PRÊMIO AGRINHO 2015 ENTREGA PRÊMIOS PARA ALUNOS E PROFESSORES DE SÃO GABRIEL.

O Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAR) deu início à entrega de prêmios aos vencedores do Programa Agrinho, reconhecido como o concurso de maior abrangência entre alunos da rede pública de ensino. A iniciativa elegeu os melhores dos 7,5 mil trabalhos concorrentes, entre textos, desenhos e experiências pedagógicas de alunos e professores da educação básica ao ensino fundamental. As produções deste ano tiveram como tema central o “Meio Ambiente”. O prêmio tem como empresas apoiadoras Dow AgroSciences e Sebrae-RS.
No total, o Prêmio Agrinho contemplou mais de 200 ganhadores entre alunos, professores e escolas em 11 categorias diferentes. Foram selecionados os melhores trabalhos em cada uma das 10 regiões cobertas pelo programa Agrinho e em nível estadual, com os principais vencedores. A lista completa das colocações pode ser acessada no site do SENAR-RS (www.senar-rs.com.br).
Três instituições de ensino de São Gabriel foram premiadas na manhã de hoje: Dois alunos do Instituto de Educação Menna Barreto; um aluno da Escola Fernando Abbott e um aluno da Escola Presidente Kennedy. Os professores também foram premiados.

Desenho: 1º ano do Ensino Fundamental
Aluna: SANDRYANE DOS SANTOS VASCONCELOS
Professora: DELISE MARIA PERLIN
Escola: INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO MENNA BARRETO
Município: SÃO GABRIEL

Texto: 4º ano do Ensino Fundamental
Aluna: GABRIELA RAMOS PEREZ
Professora: ANNA MARIA ROCHA VINADÉ
Escola: INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO MENNA BARRETO
Município: SÃO GABRIEL

Texto: 5º ano do Ensino Fundamental
Aluna: NATÁLIA CAVALHEIRO DOS SANTOS
Professora: ELISABETE GOMES BICCA
Escola: ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO DOUTOR FERNANDO ABBOTT
Município: SÃO GABRIEL

Texto: 6º ano do Ensino Fundamental
Aluna: ANDRIELLE ROSA DE FREITAS
Professora: ANDRÉIA BARBOSA DA SILVA
Escola: ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL PRESIDENTE KENNEDY
Município: SÃO GABRIEL

PROJETOS E PLANEJAMENTO: O SEGREDO DO SUCESSO DO GOVERNO NAS CAMADAS MAIS CARENTES DA COMUNIDADE.

FEIRA ECONOMIA SOLIDÁRIA
Mais que atender uma determinação legal prevista no Plano Nacional de Educação (PNE), a Secretaria Municipal de Educação (SEME) tem promovido uma revolução nos critérios educacionais implantados tanto na cidade quanto na zona rural. A professora Nilvanês Jobim, responsável pela pasta municipal, explica que o Município projeta a ampliação de cerca de mil novas vagas para crianças de zero a cinco anos em creches e escolas de educação infantil.
No início de 2013, a SEME oferecia cerca de 400 vagas somente na Educação Infantil. O Governo Municipal conseguiu ampliar a oferta para mais de mil vagas com a construção de uma escola no Bairro Pomares, estruturação da antiga Creche Palmira Vieira da Silva (hoje Escola Nossa Senhora Menina), conclusão da Escola Vó Edy e ampliação da Escola Alcidas Chagas. A ideia é chegar ao final do próximo ano com mais de duas mil crianças sendo assistidas.
A evolução não está restrita apenas as instituições de ensino da cidade. Durante a Descentralização de Governo, realizada na Escola Maria Manoela, na localidade de Azevedo Sodré, a SEME organizou a formatura da primeira turma de educação infantil de uma instituição de ensino da zona rural. Segundo a secretária de Educação, “o projeto da escola do Assentamento Guajuviras é pioneiro em São Gabriel. A partir dos próximos anos, as demais instituições de ensino também oferecerão vagas para o ensino infantil”.
Projetos e planejamento também fazem da Secretaria Municipal de Agricultura uma das pastas mais importantes para o homem do campo e a comunidade do Assentamento Guajuviras é uma das mais beneficiadas. “Estamos conseguindo implantar ações para a população que antes não era assistida”, comenta o secretário Ladislê Teixeira.
A Secretaria de Agricultura – em parceria com entidades como EMATER e Incra – implantou projetos voltados para o desenvolvimento da agricultura familiar e piscicultura. Atualmente, após a construção de cinco tanques, produtores trabalham na produção de alevinos. Além disso, na mesma região está sendo desenvolvido um projeto de beneficiamento da mandioca.
A agricultura familiar ganhou destaque ainda com o projeto “Feira da Economia Solidária e Espaço Cultural”, desenvolvido por alunos do Curso de Educação Continuada – “Refazendo Caminhos na Região do Pampa” – da Universidade do Pampa. A proposta teve como objetivo a apresentação de alimentos produzidos no assentamento e a sua comercialização. Durante a Descentralização foi feita a exposição da produção e o encerramento da feira em 2015.
O Presidente da Associação dos Agricultores Familiares do Assentamento Guajuviras, Ademir Roncaglio, destacou a parceria firmada com as Secretarias Municipais. “Com união estamos conseguindo evoluir. É só assim que vamos conseguir produzir alimentos e progredir”, comentou.
Prefeito Roque Montagner disse que a Administração Municipal trabalha de forma diferente, pois é um governo democrático e bem assessorado, lembrando que no início da gestão tinham pais que caminhavam de 10 a 12 quilômetros para deixar o filho no ponto de ônibus. “Hoje, isso não é mais um problema, pois ampliamos a frota com o programa Caminhos da Escola e melhoramos as vias de acesso”.
Ele destacou ainda a busca de recursos e o desenvolvimento de projetos que tornaram São Gabriel modelo em saúde em saúde para o Estado.

UNIVERSIDADE TEM CURSO DE MEDICINA CONFIRMADO PARA O PRÓXIMO ANO.

O Ministério da Educação (MEC) confirmou a autorização para o curso de medicina na Universidade Federal do Pampa (Unipampa) em 2016. As aulas iniciam no mês de março. Serão ofertadas 60 vagas por ano no campus de Uruguaiana, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.
A notícia é comemorada pela comunidade, que desde 2013 buscava obter a autorização para o curso. “Traz toda uma perspectiva de desenvolvimento na área da educação, da saúde, econômico. Não só de Uruguaiana, mas da região”, analisa Luiz Augusto Schenider, prefeito de Uruguaiana.
Na unidade, hoje funcionam sete cursos superiores. Quatro são da área da saúde. A intenção da equipe é aproveitar a estrutura existente. Concursos para a contratação de 20 novos professores já foram abertos.
“Vamos buscar a excelência como nós temos buscado e conseguido com os outros cursos, assim vai ser pra medicina”, afirma Luiz Flávio Souz de Oliveira, coordenador do curso.
O curso vai preparar médicos com ênfase na na saúde da família. O foco é capacitar os futuros profissionais a agir com qualidade junto à rede pública de atenção básica.
A primeira seleção de estudantes deve ocorrer pelo Sisu em janeiro. A duração do curso é de seis anos. Os primeiros formandos sairão em 2022.

3º NATAL LUZ DA ESCOLA MARECHAL DEODORO É MARCADO POR EMOÇÃO E MAGIA.

NATAL LUZ
“Uma noite mágica, inesquecível, especial e memorável para todos nós que somos privilegiados em participarmos desse momento de muita emoção, aos pés da imagem do Anjo Gabriel, neste marcante “Natal Luz” da Escola Marechal Deodoro”, resumiu o prefeito Roque Montagner ao lado da Primeira-Dama – Maria Izabel Cortiana Ferreira Montagner, ao prestigiar o evento idealizado e realizado por aquele estabelecimento de ensino, na noite de sexta-feira (04/12), junto a Praça Palmira Vieira da Silva, em frente a escola.
Na ocasião, o prefeito parabenizou os organizadores e participantes do evento natalino, destacando o espírito de união e a força da equipe diretiva da escola na realização do “Natal Luz” em sua 3ª edição.
O prefeito ao lado da Secretária de Educação, Nilvanês Jobim, secretários municipais e equipe da SEME, reafirmou que o Poder Executivo sempre estará colaborando e sendo parceiro destas ações, contando com o restrito apoio de pais, alunos, professores, funcionários da escola e comunidade em geral.
Enquanto esperavam a chegada do Papai Noel – o Bom Velhinho, o público presente se emocionou ao assistir às diversas atrações no palco montado junto aos pés da imagem do Arcanjo Gabriel.
Em Abril de 2014, a Escola Municipal Marechal Deodoro da Fonseca desenvolveu uma série de atividades com o objetivo de comemorar seus 70 anos de existência, sintetizados pela seguinte frase da professora Ilza Prates de Oliveira: “Setenta anos lapidando ideias, semeando bases, formando mentes preparando gente”.

SECRETARIA DA SAÚDE FAZ O RECADASTRO DO CARTÃO DO SUS NESTA SEXTA-FEIRA NA ESCOLA MENINO JESUS – CAIC.

A direção da Escola Municipal Menino Jesus – CAIC vai estar de portas abertas para a comunidade nesta sexta-feira. As famílias que estiverem interessadas em atualizar os dados do Cartão Nacional do SUS (CNS) deverão comparecer na Secretaria da instituição entre 9h e 17h30min. A mobilização – organizada pelo setor de Cadastros do SUS (CADSUS) e Programa Saúde na Escola (PSE) – faz parte de uma parceria firmada entre as Secretarias da Saúde e de Educação e deverá se repetir em outros educandários do Município ainda este ano.
“Frisamos que a escola está aberta para toda a comunidade. Para as famílias que ainda não atualizaram o seu cartão do SUS e ainda aquelas que não possuem”, disse o secretário da Saúde, Daniel Ferrony.
A direção da escola disponibilizou espaço e equipamentos necessários para o trabalho da equipe da Secretaria da Saúde. Já o setor de cadastro deslocou uma equipe com funcionários capacitados para desenvolver esse tipo de ação.

PROFESSORES INICIAM PARALISAÇÃO EM VILA NOVA DO SUL.

sala de aula

Os professores municipais de Vila Nova do Sul iniciaram paralisação ontem (30/11). O motivo é o não cumprimento do Plano de Carreira, aprovado pelos vereadores em junho deste ano.
De acordo com o presidente do Sindicato que representa os servidores municipais, José Luiz Moura, a paralisação das atividades vai acontecer de forma parcial. Os professores darão aulas até as 10 horas, no período da manhã, e até às 15 horas, no período da tarde. A paralisação acontece por tempo indeterminado. Não há um balanço de quantos professores vão aderir ao movimento. O Sindicato informa que a paralisação foi aprovada de forma unânime e a Prefeitura explica que todos os educadores foram convocados a trabalharem – o ponto será cortado se eles interromperem as aulas.
Os professores alegam que o aumento salarial e demais benefícios, estabelecidos pelo Plano de Carreira, não estão sendo cumpridos pelo Município. De acordo com a secretária de Administração, Dhieccy Seixas, houve um erro da Prefeitura na análise do impacto financeiro no plano enviado à Câmara. Segundo a secretária, o plano inicial previa impacto negativo de 18%. No entanto, ao colocar em prática, o Município percebeu que esse impacto seria de 43% e a Prefeitura não tem orçamento para possibilitar esse déficit.
A Prefeitura afirma que entrou com uma ação de inconstitucionalidade e que aguarda uma decisão da Justiça. Os professores fizeram série de paralisações em março e abril deste ano, pois cobravam o envio do Plano de Carreira à Câmara de Vereadores.

ALUNOS DE ESCOLAS DO CAMPO PARTICIPAM DE ATIVIDADES NA CIDADE.

Atividades extracurriculares marcam as comemorações de final de ano da Escola Municipal Catão Peres, localizada na região de Batovi, no interior de São Gabriel. Serão 15 alunos – de 5 a 13 anos – beneficiados com uma programação variada nesta terça-feira (01/12). As informações são da Secretaria Municipal de Educação.
As crianças participarão de atividades culturais, com visitação ao Centro Cultural Sobrado da Praça, no período da manhã, e ao Museu Nossa Senhora do Rosário Bom Fim, na parte da tarde. Ao meio dia, será servido de almoço na Escola Municipal Menino Jesus – Caic e, logo depois, sorvete, em passeio no Calçadão de São Gabriel. Ainda no período da tarde, elas receberão presentes durante ato no Gabinete do Prefeito. Os brindes foram doados por professores e integrantes da Secretaria Municipal de Educação (SEME).
Na próxima terça-feira (08/12), será a vez dos alunos da Escola João Giuliani. Conforme a SEME, 23 participarão de visitação ao Centro Cultural e ao Museu.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.670 outros seguidores