PROFISSIONAIS MÉDICOS FALAM SOBRE PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA.

CICLO 5

A Associação Médica de São Gabriel, junto com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou na última sexta-feira (20/10), na Câmara Municipal de Vereadores, a primeira edição do Ciclo de Palestras. O evento teve como atrações os palestrantes Cláudio Magoga Filho, obstetra e ginecologista, e Carlos Jesus Pereira Haygert, radiologista. O foco foi o público médico, com destaque para a presença de familiares do médico Fernando Ramos de Lima, considerado o precursor das ações de prevenção ao câncer de mama em São Gabriel. Lima faleceu em 8 de agosto de 2015, aos 93 anos.
Magoga Filho falou sobre prevenção do câncer de mama e o Haygert apresentou o tema “diagnóstico por imagem em câncer de mama”.
Na mesma noite a classe médica e convidados participaram de um jantar no Hotel São Gabriel em celebração ao Dia do Médico. A data é comemorada nacionalmente no dia 18 de outubro.
Na quinta-feira (19/10), o médico nefrologista Gerson Luis Barreto de Oliveira, integrante da equipe da Secretaria Municipal de Saúde, recebeu do Poder Legislativo um “voto de louvor”. A homenagem, proposta pelo Vereador Cilon Lisoski, do PR, aconteceu durante a sessão legislativa de quinta-feira (19/10) e simbolizou .

O TEMA – A importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama é o foco da campanha internacional Outubro Rosa. O nome da campanha remete à cor do laço que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, de empresas e entidades: o rosa. Durante todo o mês, alguns monumentos em todo o Brasil se iluminam com essa mesma cor.
A mobilização mundial também chama a atenção para dados alarmantes. Por aqui, as mulheres devem enfrentar, até o final do ano, 57.960 casos novos de câncer de mama, de acordo com estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Este é o tipo de cancro mais comum entre as mulheres no mundo e o segundo no Brasil, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano no país. Em 2015, 15.403 mulheres morreram por conta do câncer de mama.
Nem todas as mulheres sabem, mas existem vários tipos de câncer que afetam as mamas. Parte deles evolui de forma rápida. A maioria dos casos é acompanhado por perspectivas otimistas, se tratados de precocemente.
A Presidente da Liga Feminina de Combate ao Câncer, Anna Maria Chiappetta Focaccia, participou do evento e destacou a importância de ações que desperte na população, principalmente a feminina, uma consciência de prevenção. Também participaram integrantes da Direção da Liga.

VEJA AS FOTOS DO EVENTO >>>

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

RECONHECIMENTO: DR. GERSON É HOMENAGEADO NA CÂMARA DE VEREADORES.

dr

O Dia do Médico (comemorado na última quarta-feira), tem evento especial na noite de hoje, na Câmara Municipal de Vereadores, com a realização do 1º Ciclo de Palestras tendo como atrações os palestrantes Cláudio Magoga Filho, obstetra e ginecologista, e Carlos Jesus Pereira Haygert, radiologista. O foco foi o público médico, mas a Associação Médica, responsável pela organização ao lado da Secretaria Municipal de Saúde, abriu espaço para a participação do público geral.
O médico nefrologista Gerson Luis Barreto de Oliveira integra a Comissão Organizadora do evento e foi ele o personagem escolhido pela Câmara Municipal de Vereadores para representar a categoria numa homenagem feita aos profissionais da medicina. Oliveira recebeu do Poder Legislativo o “voto de louvor”, na sessão legislativa de quinta-feira (19/10), que destacou as ações dele à frente da Clínica do Rim e do Hospital de Santa Casa de Caridade.
A homenagem foi proposta pelo Vereador Cilon Lisoski, do PR, que destacou o médico como “uma pessoa humana e tão especial”.
Três pacientes da Clínica do Rim participaram da sessão. O vereador ainda apresentou o depoimento de outras duas pessoas. “O dr. Gerson é uma benção de Deus em nossas vidas, médico dedicado, atencioso, carinhoso com o paciente e família. Uma pessoa admirável na sua profissão. Extremamente competente e cuidadoso, além de médico se mostra um amigo, sempre disposto a ajudar nas horas difíceis da hemodiálise. Conheço o dr. Gerson há 3 anos, sempre disposto a atender os familiares sem medir esforços, através de telefonemas, nos corredores do hospital, etc… São Gabriel está de parabéns por ter um médico nefrologista de alta competência”, disse Luis Alberto Saccol Perdômo, de 69 anos, sendo dois deles fazendo hemodiálise.
Outro paciente, de 72 anos, disse que o médico “é tudo de bom na vida dos pacientes e dos familiares, de uma ética profissional incrível. Médico responsável, comprometido com sua profissão. Os melhores adjetivos para a pessoa do dr. Gerson são atenção, dedicação, além de um tratamento extensivo além do consultório. Onde ele estiver, ele para e dá atenção aos familiares de seus pacientes. O dr. Gerson é nota mil”, argumentou João Pedro Lopes da Silva.

GOVERNO FEDERAL REALIZA MOBILIZAÇÃO PARA COMBATER AEDES AEGYPTI ANTES DO VERÃO.

O Governo Federal promoverá de 23 a 27 de outubro a Semana Nacional de Mobilização dos setores da Educação, Assistência Social e Saúde para o combate ao Aedes aegypti. Mais de 210 mil unidades públicas e privadas de todo o Brasil estão sendo mobilizadas pela Sala Nacional de Coordenação e Controle, que reúne os ministérios da Saúde, da Integração, da Defesa, do Desenvolvimento Social e da Educação, a Casa Civil e a Secretaria de Governo da Presidência da República, além de outros órgãos convidados.

O objetivo é que durante esta semana a população seja alertada sobre a importância de combater mosquito transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya, já antes do verão, período do ano quando acontece o maior volume de chuvas, o que facilita reprodução do aedes aegypti. Ao todo serão mobilizadas 146.065 escolas da rede básica, 11.103 centros de assistência social e 53.356 unidades de saúde.

“Não podemos baixar a vigilância. É melhor cuidar do foco do mosquito do que sofrer as consequências de não ter feito essa iniciativa. Vamos reforçar, ainda mais, a necessidade de eliminar os criadouros, convocando toda a sociedade para esse trabalho já antes do verão, quando começam as chuvas”, aconselhou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Estados e municípios tem autonomia para definir quais ações serão realizadas para mobilizar as áreas, mas a orientação da Sala Nacional é que sejam realizadas atividades que envolvam a prevenção e o combate do Aedes, como mutirões de limpeza, distribuição de materiais informativos, realização de rodas de conversas educativas, oficinas, teatros e gincanas.“Campanhas como essa são essenciais para combater o mosquito, porque estimulam a participação da população.

A comunidade precisa ter consciência e participar de ações de prevenção a essas doenças. Precisamos estar unidos para vencer essa batalha”, ressalta o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Ainda para aproveitar o momento de mobilização, a Sala Nacional também indicou aos gestores que fossem inseridas equipes nas unidades de ensino para confeccionar Cartões Nacionais de Saúde aos estudantes que não possuem cadastro no Sistema Único de Saúde (SUS).

DADOS – As doenças transmitidas pelo Aedes aegypti têm tido queda expressiva em todo Brasil. De acordo com o Boletim Epidemiológico, até o dia dois (2) de setembro deste ano, foram notificados 219.040 casos prováveis de dengue em todo o país, uma redução de 85,2% em relação ao mesmo período de 2016 (1.483.623).

O mesmo estudo mostrou que foram registradas 171.930 notificações de casos prováveis de febre chikungunya. A redução é de 34,2% comparado ao ano anterior, que atingiu o número de 261.645 casos. Em relação ao Zika, os casos caíram 92,6%. Foram registrados 15.586 casos prováveis em todo país, enquanto em 2016, o Brasil registrou 211.487 notificações. A incidência reduziu 92,5%, passando de 102,6 em 2016 para 7,6 neste ano.

RELATOR NO STF DIZ QUE IMPEDIR HOMOSSEXUAL DE DOAR SANGUE É DISCRIMINAÇÃO.

doação de sangue
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin votou na quinta-feira (19) pela inconstitucionalidade de normas do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que proíbem homens homossexuais de doarem sangue por 12 meses após a última relação sexual. Após a manifestação de Fachin, que é relator da ação, a sessão foi suspensa, e o julgamento deverá ser retomado na próxima quarta-feira (25). Faltam os votos de dez ministros.
O julgamento foi motivado por uma ação da Procuradoria-Geral da República (PGR), protocolada em junho do ano passado. Segundo a procuradoria, as resoluções e portarias que criaram regras para doação de sangue por homossexuais são discriminatórias.
Em seu voto, o relator entendeu que as normas não podem excluir homossexuais de exercerem sua cidadania ao doarem sangue. Segundo Fachin, a exclusão preventiva de qualquer grupo de pessoas é inconstitucional. Além disso, o controle de qualidade do sangue deve ser feito por exames adequados, e não com base na orientação sexual, segundo o ministro.
“O estabelecimento de grupos e não conduta de risco incorre em discriminação, pois lança mão a uma interpretação consequencialista desmedida, apenas em razão da orientação sexual”, afirmou o ministro.
Na próxima semana, devem votar os ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Marco Aurélio, Celso de Mello e a presidente da Corte, Cármen Lúcia.
Durante o julgamento, várias entidades se manifestaram, todas contra as regras. Pelo Instituto Brasileiro de Direito de Família, a advogada Patrícia Gorisch disse que a proibição parte do princípio de que os homossexuais são promíscuos e os transforma em “pessoas de segunda categoria”.
“Essas pessoas vão aos bancos de sangue ajudar o próximo, efetivar seu direito de cidadania e saem da lá com um não, pelo simples fato de serem quem são. Isso é totalmente contrário com os tratados internacionais de direitos humanos”, disse.
No entendimento do defensor Gustavo da Silva, representante da Defensoria Pública da União (DPU), a norma trouxe de volta o antigo termo de grupo de risco e vincula doenças sexuais somente aos homossexuais. Para o defensor, atualmente a questão é tratada como comportamento de risco, válido também para homens heterossexuais.
“O grande desafio nas lutas antidiscriminatórias é buscar as sutilezas subjacentes aos discursos aparentemente inofensivos”, afirmou.
Durante o julgamento de hoje, não houve manifestação oral da Anvisa ou do Ministério da Saúde. Em informações enviadas ao STF no ano passado para subsidiar o voto do de Fachin, a Anvisa declarou que segue informações científicas internacionais para estabelecer as normas e que as regras para doação de sangue atendem aos princípios da precaução e proteção à saúde.
Na ocasião, o órgão declarou que homens homossexuais não são proibidos de doar sangue, desde que atendam aos requisitos de triagem clínica.

CICLO DE PALESTRAS MARCA COMEMORAÇÕES DO DIA DO MÉDICO EM SÃO GABRIEL NESTA SEXTA-FEIRA.

A Câmara de Vereadores será o palco da 1ª edição do Ciclo de Palestras, nesta sexta-feira (20/10), evento inserido nas comemorações do Dia do Médico, organizado pela Associação Médica de São Gabriel em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde. De acordo com a Comissão Organizadora, os debates acontecerão na sede do Legislativo Municipal, a partir das 19 horas. As ações terão como foco a “Prevenção de Câncer de Mama” e o homenageado será o médico Fernando Ramos de Lima, considerado o precursor das ações de prevenção ao câncer de mama em São Gabriel.
Dois profissionais médicos serão as atrações do evento. O santamariense Cláudio Magoga Filho, radicado em São Paulo, é obstetra e ginecologista formando na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), com especialização em Mastologia, pelo Centro de Referência da Saúde da Mulher – Hospital Pérola Byington, de São Paulo. Ainda possui especialização em Cirurgia Ginecológica Minimamente Invasiva e Robótica, no Hospital Sirio Libanês; e em Endocrinologia Ginecológica, pela Universidad de Alcalá, na Espanha. Magoga Filho também é Diretor Técnico responsável Clinica Sante – Saúde e estética e Coordenador do Serviço de Ginecologia e Obstetricia do Hospital Campos Sales, de Suzano, em São Paulo.

DR. GERSON

Dr. Gerson é um dos organizadores do evento

Magoga Filho falará sobre prevenção do câncer de mana. O médico radiologista Carlos Jesus Pereira Haygert será o outro palestrante e apresentará o tema diagnóstico por imagem em câncer de mama.
De acordo com o médico nefrologista, Gerson Barreto de Oliveira, o foco será a comunidade médica, mas o evento estará aberto à todos os demais profissionais de saúde.
A HOMENAGEM – O médico Fernando Ramos de Lima tem tudo a ver com o tema. Afinal de contas, ele criou o Serviço de Prevenção ao Câncer Ginecológico, referência na região. Gabrielense, nasceu em 1922, cursou o Colégio Militar. Formou-se em 1947 na Faculdade de Medicina de Porto Alegre.Após, formado, iniciou a atividade médica na cidade de Jacutinga (RS). Atuou um ano em Recife, retornando a São Gabriel onde fixou residência. Foi chefe do Posto de Saúde por vários anos, além de trabalhar no antigo Serviço de Atendimento Médico Domiciliar de Urgência (Samdu).
O médico Gerson Barreto de Oliveira destacou, em um texto publicado pela imprensa (em 21 de agosto de 2015), a importância de Fernando Ramos de Lima para a saúde local. “Ele era um porto seguro… Os secretários de saúde mudavam e ele prontamente colocava o cargo à disposição, para ser mantido logo a seguir, sabiam que ele era o homem certo no lugar certo. Todos os Secretários da Saúde do Estado do RGS passaram por lá (se referindo a casa do Dr. Fernando), Jair Soares veio como Governador e depois já Ministro da Saúde, fazendo questão de cumprimentar o Dr. Fernando”, escreveu.
O médico Fernando Ramos de Lima faleceu em 8 de agosto de 2015, aos 93 anos. “Seu exemplo é uma referência para todos, a nobre arte da medicina perdeu seu último grande cavalheiro na nossa cidade. Os tempos são outros, a vida é mais corrida, não há tempo para confraternizações e gentilezas”, finalizou Gerson.

SOBRE O DIA DO MÉDICO
O Dia do Médico foi comemorado na quarta-feira (18/10). A data é em homenagem à São Lucas, um dos quatro evangelistas do Novo Testamento. Lucas era médico, razão por que se decidiu homenagear os profissionais com o mesmo dia deste Santo.Os médicos podem ser generalistas, ou seja, não ter uma especialização em nenhuma área específica da medicina, ou especialistas, quando são peritos em alguma área, como endocrinologia, estética, cardiologia, obstetrícia e etc.

CAI LIMINAR QUE RESTRINGIA AS ATRIBUIÇÕES DOS ENFERMEIROS NA SAÚDE BÁSICA.

O Desembargador Federal Hilton Queiroz determinou a suspensão da tutela provisória concedida pelo Juízo da 20ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal que restringia as atribuições dos enfermeiros na saúde básica. De acordo com o Desembargador, a decisão tem a ver com a grave lesão à ordem jurídica, à economia pública e à ordem administrativa. Os efeitos suspensivos devem ser mantidos até o trânsito julgado da decisão de mérito.
O Ministério da Saúde havia encaminhado à Advocacia Geral da União subsídios para contestação na Justiça da decisão. Num documento, divulgado na semana passada, a pasta afirmou que a decisão limitando as atividades dos profissionais, concedida há duas semanas numa ação movida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), impactava o funcionamento das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e poderia levar a uma redução do acesso aos serviços.

COMEÇAM AS OBRAS DO NOVO CENTRO DE FISIOTERAPIA DA UNIDADE BRANDÃO JÚNIOR.

CAPA SAUDE

Está em fase inicial de construção, na Unidade Básica de Saúde da Brandão Júnior, um novo Centro Municipal de Fisioterapia. O secretário municipal de Obras e Urbanismo, vereador Marcos “Mec” Vieira, acompanhou os trabalhos iniciais da obra juntamente com o secretário de Saúde, Ricardo Coirolo, a coordenadora municipal de Obras Maira Souto e a coordenadora municipal dos serviços de fisioterapia, Roberta Guimarães dos Santos, juntamente com engenheiros da equipe técnica da SEMOU e o empresário Nei Hecker, da Hecker construtora, empreiteira licitada para a realização da obra.
Segundo o secretário Ricardo Coirolo, o futuro Centro de Fisioterapia irá ampliar em 80% a capacidade de atendimento da população. Atualmente o sistema de Saúde do município atende cerca de 2 mil consultas de fisioterapia por mês. “Há uma grande demanda reprimida no setor, com uma fila de espera que dura cerca de um ano para cada paciente. Com o Centro de Fisioterapia implantado, vamos praticamente zerar a fila, diminuindo o tempo entre a marcação de consulta e o atendimento para cerca de 90 dias”, assinalou o secretário. Com o centro em funcionamento, serão oferecidas mais 1600 novas consultas mensais, além de ser ampliada a equipe com mais cinco profissionais, além dos nove fisioterapeutas já existentes na rede.
O secretário de Obras, Marcos Vieira, ressalta que a obra representa um investimento de R$ 157.303.39, e o prazo de conclusão é de 150 dias. “É um compromisso da gestão do prefeito Rossano que toda a administração está empenhada em tornar realidade”, destacou.

  • Veja A Notícia OnLine no FACEBOOK