CARTEIRINHA DO ESTUDANTE: FEDERAÇÃO NACIONAL DO ESTUDANTE APRESENTA PROJETOS PARA SÃO GABRIEL.

30727952_1835311936772252_3408382631886357593_n

O presidente da Câmara de vereadores, Vagner Aloy, o Maninho, recebeu na manhã desta terça-feira a visita do representante da Federação Nacional Estudantil, José Veríssimo Dias, que apresentou diversos projetos para a cidade, dentre eles a proposta de implantação da Carteirinha do Nacional do Estudante, curso de formação para garçons e garçonetes e ensino a distância (EAD).
Todos os projetos são importantes para o desenvolvimento do município, pois oferecem formação profissional, estudantil e entretenimento para a comunidade gabrielense. A Carteirinha do estudante, que é aceita em todo o território nacional, fornece diversos benefícios como descontos em passagens de ônibus, entrada de shows, cinemas e restaurantes e também oferece a oportunidade de realizar convênios com o comércio local.
O curso de formação de garçons é uma proposta para atuação em parceria com entidades dos bairros. Segundo Veríssimo, este curso já é desenvolvido em outras cidades sem custo de mensalidade, sendo 50% teórico e 50% prático.
“Estas propostas são muito importantes para ajudarmos no desenvolvimento dos jovens da nossa cidade. Já fui presidente de Diretório Estudantil enquanto cursei faculdade e sei da importância que é o estudante ter acesso a esta carteirinha. Eles também precisam de incentivos que vão além do que aprendem dentro das salas de aula. Agora o que vamos fazer é buscar parcerias para que estes projetos se tornem realidade”. Afirma o vereador Maninho.

Anúncios

210 ALUNOS PARTICIPARAM DA ETAPA DO CIRCUITO DE CORRIDAS DE RUAS ESCOLAR.

30221363_377801695963312_3125836958753053581_n

A Associação dos Corredores de Rua Gabrielense (Ascorg), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEME), abriu no final de semana passado, na Praça Dr. Fernando Abbott, a primeira edição do Circuito de Corridas de Rua Escolar. O evento, na sua primeira etapa, teve a participação de 210 atletas estudantis representando escolas da cidade e do interior.
De acordo com o Secretário Municipal de Educação, Sildo Cabreira, a competição é dividida em seis categorias, mobilizando atletas de 4 a 17 anos. Para participar, os alunos devem estar matriculados em escolas do município, sejam elas municipais, estaduais ou particulares.
“O esporte é fundamental. Quando o aluno trabalha o corpo, a sua saúde física, ele rende mais na escola. Ele fazendo esporte, vai estar praticando hábitos saudáveis e vai deixar de ficar na frente de um videogame, computador ou celular. Quanto mais esportes ele praticar, mais saudável ele vai ficar”, argumentou o secretário.
A parceria é um modelo de trabalho que a Secretaria de Educação anunciou que adotaria no começo deste ano e serve de parâmetro para quem aguarda o lançamento do Programa Atleta Cidadão, que começará a ser desenvolvido este ano, com os estudantes participando de atividades físicas, três vezes por semana, em turno inverso ao escolar.

41º NÚCLEO REALIZA PLENÁRIA PARA DEBATER RISCOS DAS TERCEIRIZAÇÕES NO SERVIÇO PÚBLICO.

pedro moreira

Pedro Moreira, diretor do 41º Núcleo

O CPERS iniciou na semana passada a realização de plenárias para alertar a categoria sobre os riscos das terceirizações no serviço público. O primeiro dia da iniciativa, que segue até 13 de abril, ocorreu nos Núcleos de Uruguaiana, Santana do Livramento e Pelotas.
Em São Gabriel, na próxima sexta-feira (06/04), o 41º Núcleo do Cpers realiza Plenária para tratar do tema. O encontro será realizado no auditório da Escola Estadual XV de Novembro, a partir das 16 horas. A direção do Núcleo está convidadndo funcionários públicos para participarem do debate.
O objetivo é o de preparar os servidores para o enfrentamento ao governo Sartori, que já está ameaçando demitir funcionários de escola e realizar novas contratações através de terceirizações. Em todas as plenárias realizadas no decorrer da semana passada, houve a participação significativa da categoria, principalmente dos funcionários de escola.
Durante os debates, os diretores da Direção Central do CPERS, Candida Rossetto, Valdete Moreira, Edson Garcia, Sônia Solange dos Santos Viana, Glaci Weber, Rosane Zan e Cássio Ritter expuseram os dados da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE sobre as consequências das terceirizações. Já a assessoria jurídica do Sindicato, representada pelos advogados do escritório Buchabqui e Pinheiro Machado, apresentou estudo jurídico sobre a questão, destacando o artigo 37 da Constituição Federal.
A presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, destacou a importância do debate para esclarecer, informar e preparar os educadores e educadoras para mais este ataque contra os direitos da categoria. “Estamos na estrada, em nossos Núcleos, chamando a atenção dos nossos colegas sobre as consequências das terceirizações pretendidas por Sartori, na educação pública. Não vamos admitir mais esta afronta aos nossos direitos”, afirmou.
A organização de cada plenária está a cargo dos Núcleos do CPERS. Já a coordenação está sob a responsabilidade da Direção Central da entidade.

COLÉGIO DA URCAMP DE SÃO GABRIEL COMPLETA 30 ANOS.

unipampa

Foi de uma forma descontraída, aliando conhecimentos, exercícios e entretenimento, que os alunos do Colégio Urcamp/São Gabriel comemoraram os 30 anos de trajetória dedicados ao ensino de qualidade na cidade. A atividade foi monitorada pelo professor de Educação Física Adriana Saldanha Teixeira e contou com a participação especial do policial rodoviário Federal Diovane de Oliveira Brabos,pai da aluna Julia de Carvalho Brabos que ministrou uma palestra sobre os cuidados necessários para se obter hábitos saudáveis durante a vida, com foco no ganho de qualidade de vida. A dinâmica de grupo incluiu orientação sobre prática e técnicas de corrida, aquecimento e alongamento, exercícios físicos e relaxamento. “Além de me satisfazer como pai por poder estar próximo da educação da minha filha, esses momentos onde posso passar um pouco de conhecimento me enriquecem muito como pessoa. E também aprendo com eles, é uma troca”, revela.
A aluna Elizabeth Neves, do 2º ano do Ensino Médio, conta que a atividade conseguiu mobilizar o colégio todo de uma forma divertida e destacou o orgulho que sente em poder estudar na Urcamp. “A escola é muito bem preparada e a diferença é que os professores te preparam para o mundo e a gente é uma família aqui dentro”, diz. É o mesmo conceito definido por Bruno Freitas, também do 2º ano. “Aqui os professores se preocupam, de fato, com a gente e nos preparam para as coisas que vamos ver lá fora, além do companheirismo entre professores e alunos, que se tornam amigos. A escola te instiga a aprender”, conta.
O Colégio Urcamp/São Gabriel é destaque no ENEM, com altos índices de aprovação em vestibulares em Instituições federais e privadas. Além do material humano, a vasta estrutura conta com 10 Salas de Aulas bem equipadas, Biblioteca, Secretaria, Direção e Supervisão do Ensino Médio e Técnico de Enfermagem, Laboratórios de Informática, Química, Física, Biologia e Anatomia, Salas destinadas à Coordenação e Secretaria de Cursos do Ensino Médio e de Educação Física, Núcleo de Atendimento Docente e Discente, Ginásios com Quadra Poliesportiva, Campo de futebol e Quadra de atletismo, bem como Sala de Dança, Academia e Piscina para exercícios aquáticos. As atividades Físicas são um dos pontos fortes do currículo, onde as aulas reforçam modalidades de atletismo, badminton, funcional, dança, futsal, vôlei e musculação. “Todo esse trabalho que a gente desenvolve visa reforçar a parte física escolar e desenvolver os benefícios e esses benefícios são para a vida toda”, relata Teixeira. Os estágios integrados com acadêmicos da Educação Física aproximam o estudante do Ensino Médio com o acadêmico, tudo monitorado pelos professores.
A direção do Colégio busca manter o ambiente acolhedor com o envolvimento efetivo da família. “Eu atribuo o sucesso à ampla participação dos pais no acompanhamento escolar e o comprometimento da equipe de professores e funcionários . O principal objetivo do Colégio é o fortalecimento do Ensino Médio, de acordo com as novas Diretrizes Curriculares Nacionais, revela a professora Marta Menezes Dias, diretora do colégio.”
O estudante do 1º ano Arthur Antunes Lopes, conta que já pensa no curso superior. Ele está decidido pelo Direito e tem no colégio, a base para chegar onde quer. “Nós sabemos que é o melhor colégio de Ensino Médio de São Gabriel, eu sempre gostei. Acredito que o colégio prepara, vou sair pronto”. Bettina Gonçalves, também do 1º ano, diz estar realizada. “Vim pra cá por influência dos meus pais, por ser um colégio bem classificado em São Gabriel, o que posso dizer é que está sendo maravilhoso”.
Histórico do Colégio da Urcamp/São Gabriel
As atividades escolares iniciaram em 1988. A Fundação Educacional de São Gabriel só se tornou realidade graças à contribuição de Rolino Vieira, que doou dois terrenos e uma casa para que, na época, fosse então construído o prédio das Faculdades que passou a abrigar, também, a Escola de 2º grau.
A autorização para o funcionamento como escola foi expressa pelo CEED através da Portaria nº 02482-A, em 08 de março de 1988. Nesse mesmo ano, teve a sua transferência provada para a Fundação Áttila Taborda – FAT, com sede em Bagé, onde passou-se a denominar Escola de 2º Grau da Urcamp. Em 2000 integrou o Curso Técnico em Enfermagem e passou a denominar-se Colégio da Universidade da Região da Campanha/São Gabriel, mantendo três décadas de Ensino médio comprometido com o ensino privado de qualidade para escolares de São Gabriel e região, já que recebe anualmente alunos de outros municípios.
O Ensino Médio é articulado com a graduação da URCAMP e acompanhamento da Comissão Gestora do Campus de São Gabriel além da assessoria pedagógica da Pró Reitoria Acadêmica do Campus Central.

SEMANA SOBRE A SÍNDROME DE DOWN: EDUCAÇÃO REALIZA FÓRUM NESTA SEXTA-FEIRA.

A Secretaria Municipal de Educação (SEME), dentro da Semana Sobre a Síndrome de Down, realiza nesta sexta-feira (23/03), no Clube Seven, o Fórum Temático Interpretação Normativas para a Prática de Educação Inclusiva. O evento acontecerá entre 8h e 12h30min e tem assinatura da Faders.
Entre os temas que serão abordados estão: Atendimento Educacional Especializado (AEE), Monitor / Profissional de Apoio Escolar, Público da Educação Especial – Papel do professor do AEE, Currículo Adaptado e Termos Específicos.

COMEÇA NA SEGUNDA-FEIRA A SEMANA ESTADUAL SOBRE SÍNDROME DE DOWN EM SÃO GABRIEL.

São Gabriel comemora, a partir da próxima segunda-feira (19/03), a 2ª Semana Estadual sobre Síndrome de Down. As atividades, em escolas da rede municipal e em instituições que desenvolvem ações em prol de crianças com deficiências, seguem até a domingo (25/03). Destaque para as ações organizadas pela Secretaria Municipal de Educação (SEME) e Associação Pró-Down.
A Secretaria Municipal de Educação tem uma programação toda especial. Na quarta-feira (21/03), Dia Internacional da Síndrome de Down, às 10h, será aberta Exposição Fotográfica “Além do olhar – Mateus Borges Carvalho”, em memoriam. As fotos ficarão expostas no Saguão da Prefeitura Municipal.
De acordo com a coordenadora de inclusão da Secretaria Municipal de Educação, Luciana Ebre, o evento mostrará fotos através do olhar carinhoso dos professores das escolas e de fotógrafos gabrielenses, “que colocaram seus talentos à disposição da mostra”.

Na sexta-feira (23/03), uma equipe da Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiências e Pessoas com Altas Habilidades (Faders) comanda o Fórum Temático “Interpretando normativas para a prática da educação inclusiva”. O evento acontecerá no Clube Seven, a partir das 8 horas.
As inscrições são gratuitas pelo site da FADERS http://www.faders.rs.gov.br.
A Associação Pró-Down realiza na terça-feira (20/03), das 9h às 17h, brechó solidário na Praça Dr. Fernando Abbott, Junto acontecerá uma mateada. Escolas Municipal também realizarão atividades individuais, mobilizando o público estudantil.
Instituída por lei em 2016, a Semana Estadual de Conscientização e Orientação Sobre Síndrome de Down chega em sua segunda edição.
Autor da lei que criou a Semana do Down no Rio Grande do Sul, o deputado Eduardo Loureiro (PDT) observa que, mesmo sendo apenas o segundo ano dela em vigor, as ações que estão sendo organizadas em todo o Estado demonstram que o evento já se consolida como importante ferramenta no combate ao preconceito, por meio de atividades do movimento Down gaúcho em parceria com o poder público voltadas à compreensão, apoio, educação, saúde e qualidade de vida das pessoas com Síndrome de Down no Rio Grande do Sul.
Além São Gabriel e Porto Alegre, estão previstas atividades em Santo Ângelo, Novo Hamburgo, Caxias do Sul, Gravataí, Pelotas, São Leopoldo, Bagé, Dois Irmãos, entre outras cidades.

GINÁSIO COMEMORA 14 ANOS.

GINASIO

De um universo de 6500 estudantes matriculados nas escolas da rede pública municipal de ensino, 850 são alunos da Escola Municipal Ginásio São Gabriel, o que corresponde a 13,07% do total de alunos nas escolas municipais. Nesta segunda-feira, 12 de março, o educandário celebrou 14 anos de existência como escola pública, tendo sido adquirido pelo Município no ano de 2002, durante a segunda gestão do prefeito Rossano Gonçalves. Um ato cívico foi realizado no Ginásio Desportivo Champagnat, com a presença do prefeito Rossano e da vice-prefeita Karen Lannes, juntamente com os secretários Sildo Cabreira (Educação), Rafael Gonçalves (Gabinete), Marcos Vieira (Obras), Juliana Medeiros (Desenvolvimento), Ricardo Júnior (Planejamento), Clóbis Saccol (Jurídico), Paulo Sérgio Barros (Serviços Urbanos), além de coordenadores de secretarias, equipe administrativa da Secretaria de Educação, professores, funcionários e alunos da instituição.
A diretora Déia de Souza ressaltou a responsabilidade do corpo docente, de manter o nível da escola como referência em qualidade de ensino público. “Os pais dos alunos depositam em nós esta confiança, por ser uma escola que conquistou a credibilidade da comunidade”, ressaltou.
O secretário de Educação, Sildo Cabreira, ressaltou a coragem política do prefeito Rossano ao encampar, em 2002, o prédio da escola, que por meio século abrigou uma escola da ordem religiosa dos Irmãos Maristas, construída na gestão do então prefeito Antônio Coimbra Gonçalves, avô de Rossano. “Nestes anos todos, mais de 1500 alunos conquistaram o Ensino Fundamental, demonstrando o acerto deste investimento que hoje celebra 14 anos de existência”, assinalou. Logo após, apresentações artísticas dos estudantes marcaram a cerimônia.