PLANEJAMENTO APRESENTA PROJETO PARA IMPLANTAÇÃO DO ESTACIONAMENTO ROTATIVO.

estacionamento rotativo
A implantação de Estacionamento Rotativo no centro da cidade foi tema de reunião na última terça-feira (16/05). O secretário municipal de Planejamento e Projetos, Ricardo Júnior, recebeu vereadores da base governista para apresentar o pré-projeto antes de seus acabamentos formais para enviar ao Poder Legislativo. Participaram do encontro o Coordenador de Assuntos Parlamentares do Gabinete do Prefeito, ex-vereador Antônio Devair (Beka), o Presidente do Poder Legislativo Claudiomiro Borges, os vereadores Adão Santana (PTB), Flavia Batista (PP) e Antônio Pedro Bertazzo (PDT).
O secretário Ricardo Júnior explanou aos vereadores alguns detalhes do novo sistema, que será debatido por eles quando o projeto estiver formalmente no Poder Legislativo: “Proporcionar uma solução pela democratização dos espaços para estacionamento nos logradouros centrais é uma proposta em vem sendo estudada desde 2011, porém sem efetividade até o momento. Durante esse período até os dias atuais foram debatidas várias formas de fazer, dialogou-se com a comunidade, foram criadas comissões, o numero de veículos aumentou consideravelmente ano após ano, os espaços para estacionar são praticamente os mesmos. Estamos apresentando o pré-projeto aos vereadores antes mesmo do envio formal à Câmara Municipal, como forma de construir um melhor entendimento dos termos da proposta do projeto como forma de demonstração do quanto levamos a sério o diálogo institucional e forte com o Legislativo”, ressaltou o secretário.

POLÍCIA PRENDE ACUSADOS DE ROUBOS E FURTOS NA CIDADE.

alexandre pintado

Alexandre (Pintado)

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quarta-feira (17/05), na Rua Mimosa Salgado – Bairro Cidade Nova, dois elementos acusados em envolvimento em furtos e roubos ocorridos nos primeiros dias de maio. Foram detidos dois homens: Alexandre Cabreira Simões (vulgo Pintado), de 24 anos, e Roger Guterres Veiga, de 22. Eles foram encaminhados para o Presídio Estadual.
De acordo com a polícia, Alexandre e Roger são acusados de agredirem um jovem em via pública. Após a violência, eles fugiram levando uma bicicleta da vítima.
O roubou aconteceu na Rua Barão do Cambaí, em frente a Drogaria Cidade, e foi flagrado pelas imagens de segurança de uma empresa.

roger

Roger Veiga

No mesmo dia, a dupla também furtou vários objetos de uma casa próximo ao Hospital de Santa Casa de Caridade. Eles teriam aproveitado o fato de estarem realizando um trabalho para o proprietário da residência. A dupla é também acusada de furtar o telefone celular de um deficiente visual.
Roger tem antecedentes, mas nunca tinha sido preso. Já o comparsa dele, Alexandre, tem antecedentes e uma longa lista de crimes da mesma natureza.
Em 2013, ele foi manchete quatro vezes seguidas em questão de dias. Ele chegou a ser considerado pelos órgãos de Segurança Pública da cidade uma das maiores “dores” de cabeça para a sociedade. E foi fácil chegar a esta conclusão.
Apesar de jovem, Alexandre tem uma longa ficha criminal que varia de furtos leves a roubos e agressões graves. O acusado visa sempre usurpar o bem alheio, muitas vezes, usando da força física contra pessoas incapazes de reagir.
A prisão foi decretada,a época, pela Juíza de Direito, Juliana Neves Capiotti, entendendo que a detenção do acusado auxiliaria na garantia da ordem pública.
Naquele ano, um mês antes, Alexandre roubou uma bicicleta de um idoso de 71 anos. Antes, ele agrediu gravemente o velho com socos e pontapés.
De janeiro a abril, o acusado foi detido – em flagrante – quatro vezes. Duas situações aconteceram em sequencia, no mês de março. Alexandre chegou a brincar, na Delegacia de Polícia, alegando que estava ficando famoso ao ser fotografado pela reportagem do Blog N1 Notícia.
Em abril, uma denúncia anônima levou a Brigada Militar a apreender um revólver. A arma estava com Alexandre na casa dele. Pouco antes da prisão, o rapaz “brincava” com a arma em via pública. A primeira detenção aconteceu em janeiro, quando ele se envolveu em agressões e roubo a um grupo de adolescentes.
Depois de passar um tempo preso, Alexandre foi liberado e voltou a praticar os mesmos delitos.

TRÂNSITO: MAIS UM ACIDENTE NO CENTRO DE SÃO GABRIEL.

WhatsApp Image 2017-05-16 at 17.06.25WhatsApp Image 2017-05-16 at 17.20.03
Um acidente de trânsito, ocorrido no final da tarde desta terça-feira (16/05), deixou, pelo menos, duas mulheres feridas. A ocorrência aconteceu no cruzamento das ruas Júlio de Castilhos com Maurício Cardoso, na área central de São Gabriel.
Dois veículos foram envolvidos em uma colisão. De um lado, uma caminhonete Peugeot Escapade e do outro, um VW Gol. Os automóveis tiveram as partes frontais destruídas. A condutora da Escapade chegou a invadir a calçada, batendo em uma placa de sinalização.
As mulheres foram identificadas como sendo Jany Simon Ferraz, de 59 anos, e Lucilene Pinto Neves, de 30. Elas foram socorridas pelo SAMU e encaminhadas para o Hospital de Santa Casa de Caridade.

HOMICÍDIO NO CORREDOR DE BAGÉ CHAMA ATENÇÃO DA IMPRENSA ESTADUAL.

O crime ocorrido no final de abril ganhou destaque na imprensa estadual. O jornalismo da Record TV divulgou reportagem completa sobre o crime que resultou na morte de José Valdecir da Silva Coelho, de 47 anos. Veja o material produzido em parceria com A NOTÍCIA ON LINE.

CLIQUE NA IMAGEM PARA VER A REPORTAGEM

reportagem Record

 

 

GABRIELENSE DIZ QUE FILHO MORREU POR CAUSA DE NEGLIGÊNCIA NO ATENDIMENTO E NEGATIVA DE INTERNAÇÃO EM HOSPITAL DE LAJEADO.

Bebê de 1 ano morreu após ser encaminhado para atendimento em UPA na cidade de Lajeado. Mãe de São Gabriel não aceita versão da Saúde.

upa

Atendimento inicial aconteceu na Unidade de Pronto Atendimento

A morte do pequeno Guilherme Marinho da Silva será averiguada pela Polícia Civil (PC) e pela Secretaria da Saúde (SES) de Lajeado. A criança, de 1 ano, deu entrada na emergência da UPA às 17h55min de segunda-feira (08/05), com uma crise convulsiva e febre. A criança morreu cerca de uma hora e meia após receber os primeiros atendimentos.
De acordo com a Polícia Civil (PC), o menino foi medicado com antibióticos para controlar a convulsão e a febre. Entretanto, a medicação não teve efeito e o quadro evoluiu para uma crise cardiorrespiratória, que causou a morte da criança. O corpo foi encaminhado para perícia no Instituto Médico Legal (IML).
Responsável pela investigação, o delegado de polícia Juliano Stobbe disse, em entrevista ao Jornal Informativo, de Lajeado, que o resultado da perícia foi inconclusivo. “Não foi possível verificar se o medicamento dado para a criança durante o atendimento foi responsável pela morte”.
Ainda, segundo o Informativo, o delegado se refere ao antibiótico aplicado quando a criança deu entrada na UPA. Outra hipótese que circulou durante a semana é que a morte tenha sido causada por uma vacina que Guilherme receberá no começo do dia. As doses são da rotina do calendário infantil. Segundo Stobbe, essa é uma das hipóteses investigadas. “Existe essa possibilidade, mas não tem como confirmar nem descartar”, argumentou.
Como a perícia terminou inconclusiva, foi guardada uma amostra biológica do bebê para novas análises. “Vamos solicitar o exame pericial nessa amostra, verificar junto aos prontuários de atendimento quais os procedimentos usados e qual o quadro clínico da criança quando deu entrada”, explicou.

tati

Fernanda com a filha Ana Alice e o bebê (Guilherme)

ANÁLISE EM PORTO ALEGRE
Por meio de nota, o secretário de Saúde de Lajeado, Tovar Grandi Musskopf, afirmou que, antes de dar entrada na UPA, o bebê sofria há 30 minutos de uma crise convulsiva. De acordo com Musskopf, a criança já tinha apresentado o mesmo quadro em outras ocasiões.
Conforme ele, um relatório do caso foi enviado para a área técnica de imunização, localizada em Porto Alegre, onde está sendo analisado. “Vamos verificar se existe relação das vacinas com o óbito, mas já fomos informados que, até então, não há descrição na literatura que as vacinas aplicadas possam ter relação com esse óbito”.
A expectativa é que o resultado saia antes do final do mês. O Comitê de Mortalidade Infantil Municipal está avaliando o histórico do bebê, e deve apresentar um parecer em até 120 dias.

A mãe da criança, a gabrielense Fernanda Rodrigues Marinho, de 26 anos, mora há 9 anos em Lajeado e não aceita a versão divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde.

Fernanda relata que, na UPA, o atendimento foi imediato, no entanto, a remoção do Samu para o Hospital Bruno Born não aconteceu quando foi solicitada. ” A UPA pediu suporte para o hospital da cidade para transferência dele, pois no hospital tinha mais recursos… E eles negaram receber meu anjinho e disseram que era só uma convulsão. Aí, quando ele entrou em parada cardíaca, eles chamaram o SAMU com UTI Móvel”, disse Fernanda.
Segundo ela, na UPA, tinham três médicos.
Ela descreve que, às 17h, foi aplicada uma injeção de antibiótico no bebê. A crise convulsiva ocorreu por volta das 17h30min. De acordo com Fernanda, a criança havia convulsionado apenas uma vez, há cerca de um mês. Guilherme havia completado 1 ano um dia antes do falecimento.
A mãe aguarda o resultado dos laudos e não descarta a possibilidade de acionar o Hospital na Justiça.
“É para evitar que isso aconteça com outras pessoas. Não desejo essa dor para ninguém. No óbito, saiu causa da morte Edema Pulmonar, causa ignorada com exames a serem vistos… Não quero que abafem o caso, pois já falaram que meu nenê tinha várias crises convulsivas e, na verdade, ele teve apenas uma, por febre”, finalizou.

ADVOGADOS DE SANTA CRUZ SÃO INVESTIGADOS POR ESQUEMA DE FRAUDE.

Três advogados de Santa Cruz do Sul são investigados pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul. Os profissionais são suspeitos de participarem de um esquema de fraude, onde eles recebiam suborno de uma operadora telefônica para prejudicar os próprios clientes. A operação também apura a participação de profissionais de Porto Alegre, Taquara, Bento Gonçalves, Montenegro e Passo Fundo.
A investigação aponta a participação da operadora Oi, ex Brasil Telecom. Em Santa Cruz, o desembargador aposentado do Tribunal de Justiça (TJ-RS), Moacir Haeser, Augustinho Teloken e João Pedro Weide são investigados. Contatados pela reportagem da redação integrada da Gazeta Grupo, os três devem prestar esclarecimentos com relação a investigação em breve.
O 3º promotor da Promotoria de Justiça Especializada Criminal de Porto Alegre, Ricardo Felix Herbstrith, é responsável pelas investigações no município. No entanto, Herbstrith afirma que não vai se pronunciar pois a apuração corre em segredo de justiça.
Em Taquara, os advogados Evandro Montemezzo e Flávio Carniel teriam recebido R$ 15 milhões da Oi para desistirem das ações sem que os clientes soubessem. Policiais da Promotoria Especializada Criminal estiveram no escritório de Montemezzo. A Promotoria conseguiu, judicialmente, bloquear contas bancárias, sete imóveis de advogados – incluindo uma mansão de Montemezzo no Centro de Taquara – e dois veículos de luxo para conseguir ressarcir as vítimas. Um mandado de busca chegou a ser cumprido na mansão do advogado.
De acordo com o Ministério Público, quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Taquara e Porto Alegre no último dia 8. Pelo menos dezenas de pessoas foram prejudicadas em processos contra a operadora.

CONTRAPONTOS
Através de uma nota a Oi, que comprou a Brasil Telecom, afirma que não é objeto da investigação mencionada. Os fatos seriam restritos aos prestadores de serviços jurídicos à empresa. A empresa também se colocou à disposição para prestar esclarecimentos e contribuir com as apurações.

Leia a nota na íntegra:
A Oi esclarece que até o momento a empresa não é objeto da investigação mencionada pela reportagem e, ao que tem conhecimento pela mídia, o fato é restrito a um suposto episódio envolvendo um dos prestadores de serviços jurídicos. A Oi acrescenta que confia na técnica e discernimento das autoridades investigativas e se coloca à disposição para prestar eventuais esclarecimentos a fim de contribuir com as apurações em curso.

O ESQUEMA
Em geral, os valores que os clientes dos advogados teriam direito a receber eram relacionados com a antiga Companhia Riograndense de Telecomunicações (CRT). De acordo com o promotor Flávio Duarte, coordenador das investigações, em entrevista ao site G1, os processos que sofriam com o esquema estavam em diferentes fases – alguns, próximos ao pagamento da empresa de telefonia.
“Como um passe de mágica, a partir do contato dos advogados que a empresa de telefonia teve diretamente com os advogados, os advogados renunciaram ao direito dessas pessoas, traindo a confiança que eles deveriam ter com quem eles representavam”, diz.
Alguns clientes não recebiam nada. Outros recebiam pequenas quantias, se comparadas com os valores que tinham direito. Uma funcionária pública, procurada pela reportagem do G1, recebeu apenas R$ 1,4 mil quando teria direito a R$ 270 mil.
Segundo o Ministério Público, em muitos processos, os advogados renunciavam à totalidade das verbas indenizatórias e requeriam a extinção.

PRF PRENDE FORAGIDO QUE USAVA DOCUMENTO DE OUTRO FORAGIDO.

WhatsApp Image 2017-05-15 at 14.34.48

A PRF prendeu um homem de 34 anos que estava foragido, na manhã desta segunda-feira (15/05), na BR 386 em Sarandi. O homem apresentou um documento de identidade de outro indivíduo que também é procurado.

Ao abordar um ônibus que faz a linha Foz do Iguaçu x Porto Alegre, os policiais desconfiaram da identidade apresentada por um ocupante. O documento apresentado é de um homem que estava foragido da justiça.
Após a correta identificação do passageiro constatou-se que ele também era foragido.

O homem relatou que conseguiu a identidade com um terceiro na tentativa de burlar a fiscalização policial. A ocorrência e o preso foram encaminhados a polícia judiciária para confecção do flagrante.

  • OUÇA A RÁDIO CULTURA