SECRETÁRIO DE COMPRAS É INDICIADO PELA MORTE DE FUNCIONÁRIO EM ACIDENTE COM FOGOS DE ARTIFÍCIOS.

A Polícia Civil indiciou o secretário de Compras do município de São Gabriel, Ivel Charão, por homicídio culposo, quando não há intenção de cometer o crime, pela morte do Cargo em Comissão (CC) Pocidone Francisco Santos, 55 anos, em janeiro deste ano. A informação foi divulgada pelo jornal Diário de Santa Maria.
Ele ficou gravemente ferido ao ser atingido por um foguete enquanto acendia uma bateria de fogos de artifício, no dia 31 de dezembro de 2015. Santos morreu no Hospital Santa Casa de Caridade, onde estava internado, poucos dias depois. Ele sofreu uma parada cardíaca, consequência dos ferimentos que sofreu, enquanto era encaminhado ao bloco cirúrgico para um procedimento médico.onforme a investigação, o secretário foi indiciado porque foi ele quem escalou a vítima, que não tinha treinamento, para manusear artefatos pirotécnicos que exigiam permissão da Polícia Civil para uso.
O Diário conversou com Charão nesta quinta-feira e ele disse que não tinha “nada oficial na mão ainda”, mas antecipou informações.
“De momento, eu posso te dizer que eu sou o secretário responsável e essa pessoa fazia, de praxe, esses serviços. Os fogos foram comprados de empresas licenciadas. Informamos aos bombeiros, dois, três dias antes, que seria realizado esse procedimento. Eu não conheço o teor do inquérito, mas, realmente, a pessoa que determina essas ações sou eu”, admite o secretário.
Na época, a família de Santos disse à Polícia Civil que ele não sabia, até a tarde do dia 31, que faria o acendimento dos fogos. Já a prefeitura informou que ele havia sido avisado com antecedência e que foi instruído por um engenheiro do Executivo.
O caso foi remetido ao Ministério Público que, se concordar com o que foi apontado pela Polícia Civil, oferece à Justiça a denúncia. Caso aceite, começa o processo para julgamento.
Santos trabalhava na Secretaria Municipal de Educação desde 2012, quando foi indicado pela atual gestão para o CC. Conforme o prefeito Roque Montagner (PT), ele trabalhava na manutenção das escolas e ajudava em eventos da prefeitura.

POLÍCIA CIVIL E BM DESENCADEIAM OPERAÇÃO DE COMBATE A VIOLÊNCIA. GRUPOS DE DOIS BAIRROS FORAM IDENTIFICADOS.

WhatsApp Image 2016-08-24 at 10.04.54

A Polícia Civil de São Gabriel encaminhou para a delegacia de polícia, na manhã desta quarta-feira (24/08), sete pessoas envolvidas em ocorrências de violência registradas na área central da cidade durante o período da noite. São casos de agressões e ameaças. Em algumas situações, os envolvidos aparecem com armas de fogo. Tem outros casos onde os acusados são investigados por tentativa de homicídio.
WhatsApp Image 2016-08-24 at 11.26.39 (2)A operação, desenvolvida no começo da manhã, foi realizada com apoio de equipes da Brigada Militar. Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão e mais oito mandados de condução coercitiva em residências localizadas em duas regiões de São Gabriel, nos bairros Bom Fim e Independência.
De acordo com o delegado de polícia, José Soares de Bastos, cinco jovens (maiores de idade) foram levados para a Delegacia de Polícia e ouvidos. Eles serão indiciados por lesões, ameaças, disparos de armas de fogo, posse de arma de fogo e ainda, conforme o desenvolvimento das investigações, por tentativa de homicídio. Entre os encaminhados para a DP estavam dois menores de idade.
Na maioria dos casos há envolvimento de adolescentes. Por causa disso, os maiores serão indiciados por corrupção de menores.
A Polícia Civil vem investigando registros de violência nas áreas onde estão localizados clubes noturnos, bares e praças. Conforme o delegado, o trabalho possibilitou que fossem identificados alguns dos envolvidos em atos de tumulto. O delegado informou que se tratam de grupos rivais que acabam se encontrando na área central.

PATAMO captura jovem foragido da FASE.

1472066611434

A Brigada Militar prendeu na noite de segunda-feira (22/08), na zona norte da cidade, um elemento conhecido pelo apelido Cabeça de Zica (R.D.A.). De acordo com o comando da PATAMO, o rapaz estava com mandado de busca e apreensão válido até 2017. Ela havia fugido do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) de Santa Maria.

Segundo os policiais, RDA, de 18 anos, foi encontrado reunido com um grupo em uma casa abandonada no Bairro Independência. Os elementos tentaram escapar, mas foram impedidos. RDA foi identificado e encaminhado para a Delegacia de Polícia. Conforme a BM, apesar de ter 18 anos, ele cumpre “pena” em Santa Maria por um crime que cometeu quando ainda era menor.

POLÍCIA ABRE INQUÉRITO PARA APURAR MORTE DE TRABALHADOR RURAL.

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as causas da morte de um trabalhador na zona rural de São Gabriel. O acidente de trabalho aconteceu na manhã de domingo (21/08). Conforme ocorrência policial, Ailto Nunes Silva, de 50 anos, teria sido atingido por um trator quando realizava suas funções na Granja da Fazenda do Refúgio, no Corredor da Reuna, em Batovi. Quando o acidente aconteceu, ele lavava um trator e uma camionete para uma área próxima a casa da fazenda.
O registro na Delegacia de Polícia foi feito por um empregado da lavoura. Este mesmo homem afirmou não ter visto como aconteceu o acidente. Ele informou que estava com outro funcionário distante do local, mas que teria ouvido um barulho e que ao chegar perto, viu a vítima debaixo do trator, entre os pneus.
Ailto teria pedido socorro. Conforme o relato, a vítima teve um dos braços decepado e um corte na cabeça. No entanto, segundo a Polícia Civil, a morte ocorreu em decorrência de um derrame interno.
Os colegas retiraram a vítima do local e lhe colocaram num colchão envolvido por acolchoados. Ele foi trazido até parte do trajeto em uma caminhonete até o encontro com uma equipe do SAMU (que já se deslocava). Ainda no local foram realizados os primeiros atendimentos. A vítima acabou falecendo antes de chegar na cidade.

INVESTIGAÇÃO APURA DOIS CASOS DE INCÊNDIOS NA CIDADE.

O setor de investigações da Polícia Civil de São Gabriel apura as causas de dois incêndios ocorridos no domingo (21/08) em duas regiões da cidade. Não está descartada a possibilidade de crimes nos dois casos.
O primeiro aconteceu no final da madrugada de domingo (21/08) na Rua Antônio Maria de Avila, no Bairro Tarumã, zona leste de São Gabriel. Segundo denúncias, um homem é apontado como principal suspeito de atear fogo na residência.
A dona da casa mencionou o nome do suspeito com base em ameaças que vinha recebendo. Este mesmo homem teria estado na casa na noite anterior procurando a companheira dele e ao ser informado que ela não estava no local, teria quebrado vidros da residência, os vidros de um automóvel e ameaçado matar os moradores e queimar a moradia.
Algumas horas depois, a casa realmente pegou fogo. A vítima só ficou sabendo do incêndio através de vizinhos, pois teria saído do local logo que sofreu as ameaças.
Outro incêndio aconteceu na manhã de domingo (21/08), na Rua Bahia, no Bairro Independência. A vítima Angenor Avila Oriondes, de 47 anos, disse que a casa estava desocupada e que um rapaz teria sido visto no local.
Nos dois casos a ação do Corpo de Bombeiros e de equipes da Brigada Militar impediu que o fogo se alastrasse ou que houvessem maiores prejuízos.

BUSCAS POR MULHER DESAPARECIDA HÁ QUASE TRÊS MESES SÃO RETOMADAS.

desaparecidaO Corpo de Bombeiros está desde as 6h da manhã desta terça-feira na localidade de Três Coqueiros, no limite entre Santa Maria e Dilermando de Aguiar, fazendo buscas à diarista Ana Lúcia Drusião, 35 anos. A mulher está desaparecida desde o dia 30 de maio. As buscas foram retomadas a pedido do delegado Gabriel Zanella, da Delegacia Especializada em Homicídios e Desaparecidos (DHD) de Santa Maria, que investiga o caso. No entanto, ele não divulga outros detalhes porque o inquérito está sob sigilo e qualquer informação pode atrapalhar a investigação policial. As informações são do jornal Diário de Santa Maria.
Os bombeiros trabalham em um local que fica distante cerca de um quilômetro da casa onde Ana Lúcia morava. O carro dela, um Celta prata, foi encontrado na tarde de 31 de maio em uma estrada a 300 metros da casa de Ana Lúcia. Próximo do veículo, também foi encontrado o celular dela.
Ana Lúcia tem duas filhas, foi candidata a vereadora em 2008, em Dilermando de Aguiar, e administrava um pequeno balneário na localidade de Três Coqueiros. Quando desapareceu, ela usava um casaco sobretudo preto e uma bota marrom, tem cabelo castanho escuro até o ombro, olhos castanhos, pesa 50kg e mede 1m54cm de altura. Quem tiver informações que possam ajudar na investigação ou na localização de Ana Lúcia pode ligar para os números (55) 3217-5078 ou 197.

COMANDANTE DA BRIGADA MILITAR AFIRMA: “QUEM INFORMA BARREIRA COLABORA COM O CRIME”.

Fotor_147184012677661

A Brigada Militar de São Gabriel tem uma relação de pessoas e páginas em redes sociais que estariam “contribuindo” para evitar flagrantes de embriaguez no volante e outros crimes que poderiam ser identificados durante a realização de barreiras policiais. De acordo comandante interino do 4 º Esquadrão da BM, tenente Adriano Veras, a polícia tem prints que revelam a troca de informações durante a realização de operações no trânsito.
“Quem informa barreira colabora com o crime. A pessoa que informa, mesmo que ‘inocentemente’, sem perceber está agindo contra a polícia”, disse o tenente.
Um projeto de lei do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Rio Grande do Sul, encaminhado no início deste ano à Câmara do Deputados, em Brasília, prevê tornar crime esse tipo de informação, seja anunciando barreiras policiais ou de fiscalização de trânsito. A proposta prevê até prisão a quem avisa sobre blitze na internet.
“Esse é um grande prejuízo da sociedade. A sociedade que exige uma série de medidas para a segurança do trânsito, alguns dos integrantes prestam um desserviço social, comunicando para o infrator, o mal feitor do trânsito, o próprio delinquente que naquele local tem uma fiscalização de trânsito”, ressalta o diretor geral do Detran, Ildo Mário Szinvelski.
Mas o tema não é novidade no Parlamento. Outro projeto, semelhante, está na Casa desde 2013 e tem os mesmos objetivos. De autoria do deputado Major Fábio (DEM-PB), o projeto está em tramitação e encontra-se em fase de análise das Comissões de Ciência e Tecnologia; Comunicação e Informática; Viação e Transportes; Constituição e Justiça e de Cidadania.
Em São Gabriel existem grupos que trocam informações através do WhatsApp. O tenente explica que essas pessoas estão causando um dano enorme à segurança.
“As barreiras não visam, unicamente, a questão trânsito, mas também o combate ao tráfico de drogas, uso de armas e a busca de foragidos da Justiça. Quando são divulgadas informações sobre as ações da Polícia, esses marginais acabam se beneficiando”, argumenta o tenente.
O comando da BM vai encaminhar um relatório ao Ministério Público com nomes e números de usuários. De imediato, ainda não se sabe o que legalmente pode ser feito contra os “informantes da internet”.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.684 outros seguidores