EM SEIS HORAS CHOVE MAIS DE 100 MILÍMETRO E A ÁGUA TOMA CONTA DAS RUAS DE SÃO GABRIEL.

primavera 3 - blog

Moradores ilhados no Bairro Jardim Primavera

Este slideshow necessita de JavaScript.

O temporal da madrugada deste domingo (23/09) deixou uma série de estragos no Rio Grande do Sul. De acordo com a Defesa Civil Estadual, foram atendidas ocorrências em oito municípios gaúchos, com cinco residências atingidas por quedas de árvores ou destelhamento. Em São Lourenço do Sul, na Região Sul, uma família ficou desalojada. A chuva forte e as rajadas de vento também provocaram falta de luz. Segundo a CEEE, RGE e RGE Sul, 363 mil pontos no estado ficaram sem energia elétrica.
Em São Gabriel, a Defesa Civil Municipal manteve equipes de prontidão durante todo o dia. O caso mais grave foi registrado no Estádio Municipal. O vento forte, durante a madrugada, dobrou as barras de ferro que davam sustentação a cobertura do pavilhão social. O telhado de zinco e a estrutura de metal ficaram sobre as salas usadas pelas emissoras de rádio.
Nos bairros e vilas, as ruas alagaram e a água invadiu algumas residências. Os casos mais críticos foram registrados nas regiões próximas as sangas. No Bairro Jardim Primavera, os moradores da Rua Genésio Possebom registraram, em fotos, o alagamento. Muitas casas ficaram ilhadas. Conforme a população, o alagamento é provocado pela falta de limpeza de um “valão”. As fotos mostram, também, muito lixo espalhado.
Na Avenida Francisco Hermenegildo, um morador fotografou a principal via de acesso a zona oeste completamente coberta pela água. O problema também está relacionado a sanga (a mesma que chega ao Bairro Jardim Primavera) e a incapacidade de dar vazão a água da chuva. A situação chegou a ser levantada, na semana passada, pelo vereador Rossano Farias, do PSB, que encaminhou à Prefeitura o pedido de limpeza da sanga, mencionando o alagamento constante da Rua Livramento, no Bairro Cidade Nova.
Na Rua Francisco Silva, no Bairro Bom Fim, o problema é a falta de vazão, mas diferente dos outros pontos, o local não tem sanga. Os moradores alegam que o alagamento da rua é constante e que os pedidos de providências vem se repetindo Há anos. “Olha como esta a Rua Francisco Silva, perto da creche Sítio do Pica-Pau Amarelo, abandonada. A água tomou conta da rua e seus moradores não conseguem sair das casas. É um absurdo. Cada fez que chove é isso e ninguém toma providências”, disse Patrícia Cruz.
O presidente da Defesa Civil de São Gabriel e secretário de Obras, Ricardo Júnior, disse que choveu mais de 100 milímetros em menos de 6 horas. O volume, segundo ele, foi muito elevado para pouco espaço de tempo e por isso as sangas transbordaram, impossibilitando a vazão. Ele garantiu que a Defesa Civil daria assistências a todas as comunidades afetadas pelos alagamentos.

Anúncios

DEZENOVE ENTIDADES PARTICIPAM DO DESFILE GAÚCHO EM SÃO GABRIEL.

desfile

Decisão dos patrões de CTGs e PTGs: Desfile começará às 15 horas

Considerado um dos maiores do Rio Grande do Sul, o desfile gaúcho de São Gabriel terá 19 entidades tradicionalistas este ano. Na verdade, o número vem se repetindo nos últimos anos, com a participação desta quantidade fixa de CTGs e PTGs na Reculuta Municipal, competição tradicionalista que define, com a realização de provas artísticas e campeiras, a ordem de apresentação na Praça Dr. Fernando Abbott.
O desfile deste ano começará às 15 horas. O horário foi alterado ainda na manhã desta quinta-feira (20/09), após reunião de patrões, com o objetivo de ampliar o prazo para a organização das entidades que tem cavalarianos vindo do interior do Município. A Patronagem da CTM – Coordenadoria Tradicionalista Municipal confirmou, ainda, a realização do desfile, mesmo com chuva.
A expectativa, mesmo com chuva, é de que o número de cavalarianos possa chegar a 1.800 este ano, quantidade registrada em 2017.

MORMO
Todos os cavalarianos precisam portar, em mãos, os exames de mormo e anemia infecciosa equina e, ainda, atestado de vacinação contra influenza equina.
A fiscalização ficará por conta do Serviço Veterinário Oficial. As equipes contarão o número de animais no ponto de início do desfile e os dados devem coincidir com os autorizados pela Inspetoria Veterinária. Na prática: O número de inscritos tem que ser o mesmo do de participantes, mas a responsável pela Inspetoria Veterinária, médica veterinária Brunele Weber Chaves, admite que “aceita” uma diferença mínima, já que alguns cavalarianos desfilam em mais de uma entidade. “No entanto, é preciso que a patronagem da entidade justifique a diferença”, ressalta.
A fiscalização será aleatória. “No entanto, todos os tradicionalistas, os que forem desfilar, precisam portar os exames. Se for solicitado, eles terão que apresentar. Se não tiver, não desfila”, argumenta Brunele.
Em caso de irregularidade – que, em tese, significa burlar as exigências -, tanto os cavalarianos, quanto a entidade, o promotor do evento (a Coordenadoria Tradicionalista Municipal) e o médico veterinário serão autuados e ficarão sujeitos ao pagamento de multas que variam entre R$ 1,9 mil e R$ 18 mil.
O desfile gaúcho começará às 15 horas, aberto pela Patronagem da CTM, e, logo em seguida, passará o CTG Caiboaté, campeão da Recululta Municipal pelo quarto ano seguido.

CONFIRMA A ORDEM DO DESFILE
1º – CTG Caiboaté
2º – CTG Sentinela do Forte
3º – CTG Tarumã
4º – CTG Sentinela do Rio Grande
5º – CTG Querência Xucra
6º – CTG Lenço Verde
7º – PTG Novo Grito
8º – CTG Três Querências
9º – CTG Passo do Ivo
10º -CTG Querência do Pai Quati
11º – CTG Lenços Brancos do Bom Fim
12º – CTG Maneco Pereira
13º – PTG Os Vaqueanos
14º – PTG Flete de Guerra
15º – PTG Rancho da Amizade
16º – GTC Sepé Tiarajú
17º – PTG Dácio de Assis Brasil
18º – CTG Clarim Campeiro
19º – CTG Lenes Doria Teixeira

ALTERAÇÃO EM HORÁRIO: DESFILE GAÚCHO COMEÇARÁ ÀS 15 HORAS.

JULIO

Patrão confirma evento para às 15 horas

A Patronagem da CTM – Coordenadoria Tradicionalista Municipal confirmou a realização do desfile gaúcho nesta quinta-feira (20/09). O anúncio foi feito pelo Patrão Júlio Moreira. A decisão foi tomada após reunião da direção da CTM com os patrões dos CTGs filiados a entidade, na manhã desta de hoje, no Clube do 6º BE Cmb.
Em relação ao programa inicial, a única alteração fica por conta do horário de início do desfile, que passa de 14 para às 15 horas. De acordo com o patrão da CTM, a decisão leva em consideração as dificuldades de deslocamento de cavalarianos, principalmente os que estão trazendo os cavalos de algumas regiões mais distantes da área central da cidade. “Assim, com mais uma hora para se prepararem, possibilitando que os pessoal – principalmente aqueles que estão vindo do interior do município – passam se deslocar para o centro da cidade. Também existe a possibilidade de que a chuva de uma trégua no começo da tarde. De qualquer forma, com chuva ou sem chuva, o desfile acontecerá”, argumentou.

A SAGA DE PIÁ TELÚRIO CONQUISTA O PRIMEIRO LUGAR NO FESTIVAL CANTO DA CARRETA.

saga de piá telúrio

Saga de Piá Telúrio campeão do Canto da Carreta

Uma vaneira, com letra de Francisco Luzardo e Melodia de Daner Marinho, conquistou o primeiro lugar no Festival Canto da Carreta. “A Saga de Piá Telúrio” foi a grande campeã. O evento aconteceu no final de se mana passado na Parque Tradicionalista Rincão das Carretas. Na primeira noite, cerca de 8 mil pessoas assistiram as apresentações. A grande final – com oito músicas classificadas – aconteceu na noite de domingo.
Interpretada por Daner Marinho, a composição ainda conquistou os prêmios de Melhor Arranjo Instrumental e Melhor Poesia.
A milonga “Ainda te avisto carreta”, com letra de Dalvan Medina / Mario Lucas e Melodia de Diego Camargo, conquistou o segundo lugar, e a chamarra “De serviço e campereada”, com letra de Emerson Fernandes e melodia de Matheus Alvez, ficou com o prêmio de terceiro lugar.
“Coisa de Campo”, de “A Saga de Piá Telúrio” conquistou o primeiro lugar no 1o Festival Canto da Carreta João Marcos Kelbouscas e Mauro Silva, foi eleita a Música Mais Popular do festival e Miguel Conrad Madri recebeu o prêmio revelação.
O 1º Festival Canto da Carreta é um evento organizado pela Associação Cultural São Gabriel das Carretas com o objetivo de assumir um compromisso com a cultura, focando a carreta, que possui um elo com a tradição em São Gabriel.

CONFIRA: 2º lugar – Ainda te avisto carreta; 3º lugar – De serviço e campereada; Melhor Arranjo Instrumental – A Saga de Piá Telúrio; Melhor Arranjo Vocal – Coisas de campo; Melhor Indumentária – João Vitor Nunes; Melhor Instrumentista – João Vitor Nunes; Melhor Interprete – Danner Marinho; Melhor Melodia – Ainda te avisto carreta; Melhor Poesia – A Saga de Piá Telúrio; Melhor Tema sobre a Carreta – Ainda te avisto carreta; Melhor Tema Campeiro – Décima para um palanque; Música Mais Popular – Coisas de Campo; Revelação – Miguel Conrad Madri.

CÂMARA DE VEREADORES ENTREGA MEDALHAS DE HONRA AO MÉRITO TRADICIONALISTA EM SESSÃO NO PARQUE.

AGRACIADOS
Os festejos farroupilhas estão chegando ao final, mas, mesmo nos últimos dias, as atrações continuam surpreendendo o público que acompanha a programação no Parque Rincão das Carretas. Na noite desta segunda-feira (17/09), a Câmara Municipal de Vereadores realizou sessão solene, no Galpão da CTM, em homenagem a 16 pessoas que se destacaram na valorização da cultura gaúcha.
Os vereadores ainda entregaram Votos de Louvor para o Grupo de Dança da Associação Pró-Down, Humberto Petrarca, PTG Dácio de Assis Brasil e Projeto Fábrica de Gaiteiros.
A inclusão também fez parte do evento com a apresentação do Grupo de Danças da Pró-Down. No encerramento, alunos do Projeto Fábrica de Gaiteiros também abrilhantaram a festa com duas apresentações.
A sessão agraciou gabrielenses que se dedicaram a cultuar as tradições do povo gaúcho. O evento homenageou pessoas como Agapito Chaves Júnior, atual patrão do CTG Caiboaté e um dos principais narradores de rodeios do Rio Grande do Sul. O nome dele foi indicado pelo Éder Barboza, do PT; Inocêncio dos Santos Camargo, o Camarguinho da Fronteira, músico que já chegou a ser carreteiro e peão, capataz e domador. Ele foi indicado pelo vereador Felipe Abib, do PT; Floriano Moura, o bisneto de Maneco Pereira, homem que ficou conhecido porque laçava com o pé. Moura faleceu em 2004, aos 84 anos. O nome dele foi apresentado pelo vereador Vagner Aloy, do PSDB.
Os familiares de Moura prestigiaram o evento e receberam, juntos, a medalha.
O patrão da CTM – Coordenadoria Tradicionalista Municipal, Júlio Moreira, indicado pelo vereador Evaristo de Oliveira, do PPS, também foi homenageado.
Uma adolescente, de apenas 13 anos, também apareceu entre os agraciados. Izadora Carvalho Mota, filha de Sabrina e Izan, foi indicada pelo vereador Antonio Pedro de Brito Bertazzo, do PDT.
Apesar de jovem, a tradicionalista já tem grandes conquistas, como primeiro lugar no Festival Joãozinho da Ponte e primeiro na Estância Piá de 2015. Entre 2016 e 2017, ela esteve sempre entre os primeiros lugares em festivais com Fest Mirim, Circuito de Rodeios, Sentinela da Dança, Canto da Terra, Cantarte, Gauderiada da Canção, Quatro Tentos da Canção e Forte em Dança, realizados em São Sepé, Santa Margarida do Sul, Rosário do Sul, Caçapava do Sul e São Gabriel.

PARCIAL APONTA CTG CAIBOATÉ COMO GRANDE CAMPEÃO DA RECULUTA 2018.

ctg caiboaté

CTG Caiboaté – campeão da Reculuta do ano passado – chega ao tetracampeonato este ano.  A entidade abrirá o desfile, assim como aconteceu em 2017 (foto – arquivo A Noticia)

Parcial divulgada pela CTM – Coordenadoria Tradicionalista Municipal no começo da noite deste domingo (16/09) confirma o CTG Caiboaté em primeiro lugar na Reculuta Municipal de 2018. Consequentemente, com o encerramento das provas da competição tradicionalista na tarde de domingo, a entidade é virtualmente a grande campeã de 2018. No entanto, mesmo com os números já divulgados, a CTM só oficializará o resultado da Reculuta e a ordem do desfile de 20 de Setembro na próxima terça-feira (18/09).
O Patrão da CTM, Júlio Moreira, disse que o resultado oficial ainda depende da análise final dos números. “Não queremos anunciar ganhadores antes de analisarmos, com calma, todos os números. Na correria, podemos cometer algum erro na soma, por isso, os números estão sendo analisados novamente. Hoje, o resultado da Reculuta é esse. Mas é um resultado parcial”, explica.
O CTG Caiboaté concluiu a Reculuta Municipal com 553 pontos, seguido do CTG Sentinela do Forte, com 515. O CTG Tarumã, que chegou a se aproximar na reta final, ficou em terceiro lugar, com 500.
A solenidade de premiação dos melhores da Reculuta Municipal 2018 acontecerá na noite desta terça-feira (18/09), no Galpão da CTM, no Parque Tradicionalista Municipal Rincão das Carretas. Será feita a entrega de troféus da competição, que este ano chega a sua 32º edição.
A classificação na Reculuta define a ordem do desfile tradicionalista na Praça Dr. Fernando Abbott, no dia 20, a partir das 14 horas. Este ano, cerca de 1.800 cavalarianos devem participar do evento.

CONFIRA A ORDEM DA CLASSIFICAÇÃO
1º – CTG Caiboaté, 553
2º – CTG Sentinela do Forte, 515
3º – CTG Tarumã, 500
4º – CTG Sentinela do Rio Grande, 414
5º – CTG Querência Xucra, 367
6º – CTG Lenço Verde, 238
7º – PTG Novo Grito, 214
8º – CTG Três Querências, 168
9º – CTG Passo do Ivo, 156
10º -CTG Querência do Pai Quati, 145
11º – CTG Lenços Brancos do Bom Fim, 142
12º – CTG Maneco Pereira, 112
13º – PTG Os Vaqueanos, 109
14º – PTG Flete de Guerra, 72
15º – PTG Rancho da Amizade, 54
16º – GTC Sepé Tiarajú, 01
17º – PTG Dácio de Assis Brasil, 0
18º – CTG Clarim Campeiro, 0
19º – CTG Lenes Doria Teixeira, 0

ACESSO A VILA SANTA CLARA FICA INTERROMPIDO POR MAIS DE TRÊS HORAS.

TRATOR 1

Este slideshow necessita de JavaScript.

O trânsito de veículos ficou interrompido por cerca de três horas na região sul da cidade. Um trator do tipo “esteira de rodagem” – que estava sendo carregado em um caminhão – acabou caindo da carroceria quando quando o veículo iniciava a travessia da ponte metálica de acesso a Vila Santa Clara. O trânsito de veículos ficou interrompido por cerca de três horas e só retornou a normalidade por volta de 12 horas deste domingo.
Foi o primeiro caso registrado na região. Apesar do volume intenso de veículos no local, ainda não havia registro de bloqueio da ponte por razão semelhante.
A ponte da Santa Clara (chamada de ponte temporária) é a principal via de acesso ao bairro e localidades, como assentamentos Conquista do Caiboaté, Itaguaçu e São Paulo, além de regiões como Batovi e Suspiro.