CASAL INVADE RESIDÊNCIA NO BAIRRO ÉLBIO VARGAS E DEIXA IDOSA SEM CASA.

idosa

Quando a idosa Diolinda Camargo, de 79 anos, foi para a casa da irmã para tratar da saúde, ela não pensou que poderia estar arriscando “perder” o imóvel que morou por mais de 15 anos no Bairro Élbio Vargas. Desde os últimos meses de 2016, ela estava residindo no Bairro Menino Jesus – Cohab, buscando companhia para retornar para a sua residência. Isso deveria acontecer no começo desta semana, quando uma sobrinha iria se mudar para a casa junto com a idosa.
Mas não foi o que aconteceu. Na segunda-feira (23/01), por telefone, a idosa ficou sabendo que um casal – com uma criança – teria invadido a casa com o objetivo de fixar residência no local. Os móveis da idosa foram retirados para o pátio e cobertos por uma lona.
O caso foi registrado na Delegacia de Polícia, mas como os próprios policiais informam, não se trata de “Caso de Polícia”. Para recuperar a casa, a idosa terá que comunicar a situação ao Poder Judiciário e aguardar que a Justiça, se assim entender, determine a reintegração de posse.
Os invasores moravam no mesmo bairro da idoso. O jovem, de 26 anos, disse para os policiais que invadiu a residência para “pressionar” a Prefeitura Municipal a agilizar o programa habitacional do Município, garantindo casas para famílias carentes.
Sem ter muito o que fazer, a idosa só pensa, neste primeiro momento, em salvar os móveis, mas ainda tem medo de voltar a própria casa. “Será que eu posso pegar as minhas coisas. Será que a Polícia pode ir comigo até o local”, comentou.
O Secretário de Obras, Marcos Vieira, disse não ter conhecimento da situação e também admitiu ser difícil envolver a Prefeitura no caso, pois se trata de uma questão jurídica. Ele orientou os familiares a encaminharem a idosa para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social para verificar se ela está precisando de apoio social.

COBRANDO FISCALIZAÇÃO: LÍDER COMUNITÁRIO DIZ QUE PROJETO DE SOCIALIZAÇÃO NO BI É PREJUDICADO POR INVASÃO DE TERRENO.

orlando

Um terreno, na rua Sergipe, virou alvo de uma disputa judicial. E o curioso é que as partes envolvidas não são – no papel – os seus proprietários. Pertencente a Olvebra – Indústria e Comércio de Óleos Vegetais, de Porto Alegre, uma área de esquina foi entregue como pagamento de dívida ao Município e, desde então, vinha sendo cuidada pelo líder comunitário Orlando de Oliveira Dias, de 68 anos. O local era utilizado por jovens e crianças do Bairro Independência para a prática de futebol.
Orlando – que mora ao lado – iniciou a construção de uma salão comunitário em sua propriedade em 2008. A construção está em fase de conclusão e será cedida para eventos da Associação de Moradores ou para a comunidade do Bairro Independência. No entanto, ele alega que o projeto está sendo prejudicado, pois na proposta está previsto a utilização do terreno vizinho para estacionamento e construção de uma quadra de esportes.
O líder comunitário já encaminhou para a Prefeitura Municipal um pedido de cedência da área e já participou de audiência judiciais referentes a disputa pela propriedade. Hoje, no local, existe um galpão de madeira que pertence a outra parte interessada que, segundo Orlando, teria invadido a área em 2011.
O salão comunitário é sede do Núcleo Comunitário de Defesa Civil e Orientação Cívico Comunitário e será utilizado para palestras e atividades socioeducacionais envolvendo crianças e adolescentes do bairro.
“Hoje não temos numa área de lazer no bairro (a única existente mede 15 metros quadrados – pracinha do triângulo). Precisamos investir mais neste tipo de ação e oferecer para os nossos jovens opções de lazer, de interação e ocupação para evitar que eles se envolvam com a marginalidade”, argumentou.
Conforme levantamento feito pelo líder comunitário, o Bairro Independência tem cerca de 14 mil habitantes e é considerado a maior comunidade de São Gabriel. Deste total, cerca de 8 mil são jovens que precisam de ocupação.
“Temos que investir no próprio bairro. Auxiliar os nossos jovens e evitar que eles acabem sendo corrompidos pela violência e pelas drogas. O nosso projeto tem esse objetivo, de trabalhar com o jovens e oferecer um espaço para o lazer deles”, argumentou.
Orlando vai encaminhar ofício para os Poderes Executivo e Legislativo pedindo apoio e descrevendo a proposta.

O QUE DEVERIA TRAZER TRANQUILIDADE ACABA PROVOCANDO PROBLEMAS. POPULAÇÃO QUER SOLUÇÃO!

Para deixar as residências, seja para ir para o trabalho e para as escolas, os moradores de uma das quadras da Rua Sergipe, no Bairro Independência, estão tendo que usar a imaginação. Alguns se aproveitam dos poucos lugares ainda não ocupados pela lama, próximo aos muros, para fazer a travessia de um lado para o outro no sentido centro da cidade.
Parece brincadeira, mas não é! Desde a semana passada, quem mora ma Rua Sergipe, trecho entre as ruas 7 de Setembro e Ceará, estão impossibilitados de retirar veículos do pátio ou transitar em via pública. Alguns poucos moradores conseguiram vencer os obstáculos causados pelas obras iniciadas no local e estão deixando os veículos em terrenos de vizinhos, em outras ruas.
Na semana passada, a empresa responsável pela obra de microdrenagem e pavimentação com pedra irregular, uma obra orçada em R$ 235.444,00, conquistada no Ministério das Cidades, abriu valas para a colocação de tubos. Por uma semana os buracos ficaram abertos e as pessoas com os obstáculos na porta. O trabalho só foi concluído na segunda-feira passada, mas, por descuido, os operários acabaram danificando um cano da rede de água.
Começava a piorar a situação.
A água tomou conta da rua e o resultado foi um lamaçal que tornou intransitável a via. Para agravar ainda mais o problema, as chuvas registradas nos últimos dias tornaram ainda pior o caos. “Ainda tenho como sair de casa, pois, graças a Deus eles não mexeram na tubulação que passa na frente da minha casa. Mas os meus vizinhos estão tendo graves problemas. As crianças não tem como ir para a escola e as outras pessoas, para sair de casa, só passando pelo meio do barro”, disse a dona de casa Eleci Prestes Cavalheiro.
O secretário de Obras do Município, Luis Eugênio Vilanova, garantiu que os problemas serão sanados no começo desta quinta-feira (02/08). Segundo ele, se não chover, a prefeitura colocará balastro, o que permitira o trânsito de pessoas. Também será utilizada uma retro no trabalho.
Vilanova confirmou ainda que a prefeitura deverá colocar um “aditivo” no contrato com a Caixa Econômica Federal, pois, segundo ele, depois de iniciada a obra verificou-se necessária a ampliação do processo de canalização. “Estamos em tratativa com a Caixa, negociando a contrapartido do Município”, finalizou.

VEJA O VÍDEO QUE MOSTRA A SITUAÇÃO NA SERGIPE

CANDIDATA DO SANTA ISABEL CONQUISTA TÍTULO DE A MAIS BELA COMUNITÁRIA NA ETAPA MUNICIPAL.

Candidatas que participaram do evento

Mayra Fagundes Lopes, do Bairro Santa Isabel, conquistou o título de Mais Bela Comunitaria do Rio Grande do Sul, etapa municipal, no concurso realizado na noite deste domingo (20), na Praça Fernando Abbott, em São Gabriel. Amanda Sheron Cornel, representando o Bairro Santo Antônio, ficou com o título de 1ª Princesa do evento. As duas vão representar o Município na final estadual, que acontecerá em Rio Grande, no mês de dezembro. O júri ainda escolheu Amanda Rickmann, para 2ª Princesa, e Daniela Santos, como Simpatia.

O concurso aconteceu durante a apresentação da 2ª edição do Canta Tchê, evento que marcou o aniversário da Rádio São Gabriel. Vários talentos locais participaram da festa, que começou por volta de 16h30 e terminou no final da noite de domingo.

Fotos> Romoaldo Portinho

MORADORES LANÇAM BLOG DE PROTESTO. MAIS UMA NOVIDADE NA TENTATIVA DE CHAMAR ATENÇÃO DO PODER PÚBLICO.

Moradores do Bairro Esplanada resolveram inovar. Depois de protestarem, colocando bandeiras pretas e paralisando o trânsito de veículos na Avenida Francisco Hermenegildo, agora, desta vez, eles lançaram um blog, onde destacam o boneco Zé Promessa, que retrata de forma “debochada e crítica” as promessas de governo ainda não cumpridas.
No primeiro texto do blog (veja abaixo), uma moradora faz o relato das situações vivenciadas com a precariedade de uma das vias de acesso a Francisco Hermenegildo, a Rua João Antônio Moreira, que liga o bairro a Avenida Pelotas. A mesma moradora, que não assina o texto, reclama da falta de atenção do prefeito municipal com seus “eleitores”. Os moradores do Bairro Esplanada já protocolaram pedido de reunião com o prefeito, mas, alegam que o chefe do Executivo Municipal não quer receber o “povo”.

Eu sou o Zé Promessa da avenida João Antônio Moreira e estou, aqui, esperando a boa vontade do prefeito Rossano para canalizar e asfaltar as nossas avenidas. Espero que ele tenha um tempo para nós, já que é um prefeito que trabalha 12 horas sem descanso, só que ele não é visto em bairros e vilas sem ser em épocas de campanha eleitoral. Ir nas emissoras de rádios e fazer promessas e fácil, isso todo mundo faz. Quero ver é cumprir. Fazer protestos, colocar bandeiras pretas é um meio de demonstrar todo o nosso descontentamento com o atual governo. Se ele está tão preocupado com o bem estar do “seu povo” (como ele falou), que vai arrumar o balneário do Pedroso para se “refrescarem” (uns), nós tomamos banho de terra e de esgoto. Será que nos banheiros bonitos e modernos da praça tem chuveiros? será que podemos usar a linda e grande pista de skate como piscina? sim, porque para irmos no centro pagar contas, ir ao medico temos que: ou tomamos banho no centro ou vamos tapadas de terra e lama. se ele abre a boca no radio para dizer com orgulho que foi eleito com 20 mil votos, foi porque ” ganhou” um voto de confiança da população. E hoje? será que ele ganhará esse voto? Falou que é uma pessoa sensível e que tem um coração. Não concordo. Se tivesse ” coração e sensibilidade” não nos deixaria vivendo do jeito que estamos. É um homem honrado e amado pela sua familia, muito bom. Só que ele não sofre ao ver seu filho sair para estudar e ao chegar a escola servir de chacota para seus amiguinhos por estar com os pés cheio de barro, ou suas calças e rosto cheios de poeira. Também não sofre por ver seus pais tendo que trocar de calçados em cima dos barrancos para pegar o ônibus para irem ao banco receber suas aposentadorias. Porque ele não quer nos receber em seu gabinete? Porque não tem prazos ou porque não tem respostas? Ou teme que a gente possa deixar o gabinete com pó ou lama? Não somos arruaceiros ou desocupados, SOMOS SERES HUMANOS QUE LUTAM POR UMA VIDA MAIS DIGNA, TEMOS FAMILIA, TEMOS CORAÇÃO.

A BANDEIRA É DO TAMANHO DA INDIGNAÇÃO!

Uma bandeira preta simboliza o protesto dos moradores, que ainda utilizaram cartazes e um boneco (Zé Promessas) para transmitir uma mensagem de indignação

Dizem que toda a ação gera uma reação. Pois, para a administração municipal, a única reação possível, depois de anunciada uma série de protestos nos bairros de São Gabriel, é atender as reivindicações, que na maioria são promessas de campanha da atual gestão. A julgar pelas declarações do secretário geral de governo, Artur Goularte, isso dificilmente acontecerá antes do final do ano. Goularte disse que o Município depende da liberação de contrato com o Badesul para atender pedidos, como os da Avenida Francisco Hermenegildo, destacados em mobilização no domingo passado.
Quem mora na zona oeste não quer nem saber. Hoje, no final da tarde, um grupo de moradores paralisou parcialmente o trânsito na Avenida Pelotas. O protesto é seguimento da mobilização iniciada na Francisco Hermenegildo. As pessoas querem calçamento e canalização.

As bandeiras são do tamanho da indignação dos moradores. Duas – da cor preta – foram colocadas nas laterais da rua e podem ser vistas já no começo da Avenida Pelotas. Elisane Machado, moradora da casa 822, organizou o protesto com apoio dos vizinhos. O objetivo é reunir assinatura para respaldar uma lista de reivindicações que serão entregues ao poder público municipal.

Há 30 anos no local, a dona de casa Elaine Dona Vieiro (foto detalhe) admite que cansou de pedir soluções para os problemas de trafegabilidade. Segundo ela, “são mais de 20 anos ouvindo promessas de esgoto e calçamento”.
A moradora conta que a situação é grave tanto no inverno quanto no verão. “No inverno, as crianças ficam atoladas no barro para conseguir ir para a escola. No verão, é esse pó, que toma conta das nossas casas”, comentou.

A UNIÃO

Desta vez os moradores parecem determinados. Quem participou da mobilização no domingo, como presidente da Associação de Moradores do Bairro Esplanada, Jorge André Santiago Guedes, esteve presente na paralisação realizada na Avenida Pelotas no dia de hoje. “Isso para mostrar que estamos unidos. O povo deixou de ser bobo”, disse o dirigente.

BAIRROS: ASSOCIAÇÕES COMEMORAM O DIA DA CRIANÇA.

Direção do Bairro Andrade

A chuva quase que estragou as festas para as crianças, programadas para o Dia da Criança, nos bairros de São Gabriel. Quase! Porque, na verdade, quem tem sede própria, soube se virar e driblar o mau tempo. Foram duas atividades apenas, em duas regiões, mas que movimentaram pais e filhos.
No Bairro Medianeira a data foi comemorada com evento na sede da comunidade. Um bolo, doces e salgados foram distribuídos para as pessoas que prestigiaram a festa organizada pela Associação de Moradores. O presidente Paulo Achilles agradeceu as doações (feitas pelo comércio).
No Bairro Andrade, além dos alunos dos projetos desenvolvidos pela Associação de Moradores, crianças do bairro e seus pais participaram das festividades. A maioria das brincadeiras foi cancelada por causa da chuva, mas a direção da entidade conseguiu reunir a população dentro da sede e organizar a distribuição de doces, pipoca e cachorro quente.

Festa das crianças na Associação do Bairro Medianeira

Durante o evento, a direção apresentou os resultados do primeiro ano do projeto de cidadania, com a participação de 40 crianças.
O destaque é projeto karatê, desenvolvido pela entidade em parceria com o Templo Dojô, do mestre Vitor Brito. Os instrutores fizeram exibições. O trabalho, segundo a direção da Associação, auxilia na formação do caráter da criança, ensino senso de responsabilidade, comportamento e disciplina.
O presidente da Associação de Moradores, Devanir Marques Rodrigues, aproveitou para apresentar os uniformes dos dirigentes da Associação.

EDUCAÇÃO – A Secretaria de Educação realizou festa para as crianças das escolas de educação infantil do Município, na terça-feira (11), no CTG Tarumã. A Rede tem 650 crianças inscritas. Durante a festa, foram realizadas brincadeiras e distribuição de doces e balões.

Festa da Secretaria de Educação para as crianças

  • OUÇA A RÁDIO CULTURA