HOMEM E MULHER SÃO PRESOS POR RECEPTAÇÃO DE CARNE DE ABIGEATO NO BAIRRO POMARES.

Prisões aconteceram na tarde desta terça-feira no Bairro Pomares

A equipe da Polícia Civil responsável por combater crimes rurais prendeu um homem e uma mulher no começo da tarde desta terça-feira (16/07) em uma operação contra o comércio de carne clandestina e abigeato na zona leste da cidade. A ação contou com apoio da Brigada Militar.
Foram presos em flagrante André Guerreiro Amaral e Maria Jupira e também foi apreendido um adolescente de 15 anos. As ações aconteceram em três residências diferentes, todas localizadas no Bairro Pomares.
As investigações começaram após o registro de ocorrências envolvendo ‘carneadas’ em campos de propriedades localizadas próximas ao Pomares.
Uma denúncia anônima chamou atenção para a venda de carne (sem procedência) na região leste na manhã desta terça. Os suspeitos vinham sendo investigados há alguns dias.
Na casa de André, a polícia apreendeu um quarto bovino fechado, um costilhar inteiro e peças de carne em fatias, totalizando mais de 60 quilos. Na residência de Maria Jupira, foram apreendidos 40 quilos de carne fracionada em fatias. Os dois foram presos em flagrante por receptação.
Um dos autores da carneada é adolescente. Na casa dele, os policiais apreenderam uma arma de caça. Ele ainda informou que a arma foi usada para abater um boi e depois teria sido deixada na sua residência por outro participante do furto.
A Polícia Civil ainda investiga o envolvimento de outras pessoas, algumas já foram identificadas e responderão a inquérito policial em liberdade.

Anúncios

POLÍCIA ABRE INQUÉRITO PARA APURAR CAUSA DA MORTE DE MENINO DE SEIS ANOS.

A Polícia Civil de São Gabriel abriu inquérito para apurar a causa da morte de uma criança de seis anos ocorrida no final da tarde de segunda-feira (15/07) em Vila Nova do Sul. O menino – identificado como sendo Kaleb Ramon Riquelme Sampaio – estava entre a escola e a sua casa quando, na companhia de um adolescente, quando tentou andar a cavalo.
O animal se assustou e levou o menino a desistir da montaria. Mas Kaleb permaneceu segurando o cavalo pela “soga”. Segundo relatos, o cavalo saiu em disparada, arrastando o menino pela corda.
O delegado de polícia de São Gabriel, José Soares Bastos, trata o caso como acidente, mas não descarta outras possibilidades. A investigação, assim como o laudo do médico legística, devem concluir o inquérito. O laudo deverá ser entregue a autoridade policial num período, máximo, de 10 dias.
Extraoficialmente, a polícia informa que o menino morreu vítima de traumatismo craniano, após ter sido arrastado – enrolado numa corda que estava presa ao cavalo – por cerca de um quilômetro. A criança chegou a ser socorrida por uma equipe da Secretaria da Saúde de Vila Nova do Sul, mas acabou falecendo no caminho entre o município vizinho e São Gabriel.
O corpo de Kaleb está sendo velado na Capela do Necrotério de Vila Nova do Sul e será sepultado às 18h. A Secretaria Municipal de Educação cancelou as aulas nesta terça-feira.

FAMILIAR DENUNCIA SANTA CASA APÓS INSTITUIÇÃO DAR ALTA PARA PACIENTE EM ESTADO TERMINAL.

A alta dada a uma paciente acamada e em estado terminal virou caso de polícia na última sexta-feira (12/07). Eva Marlene Maciel, de 63 anos, ficou cerca de 10 meses internada no Hospital de Santa Casa de Caridade de São Gabriel e em estado vegetativo, necessitando de cuidados específicos e equipamento de oxigênio contínuo.
Há uma semana, a direção do hospital informou ao responsável pela paciente (o ex-marido dela, João Sérgio Benke Maciel) que ela teria que ser retirada do hospital. Ele alega que ficou, por uma semana, sendo pressionado psicologicamente a colocar em prática a remoção da paciente, mesmo quando ainda não tinha encontrado vaga em um local adequado para dar continuidade ao tratamento de saúde.
O representante comercial disse que foi surpreendido, na sexta-feira (12/07), com a notícia de que Eva Marlene estava deixando o hospital e sendo encaminhada para a residência de uma profissional que atua como cuidadora. Todo esse procedimento aconteceu sem autorização do seu tutor. João Sérgio ainda estava em tratativas com a direção do Abrigo Espírita Manuel Viana de Carvalho para a sua internação.
João Sérgio acusa a instituição hospitalar de determinar a alta da paciente sem fornecer prescrição médica informando as medicações que deveriam continuar sendo ministradas e a sem documentação “comprovando” que autorizou a sua alta hospitalar. Além disso, na visão dele, o hospital colocou em risco a vida da paciente, pois deslocou Eva Marlene para uma residência que não estava equipada para atender as necessidades básicas para manter a paciente com vida.
Segundo ele, Eva Marlene poderia não ter sobrevivido. A diretora do Abrigo Manuel Viana de Carvalho assinou um documento atestando que a paciente deu entrada na instituição sem prescrição médica e sem alta hospitalar.
No papel, ela explica que a paciente foi trazida da casa da cuidadora, para onde foi encaminhada após ter sido enviada pela Santa Casa de Caridade sem autorização do seu tutor João Sérgio Benke Maciel. “A paciente necessita de vários cuidados especializados.
Ela foi abrigada pelo senso humano de caridade de melhor atender as pessoas necessitadas. Como não havia sido fornecido prescrição médica, a paciente ficou sem receber medicamentos”, escreveu a diretora.
A prescrição médica foi liberada pelo hospital no começo da noite de sexta-feira (12/07). As medicações começaram a serem ministradas a partir das 21 horas daquele dia.
Para João Sérgio, a situação foi de constragimento. “Foi muito humilhante a situação, da forma que a Santa Casa de Caridade liberou a paciente, colocando numa ambulância e mandando embora. Na verdade (desovada), sem alta hospitalar assinada e sem prescrição médica. Esta é a forma que são tratados os pacientes do SUS na Cidade de São Gabriel”, acusou João Sérgio.
Ele alega que a retirada da paciente do hospital teve consentimento da assistente social que trabalha na instituição e do corpo clínico. “Quero levar essa ocorrência policial às autoridades de saúde do Estado do Rio Grande Do Sul e Brasil e, ao mesmo tempo, solicitar uma sindicância, alertando para o descaso do sistema de saúde da Santa Casa de São Gabriel”, argumentou.
Eva Marlene é uma paciente acamada em fase terminal e que necessita de medicações, oxigênio contínuo (oxigenoterapia domiciliar), sondas para alimentação e necessidades fisiológicas, e todo esse processo foi interrompido com a falta de prescrição para uso contínuo.

AFOGAMENTO: CORPO DE JOVEM DE VENÂNCIO AIRES É LOCALIZADO PELOS BOMBEIROS.

Buscas começaram no sábado e terminaram nesta segunda
Lucas Kerkhoff

Um jovem de Venâncio Aires ficou desaparecido desde o início da tarde de sábado. no interior de São Gabriel, após cair de um barco que virou enquanto ele estava pescando no Rio Vacacaí. O corpo de Lucas Kerkhoff, de 22 anos, foi localizado na metade da manhã desta segunda-feira.
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros de São Gabriel, o caso aconteceu por volta das 14h no interior do município, na localidade de Catuçaba, que fica a cerca de 30 quilômetros da região central da cidade. Lucas estava acompanhado de um amigo, que conseguiu se salvar no momento em que o barco virou. O amigo acionou os bombeiros.
Ainda segundo os bombeiros, o nível do rio estava um pouco acima do normal por conta da chuva. O Corpo de Bombeiros fez buscas por toda a região.
As buscas continuaram no domingo, das 9h às 19h, com dois bombeiros mergulhadores e um auxiliar de Santa Maria e outros dois profissionais de São Gabriel. O corpo foi localizado às 10 horas desta segunda.
O rapaz integrava um grupo de oito amigos de Venâncio Aires que realizavam uma pescaria no Rio Vacacaí. O acesso ao local onde eles estavam se dá por uma fazenda, na área rural. Foi a primeira morte por afogamento registrada em 2019 no município de São Gabriel.

JOVEM DESAPARECE APÓS CAIR DE UM BARCO DURANTE PESCARIA EM CATUÇABA.

Um jovem de Venâncio Aires está desaparecido desde o início da tarde de sábado em São Gabriel. O barco em que estava Lucas Kerkhoff, de 22 anos, virou enquanto ele estava pescando no Rio Vacacaí.
De acordo com informações preliminares do Corpo de Bombeiros de São Gabriel, o caso aconteceu por volta das 14h no interior do município, na localidade de Catuçaba, que fica a cerca de 30 quilômetros da região central da cidade. Lucas estava acompanhado de um amigo, que conseguiu se salvar no momento em que o barco virou e acionou os bombeiros.
Ainda segundo os bombeiros, o nível do rio está um pouco acima do normal por conta da chuva. O Corpo de Bombeiros faz buscas pela região.
As buscas continuaram neste domingo, das 9h às 19h, com dois bombeiros mergulhadores e um auxiliar de Santa Maria e outros dois profissionais de São Gabriel. Lucas ainda não foi localizado e por isso o trabalho deve seguir na segunda-feira.

HOMEM É ESPANCADO EM BRIGA NA SAÍDA DE CLUBE NOTURNO.

Um homem foi agredido por um grupo de cerca de 10 pessoas no final da madrugada deste sábado (13/07) no centro de São Gabriel. A Polícia ainda não divulgou os motivos. As imagens de uma câmera de vigilância mostram o homem sozinho e depois em discussão com apenas um elemento. Eles lutam e na sequência outros se envolvem na briga. A vítima é espancada até ficar desacordada.
Mesmo caído e sem poder reagir, ele continua sendo agredido. Outras pessoas apenas observam, mas não tentam impedir a violência. Uma mulher tenta socorrer, mas um dos agressores continua chutando a vítima mesmo com ela já desmaiada.
A Polícia identificou a vítima como José Lutiére Barbosa Macedo. O homem foi socorrido por uma equipe do SAMU. Macedo fez tomografia e raio X, foi avaliado por um neurologista, e permaneceu em observação. Ele foi liberado no final da manhã.
Do grupo de agressores, a Brigada Militar identificou Eduardo Gonçalves Mendes e Alberi Crystian Mendes dos Santos. Os dois foram presos em flagrante por tentativa de homicídio.

HOMEM SE APRESENTA APÓS POLÍCIA “FLAGRAR” DROGAS E ROUBO EM SUA RESIDÊNCIA.

Igor Machado Ortiz

O Bairro São Clemente voltou a ser alvo de mais uma ação de combate ao tráfico de drogas com atividade integrada entre as polícias civil e militar de São Gabriel. Em uma casa na Rua Barão do Cambai, os policiais encontraram 106 gramas de Crack, 37 gramas de cocaína, um botijão de gás, duas caixas de som, dois aparelhos de telefones celulares e uma balança de precisão. Os materiais estavam no quarto do elemento Igor Machado de Ortiz, de 21 anos, alvo de investigação da Polícia Civil em casos de tráfico de drogas na cidade. As apreensões aconteceram na tarde de sexta-feira (12/07).
Segundo a Polícia, um dos telefones encontrados na residência havia sido roubado de um taxista há alguns dias.
Uma mulher idosa chegou a ser levada para a Delegacia de Polícia de São Gabriel. Em depoimento, ela confirmou que o material pertencia a Igor. O próprio acusado se apresentou na Delegacia de Polícia minutos depois assumindo a autoria. Ele foi encaminhado para o Presídio Estadual, acusado de tráfico ilícito de drogas e receptação.