VIGILÂNCIA EM SAÚDE REALIZA ATIVIDADES DA CAMPANHA JULHO AMARELO.

TESTES RÁPIDOS E VACINAÇÃO ESTÃO SENDO FEITAS NAS UNIDADES BÁSICAS, MAS HAVERÁ MOBILIZAÇÃO TOTAL NOS DIAS 22 E 29 DE JULHO.

hepatite 1

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da Vigilância em Saúde (setores de Vigilância Sanitária e Epidemiológica e dos Programas de Imunizações e IST, Aids e Hepatites Virais), está desenvolvendo ações da Campanha Nacional de Luta contra as Hepatites Virais. As atividades, inseridas no evento Julho Amarelo, já estão acontecendo nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de São Gabriel, mas terão, como foco central, dois dias de mobilização.

O primeiro dia será neste sábado (22/07), com a realização de testes rápidos de hepatites virais tipo B e C, vacinação de hepatite B e orientações sobre hepatites virais nas Unidades Brandão Júnior, Caic e Zona Oeste. Também terão equipes da Secretaria de Saúde com uma unidade móvel na Praça Dr. Fernando Abbott. Os trabalhos serão realizados entre 8h e 17h.

O segundo dia de mobilização acontecerá no sábado (29/07), com atividades nas UBS Bom Fim, Esplanada, Independência, Nosso Sonho, PAM e Santa Clara e, também, com unidade móvel na Praça Dr. Fernando Abbott. O horário será o mesmo, entre 8h e 17h.A Coordenadora da Vigilância Epidemiológica, enfermeira Maria Edite Antoniazzi, informa que as ações iniciaram na última segunda-feira (17/07) e continuarão sendo desenvolvidas, em todas as Unidades Básicas de saúde, até o dia 31 de julho, sempre das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min.

A Secretaria de Saúde ainda desenvolverá trabalhos de conscientização dentro do Presídio Estadual através da Equipe de Saúde Prisional e em parceria com o Hospital de Santa Casa de Caridade. Conforme a enfermeira Gilvânia Quadros da Silva, responsável pelo Controle de infecções da Santa Casa, será montada uma tenda para disponibilizar testes rápidos para acompanhantes e pessoas que procuraram atendimento no PA 24h. Duas enfermeiras ficarão no local entre 8h e 16h, na área do estacionamento do Pronto Atendimento, para atender o público.

Em 2010, Organização Pan-Americana da Saúde instituiu que em 28 de julho seria comemorado o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais. Inspirado nas campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul, o Julho Amarelo quer conscientizar a população sobre a importância da prevenção, do diagnóstico e do tratamento das Hepatites Virais B e C.

O Ministério da Saúde estima que existam 1,7 milhão de brasileiros portadores do vírus da Hepatite C e 756 mil portadores do vírus da Hepatite B, sendo que muitos não sabem que os têm. O diagnóstico é o grande desafio, por isso há a recomendação de realização dos testes, com o objetivo identificar a doença o mais precocemente.Em São Gabriel, conforme a estatística do MP, existem cerca de 500 pessoas com Hepatite C e não sabem disso.

VIGILÂNCIA SANITÁRIA

A coordenadora da Vigilância Sanitária, Maria Paula Capiotti Pereira, alerta para os cuidados que o cidadão deve ter ao buscar serviços de salões de beleza, manicure, pedicure e tatuadores, por exemplo. Panfletos e folders estão sendo distribuídos para o público com orientações que chamam a atenção para a importância de se observar a existência de alvará da Vigilância Sanitária, que deve ser renovado ou atualizado de acordo com a especificação do Estado e Município.Em caso de acidentes com materiais biológico, as pessoas precisam procurar uma Unidade de saúde para atendimento adequado.

Em cada estabelecimento, os profissionais precisam possuir um número de instrumentos compatíveis com o número de atendimentos, levando em conta o tempo necessário para a limpeza, desinfecção e esterilização dos materiais, pois a cada cliente o instrumento deverá ser limpo e esterilizado.

SAIBA MAIS

As hepatites virais são doenças infecciosas que afetam o fígado e são classificadas pelas letras do alfabeto A, B, C, D e E. Essas doenças não costumam apresentar sintomas, mas, quando eles aparecem, os mais comuns são cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. As hepatites B e C têm tratamento gratuito pelo SUS, sendo que o diagnóstico precoce amplia a eficácia do tratamento, com grandes chances de cura, no caso da hepatite C.

AAPECAN BUSCA AMPLIAR REDE DE APOIO A PACIENTES EM SÃO GABRIEL.

CANCER

A Associação de Apoio a Pessoas com Câncer (Aapecan) de Santa Maria realiza nesta quinta-feira divulgação em São Gabriel. Durante a agenda, serão realizadas reuniões com os representantes das secretarias de saúde e assistência social, visitas aos usuários cadastrados na Aapecan Santa Maria, além de distribuição de material informativo em estabelecimentos comerciais.
Na quinta-feira (20/07), às 8h, o assistente social da Aapecan, Thiago Donadel e a assessora de comunicação Ariéli Ziegler também participam de entrevista na Rádio São Gabriel.
A Aapecan é uma entidade sem fins lucrativos e oferece, com o apoio da comunidade, apoio e assistência gratuita a pessoas com câncer e em situação de vulnerabilidade social. A Aapecan Santa Maria atua desde 2006 na cidade e, por meio da Casa de Apoio, fornece alimentação e hospedagem aos que realizam tratamento oncológico na cidade e não podem arcar com as despesas de estadia e alimentação ou realizar o trajeto todos os dias. Todos estes serviços são ofertados de forma gratuita para usuários e familiares de 138 cidades da região.
Proporciona, ainda, aos usuários cadastrados auxílio em medicamentos, suplementos e dietas alimentares, leite integral e cestas básicas para auxiliar no processo do tratamento oncológico. A Aapecan também promove palestras educativas, ações e campanhas de prevenção e promoção à saúde em escolas, empresas, instituições de ensino, entre outras.

SECRETARIA DE SAÚDE PAGA ATÉ O DIA 30 DE JULHO MAIS DE 241 MIL PARA AGENTES E EX-AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE.

SETOR PESSOAL

Mirian, do Setor Pessoal da Secretaria de Saúde, e Ricardo Coirolo, Secretário Municipal de Saúde. Pagamento acontecerá até o dia 30 de julho

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Gabriel anunciou nesta terça-feira (18/07) a data de início do pagamento dos valores de incentivo adicional de assistência aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) referentes ao período de 2015 e 2016. De acordo com o Secretário de Saúde, médico Ricardo Lannes Coirolo, serão beneficiados mais de 210 agentes, entre, ACS’s que trabalharam nos dois primeiros anos de implantação do programa e ACS’s que estão em atividade, e, ainda, agentes estatutários.
No total, a Secretaria estará disponibilizando em conta mais de R$ 241 mil. Os pagamentos começarão a serem feitos até o dia 30 de julho.
Segundo o Secretário de Saúde, o dinheiro (advindo do valor recebido do Governo Federal, através do Ministério da Saúde) estava depositado em conta desde 2015, mas a Prefeitura Municipal de São Gabriel não tinha amparo legal para efetuar os pagamentos.
Uma lei municipal – criada em 1º de junho deste ano – autorizou o Poder Executivo Municipal a repassar o incentivo aos Agentes Comunitários de Saúde.
Conforme o artigo 5º da lei municipal, o valor não terá natureza salarial e não se incorporará a remuneração dos agentes, não servindo de base de cálculo para o recebimento de qualquer outra vantagem funcional.

116 EX-AGENTES SERÃO BENEFICIADOS
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou ainda uma relação de 116 nomes de ex-agentes que, mesmo já não exercendo a função, também terão direito ao benefício. São profissionais que trabalharam entre 2015 e 2016.
O Secretário de Saúde explica que estas pessoas terão um prazo de três dias (iniciado nesta terça-feira e encerrando na quinta-feira, dia 20) para efetuar o preenchimento de um formulário de recadastramento de conta bancária e entregar o documento na Coordenadoria de Pessoal da Prefeitura de São Gabriel. O formulário poderá ser adquirido no mesmo setor.

AVISO
Pelo presente procedemos a convocação das pessoas a baixo relacionadas, para que entreguem devidamente preenchido, na Coordenadoria de Pessoal da Prefeitura de São Gabriel, o formulário do anexo I (Recadastramento de Conta Bancaria). Para que seja cumprido o prazo da Lei 3.830/2017 (Incentivo adicional de assistência aos Agentes Comunitários de Saúde), o recadastramento deverá ser realizado somente nos dias 18, 19 e 20 de julho de 2017.

CONFIRA OS NOMES
Adao Felipe Prestes Ribeiro
Alessandra Marques Santana
Alessandro de Souza Peres
Amanda Oliveira Ferraz
Ana Franciele Azambuja Antunes
Ana Ligia Machado Ramos
Andreia D. Martins Pereira
Andreia Durand Chiabotto
Andressa Cristina Soares
Andriele Vaz Chiesa
Angela T. Marinho Carvalho
Bruna E. Goncalves do Canto
Camila de C. Flores da Silva
Carine Rosca Avila da Silva
Carolina de C. Flores da Silva
Carolina Oliveira Castro
Catia Alessandra Mafra Silva
Catia B. Da Silva Rodrigues
Catiusia Freitas Dias
Ceres Lenita Teixeira Reck
Claudia S. Rodrigues Severo
Cristiane Lima Aguete
Cristiano Trindade Mario
Daiane da Silva Ortiz
Daiane Silva Gomes
Daner Marinho Pinto
Daniele Amado Marinho
Dayse de Fatima Dorneles Pires
Deia M. De Siqueira Bonilha
Delamar Jose da Silva Melo
Diovani da Rosa Coelho
Eduardo Araujo Peres
Elber Vander Xarao Vieira
Eldo Simoes Ramires
Eliane de Fátima Pinto da Silva
Eliane T. Figueira de Almeida
Elisabete Lopes Barcelos
Elisabeth Toledo Flores
Elisangela Silveira Pires
Elisiane Brandao Ximendes
Elizandra Rodrigues Pereira
Elizara Silveira Jardim
Eniton Patrick Pinto Gomes
Erlheane Rodrigues Berger
Fabiane Nunes de Quadros
Fatima B. Benneth Santiago
Fernanda da S. F. Vargas
Fernanda de Avila Khatib
Franciele Ambrozi Machado
Franciele da Silva Nunes
Franciele Rodrigues de Souza
Franciele Soares Mosseline
Gilvania Paulo Prestes
Gisele Silveira Marques,
Gislaine de F. Augusto Vivian
Glauce Natielen Chaves Medina
Guilherme da Costa Rodrigues
Iderlei Simoes Flores
Ildephonso L. Munhoz Rieffel
Ingrid Nunes de Aviila
Janair Martins dos Santos
Joao Antonio Marques Silveira
Jucelaine Dias da Silva
Juliane Machado Zoch
Juliane Teixeira Soares
Juliete B. Dos Santos Varreira
Julio C. Rodrigues de Oliveira
Katia Cilene Schultz
Kelly Beatriz Rodrigues Pinto
Larissa dos Santos Avila
Larissa Veloso Rodrigues
Laureny M. Da Silva de Almeida
Luana Cabral de Souza
Luis Eduardo Freire Mattos
Magda Batista Lisboa
Maraisa Medina
Marcia G. K. De O. Sampaio
Marcia Machado Goulart
Marcos Goncalves Batista Filho
Maria Lucia Heberle Rodrigues
Marian Anhanha Suptitz
Mariane Fagundes dos Santos
Mariele Velloso Andrade
Martiele Noble Arce
Marzete Teixeira
Mauricio Machado da Silva
Michele Barcelos Jobim
Mineia Machado Andrade
Natalia Dias Andrade
Nina Flavia de Medeiros Bock
Otilia de Fatima Dias da Rocha
Pamela Vieira Rodrigues
Paola Ferreira dos Santos
Paola Rodrigues Ribeiro
Patricia Barbosa dos Santos
Priscilla do N. S. De Almeira
Querina Ramos de Goes
Rociele Rodrigues Nunes
Rosana Ferreira Santiago
Rosane Cortes Rodrigues
Rosangela Nascimento Santos
Rosele M. Silveira dos Santos
Rosemary da Cruz
Siliomar Luis Espindola Silva
Silvia C. De Oliveira Berny
Simone Mendes dos Santos
Simone Varreira
Tainara da Rosa Netto
Tania Santos dos Santos
Terezinha de Fatima da Rosa
Valeria Goncalves Rodrigues
Veronica da Silveira Bley
Vilsiane Vargas da Costa
Viviane Franca dos Santos
Zaira Gerusa Schaf Santos
Zulma Batista Munhoz Bisogno

NOVOS LEITOS: SANTA CASA ESPERA AMPLIAR VAGAS EM CERCA DE 25 DIAS.

santa 3

Pacientes aguardam leitos nos corredores

A falta de leitos e o número de pessoas esperando por vagas para baixa parece aumentar do dia para a noite. Mesmo assim, a Administração do Hospital de Santa Casa de Caridade consegue manter todos os pacientes em observação, mesmo que essas pessoas tenham que ser mantidas em macas e cadeiras nos corredores do Pronto Atendimento 24 Horas, onde são realizados os primeiros atendimentos e triagem.
Fotos de um acompanhante, tiradas na sexta-feira (14/07), mostram pessoas nos corredores e outras em macas aguardam a liberação de vagas.
“Olha, não tenho queixas. A minha mulher ficou das 22h30min de quinta-feira até a tarde de sexta-feira aguardando uma vaga, esperando no corredor. Mas eu entendo. Assim como ela, muitos outros estavam na mesma situação. Por ser um hospital de referência, todos acabam procurando a Santa Casa de São Gabriel e a sua capacidade está esgotada”, comentou o marido que tirou as fotos. “As pessoas estão sendo atendidas nos corredores, em cadeiras de rodas ou macas. Não estou reclamando, estou apenas fazendo um relato da situação que parece ser muito difícil”, argumentou.
O Provedor do Hospital de Santa Casa de Caridade, advogado Marcos Goes, informou, no dia 30 de junho, que o hospital não tinha leitos disponíveis para baixas e que o número de pessoas precisando de quartos continuava aumentando diariamente.
Nesta segunda-feira (17/07), ele voltou a confirmar a situação, mas garantiu a possibilidade de ampliar em, pelo menos, 23 leitos a capacidade em até 25 dias, quando a obra da antiga Classe A deverá estar concluída.
“Hoje, ainda falta a colocação do sistema de oxigênio. Não podemos liberar os quartos sem o oxigênio. Isso deve acontecer em cerca de 25 dias e aí conseguiremos ampliar o número de leitos”, finalizou.

‘GRUPO HARMONIA” DESENVOLVE TRABALHO COM PACIENTES QUE TEM HEMIPLEGIA.

fisio-2.jpg
A atenção básica a saúde, que é obrigação das unidades que respondem a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), poderia ficar limitada apenas ao atendimento profissional de médicos, enfermeiros, auxiliares e administradores da Pasta. No entanto, para promover um serviço de excelência, a Secretaria amplia o raio de atenção à população colocando em prática projetos e programas.
Um exemplo disso é o “Grupo Harmonia”, que funciona na Unidade Básica de Saúde Brandão Júnior e é voltado para recuperação, promoção e tratamento de usuários portadores de hemiplegia.
Para quem não sabe, a hemiplegia consiste em um tipo de paralisia cerebral. O paciente acometido fica com um lado do corpo paralisado e bastante debilitado.

No dia 28 de junho, o “Grupo Harmonia”, que tem como responsável a fisioterapeuta Paula Marise Moraes Reis, realizou uma festa junina para celebrar as conquistas obtidas com o trabalho em grupo. O setor é coordenado pela fisioterapeuta Roberta Guimarães.
As técnicas de Fisioterapia utilizadas são variáveis, a finalidade é beneficiar o estado físico e mental do paciente com hemiplegia, aumentando sua capacidade. Porém, é de suma importância observar as limitações individuais. O tratamento deve ser realizado de modo contínuo, sempre estimulando o paciente para evitar o aumento de contraturas musculares.

NOVOS MÉDICOS GINECOLOGISTAS COMEÇARAM A ATENDER NAS UNIDADES BÁSICAS.

coirolo informa usuários da saúde

Secretário de Saúde informou a contratação de novo médico ginecologista para a Rede Municipal de Saúde. Na Vila Santa Clara, médico começou a atender na semana passada

Uma das principais reivindicações do público feminino assistido pela Rede Básica de Saúde foi atendida no início deste mês. O Secretário de Saúde, médico Ricardo Coirolo, confirmou a contratação dos ginecologistas Jilmária Almeida e Rodrigo Rogato. Os profissionais já estão atendendo na Unidades Básicas de Saúde (BBS).
Conforme a coordenadora das UBS, enfermeira Aline Schroeder, os médicos estarão disponíveis para cada um dos 9 postos de saúde, pelo menos, uma vez por semana, garantindo, desta forma, cobertura total de todo o público feminino que busca atendimento na Rede. “Inclusive a comunidade do Bairro Santa Clara também está sendo assistida, que atende a população do interior”, explica a enfermeira.
TERCEIRO TURNO
As Unidades de Saúde Brandão Júnior e Caic completaram a terceira semana de implantação do Programa Municipal Terceiro Turno. Levantamento da Secretaria Municipal de Saúde confirma que, na primeira semana, foram atendidas, em média, 25 pessoas por dia em cada posto. Na última semana, de acordo com o levantamento, aumentou bastante a procura.

SAÚDE IMUNIZA CRIANÇAS QUE AINDA PRECISAM DA SEGUNDA DOSE DA VACINA CONTRA A GRIPE “A”.

vacina criança

Para ficarem totalmente protegidos, menores de dois anos devem receber duas doses, com intervalo de 30 dias da vacina contra o vírus H1N1. A Secretaria Municipal de Saúde de São Gabriel está concluindo a aplicação da segunda dose da vacina contra a gripe para crianças entre 6 e 23 meses de idade em todo o Município.
Balanço da pasta aponta que 2.557 crianças receberam a primeira dose da vacina desde a data de início da campanha. O número representa 74,81% do total previsto nesta faixa etária. Mas para ficarem totalmente protegidas contra as complicações do virus Influenza, causador da gripe, as crianças devem receber duas doses.
A coordenadora do setor imunizações, enfermeira Maria da Graça Barros, informa que as crianças que ficaram agendadas para a segunda dose e ainda não o fizeram, devem procurar a Unidade de Saúde. “Quem fez a primeira dose e não procurou a Secretaria para fazer a segunda, não vai ficar imunizado”, alerta.
As doses estão sendo feitas na Unidade Central, na Rua Barão do Cambai, na esquina da Santa Casa de Caridade, em horário comercial, de segunda a sexta-feira.
A Campanha, concluída na primeira quinzena de junho, teve em São Gabriel os melhores números da região. Foram imunizados 1.119 trabalhadores em saúde, 419 gestantes, 104 puérperas e 8.742 idosos. O Município ficou bem acima da meta, atingindo 90,58 da cobertura total dos grupos.

  • OUÇA A RÁDIO CULTURA