CÂMARA DE VEREADORES TEM RENOVAÇÃO SUPERIOR A 50%.

maninho-1

Quando encerrou oficialmente a apuração dos votos, a população de São Gabriel teve certeza que o Legislativo Municipal, pela primeira vez na sua história, estaria com mais de 50% das cadeiras preenchidas por caras novas. Algumas nem tanto, como é o caso do ex-vereador Evaristo de Oliveira, do PPS, que retornou à Câmara Municipal de Vereadores depois de 24 anos. As novidades foram Rossano Farias, do PSB, com 1.014 votos; Márllon Maciel, do PP, com 977 votos; Flávia Batista, do PP, com 796 votos; André Focaccia, do PSD, com 762; Felipe Abib, do PT, com 735; Éder Barboza, do PT, com 690; e Renato Silveira, do SD, com 536.
O vereador Vagner Aloy, do PSDB, se reelegeu mais uma vez como a maior votação entre os 120 candidatos que concorreram neste pleito. Maninho, como é conhecido, conquistou 1.366 votos, 89 a mais que o segundo colocado, o vereador Claudiomiro Borges, do PR, que somou 1.277.
O resultado no pleito mostrou que o eleitor gabrielense não estava satisfeito com a política que vinha sendo exercida dentro da Casa do Povo. Dos 15 parlamentares eleitos, oito fazem parte de um processo de renovação. Conseguiram se manter no Legislativo, além de Vagner Aloy e Claudiomiro Borges, os vereadores Marcos Mex – PSDB. Cacaio – PR, Chiquinho – PSDB, Adão Santana – PTB e Sildo Cabreira – PDT.
O partido que mais perdeu foi o PDT. De quatro cadeiras na legislatura passada, o partido conquistou apenas uma neste pleito. Mesmo assim, o Governo Municipal, que tem o PDT como protagonista, consegue manter a maioria no Legislativo Municipal com oito vereadores.
A representatividade feminina também perdeu força no Poder Legislativo. De três vereadoras (Neca Bragança, Sandra Xarão e Karen Lannes), a Câmara de Vereadores terá apenas uma e mesmo assim, um nome novo: Flávia Batista, do PP. Karen Lannes optou por não concorrer e foi eleita vice-prefeita.

Anúncios

  • Veja A Notícia OnLine no FACEBOOK