariamente. A Polícia Civil chegou a ser homenageada em Porto Alegre pelos ótimos resultados em São Gabriel – bem fora dos padrões no Estado. A questão é: A Brigada Militar e Polícia Civil prendem, mas as Leis, frágeis e mal elaboradas, soltam. Não dá nem para dizer que a culpa é do Judiciário, afinal de contas, as leis têm que ser cumpridas.
Cabe ao cidadão cobrar dos legisladores alterações. Cabe analisar melhor quem “vamos”l eleger, pois serão eles os responsáveis por elaborar estas leis.
Em São Gabriel, as ocorrências de maior vulto, nos últimos meses, envolvem reincidentes. São pessoas que já haviam dado indicações que iriam machucar alguém. E por incrível que pareça, no Brasil, enquanto não morre um inocente, não se toma medidas. Parece que tem sempre que haver um mártir!

DESTAQUE DO EDITOR > 82 ANOS DE VIDA! QUANDO A CONCORRÊNCIA FAZ BEM.

MARCIO VAQUEIRO - EDITOR E COLUNISTA

MARCIO VAQUEIRO – EDITOR E COLUNISTA

O seu Carlinhos, como é chamado o diretor do Jornal O IMPARCIAL, Carlos Vieira Gonçalves, vai discordar desse que é um raciocínio lógico para quem trabalha 24 horas na busca de informações. Quem atua na redação de um jornal, principalmente do quilate do octogenário O Imparcial, vai admitir que a concorrência faz bem. Afinal de contas, o repórter profissional vai sempre querer apresentar a notícia em primeira mão. A concorrência, desta forma, serve de incentivo à busca de aperfeiçoamento. Mas a concorrência pode ser boa, porque evita que haja acomodação. Sobreviver numa “selva” onde configuram outros sete jornais locais e ainda com a presença de estrangeiros que disputam taco a taco, letra a letra a informações e as publicidades, não é para qualquer um.

Pois O IMPARCIAL tem conseguido administrar estas dificuldades, sejam elas decorrentes da concorrência ou do desgaste natural dos tempos, consolidando na comunidade um sentimento de amor pelo mais idoso. É claro que o fato de ser o mais velho não quer dizer que não seja o mais atual. Os outros que me perdoem, mas eu tenho que vender o meu peixe.

O IMPARCIAL chega aos 82 anos com a vitalidade de um “guri” de 20 anos. Hoje, o diretor é Carlos Vieira Gonçalves. No passado, administraram o jornal o jornalista e fundador José Sampaio Marques Luz, Ciro Jardim de Oliveira, Rui Barros e Valdemar Gerson, entre outros. Com certeza, no futuro, muitos outros terão esta missão, pois O IMPARCIAL tornou-se um bem da comunidade de São Gabriel. E, embora se trate de uma empresa com fins lucrativos, faz parte do patrimônio histórico do Município.

A HISTÓRIA NAS PAGINAS DE O IMPARCIAL

De 1931 a 2013 foram 82 anos. O leitor pode imaginar o que as páginas de O Imparcial imortalizaram através dos tempos? Na primeira década, num período conturbado para o Brasil, o periódico registrou os detalhes que marcaram os acontecimentos da Revolução Constitucionalista em nível nacional e a fundação de entidades, como a Associação Comercial e Cooperativa Rural Gabrielense. Mal sabia o editor que, no futuro, o mesmo O IMPARCIAL iria registrar a falência desta cooperativa, fato que ainda hoje é tema de discussões. As décadas foram passando, o jornalismo foi se aperfeiçoando, fazendo da notícia um bem de consumo. Um elo se formou com a comunidade e O Imparcial passou a servir de escola para muitos profissionais.

Quem atua ou atuou em jornal, com certeza, aprendeu um pouco da profissão (ou quase tudo) lendo ou produzindo as notícias de O Imparcial. E os nomes são muitos, alguns ainda atuam na imprensa gabrielense, como é o caso do radialista João Pedro Lemos, dos jornalistas Paulo Elmano Borges, Guido Ávila, Cléber Giovane Silveira e Abel Lopes que continuam por São Gabriel.

Tem aqueles que foram em busca de novos horizontes e se destacaram no Estado e na imprensa nacional. É o caso do jornalista e ex-diretor de O Imparcial, Edgar Lisboa, hoje em Brasília. Quem conviveu com Lisboa diz que o jornalismo de São Gabriel pode ser dividido em dois períodos: antes e depois de Lisboa.

Edgar Lisboa conseguiu implantar, com O Imparcial, uma nova metodologia, algo dinâmico para época. Dizem que Lisboa, com o objetivo de apresentar a notícia em primeira mão, mandava parar as prensas e alterava o que fosse preciso para noticiar o fato mais recente. A realidade, é que a semente do jornalismo atual, plantada por Lisboa, se desenvolveu e pode ser conferida três vezes por semana nas notícias divulgadas pelo jornal.

Ah, ainda podemos destacar, entre outros, o jornalista, aposentado, Evaristo Bueira de Oliveira, que trabalhou na Zero Hora, Correio do Povo e foi assessor de Leonel Brizola, quando este foi governador do Rio de Janeiro.

Hoje, O IMPARCIAL é um órgão de Utilidade Pública, declarado através de decreto assinado pelo então presidente da Câmara Municipal de Vereadores, vereador Balbo Teixeira, na distante década de 70.

No começo da década de 90, uma proposição do vereador Caio Rocha marcou uma das mais importantes homenagens a O Imparcial.  Na época, foi inaugurado um monumento alusivo aos 60 anos de fundação do jornal. O local escolhido fica ao lado do monumento de seu fundador José Sampaio Marques Luz. A proposição foi sancionada pelo então prefeito Eglon Meyer Correa.

No começo dos anos 2000, foi a vez do então prefeito Rossano Dotto Gonçalves se render a importância do jornal, inaugurando uma placa de bronze no Hall do Palácio Plácido de Castro em homenagem aos 70 anos. Concorrência, idealismo, faro jornalístico ou homenagens.

Seja qual forem as dificuldades ou estímulos, O Imparcial superou a superará barreiras, porque isso tudo tem definição específico numa única palavra: TRADIÇÃO. Com certeza, se temos que lutar por algo melhor para a nossa imprensa, este objetivo deve estar focado na elaboração de uma lei de imprensa adequada e que possa agir com rigor no combate as tentativas de amordaçar os meios de comunicação.

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

Pessoal, só para retificar a informação referente ao incêndio na tarde de quarta-feira, fica aqui a confirmação correta do endereço, na Rua Anita Antunes Borges, e não João Antunes Borges como havia noticiado. O Corpo de Bombeiros está recebendo vários telefonemas de pessoas querendo fazer doações. Agora, há pouco, uma senhora mencionou este interesse, mas não tem como levar o material para a familia. Se alguem puder ajudar com transporte, favor ligar para o Fone 97243739 (é de um integrante do Corpo de Bombeiros) e ele informara o local.

PALAVRA DO EDITOR > IMPARCIALIDADE DOS FATOS. ORA, FALAR A VERDADE, DEIXOU DE SER IMPARCIAL QUANDO NÃO ATENDE OS INTERESSES DE “ALGUÉM”?

MARCIO VAQUEIRO - EDITOR E COLUNISTA

MARCIO VAQUEIRO – EDITOR E COLUNISTA

O fato de fazer parte da assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal não me impede de publicar os fatos que acontecem realmente em nossa cidade. Realmente, vejam bem a palavra. Não se pode criar fatos. A Audiência Pública da Água, por exemplo, foi transcrita da forma como aconteceu. Tudo o que foi publicado, inclusive com a confirmação da responsável pela Vigilância Sanitária (VISA) de São Gabriel, drª Vanda, foi noticiado. Ela disse que não existe diferença entre a água que era distribuída pela CORSAN com a água da SG SANEAMENTO. Aliás, ela foi mais além, ao ser questionada várias vezes pela vereadora Karen Lannes (PSB): a água é potável.
Ora, isso e os demais fatos que aconteceram na Audiência Pública da Água foram relatados tal como aconteceram. Dizer que não houve imparcialidade é o mesmo que pedir para a imprensa “fechar” os olhos.
Este editor não inventou afirmações. Afinal de contas, uma profissional da área, garantiu que os laudos apresentados indicavam existência de bactérias na água e, em determinados casos, os problemas detectados poderiam levar a óbito. Casos, por exemplo, como tratamento de hemodiálise ou consumo do líquido por crianças e velhos, os primeiros a serem afetados.
Não inventei a afirmação do dirigente da SG SANEAMENTO, que afirmou que não beberia a água suja que estava em uma garrafa pet em exibição no Plenário da Câmara. No mesmo momento, complementei o texto, informando que o mesmo dirigente negara que a água viesse de torneiras abastecidas pela empresa.
Vejam bem que apenas informei (imparcialmente sim) o que acontecera. Poderia dizer que o funcionário da SG SANEAMENTO, que sequer mora em São Gabriel e, portanto, não precisa da água, estava enganado. Eu mesmo já testemunhei a água saindo das torneiras. Este mesmo redator já constatou o problema perdurar por 10, 12 ou mais horas.
E, me digam: tem como cidadão, que paga a conta em dia, ficar todo esse tempo sem abastecimento? Como saciar a sede, como preparar alimentos ou fazer a higiene pessoal sem água?  Os prejuízos, como serão reparados?
Pois senhoras e senhoras, o diretor da empresa não respondeu. Ele se apegou a uma negativa, alegando que isso não acontece em São Gabriel. Segundo ele, a água suja não sai das torneiras em São Gabriel. Então, o cidadão que levou aquela garrafa pet pro Plenário estava mentindo?
Pois, passo ter a certeza que vivemos numa cidade da mentira. Todos estão mentindo ou sofrendo de alucinações. E tudo, pelo que vejo, direcionado a água. Eu, o meu vizinho, e muitos que estão lendo este texto, sofrem ou já sofreram com este problema.
Volto então ao tema que me levou a escrever este texto, pois, na verdade, em nenhum momento me posicionei sobre o fato (em se falando de material jornalístico). Recebemos informações e reclamações da comunidade e até notas de esclarecimento da empresa. Tudo é publicado com identificação das fontes.
Então, não vejo razão em manifestações críticas à editoria do jornal O Imparcial desta quinta-feira. O jornal divulgou o que acontecera na Câmara Municipal. Obviamente, como imprensa, temos a obrigação de informar a verdade e, naquele momento, a verdade estava expressa em documentos assinados por técnicos. Estava evidente em todas as declarações pertinentes ao tema.
Será que alguém questiona a imprensa por informar a insatisfação da plateia, vais e cobranças? Ora, para a matéria pouco importa quem estava na Plateia. O que realmente interessava eram as respostas do convidado. E, isso, o jornal retratou de maneira imparcial sim. Que fique bem claro. Não escrevo para agradar 100%, mas sim para informar 100%.

DESTAQUE DO EDITOR > HOMEM FLAGRA MULHER NA CAMA COM “AMANTE”.

A madrugada desta quarta-feira (13/03) foi movimentada no Plantão da Delegacia de Polícia de São Gabriel. Mas um caso, em especial, chamou atenção. Sem citar nomes, o BLOG N1NOTICIA, traz para o leitor o relato de um homem, acusado de Maria da Penha, mas que – a julgar pelos fatos – é mais vítima do que culpado. A mulher, namorada dele, chamou a Brigada Militar (PATAMO) alegando que estava sendo ameaçada de morte. Na verdade, ela estava mesmo.
Quando os policiais chegaram à residência, na Rua Paraná – Bairro Independência, o acusado já havia deixado o local. Ele foi localizado pelos brigadianos algumas quadras da casa, correndo de bicicleta, completamente cansado (suado). Ele foi detido e durante todo o tempo, informam os policiais, ele se manteve calado.
Na Delegacia de Polícia, ele não aguentou. Quando a namorada relatou as ameaças, ele se voltou para ela disse: “Conta… conta para eles o que aconteceu!”.
Pois é, o acusado havia flagrado, minutos antes do chamado para a PATAMO, a companheira na cama com outro homem. “Ela estava na nossa cama com outro homem”, disse ele.
A mulher justificou: “Não era nada do que ele estava pensando”. O homem era o caseiro e fazia alguns trabalhos para ela, tipo, limpar o pátio e capinar. Bah… Foi pior a emenda do que o soneto.
Afinal de contas: ela estava pagando pelos serviços? A resposta, só ela pode dizer.

DESTAQUE DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

MARCIO SALDANHA VAQUEIRO - Editor e Colunista

MARCIO SALDANHA VAQUEIRO – Editor e Colunista

O secretário da Educação, Jose Clovis de Azevedo, assinou Ordem de Serviço que orienta as escolas estaduais sobre as providências a serem tomadas para prevenção a incêndios. A ordem foi assinada na segunda-feira (04/03), um dia antes do Cpers – Sindicato anunciar os resultados de um levantamento feito nas Escolas Estaduais apontando falta de professores, excesso de alunos em sala e as más condições de infraestrutura das instituições.
O documento assinado pelo secretário estabelece o prazo de 15 de março para as Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) enviarem, para a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) relato sobre a existência de alvará do Corpo de Bombeiros da Brigada Militar e de Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI).
As instituições que não possuírem o documento deverão solicitá-lo junto ao Corpo de Bombeiros e fazer as adequações necessárias, quando for o caso. A iniciativa busca assegurar o cumprimento da legislação vigente sobre prevenção de incêndios e atender o compromisso assumido junto ao Ministério público Estadual (MPE), de apresentar, no dia 1ºde abril, um relatório indicando a situação de cada escola e o plano de ação.

DESTAQUE DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

carlociO que deveria ser mais uma homenagem, acabou virando desrespeito, afirmou o professor da Escola Marechal Hermes, Luis Carlos Saldanha, em nota divulgada pelas redes sociais na tarde de quarta-feira (06/03). O educador descreveu os momentos de tensão que viveu ao lado do aluno Carloci Menezes, em Porto Alegre, na terça-feira (05/03), em evento realizado no Palácio Piratini marcando o início do ano letivo e homenagens aos alunos campeões das Olimpíadas de Matemática e Língua Portuguesa.
A indignação tem justificativa. O professor, junto com o aluno e a diretora da Escola foram encaminhados para o local errado e, só depois de algumas horas, informados de que o evento seria no Palácio. Até ai, tudo bem.
A polêmica se formou logo após anunciados os vencedores. No lugar do estudante Carloci Menezes foi chamada uma menina para receber o certificado pelo título conquistado na categoria Língua Portuguesa. O equivoco só foi reparado após muitos protestos, mas o estrago já estava feito. E mesmo assim, o protocolo não foi alterado, permitindo apenas o acréscimo de Menezes nas homenagens.
A discussão serviu para reforçar as cobranças da classe frente a falta de investimentos no setor educacional. O professor lembrou que a Escola Marechal Hermes implantou o ensino médio (há cinco anos) e, até hoje, não foram inauguradas novas salas de aula, sanitários e sala para os professores. “Trabalhamos no aperto. Sempre ouvindo promessas”, disse ele.
O estudante gabrielense Carloci Menezes participou da Olimpíada representando a Escola Marechal Hermes de Santa Margarida, conquistando o título nacional em 2012. A Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, promovida em conjunto por Fundação Itaú Social, Ministério da Educação e Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária, recompensou professor e aluno.
Depois de passar por uma seleção dentro da Escola, em que o artigo de opinião foi aprovado por unanimidade, vieram as etapas municipal, estadual, regional e nacional.

DESTAQUE DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

be

INCORPORAÇÃO > Na sexta-feira (01/03), o 6º Batalhão de Engenharia de Combate – “Batalhão Tenente Coronel Jose Carlos de Carvalho” – realizou solenidade de incorporação do efetivo variável 2013, com total de 335 recrutas sendo 153 de São Gabriel, 40 Estrela, 50 Teutônia, 33 Guaporé, 29 Encantado, 27 Roca Sales e 03 de Muçum. Prestigiaram o evento familiares, autoridades civis e militares do município.

PRAÇA ECOLÓGICA > Professor de Educação Física, o líder da bancada do Partido Progressista na Câmara Municipal, o vereador Caio Rocha apresentou um Projeto de Indicação propondo ao Poder Executivo a criação do programa “De Bem com a Vida”. O projeto prevê que os usuários da Academia ao Ar Livre, localizada na Praça Dr. Ramiro Meneghello – Praça Ecológica, tenham acompanhamento de profissionais formados em Educação Física. Segundo ele, no Brasil é obrigatório que as academias tenham um professor registrado no Conselho Regional de Educação Física. “Se em academias convencionais é obrigatório, porque na academia ao ar livre não é?”, questionou, acrescentando que o programa irá resultar no melhoramento da qualidade de vida da população.

DESTAQUE DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

Oh, profissão danada > Uma ocorrência bem fora do comum, porque acabou sendo registrada, mas, que na verdade deve acontecer muito por ai. Uma jovem, de apenas 23 anos, acusou um homem (R.S.T Jr.) de ter lhe agredido e, além disso, não ter pagado os R$ 100 de um programa. Segundo ela, o homem “falhou” e, por causa da “falha”, se revoltou e não quis pagar o “trabalho”. Resultado. O homem já tinha adiantado R$ 50,00. E para ver o dinheiro de volta, deu uns tapas na mulher. Vamos à versão do homem. Não é que o cara teve cara de comparecer na DP! Pois ele foi bem claro e direto. Depois de convidar a mulher para uma noitada, ela acabou furtando R$ 200,00. E isso, segundo ele, é que teria gerado todos os problemas. Resultado da novela: Se ralou. A mulher falou, tá falado. O homem foi enquadrado e vai responder judicialmente.

Está na Câmara > O Ministério Público Estadual ingressou com ação declaratória de inconstitucionalidade contra a lei e o Decreto que criou a AGESG. Pois bem. A partir de segunda-feira teremos novidades neste sentido. Para se ter ideia, a ação alerta, especialmente, para os artigos que estipulam a remuneração dos conselheiros.

DESTAQUE DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

AINDA OS SALÁRIOS NO LEGISLATIVO!

Na semana passada, publiquei informações sobre os salários de funcionários do Poder Legislativo Municipal. Os números impressionaram, principalmente, em se tratando de valores que, muitas vezes, eram superiores aos dos vereadores. Na tarde de ontem, os servidores concursados encaminharam alguns esclarecimentos: – O salário base da Telefonista é de aproximadamente R$ 1.700,00 mensais; – O Servidor Publico tem direito ao acréscimo de 1,8% a cada ano trabalhado (Conforme Lei nº 1.840/90 – Estatuto dos Servidores Municipais); – A Telefonista da Câmara tem 13 anos de Casa, portanto os anuênios acrescem em 23,4% seu salário (vantagem prevista em Lei); – A mesma foi aprovada em 1° lugar no Concurso Público realizado no ano 2000; – Segundo informações que temos, a Telefonista da Câmara é a “única Telefonista concursada” do Quadro de Servidores do Município, portanto, se formos falar em comparação de salários, esta deve ser comparada com outras profissionais de Câmaras da Região; – Todos os Servidores da Câmara têm direito ao vale alimentação (em 2012 era R$ 22,00 por dia trabalhado, atualmente o valor foi reduzido para R$ 16,00 por dia trabalhado);

- A Telefonista da Câmara além de ser telefonista também acumulava outras duas funções: 1. Diretora de Comissões: que era uma Função Gratificada criada para supervisionar e coordenar todas as Comissões de Servidores da Câmara (Comissões de Licitação, Contratos, Compras e Estoque, Patrimônio). O Servidor nomeado recebia aproximadamente R$ 760,00 para exercer essa tarefa. O Servidor recebe curso de “capacitação” e o exercício desta função gratificada não tem nada a ver com suas tarefas diárias. É um Cargo de Confiança do Presidente da Câmara destinado à Servidores do Quadro Efetivo. Esse cargo foi criado por recomendação do TCE/RS para atender às exigências legais (mínimo de 3% de FG’s para Servidores Efetivos). No Poder Executivo Municipal existem várias Funções Gratificadas (FG’s) destinadas aos Servidores do Quadro Efetivo, pois assim a Lei determina. 2. Membro da Comissão de Licitações: A Telefonista da Câmara também foi nomeada na Comissão de Licitação da Câmara, recebeu treinamento e é altamente capacitada para atuar junto ao Programa LC – Cetil da Dueto Tecnologia. Atualmente todas as compras e licitações do Poder Legislativo são feitas através de Programas da Dueto Tecnologia, o que requer cursos de capacitação e treinamento de pessoal. Os membros de Comissões (Licitação, Contratos, Estoque/Compras, Patrimônio) recebiam um adicional de R$ 600,00 mensais para desempenhar funções paralelas às suas atividades principais. No ano de 2008, recebia-se R$ 280,00 por participação em Comissões, atualmente, o valor foi reduzido de R$ 600,00 para R$ 300,00 mensais. Quanto aos Serventes: Praticamente o mesmo caso da telefonista, salário em torno de R$ 800,00 mais vale alimentação, acrescido de 13 anos de serviço e participação em comissões (Estoque/Compras e Patrimônio).

anuncio - esse que vale

DESTAQUE DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

E PRA QUEM RECLAMAR?

águaNão adianta 0-800 e muito menos os telefones convencionais e celulares que se tem notícia da São Gabriel Saneamento. A empresa simplesmente interrompe o fornecimento de água – em parte da cidade – sem aviso prévio e, pior, não dá justificativas para a população. São inúmeras as reclamações encaminhadas neste momento para o Blog e o mesmo pode ser constatado através do Facebook.
O problema parece estar concentrado nos bairros da zona oeste da cidade (Cidade Nova e arredores).  Fotografamos a água que sai nas torneiras. Preta. Sei que vão vir com as mesmas explicações de sempre, mas qual o cidadão se arrisca a beber uma água nesta situação? No final do recipiente, depois que água é passada de um para outro vasilhame, fica uma crosta preta que deixa as pessoas ainda mais receosas para o consumo. A direção da São Gabriel Saneamento pode ter as explicações que tiver, apresentar inúmeras razões para a interrupção e a presença de escuridão na água, o que ela não pode é obrigar a população a ficar calada. Não dá mais para aceitar um produto nestas condições. Estamos pagando caro por um líquido vital, sabemos disso, mas que virou uma moeda lucrativa para esta empresa. Eles lucram e nós que sofremos. Chega! E qual é a resposta para isso agora?

DESTAQUES DO EDITOR > CASOS DE POLÍCIA

MARCIO VAQUEIRO - EDITOR E COLUNISTA

MARCIO VAQUEIRO – EDITOR E COLUNISTA

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER Marido e mulher não se entenderam e, após alguns goles a mais, acabaram discutindo e brigando. Saindo no “tapa” mesmo. Foi o que aconteceu com o casal Luis Gustavo A.S. (24) e Samantha S.N. (19), em uma propriedade rural na localidade de Suspiro, no interior de São Gabriel.  O homem depois de beber todas, perdeu a paciência com a mulher. Depois de agredir fisicamente, ele atacou psicologicamente. Samantha disse para a Brigada Militar que, por um longo tempo, o companheiro lhe manteve amarrada dentro de um galpão. Depois de fazer isso, ele retornou e a soltou. Cansado da tarefa, Luis Gustavo caiu no sono. A mulher aproveitou e ligou para a mãe, que mora no Bairro Élbio Vargas, e, esta, por sua vez, comunicou a polícia. Os brigadianos ainda avistaram o dito cujo ao chegarem à propriedade, mas ele, como não é bobo, não ficou em casa para contar a sua versão.  Segundo a BM, Luis Gustavo saiu que era uma flecha em direção a um matagal que fica ao lado da casa. Acabou escapando. Samanta foi trazida para a cidade, solicitou medidas protetivas e garantiu que não quer mais saber do “marido”. Ela foi morar com a mãe.

BRIGA GENERALIZADA Carnaval só é Carnaval ser tiver uma briga generalizada. Desde que me conheço por gente, bebida, multidão e Carnaval são uma mistura explosiva. Ainda mais se falando em Carnaval onde a bebida rola solta. Graças a Deus, o Carnaval de blocos, até hoje (tomara que eu não morda a língua), é um dos mais tranquilos dos últimos anos. Sem ocorrência (pelo menos que chegassem ao nosso conhecimento), o problema fica restrito ao público que ronda os quatro cantos da Praça Dr. Fernando Abbott. A Brigada Militar prendeu e depois teve que liberar, após registro na DP, o homem conhecido pelo apelido de 30 Centavos. Olha só o que deve ser essa pessoa. Não chega a R$ 1,00. Robson Diego da Silva, o 30 Centavos, foi identificado após se envolver em uma briga generalizada. Mas não chegou a ser preso exclusivamente por isso. O homem fez os PMs correrem atrás dele por, pelo menos, uns 200 metros. Ele acabou se enrolando nas cortas que impedem o acesso de veículos a um posto de gasolina quando foi detido. Depois de registrado na Delegacia, acabou retornando para as ruas.

PALAVRA DO EDITOR > Marcio Vaqueiro

INSCRIÇÕES PARA BOLSAS DE ESTUDO DO PERPÉTUO SOCORRO.
A Secretaria Municipal de Educação encerra na próxima quarta-feira, 6, ao meio-dia, as inscrições para concorrer a Bolsa de Estudos da Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Os interessados terão que preencher uma ficha sócio-econômica e comprovar a renda. As inscrições estão sendo feitas na Secretaria Municipal de Educação, na Rua João Manoel, Galeria Metelo.

“Acharam um padre por ai, perdido”.
Comentário do padre Emílio Barua, sobre a participação do colega de batina, padre Rubem Dotto, na Caminhada pela Paz. O evento virou polêmica por causa da Igreja Matriz de portas fechadas durante as orações na Praça Fernando Abbott. O importante, em todo esse bate-boca, é que nada disso teria acontecido se o padre tivesse a tranquilidade de explicar as razões. Acho que as pessoas não são ignorantes ao ponto de não concordar que, realmente, a igreja não foi comunicada com antecedência (ou solicitada). O padre perdeu toda a razão no momento que começou a agredir verbalmente a acadêmica que organizou o evento. Se falar nos absurdos contra o secretário da Saúde e o próprio colega.

>>> O vereador Caio Rocha, do PP, deverá protocolar projeto de lei que proíbe shows pirotécnicos em ambientes fechados. É louvável a proposta do vereador, no entanto, isso já é lei. Atualmente, esse tipo de “atração” apresentada em alguns eventos é proibido por lei. O que aconteceu em Santa Maria, se a legislação tivesse sido cumprida, teria sido evitado.

CARNAVAL > E o Carnaval, outro tema muito discutido na cidade, deverá mesmo acontecer. Esta afirmação eu faço com base no que foi divulgado pela prefeitura, na noite de ontem, em nota oficial. O prefeito Roque Montagner fala em respeito as famílias e, por isso, não entra na discussão. Em outras palavras, se não vai discutir o assunto, significa que o que estava definido continua valendo. Portanto, carnaval de rua de São Gabriel acontecerá entre os dias 22 e 24 de fevereiro.

>>> CASAS INTERDITADAS por todo o Brasil. Em São Gabriel, com a fiscalização correndo solta, não se tem notícia de interdições. Estamos uma beleza.

BANRICAP MAIS > A agência do Banrisul de São Gabriel efetuou o pagamento, nesta sexta-feira (01/02), de um prêmio de 155 mil e 375,00 reais do Banricap Mais. A contemplada foi uma empresária. Ela possuía um título de capitalização de R$ 60,00 e foi contemplada no sorteio do acumulado do semestre.  Outros sorteios acontecem semanalmente, mais com valores menores. O cheque foi entregue à Adélia Maria Cabreira da Silva durante a manhã em uma solenidade na agência gabrielense.  O prêmio foi entregue pelo gerente geral José Antônio Daniel e pelo representante regional da Icatu, Felipe de Paula Feijó. Foi realizado um coquetel que reuniu todos os funcionários da agência. O BanriCap Mais é um título de capitalização onde o poupador pode investir entre R$ 40,00 e R$ 400,00, concorrer todas as semanas e, no final do plano resgatar 110% de tudo o que aplicou.
Os sorteios são semanais, com premiações maiores nos finais de mês e de semestre. Em toda a rede, são 10 mil sorteios por semana.

BANRI

>>> Moradores do Bairro Independência já não sabem mais o que fazer. Desde o ano passado vem pedindo providências para a prefeitura, mas nada é feito. A situação é a seguinte. Uma casa abandonada, na esquina da Rua Maranhão com Ipiranga, virou albergue para animais. Sem falar no matagal e perigo, pois pode servir de local para esconderijo de marginais. Aliás, a casa foi arrombada possivelmente por alguns marginais do bairro. Em poucos meses, a população de cães aumentou consideravelmente. O local virou um caos, mas os moradores não sabem a quem recorrer. A prefeitura poderia tomar alguma providência. O caso é de saúde pública.

TRAGÉDIA EM SANTA MARIA > SEXTA VÍTIMA DE SÃO GABRIEL É CONFIRMADA APÓS RECONHECIMENTO DA FAMÍLIA.

Melissa Dalforno

Melissa Dalforno

Uma jovem, Melissa Dalforno, é a sexta vítima de São Gabriel. A estudante universitária está entre as vítimas fatais do incêndio em Santa Maria. A lista oficial de óbitos chega a 132. Também está confirmada uma relação de 116 feridos. Os dados foram confirmados pelo chefe de polícia do Estado do Rio Grande do Sul.
As causas do acidente são avaliadas por peritos. Conforme o coronel do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre Adriano Krukoski, que se deslocou da Capital para Santa Maria para trabalhar na tragédia, afirmou que produtos que causam pirotecnia ou calor — que seriam a causa do incidente — são proibidos, no Brasil, em locais fechados. “Não poderia acontecer (o show pirotécnico). Há tipos de fogos indoor (para serem usados internamente), mas, mesmo assim, esses também são proibidos”, informa Krukoski.
Os bombeiros alertam que pode haver exceções, como no caso de apresentações circenses ou mesmo em casas de espetáculos, mas é preciso realizar um estudo prévio para fazer uso de sinalizadores ou objetos que causem pirotecnia.

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

vila maria - rua 1

>>> MARCIO… Meu nome é José Oliveira, sou um senhor de idade avançada e pedi este e-mail emprestado para reclamar do descaso que estamos sofrendo no Prolongamento da Rua General Câmara, que faz parte da Vila Maria, perto da antiga Olária do Cócio. Há quase um ano não recebemos a limpeza e patrolamento de nossa rua, que tem muitos buracos e uma sanga enorme que corre o esgoto a céu aberto. Ano passado certos moradores se uniram e compraram tubos para colocar em frente a suas casas, mas como muitos não tinham condições de pagar, não colocaram e o mau cheiro é insuportável. A sujeira tomou conta
da rua. Já estive na Secretaria dos Serviços Urbanos e me garantiram que limpariam o mais rápido possível. Faz 15 dias e nada. Outro dia deste um carro caiu na sanga devido a rua estar cheia de buracos. Também pedimos que coloquem tubos onde faltou, para facilitar a entrada das pessoas em suas casas porque tem bueiro de madeira quase caindo. Agora fica meu apelo ao Prefeito Roque, de atender nosso pedido já que nossa ida até a Secretaria dos Serviços Urbanos foi em vão.
Jose Oliveira, morador da Vila Maria

>>> O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta segunda-feira, dia 28, a segunda chamada de selecionados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), na página do programa na internet. Os candidatos terão os dias 1º, 4 e 5 de fevereiro para efetuar a matrícula na instituição de ensino. O Sisu é o sistema informatizado do MEC no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). De segunda (28) até o dia 8 de fevereiro, está aberto o prazo de adesão à lista de espera para concorrer às vagas remanescentes. Pode aderir à lista o candidato não selecionado em nenhuma de suas opções de curso nas chamadas regulares e o candidato selecionado em sua segunda opção de curso, independentemente de ter efetuado a matrícula. A participação na lista de espera somente poderá ser feita para a primeira opção de vaga do candidato. Para entrar na lista de espera, o estudante precisa acessar seu boletim do candidato na página do Sisu e clicar no botão que corresponde à confirmação de interesse em participar da lista. A convocação ocorrerá em 18 de fevereiro.

AGESG – NOTA DE ESCLARECIMENTO

AGÊNCIA MUNICIPAL DE REGULAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DELEGADOS SÃO GABRIEL – RS
LEI MUNICIPAL Nº 3.354/2011

Em relação à matéria veiculada neste jornal no dia 12 de janeiro, informamos que não houve aumento da tarifa de água e de esgoto cobrada pela São Gabriel Saneamento, mas, sim, a empresa iniciou um processo de levantamento de todo os usuários que são beneficiados com a coleta de esgoto e que não constavam no cadastro e, apenas nesses casos, é que aumentou a conta em decorrência da inclusão da taxa de esgoto que não era cobrada antes. Na verdade, sempre houve a cobrança da taxa de esgoto, mas por critérios que ainda não sabemos quais, a CORSAN não cobrava essa taxa de alguns usuários.
Convém esclarecer que a AGESG, apesar de todas as dificuldades enfrentadas para sua aprovação e instalação, tendo recentemente recebido uma estrutura mínima em material e pessoal, está cumprindo seu papel de fiscalização. Para nós não interessa qual a empresa prestadora do serviço delegado, mas o cumprimento do contrato estabelecido. Quanto ao fato se o esgoto está sendo tratado ou não, ele está sendo recolhido para a Estação de Tratamento do Bairro Siqueira, onde apesar da precariedade está sendo tratado.

Convém lembrar que a mesma foi entregue inoperante, sucateada, no meio do mato, abandonada e com o esgoto sendo jogado diretamente no rio Vacacaí, conforme o constatado por esta agência em visita de inspeção, o que bem caracteriza crime ambiental e desinteresse com o patrimônio e a saúde pública. Quanto à recuperação do asfalto por ocasião dos consertos na rede de água, a AGESG já enviou ofício para a São Gabriel Saneamento solicitando providências para que não ocorra o abaulamento da área recuperada.
Luiz Fernando de Oliveira – Presidente da AGESG

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

colunaO PEDIDO DO MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL para anulação da decisão que deferiu o registro de candidatura de Sildo Jocelito Machado Cabreira, vereador eleito pelo PDT, influenciou na decisão do ex-vereador Rômulo Farias (PSB) de entrar com pedido na Justiça Eleitoral. As consequências disso correm via tribunal, pois Sildo já encaminhou defesa. Aliás, o vereador do PDT mostra duas certidões negativas que lhe dão plena garantia de direito, uma delas, conseguida já em janeiro deste ano. Como isso pode? É Justiça que vai ter que explicar, afinal de contas, consta no histórico do vereador uma condenação.
Agora chegou a vez do presidente do PSD, André Focaccia, ingressar na Justiça. Focaccia ficou entre os 20 mais votados no último pleito, com votação superior a de vereadores eleitos, mas acabou não conquistando uma das cadeiras por causa da legenda do partido. No entanto, se a Justiça entender que Sildo agiu de má fé (como definiu o próprio juiz eleitoral) e anular a decisão que deferiu o registro, o PDT perderá (teoricamente) mais de 1000 votos na legenda. Focaccia seria o beneficiado e assumiria a vaga de Sildo.
“Reconheço que é uma ação socialmente chata, mas politicamente correta. Eu tive que separar o André pessoa do André dirigente de partido”, comentou Focaccia ao ser questionado por este colunista. “Estou tranquilo. Não fui atrás para descobrir eventuais problemas. O PSD não foi o primeiro a ingressar na Justiça e não inventamos a lei e muito menos vamos julgar”, finalizou.

O BAIRRO ÉLBIO VARGAS está literalmente abandonado pelo Poder Público. Uma visita rápida ao bairro da zona sul, na tarde de ontem, deixou o prefeito Roque Montagner muito preocupado com a situação. A questão é. Não se trata de um problema isolado. Embora a Secretaria de Serviços Urbanos se desdobre com apoio de outras Secretarias, vai demorar ainda um bom tempo para colocar a cidade em ordem.

bairro elbio vargas

NÃO SE PODE QUESTIONAR A EMPRESA CONCESSIONÁRIA, responsável pelo abastecimento de água em São Gabriel, de estar abrindo buracos no asfalto em todos os cantos da cidade. Afinal de contas, a rede precária, como se definiu muitas vezes, foi implantada antes dela chegar ao Município. Portanto, os constantes problemas causados por estas redes são consequências da precariedade. Tudo bem, isso nos entendemos. O que não dá para entender é a falta de “profissionais” capazes de fazer um trabalho “profissional” de recuperação do asfalto. O leitor há de reconhecer que as ruas centrais estão viradas numa coisa. Em frente ao Supermercado Nacional, como mostra a foto, o asfalto foi quebrado e até hoje continua num estado deplorável. Será que é preciso que aconteça um acidente para as autoridades cobrarem desta empresa um trabalho de qualidade?

aslfato - recuperação

PENSANDO EM ECONOMIA, a presidente do Poder Legislativo Municipal, vereadora Sandra Xarão, abriu mão da verba de representação – equivalente a 30% do salário – e, inicialmente, da indicação de 13 cargos de confiança. A vereadora tem “medo” do que pode vir pela frente, afinal de contas, até hoje ainda não tem o resultado do impacto financeiro no Legislativo. Por causa disso, assessores e chefes de gabinete de cinco vereadores (que inclusive estão trabalhando, por conta própria) não receberão salário neste mês. O motivo é claro: não foram ainda nomeados pela presidente. A dirigente admite que ainda não sabe se terá recurso suficiente para manter o número atual de CC´s no Poder Legislativo. Tudo indica que virão cortes por ai!

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO VAQUEIRO

colunaCADÊ A FISCALIZAÇÃO?

Falou-se tanto a Agência Reguladora em 2012 e houve tanto empenho para a sua instalação e nomeação de conselheiros da AGESG, então nada mais justo que se cobre dos senhores conselheiros respostas para as reclamações dos serviços prestados pela São Gabriel Saneamento. A mais recente fere o bolso do contribuinte, em especial, o daqui do centro da cidade. Uma grande parcela de reclamações tem chegado por e-mail ao meu conhecimento. A conta de água de moradores da Rua Maurício Cardoso, em alguns locais, simplesmente dobrou de valor. Ao avaliar o porquê, nota-se que a São Gabriel Saneamento começou a cobrar o tratamento do esgoto. Senhoras e senhores: este valor é equivalente a 80% do montante gasto com água. Em relação ao que a Corsan cobrava, houve um aumento de 10%. Mas o que mais indignou a população, é que a Corsan, na verdade, nunca cobrou essa taxa. Mas a Companhia é uma Estatal. Já a São Gabriel Saneamento é uma empresa privada, portanto, visa lucros. Alguém achou que seria diferente? Neste caso é importante destacar. A empresa não está fazendo nada de ilegal. Os valores estão corretos, na maioria dos casos. O contrato assinado com a prefeitura – no ano passado – já previa a taxa de 80% sobre o valor gasto com água. A dúvida está no que o cidadão está pagando. Afinal de contas, o esgoto realmente está sendo tratado? Para onde está sendo direcionado este esgoto? Quem deve fiscalizar esse serviço é a Agência Reguladora e prefeitura municipal.  Então, fica a diga. Com a palavra os senhores conselheiros e o prefeito!

>>> O 6º Batalhão de Engenharia de Combate, Organização Militar responsável pela Gestão do Fundo de Saúde do Exército na Guarnição de São Gabriel, informa aos interessados da área de saúde (em todas as especialidades) para a prestação de serviços em caráter complementar, de natureza contínua. Os interessados deverão estabelecer contato com a Seção de controle da Unidade Militar, que irá realizar o credenciamento junto à 3ª Região Militar. Para maiores informações, entre em contato através do e-mail ou pelo telefone (55) 3232-5530 ou pelo e-mail licita6bec@bol.com.br.

>>> ESSA É A AES SUL! Em 2013 a AES Sul continuará investindo em sustentabilidade. Após os excelentes resultados do primeiro ciclo do projeto sócio-educativo AES Sul na Comunidade – Educar para Transformar desenvolvido no ano passado, a empresa aposta em uma segunda etapa. O projeto está em fase de aprovação da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e o lançamento está previsto para o segundo semestre deste ano.  Muita boa a iniciativa divulgada pela assessoria de imprensa da empresa. No entanto, acho que a relação com a comunidade seria bem melhor se a AES Sul fizesse basicamente o seu serviço. Não precisaria investir isso ou aquilo, bastaria disponibilizar uma linha aberta para reclamações e equipes capazes de dar resposta imediata aos anseios da comunidade. Definitivamente, esse seria o maior investimento da empresa e, com certeza, alcançaria melhores resultados.

>>> Os carnavalescos querem mais segurança neste carnaval. A preocupação foi anunciada pela presidente da Escola de Samba Amor de Carnaval durante reunião com dirigentes de Escolas de Samba. Ela lembrou o episódio ocorrido em 2012, quando vândalos promoveram arruaça em uma muamba organizada pela sua entidade. O resultado foi tão negativo, que a escola acabou não participando da festa na avenida. Na época, houve brigas e disparos de armas de fogo. A prefeitura garante que haverá segurança reforçada, tanto na avenida, quando nos ensaios.

>>> O TRÂNSITO DE VEÍCULOS na BR-290 estava bem complicado na manhã desta sexta-feira. Do Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) até as proximidades do trevo de acesso ao Corredor de Bagé,  carros leves e pesados trafegavam apenas em um dos lados da pista. O outro está em manutenção.  Os motoristas tiveram que ter paciência. Alguns carros ficaram mais de 10 minutos parados.

PALAVRA DO EDITOR > MARCIO SALDANHA VAQUEIRO

LcolunaEMBRO QUE, LOGO APÓS O PLEITO MUNICIPAL liguei para a Secretaria Municipal da Saúde com o objetivo de falar com o secretário, na época, o médico Paulo Fernando Forgiarini. De manhã, um profissional da Saúde informou que só poderia falar com o secretário no período da tarde. Não fiquei muito satisfeito, pois precisava fechar a matéria ainda pela manhã, mas tudo bem. Liguei na parte da tarde e, desta vez, outro profissional informou que só poderia falar com o secretário no período da manhã. Perdi a paciência. “Afinal, o secretário trabalhava ou não?!”. A funcionária, apavorada, desligou sem responder.  É por isso que a decisão do prefeito Roque Montagner, apesar de colocar no comando da Secretaria da Saúde um jovem de 30 anos, é inicialmente inteligente. Roque coloca alguém que, teoricamente, vai se dedicar com exclusividade ao comando da Secretaria. Será mesmo? A primeira impressão, ao tentar entrar em contato com a Secretaria ou obter informações, não foi a melhor. A bagunça continua a mesma! Por telefone, me fizeram esperar… esperar, e com o secretário mesmo, até agora, estou esperando para falar. Queria saber como ficam os médicos conveniados, os atendimentos e coisas deste tipo. Na redação, enquanto esperava o secretário, uma mulher grávida aguardava a resposta para saber se teria com fazer o Exame de Ultrassonografia Morfológica, gratuito graças a convênio com a União, e que temporariamente está cancelado. Acabamos, eu e ela, sem resposta. Mas, há de se dar um desconto, afinal de contas, é início de governo. Mas, que mesmo nestes casos, o secretário tenha dignidade de atender a população e dar respostas, mesmo que elas sejam negativas.

POLICIAL MILITAR FERIDO EM AÇÃO, na semana passada, durante assalto a uma fábrica de jóias, em Cotiporã, teve parte dos vencimentos (horas extras e diárias) cortados porque está momentaneamente impedido de trabalhar. Um absurdo esta decisão que, como bem definiu um jornalista da RBS TV, precisa ser revista com prioridade, seja pelo Governo ou pela Assembleia. É assim que funcionam as coisas no Brasil, em especial aqui no Rio Grande do Sul. Bandido é tratado com todo o tipo de privilégio. E se não for assim, o pessoal dos Direitos Humanos saem “batendo”. Na contramão, vem o profissional responsável por garantir a segurança de todo o cidadão. Num caso, onde o PM deveria receber condecorações, ele, na verdade, acaba sendo punido. E com ele, toda uma família que depende da sua remuneração.

QUEM DEPENDE DOS CIRCULARES, EM SÃO GABRIEL, já não sabe mais a quem recorrer. Definitivamente, a direção da empresa concessionária responsável pelo transporte coletivo não está nem ai para o problema causado com as constantes alterações nos horários de ônibus. As declarações de quem trabalha, por exemplo, no Supermercado Casa do Frango, são bem insatisfatórias.  As pessoas estão tendo que se deslocar a pé para o trabalho por causa dos novos horários. Sem falar com atrasos e outras vezes antecipação do ônibus. Se reclamar não adianta, não estaria na hora de se pensar em abrir concorrência? Que outras empresas possam também explorar o transporte coletivo!

DE NADA VAI ADIANTAR lamentar o leite derramado. Todos sabem – afinal de contas já avaliávamos esta possibilidade antes mesmo da posse do prefeito Roque Montagner – que a Administração do PT iria ter que implantar ações de governo diante de uma situação complicada financeiramente. Vamos ser bem mais realista. O prefeito Roque, então candidato Roque, sabia que iria pegar uma prefeitura “desnutrida” monetariamente, portanto, dependente de cortes e sacrifícios. Se isso vai ter que acontecer – e sabemos que vai acontecer, é imprescindível que haja um plano bem elaborado, pois o cidadão, que paga altos impostos, não tem que pagar em dobro por falhas administrativas, sejam deste ou daquele governo.

VIROU NOTÍCIA

Entre 55 deputados da Assembleia Legislativa gaúcha, somente um esteve presente em todas as sessões até novembro de 2012 (confira o ranking de assiduidade no final desta matéria). Segundo o Portal da Transparência da AL, Luis Fernando Schmidt (PT) foi o mais assíduo entre os parlamentares, embora tenha dividido o tempo entre o trabalho parlamentar e as atividades de campanha. Schmidt foi eleito prefeito de Lajeado, no Vale do Taquari. — Isso se deve a dois fatores: um deles é cultural e familiar, de cumprir horário e não ter faltas, e o outro é a distância entre Porto Alegre e Lajeado. Por ser perto, consegui fazer exercer todas as atividades — diz Schmidt. Até novembro, a Assembleia realizou 113 sessões. Em 2011, Schmidt também não teve faltas. O deputado com menos presenças entre janeiro e novembro também foi um petista. Das 113 sessões, Altemir Tortelli (PT) esteve em 70. Ele teve problemas de saúde. — Sofri uma ruptura de tendão em janeiro e fiquei engessado por 35 dias. Depois, ainda tive de passar por uma cirurgia, mas procurei manter as agendas sempre que possível — afirma Tortelli.

É UM ABSURDO O MATO que toma conta de algumas vias da cidade. Na zona sul, o canteiro central da Avenida Antônio Trilha, ou Faixinha, no Bairro Gabrielense é dividido por uma vasta vegetação que esconde os ciclistas e pedestres que passam pela ciclovia. Na zona leste, no Bairro Bom Fim, o trevo de acesso a Rua Manoel Antônio de Macedo e Parque de Exposições Assis Brasil, é uma vergonha. Mas, acima de tudo, o perigo é ainda maior. Não dá para perceber os veículos fazendo o contorno. Se não bastasse isso, com a onda de assaltos, a vegetação abundante é um convite “irresistível” para os marginais. Fica a dica. Tem alguns pontos da cidade que precisam estar entre as prioridades. Em tempo: Equipe da Secretaria de Serviços Urbanos iniciou, na tarde desta segunda-feira, limpeza da Antônio Trilha (Faixinha).

A SEGURAÇÃO E A BELEZA da cidade foram algumas das justificativas do secretário de Serviços Urbanos, Rossano Farias, para implantar frentes de trabalho – concluídas – na BR-290, já que a rodovia é responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) admitiu que a vegetação próxima aos acostamentos da rodovia poderia esconder assaltantes. Mas, pior que isso, é a escuridão no trecho urbano da BR. Entre o trevo da cidade e o de acesso a Urcamp, de noite, não existe iluminação. O trevo do Hotel San Isidro, além de pouco sinalizado, simboliza o descaso com a segurança. >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> A SECRETARIA DE TURISMO confirmou duas reuniões, uma nesta quarta-feira, com blocos, e outra na quinta-feira, com escolas de samba. Começa a ser tratado o Carnaval 2013.

NA FOTO, QUE MOSTRA REUNIÃO DO PREFEITO ROQUE com vereadores da Base do Governo, onde foram divulgados os primeiros números de um levantamento de dívidas herdadas, não aparecem os representantes do PSDB. Isso confirma o que declarou um líder do PDT, apontando os tucanos como oposição, embora eles tenham decidido em favor do PT a eleição para a presidência do Legislativo.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.601 outros seguidores