BRIGA GENERALIZADA DEIXA, PELO MENOS, QUATRO PESSOAS FERIDAS.

O advogado Guilherme Abib falou sobre o caso. O vídeo foi publicado em sua página no facebook (reprodução)

O advogado Guilherme Abib falou sobre o caso. O vídeo foi publicado em sua página pessoal no facebook (reprodução)

Ex-secretário municipal e ex-vereador, Artur Goularte foi atingido por um copo de vidro e teve um corte profundo no rosto

A Polícia Civil de São Gabriel vai abrir inquérito para apurar as causas de uma briga generalizada ocorrida na tarde de terça-feira (20/09) durante o desfile tradicionalista.
Dois grupos – rivais políticos – são apontados como envolvidos na discussão que terminou com, pelo menos, quatro pessoas feridas. Uma delas foi identificada como sendo o ex-secretário municipal e vereador, Artur Delfino Goularte. Também teriam ficado feridos, o vereador Sildo Cabreira (PDT) e o ex-Procurador Jurídico da Prefeitura Municipal de São Gabriel e atual presidente do PT, advogado Guilherme Nascimento Abib.
O Delegado de Polícia, José Soares Bastos, admite que as informações ainda são preliminares. A Polícia Civil ainda precisa ouvir parte das pessoas ouvidas e testemunhas. Artur, que apresenta a lesão mais grave, ficou em observação no Hospital de Santa Casa de Caridade após o incidente e ainda não foi ouvido pela autoridade policial.
A briga aconteceu por volta de 16 horas, uma quadra abaixo da Praça Dr. Fernando Abbott, na Rua General Mallet, e envolveu, de um lado, os irmãos Abib, Eduardo e Guilherme, e, do outro, Artur e o seu cunhado, Sildo Cabreira.
A briga iniciou depois que os dois lados começaram a se provocar. Artur Goularte teria ido em direção ao ex-Procurador Jurídico, Guilherme Abib, e no caminho foi atingido – no rosto – por um copo de vidro. Com a violência, Goularte teve ferimentos graves. De acordo com o prontuário médico, ele foi submetido a uma micro cirurgia. O corte levou 40 pontos para ser fechado.
Um dos envolvidos, o advogado Guilherme Abib, falou sobre o caso em sua página pessoal no facebook.
“Nós estávamos subindo para olhar o desfile e, infelizmente, estava o Tuca com uma turma, ali bebendo… Vieram nos provocar. Enfim, uma briga… Isso não é de hoje. Outra vez, o Paulo Tonatto (da Pastelaria) teve que tirar o Tuca porque ele queria brigar. Esses tempo, no Banana, o Rossano queria brigar comigo. Entraram com uma ação contra o meu irmão, Felipe; Já entraram com uma ação, agora, contra o Eduardo; Já entraram com uma ação contra mim… Até ai não tem problema nenhum. Ação judicial a gente faz a nossa defesa… E hoje culminou de que o Tuca veio com uma turma, junto com o vereador Sildo, brigar. Isso é muito ruim. Infelizmente essa turma do Rossano, eles pregam a paz, mas não são da paz… Também eles não vivem sem o erário público. Eu nem estou mais na Prefeitura. Em março pedi para sair, por uma opção minha. Nem estava tão atrelado nesta questão política e ter que passar por isso aí. A sorte é que estamos bem (…)
Somos pessoas bem tranqüilas do ponto de vista do equilíbrio psicológico e emocional. Prá nós é muito ruim. A gente vai tomar todas as medidas cabíveis em todas as esferas necessárias para se proteger e também responsabilizar que começou essa briga”, comentou o Abib.
O advogado teve uma lesão na testa e escoriações pelos braços. O vereador Sildo Cabreira – que alegou ter ido socorrer o cunhado – foi atingido no olho por um soco no rosto.
O ex-secretário e ex-vereador Artur Goularte permanece em observação. Ao ser procurado pela reportagem, ele informou que iria dar a sua versão do caso direto à autoridade policial logo que obter liberação médica.

CORPO DE DELITO
Outra pessoa teria se envolvido na briga. O funcionário público, Anderson Madruga, foi encaminhado para exame de corpo de delito. Ele foi atingido no nariz e o laudo vai indicar a gravidade.

JOVENS DEPREDAM RESIDÊNCIA E AGRIDEM PROPRIETÁRIO NO BAIRRO ÉLBIO VARGAS. O HOMEM É ACUSADO EM CASO DE PEDOFILIA.

Dois jovens foram presos por uma Guarnição da Brigada Militar no final da madrugada desta quarta-feira (14/09), no Bairro Élbio Vargas, zona sul de São Gabriel. Eles são acusados de agressões e depredação de propriedade particular. Junto com eles, os policiais apreenderam um adolescente de 16 anos. A Polícia ainda tentar identificar outras sete pessoas que estariam envolvidas no crime.
O caso aconteceu na Rua São Pedro, por volta de 4 horas da madrugada, tendo como alvo a residência de homem de 55 anos, acusado de envolvimento em um crime de abuso sexual. A vítima seria um menor de idade.
O grupo que atacou a residência estaria revoltado com a situação. Na Delegacia de Polícia, os presos chegaram a ameaçar de morte o homem. “Pedófilo não se cria na vila e só sai morto”, se referindo a ocorrência de abuso.
O grupo teria arrancado parte da madeira da cerca de proteção da casa e arrombado a porta de acesso a residência. O dono estava dormindo. Quando acordou, tentou reagir, mas acabou ferido com pedradas e madeiras. As mesmas pedras atingiram a casa.
O homem – identificado como sendo Marcelino Ferreira – foi encaminhado para o Hospital de Santa Casa de Caridade. Depois, na Delegacia de Polícia, ele acabou reconhecido os três envolvidos. Dois foram encaminhados para o Presídio Estadual. O menor aguardava determinação do Ministério Público.

CASA DESTRUÍDA
Quando os policiais chegaram na residência, só estava a vítima. Enquanto a Brigada Militar encaminhava o dono da casa para o Hospital de Santa Casa de Caridade, o grupo retornou até o local e destruiu parte da moradia, inutilizando todos os móveis e eletrodomésticos.
A Brigada Militar retornou ao local quando os três elementos (que acabaram detidos) estavam saindo. Outras sete pessoas já haviam saído e ainda não foram identificadas.

LADRÃO INVADE CASA, BEBE DEMAIS E NÃO CONSEGUE FUGIR.

A Brigada Militar prendeu em flagrante um jovem de 27 anos que havia invadido uma casa em Santiago na manhã de domingo (11/09). Márcio Ramos Andrade chegou a ser detido durante a madrugada por outra tentativa de furto, mas foi liberado. As informações são da Rádio Gaúcha.
Conforme a Brigada Militar, Andrade invadiu uma residência e foi diretamente até os fundos do terreno, onde havia uma área de lazer. Lá, ele colocou uma carne para assar em um forno elétrico e ingeriu bebidas alcoólicas, além de separar duas malas e mais uma caixa de isopor com 40 kg de carne, bebidas e facas, para furtar.
A família dormia na casa. Quando o ladrão tentou ir embora, por volta das 7h30, um dos moradores acordou e imobilizou o bandido. Segundo informações da Brigada Militar, ele teve dificuldades em fugir porque estava embriagado.
O homem foi detido e encaminhado para a Delegacia. Lá, foi constatado que mais cedo, por volta das 4h, Andrade havia sido detido por tentar furtar uma bicicleta de uma residência, mas foi liberado. Da segunda vez que foi detido, ele foi preso.

CRIME PASSIONAL: TRÊS MORREM EM HOMICÍDIO OCORRIDO EM BAGÉ. ENTRE ELES, UM GABRIELENSE.

Gabrielense é morto em Bagé

Gabrielense é morto em Bagé

A bageense Ana Lisiane Lopes Pereira, de 27 anos, foi assassinada pelo ex-companheiro durante uma perseguição de carro, na BR-293, entre Bagé e Dom Pedrito. O crime aconteceu na noite de sábado (10/09).
Ana foi morta a tiros. O autor do disparos, José Marques Vieira, conhecido pelo apelido de “Zezinho”, de 37 anos, teria ainda alvejado o gabrielense, de 33 anos (Flávio Júnior Lisboa), que dirigia o automóvel. Lisboa morreu no hospital. A mulher dele, cunhada de Ana, Morgana Silva Santos, de 18 anos, e o irmão dela, Ramon Silva dos Santos, de 21 anos, e atual namorado da vítima, também estavam no veículo. Depois de cometer os crimes, Zezinho se matou.

Ana Lisiane Lopes Pereira

Ana Lisiane Lopes Pereira

A cunhada da mulher morta, Morgana Silva dos Santos, disse que Ana teria ido a Bagé visitar a filha, uma menina de 12 anos.
“Viemos hoje (sábado) porque ela queria ver a filha. Ela já estava sendo ameaçada pelo ex-marido… Quando estávamos retornando, o Zezinho viu ela no carro conosco e nos seguiu, desde a Santa Techa até a rodovia”, relatou.
Ela disse que, após o marido dirigir cerca de um quilômetro em direção a Dom Pedrito, na BR-293, os que estavam no interior do carro notaram que estavam sendo perseguidos. O motorista então resolveu parar no acostamento.
“Quando ele parou e desceu para trancar o capô do carro, o ex da Lisi chegou já atirando… Foi um tiroteio. Nem sei como consegui fugir. Me escondi no mato e liguei para a Polícia. Quando vi, estava o meu irmão baleado, meu marido também ferido, ela não falava e ele (o atirador) morto”, explicou.
O SAMU de Bagé encaminhou os dois feridos para o Pronto Socorro da Santa Casa de Caridade de Bagé. O automóvel onde estavam os dois casais também ficou danificado com dois disparos de armas de fogo.

José Marques Vieira

José Marques Vieira

Conforme a Brigada Militar, Ana Lisiane levou um tiro na perna e outro no rosto. Ela morreu na hora. Após ter matado a mulher, Zezinho acertou a própria cabeça com um tiro.

DUAS PESSOAS ESTAVAM JUNTAS
A Polícia informou que dois passageiros que estavam no veículo com Zezinho acabaram fugindo do local.
Na fuga, os dois elementos acabaram se envolvendo em um acidente de trânsito. O carro bateu em uma motocicleta. Um foi encontrado pelos policiais e encaminhado para a Delegacia. Ele responderá por envolvimento no acidente com a moto. O outro abandonou o veículo e conseguiu fugir.
A 1ª Delegacia de Polícia Civil, de Bagé, é a responsável pelas investigações.

GABRIELENSE
O gabrielense Flávio Júnior Lisboa era natural de São Gabriel. Ele, atualmente, residia em Dom Pedrito com a companheira Morgana e uma filha menor de idade.
Foram apreendidos um revólver calibre 38, seis munições deflagradas, uma bastão de madeira, um relho de couro, um facão, uma jaqueta de couro, cartões de banco, documentos e R$ 237,65 em dinheiro.

PM DE SÃO GABRIEL DISPUTA TÍTULO DE POLICIAL PADRÃO DO RIO GRANDE DO SUL. FASE REGIONAL SERÁ EM LIVRAMENTO.

whatsapp-image-2016-09-07-at-13-08-08

O sargento PM José Anselmo Correia Dias, do 4º Esquadrão da Brigada Militar de São Gabriel, se destacou entre os policiais militares da Unidade gabrielense e representará o Município na disputa do título PM Padrão no Rio Grande do Sul.
Ele foi escolhido policial padrão do ano de 2016 e disputará o título regional com outros policiais destacados em Município da região de comando do 2º Regimento de Polícia Montada (4º RPMon), com sede em Santana do Livramento. Anselmo participou de uma prova intelectual no início da semana e retornará a cidade da fronteira, na próxima semana, para participar de provas físicas e de tiro. Se for bem, o gabrielense disputará a final estadual em Porto Alegre. Não é a primeira vez que o PM se destaca pelo desempenho na função de policial. Em 2014, Anselmo ganhou a Comenda do Regimento de PM Destaque.
José Anselmo Correia Dias ingressou na polícia Militar em 1993 e sempre se destacou pela responsabilidade, companheirismo e disciplina, características essas que são fundamentais para um bom policial.

OPERAÇÃO “CARNE LIMPA” PRENDE QUATRO PESSOAS E APREENDE ARMAS, PRODUTOS E CARNES EM DOIS ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS.

WhatsApp Image 2016-09-03 at 12.23.01

A Força-Tarefa da Polícia Civil, lançada oficialmente no dia 19 de agosto, começa a apresentar resultados positivos. Criada com o propósito de combater crimes rurais, entre eles o abigeato (furto de animais de propriedades agrícolas), a ação faz parte da segunda fase do Plano da Segurança Pública, implantado em junho deste ano. Em menos de um mês, a equipe – formada por 9 agentes e um delegado – já recuperou mais de 100 animais nos municípios de Uruguaiana e Cacequi.
No último sábado, o grupo – coordenado pelo delegado Adriano de Jesus Linhares Rodrigues – prendeu quatro pessoas e apreendeu três espingardas, um revólver, munições, linguiças, charque, 58 kg de peixe e dois capinchos, todos sem procedência e impróprios para consumo em Dom Pedrito. Além disso, um bar foi interditado até que seja adequado às normas previstas em lei. O comercio também vendia remédios sem autorização legal, inclusive medicamentos vencidos e que necessitam de prescrição médica.
A operação, denominada Carne Limpa, contou com a participação de policiais militares da Brigada Militar de Dom PedrIto, Vigilância Sanitária Municipal e Grupo de Inteligência da BM, conforme noticiou o Portal de Notícias Qwerty, de Dom Pedrito.

ROSÁRIO DO SUL É BASE
O delegado Emerson Wendt, Chefe de Polícia do Estado do Rio Grande do Sul, disse que Rosário do Sul foi escolhida como base da força-tarefa foi por causa da localização estratégica.
No dia do lançamenrto, o governador em exercício José Paulo Cairoli ressaltou a necessidade da integração entre os órgãos envolvidos no projeto. “Este crime atinge a todos. Logo, a integração entre as secretarias é fundamental. É importante que todos façam a sua parte para que a sociedade seja beneficiada”, afirmou.
Segundo o secretário Wantuir Jacini, esta é uma ação de grande importância porque vai combater uma prática que prejudica e coloca em risco o produtor rural. “Esta força-tarefa tem o foco na investigação do crime organizado. É uma ação integrada em resposta à sociedade”, explicou.
A força-tarefa foi instalada em Rosário do Sul para atender a sete delegacias de polícia do interior das cidades de Santa Maria, Alegrete, Bagé, Santana do Livramento, Pelotas, Santiago e São Luiz Gonzaga. A operação vai atuar nas regiões de fronteira, abrangendo 60 municípios com maior incidência de crimes rurais.
A equipe será composta por um delegado e agentes policiais, além de dois agentes especializados em agropecuária, que terão à disposição um veículo cedido pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi). A Polícia Civil de São Gabriel tem apenas um policial no plantel, trata-se do inspetor Silvio Pereira.
A Força-Tarefa investiga e trabalha com base em denúncias, que são mantidas anônimas. O fone para contato com os policiais é (55) 8423.6186.

AÇÕES DA PATAMO REFLETEM NA SEGURANÇA NOTURNA COM ABORDAGENS, APREENSÃO DE ARMAS E COMBATE AO TRÁFICO E VIOLÊNCIA.

Violência na rodoviária municipal. Um dos envolvidos foi levado para o hospital de Santa Casa de Caridade

Violência na rodoviária municipal. Um dos envolvidos foi levado para o hospital de Santa Casa de Caridade

A unidade de elite da Brigada Militar mantém em atividade as operações especiais na noite de São Gabriel. Apesar de anunciado, em todo o Rio Grande do Sul, o começo do sistema de operação padrão nos municípios em protesto ao processo de parcelamento de salários dos servidores públicos do Estado, a PATAMO – Patrulha Tático Móvel – não alterou o cronograma de operações de combate a violência e infrações e abusos no trânsito no centro e bairros.
“Estamos e vamos continuar trabalhando normalmente. A população não tem que pagar pelos desmando dos governantes. Os governos passam e a BM, como guardiã da sociedade gaúcha, permanecerá sempre altiva”, disse o comandante da PATAMO, tenente Adriano Veras.
A Operação Sono Seguro tem sido uma dor de cabeça para quem costuma unir bebida e direção e transitar pelas ruas da cidade.
Logo que implantado, o sistema de fiscalização no trânsito (inserido pela Operação Sono Seguro dentro da atividade Balada Segura) mostrou-se eficiente, mesmo o comando da Unidade verificando que, através de grupos no Whats App e no Facebook, alguns “infratores” estavam conseguindo escapar das barreiras.

Na prática, no entanto, os resultados foram positivos. O reflexo das barreiras é a retirada, das ruas, de motoristas que seriam responsáveis potenciais por acidentes.
As mesmas barreiras, os policiais militares evitam que motoristas (sem habilitação, que teoricamente não estariam aptos para dirigir) sigam conduzindo veículos irregularmente.
Outro resultado positivo diz respeito, diretamente, a violência, com a fiscalização, combate ao tráfico de drogas e uso de armas de fogo e armas brancas. Nestes meses de operação, foram inúmeras apreensões.

MAIS QUE NÚMEROS

Na teoria a Operação Sono Seguro mostra-se eficiente. Na prática, o trabalho só não é melhor porque ainda faltam efetivo, veículos e incentivo aos policiais.

Abordagens: Desarmamento garante a tranquilidade na ruas da cidade

Abordagens: Desarmamento garante a tranquilidade na ruas

As abordagens noturnas deveriam incomodar os que estão nas ruas dispostos a cometer crimes. Não é o que se vê. O trabalho desenvolvido pela PATAMO agrada a grande maioria da população, mas causa transtornos para pontos comerciais que ganham com a aglomeração de pessoas em vias públicas ou com grupinhos que abusam do álcool. Estes mesmos grupos são flagrados, nos finais de noites, alcoolizadas e envolvidos em brigas, acidentes ou em ocorrências de furto, roubo e abusos. Na maioria dos casos, onde menores de idade se destacam, a origem da bebida ou das drogas (que são a causa de tudo) permanece obscura.
Nas redes sociais, os elogios ao trabalho da PATAMO são praticamente unanimidade. Mas ainda tem quem não goste.
Ontem, um comentário chamou a atenção: “Este tipo de abordagem é um desrespeito”, escreveu uma mulher.
Não demorou muito para que inúmeras manifestações de apoio fossem publicadas por internautas.
O comandante da PATAMO informou que as abordagens são necessárias e que não há nenhum tipo de abuso na execução do trabalho.
Em meio a polêmica que se formou nos últimos dias e a falta de pagamento dos salários, os policiais militares são mantidos em prontidão e com a Operação Sono Seguro ativa.
Na quinta-feira (01/09), os policiais detiveram alguns moradores de rua envolvidos em uma briga na Estação Rodoviária. Os elementos foram encaminhados para o Hospital de Santa Casa de Caridade.
Durante a operação Sono Seguro, na noite de sexta-feira (02/09) e madrugada deste sábado (03/09), foram feitas novas intervenções da Brigada Militar em áreas consideradas problemáticas na cidade. Entre elas, estão as Praças Dr. Fernando Abbott, Ecológica e Camilo Mércio. Esta última, tem sido o local onde registram-se a maioria das ocorrências e onde são localizados elementos armados ou armas escondidas.
Durante a operação, pessoas foram identificadas, armas brancas foram apreendidas, veículos foram vistoriados e motoristas foram autuados por infrações ao CTB.