GESTÃO EM EDUCAÇÃO INFANTIL VIRA MODELO A SER IMPLANTADO EM ROSÁRIO DO SUL.

visitação creches

Com a proposta de atingir, até o final do ano, um número total de 1600 crianças, a Prefeitura Municipal – através da Secretaria Municipal de Educação (SEME) – vem ampliando salas e prédios e melhorando as condições de acolhimento das Escolas de Educação Infantil com obras de infraestrutura física. De 2013 até janeiro de 2016, o Governo Municipal praticamente triplicou o número de vagas nas creches municipais. Diretamente estão sendo beneficiadas mais de 1200 famílias.
Até dezembro deste ano, quando será feito novo processo de rematriculas e de matrículas, a Secretaria Municipal de Educação irá ter quatro vezes mais crianças assistidas na educação infantil se comparado com dezembro de 2012, quando a Prefeitura Municipal concluiu o ano com 450 meninos e meninas atendidos nas creches municipais.
O bom desempenho no setor chamou a atenção de gestores de Municípios da região fronteira oeste. Para implantar algo semelhante em Rosário do Sul, onde apenas duas Escolas de Educação Infantil funcionam atualmente, a coordenadora de Educação Infantil da Secretaria de Educação daquela cidade, professora Janéri Nunes Moreira, esteve em São Gabriel conhecendo a estrutura das instituições da cidade e buscando informações que auxiliem no desenvolvimento do projeto em Rosário. Acompanhou ela a professora resariense, Berenice Pacheco. A visita aconteceu na manhã desta segunda-feira (22/08).
As professoras visitaram as EMEIs do Pró-Infância São Gabriel, Vó Edy Garagorri Teixeira, no Bairro Progresso, e Ângela Maria Moraes Scipione, no Bairro Pomares. Elas foram acompanhadas da Coordenadora da Educação Infantil, professora Ângela Strieder, e recepcionadas pelas diretoras Vani Souto e Rita Goes da Silva, respectivamente.
Com os exemplos de São Gabriel, as professoras de Rosário do Sul pretende repassar informações que possam auxiliar o Município vizinho a instituir um processo de sucesso também naquela cidade.

SAIBA MAIS
Hoje, a Secretaria Municipal tem mais de 1200 crianças matriculadas. Esse número foi oficialmente atingido quando o Governo Municipal reabriu a escola José Evaristo Macedo Casado para o público estudantil, obra que beneficiou 68 famílias da região norte da cidade.

ATIVIDADES NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO MARCAM A SEMANA NACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA.

caminhada

Até o dia 28 de agosto, comemora-se, em todo o Brasil, a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (SEME), que organiza em parceria com a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e Associação Pró-Down a Semana em São Gabriel, o objetivo da campanha é ressaltar a importância de entender e discutir conceitos, ideias, sugestões e temas relacionados com a vida de pessoas com deficiência intelectual. Neste ano, o tema “Ninguém é perfeito… Nossas imperfeições nos tornam únicos”, elaborado pela aluna Diamantina Soares Proença, da Escola João Goulart, ganhadora de um concurso municipal que envolveu vários candidatos representando instituições de ensino da cidade. O mesmo concurso escolher a logomarca da Semana Municipal, desenhada pelo aluno Alessandro Pires Dutra, da Escola Mascarenhas de Moraes.
Na cidade, a abertura oficial aconteceu na manhã desta segunda-feira (22/08) com a celebração de uma missa na Capela da Santa Casa de Caridade e com atividades livres na parte da tarde.
A programação segue nesta terça-feira (23/08) com a palestra “Deficiências Múltiplas e Inclusão: um olhar multidisciplinar”, com a equipe da Kinder – Centro de Integração da Criança Especial, de Porto Alegre.
Na quarta-feira (24/08), a partir das 13h30min, acontecerá uma baile à fantasia, com escolha do Rei, Rainha, Príncipe e Princesa do Baile, no Clube do 9º RCB.
Na quinta-feira (25/08), alunos de escolas públicas e particulares participarão de uma caminhada em defesa da inclusão, partindo da Escola Ginásio São Gabriel e encerrando na Praça Dr. Fernando Abbott. No local terão brinquedos e circuito de atividades com acadêmicos da Urcamp (PIBID), corrodenados pela professora Maria Jaqueline Biscaglia. Também serão distribuídos algodão doce e pipoca.
A sexta-feira (26/08) será reservada para o desenvolvimento de atividades livres nas escolas municipais.
Segundo o último Censo, realizado em 2010, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE), o Brasil possui mais de 45,6 milhões de pessoas com alguma deficiência (23,9% da população do país). Das quais, a deficiência mental ou intelectual foi declarada por mais de 2,6 milhões de brasileiros, cerca de 1,4% da população brasileira.

SÃO GABRIEL RECEBE O FOGO SIMBÓLICO DA PÁTRIA.

Fogo simbólico 1

A centelha do Fogo Simbólico da Pátria chegou a São Gabriel no começo da tarde de quinta-feira conduzida por militares e alunos da Rede Municipal de Ensino. A cerimônia aconteceu em frente ao Palácio Plácido de Castro, sede da Prefeitura Municipal. O fogo foi recebido pelo Chefe de Gabinete, Luis Pires. O ato ainda contou com a participação de autoridades civis e militares, além de representantes da Secretaria Municipal de Educação (SEME), instituição que, junto com a Unidades Militares, será responsável pelo organização das festividades alusivas a Semana da Pátria.
A centelha chegou ao Município por volta de 13h30min e foi recepcionada, no trevo de acesso a cidade, por alunos representantes de escolas de São Gabriel. Depois foi conduzida pela Avenida Antônio Trilha e Tristão Pinto até a frente da Prefeitura Municipal e logo depois encaminhada para a sede da 13ª Cia Com, onde permanecerá até o dia 01 de setembro, quando será transferida para a Praça Dr. Fernando Abbott para abertura oficial da Semana da Pátria.
A 79ª edição da Corrida do Fogo Simbólico da Pátria começou no domingo passado (14/08), em Cachoeirinha, na região metropolitana. O acendimento foi feito pela Liga da Defesa Nacional do Rio Grande do Sul. O fogo foi retirado do Sírio Pascal da Igreja Matriz, conduzido por Cerca de 130 atletas até a Academia de Polícia Militar (APM), em Porto Alegre. A APM será a instituição homenageda pelo Estado durante a Semana da Pátria deste ano. Ainda no Estado será homenageado o cinquentenário do Município de Cachoeirinha.
Também serão homenageados, no Brasil, a Liga de Defesa Nacional (LDN), com o lema um “Século de Civismo”, e, no Município, a Inclusão com o lema “Superando Desafios”.
A centelha será levada para todos os municípios gaúchos através de quatro eixos com rotas diferentes. No dia 1º de setembro, elas retornam para Porto Alegre fundindo-se numa só chama para a abertura oficial da Semana da Pátria. No final, terão sido percorridos mais de 7 mil quilômetros, ligando mais de 200 municípios gaúchos.
A Corrida do Fogo Simbólico da Pátria foi realizada pela primeira vez em 1938 por iniciativa de Túlio de Rose, Ernesto Cappeli, José Carlos Daudt e Darci Vignoli. O evento simboliza a cristalização dos objetivos nacionais permanentes, entre eles, integração nacional, progresso, soberania, democracia e paz social.

SEME CAPACITA PROFISSIONAIS PARA O PREENCHIMENTO DE DADOS PARA O CENSO ESCOLAR 2016.

O Setor de Controle Escolar da Secretaria Municipal de Educação (SEME) realizou capacitação para diretores e secretários de escolas visando orientar os profissionais para o preenchimento de informações. As reuniões aconteceram nos dias 9 e 10 de agosto.
A coleta de dados do Censo Escolar deste ano já começou. Diretores e responsáveis por escolas de educação básica devem preencher os formulários com as informações de suas instituições por meio do Educasenso, no portal do Inep, até 31 de agosto.
Durante o período de preenchimento, serão recolhidas informações detalhadas sobre as unidades de ensino públicas e particulares do País, além de alunos, professores e turmas de todas as etapas e modalidades da educação básica.
A coordenadora do Censo Escolar da Educação Básica, Aline Perfeito, ressalta que o Censo é o mais importante levantamento educacional do País e que deve ser preenchido com cuidado, já que ele integra indicadores educacionais e baseia a implementação de políticas e a distribuição de recursos federais na área. Caso o usuário deixe de informar a real situação da unidade, os recursos destinados a ela podem sofrer alterações, prejudicando o desempenho de toda a escola.
O sistema, lembra Aline, é idêntico ao do ano passado, quando foram informados os dados de 49 milhões de matrículas em aproximadamente 190 mil escolas. Desde 2007, as informações coletadas sobre alunos e professores são individualizadas.

A MOBILIZAÇÃO DA SEGURANÇA E DA EDUCAÇÃO.

mobilização policia

Apesar do bloqueio promovido por familiares de PMs em frente a 43 unidades da Brigada Militar e do fechamento de muitas escolas, a paralisação promovida pelos servidores públicos estaduais ocorreu sem grandes transtornos na manhã de quinta-feira em todo o Rio Grande do Sul. Na Capital, bancos permaneceram abertos e havia até mais policiamento nas ruas do que em dias normais. Contribuíram para isso duas estratégias desenvolvidas pelo comando da BM. A principal: o Estado-Maior da BM aumentou o efetivo de Porto Alegre, mediante troca nos horários e nos turnos do policiais. Conforme o subcomandante-geral da BM, Andreis Silvio Dal’Lago, a precaução resultou em acréscimo de 35% no efetivo policial, em relação aos dias convencionais.
Outra tática foi antecipar o deslocamento dos policiais que entrariam de manhã nos batalhões. Eles foram levados para diversos pontos de Porto Alegre, no intuito de evitar que os manifestantes impedissem suas saídas às ruas. Exemplo disso é que uma guarnição foi encaminhada para a Arena do Grêmio, onde pernoitou antes de assumir o posto às 7h. Dal’Lago considera as manifestações legítimas, desde que não deixem a população à mercê do crime.
Em São Gabriel, a mobilização dos policiais, com representantes da Brigada Militar e Susepe, aconteceu na Praça Dr. Fernando Abbott durante as primeiras horas da manhã de quinta-feira. Na sequencia, os integrantes dos órgãos de segurança pública participaram de reunião com os vereadores, na Câmara Municipal, durante sessão plenária. Ficou acertado que os parlamentares encaminharão para o Governo do Estado uma moção de apoio a classe.
A Polícia Civil paralisou mais as atividades do que a BM. Moradores de Porto Alegre enfrentam dificuldades ao longo do dia para registrar ocorrências no Palácio da Polícia. Em São Gabriel, o Plantão atendeu apenas casos de crime hediondo, além de delitos contra crianças, idosos e mulheres (Lei Maria da Penha). O Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia do RS (Ugeirm) orientou a categoria a manter em atividade apenas 30% dos servidores nas delegacias do Estado. Duas mulheres que foram assaltadas tentaram, sem sucesso, registrar ocorrência durante a madrugada.

Escola Menna Barreto

EDUCAÇÃO – Outro setor onde a mobilização dos servidores públicos foi grande é no ensino. A vice-presidente do Cpers-Sindicato, Solange da Silva Carvalho, considerou um sucesso a adesão dos educadores ao movimento. Em São Gabriel, as escolas permaneceram fechadas durante todo o dia.
Dois temores não se concretizaram: o de que o sistema bancário e o de transportes não funcionassem. Os bancos abriram porque a Justiça derrubou, na madrugada desta quinta-feira, liminar anterior que impedia a abertura de agências de todo o Estado das 6h às 21h. O atendimento ao público foi decisão de cada agência e a maioria abriu, em horário normal.

REALIZAÇÃO DE CASAMENTO CAIPIRA GAY EM ESCOLA GERA DESCONTENTAMENTO.

casamento

A direção da Escola Municipal Hylda Vasconcellos, de Santa Maria, confirmou, nesta quarta-feira, que pelo menos uma família decidiu transferir um aluno da instituição depois da realização de um casamento caipira gay. A encenação foi realizada em uma festa julina, no último sábado. As informações são do jornal Diário de Santa Maria.
– Na verdade, eles demonstraram desconforto (com o evento) desde o início _ comenta a vice-diretora da escola, Juliana Campos.
Em princípio, a postura da escola será respeitar a decisão dos pais, já que há o entendimento de que não é necessário pedir desculpas pelo feito _ fruto de um trabalho contra o preconceito e a intolerância realizado pela escola durante meses. Ainda assim, a encenação gerou polêmica _ inclusive na internet _ mesmo antes da apresentação. Em função da repercussão negativa, os alunos que formaram os casais (duas meninas e dois meninos) pediram para serem fotografados de costas, para não serem vítimas de ataques preconceituosos.
Mesmo assim, na avaliação da professora, a apresentação foi extremamente leve e lúdica, que não foi desrespeitosa nem com héteros nem com homossexuais.
– O preconceito que existe é velado, é surdo. Mas a festa foi uma atividade de conscientização – diz a professora.
Na próxima segunda-feira, Juliana e dois alunos da escola discutirão o tema no programa Encontro com Fátima Bernardes, na RBS TV. O programa começa às 10h50min.

MERENDA ESCOLAR DE SÃO GABRIEL É DESTAQUE EM ENCONTRO ESTADUAL EM PORTO ALEGRE.

O trabalho desenvolvido por equipes do Setor de Alimentação Escolar (SAE) da Prefeitura de São Gabriel vai ser destaque do 1º Encontro Gaúcho de Alimentação Escolar (1º ENGAE), nos dias 25 e 26 de julho, no salão de atos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre. O evento é organizado pelo Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANE). De acordo com os organizadores, o relato de experiência da terceirização da merenda foi selecionado para compor a programação no dia 26.
Em destaque na apresentação os resultados obtidos em São Gabriel, com cardápios elaborados mensalmente conforme exigências da legislação do Plano Nacional de Alimentação Escolar (PNAE); parceria no desenvolvimento de projetos de educação alimentar; aplicação de testes de aceitabilidade; cumprimento de cardápio; eliminação dos desperdícios e desvios; capacitação periódica das cozinheiras; transporte adequado dos alimentos; aquisição e manutenção rápida de equipamentos e utensílios; controle de qualidade dos alimentos distribuídos; garantia de alimentos de qualidade; fornecimento de alimentos especiais; uso de aventais; aliminação do reaproveitamento e desperdícios; aumento do número de nutricionistas; cálculo dos cardápios e garantia da segurança alimentar.
Em 2016, o processo de terceirização da merenda escolar está completando 10 anos. O sucesso é constatado atualmente com a ações de governo que focam medidas visando o bem estar e qualidade do atendimento ao estudante.
As experiências de sucesso serão apresentadas durante o Encontro Estadual pela nutricionista Nara Gonçalves, responsável pela Setor de Alimentação Escolar, e pelo coordenador da Alimentação Escolar, Selmar Carbajal.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.682 outros seguidores