DEIC APREENDE EM SÃO GABRIEL UM ADOLESCENTE “ACUSADO” DE ENVOLVIMENTO COM O JOGO DA BALEIA AZUL.

BALEIA AZUL
O Rio Grande do Sul está no mapa de uma operação conjunta entre departamentos de Polícia Civil de nove estados para prender suspeitos de envolvimento com o jogo da Baleia Azul. Policiais cumpriram dois mandados de busca e apreensão em São Gabriel, na manhã desta terça-feira (18/07). Um adolescente de 15 anos foi apreendido em flagrante por ato infracional previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Ele seria o dono de um computador que contém materiais de pedofilia.
Conforme o delegado do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), João Paulo de Abreu, além do adolescente, outras pessoas foram encaminhas à delegacia do município para serem ouvidas, entre elas um garoto de 16 anos, que acabou sendo liberado. Foram apreendidos um computador, um notebook e dois celulares.
A ação é coordenada pela Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) do Rio de Janeiro e ocorre em 20 municípios dos estados de Amazonas, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.
Segundo o site G1, uma pessoa foi presa em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O homem confessou ser um dos “curadores” da corrente que induz virtualmente os participantes a cumprirem 50 desafios, culminando no suicídio. O jogo é praticado geralmente por adolescentes, em comunidades fechadas nas redes sociais.

NOVOS LEITOS: SANTA CASA ESPERA AMPLIAR VAGAS EM CERCA DE 25 DIAS.

santa 3

Pacientes aguardam leitos nos corredores

A falta de leitos e o número de pessoas esperando por vagas para baixa parece aumentar do dia para a noite. Mesmo assim, a Administração do Hospital de Santa Casa de Caridade consegue manter todos os pacientes em observação, mesmo que essas pessoas tenham que ser mantidas em macas e cadeiras nos corredores do Pronto Atendimento 24 Horas, onde são realizados os primeiros atendimentos e triagem.
Fotos de um acompanhante, tiradas na sexta-feira (14/07), mostram pessoas nos corredores e outras em macas aguardam a liberação de vagas.
“Olha, não tenho queixas. A minha mulher ficou das 22h30min de quinta-feira até a tarde de sexta-feira aguardando uma vaga, esperando no corredor. Mas eu entendo. Assim como ela, muitos outros estavam na mesma situação. Por ser um hospital de referência, todos acabam procurando a Santa Casa de São Gabriel e a sua capacidade está esgotada”, comentou o marido que tirou as fotos. “As pessoas estão sendo atendidas nos corredores, em cadeiras de rodas ou macas. Não estou reclamando, estou apenas fazendo um relato da situação que parece ser muito difícil”, argumentou.
O Provedor do Hospital de Santa Casa de Caridade, advogado Marcos Goes, informou, no dia 30 de junho, que o hospital não tinha leitos disponíveis para baixas e que o número de pessoas precisando de quartos continuava aumentando diariamente.
Nesta segunda-feira (17/07), ele voltou a confirmar a situação, mas garantiu a possibilidade de ampliar em, pelo menos, 23 leitos a capacidade em até 25 dias, quando a obra da antiga Classe A deverá estar concluída.
“Hoje, ainda falta a colocação do sistema de oxigênio. Não podemos liberar os quartos sem o oxigênio. Isso deve acontecer em cerca de 25 dias e aí conseguiremos ampliar o número de leitos”, finalizou.

saude plena

GLAUCO MORAES LEMOS É O PRESIDENTE DO 16º FESTIVAL CANTO DA TERRA.

glauco 1A 16ª edição do Canto da Terra e 2º Canto Piá, que acontecerá entre os dias 4 e 6 de agosto, no CTG Lenço Branco do Bom Fim, tem como novidade a nomeação do músico Glauco Moraes Lemos para o cargo de Presidente do Festival. Ele é um dos principais nomes do tradicionalismo gabrielense e um dos atuais ganhadores do evento. Em 2015, com a música “Pelos Lábios do Papel”, com letra de sua autoria e música de Diego Camargo, conquistou o título de campeã da 14ª edição do Festival.
Entre os objetivos do festival, Lemos destaca o incentivo a criatividade artística de compositores e interpretes em canções com letras e
músicas ligadas a temática regionalista do povo gaúcho; o fato de favorecer a revelação de novos talentos e facilitar a difusão de suas realizações artísticas; e a promoção da integração entre artistas, grupos, poetas, compositores e intérpretes
dedicados ao culto da autêntica música gaúcha.
O evento permite a inscrição somente de artistas nascidos ou erradicados no município ou os que nasceram em outro município, desde que tenham residido em São Gabriel por um período superior a dois anos. Eles deverão encaminhar solicitação antecipada à comissão para aprovação da sua participação. Não será permitida a incrição de concorrentes com vínculo de parentesco consanguíneo até terceiro grau com a comissão avaliadora.
As inscrições encerram no dia 20 de julho e a triagem está prevista para ser realizada no dia 22, não havendo limite de inscrições, podendo ser classificadas preferencialmente uma composição por autor ou parceria, Ou duas, a critério da comissão julgadora, visando a melhor qualidade das músicas classificadas.
Um detalhe do evento é a necessidade de que as composições sejam inéditas. Os organizadores explicam que, neste caso, são consideradas músicas que não tenha sido comercializadas em CD, podendo, ter participado de eventos do gênero, desde que
não tenha sido premiada com 1º, 2º e 3º Lugar. Será dada preferência as músicas que ainda não tenham participado de festivais.
As composições para triagem devem ser inscritas pelo e-mail
cantodaterra16@yahoo.com.br ou entregue na Avenida Mascarenhas de Moraes, 696 – na NUTRIMAIS até às 17 horas do dia 20 de julho. Neste caso, as composições deverão ser enviadas em envelope lacrado, CD de áudio mp3, cinco cópias da letra e ficha de inscrição devidamente preenchida.
De acordo com a organização, cada intérprete poderá defender duas composições, sendo uma sozinho e outra em dueto. Quando instrumentista, em uma terceira composição poderá prestar auxílio vocal, sem prejuízo à obra. O descumprimento deste artigo acarretará na eliminação de todas as composições interpretadas por este intérprete.
O Resultado da triagem será divulgado no dia seguinte na imprensa local. Serão classificadas 18 músicas que irão a palco divididas nos dois dias 03 e 04 ,classificando-se 12 para a final no
dia 5. Após a triagem será feito o sorteio da ordem de apresentação. A Composição que não for a palco no dia que for sorteada será automaticamente desclassificada. Cada músico instrumentista poderá participar em até cinco composições.
Os vencedores receberão troféus e premiação em dinheiro. Os troféus recebem nomes específicos em homenagem a pessoas ligadas ao mundo da música e do tradicionalismo. Entre eles, Adalberto Cavalheiro, Messias Velasques, Lídio Vieira, Zazá Bitencourt, Ailton Neves e Jairo Menezes.

CANTO PIÁ
O Canto Piá será dividido em duas categorias: Pré-mirim feminino e masculino e Mirim feminino e masculino. Não haverá triagem. As inscrições encerram no dia 30 de julho e serão feitas através do seguinte email: cantodaterra16@yahoo.com.br. Juntamente
com a ficha de inscrição deverá ser enviada a cópia da certidão de nascimento ou cópia da identidade do candidato e cinco cópias da letra da composição.
Na categoria prémirim não há idade mínima, porém o candidato deverá ter no máximo até 11 anos incompletos até a data do início do festival. Já a categoria mirim, de 11 até 14 anos completos até a data do festival.
As apresentações serão nos dias 04 e 05, classificando-se 03 concorrentes de cada categoria, feminino e masculino, para a final, dia 06. O festival começará impreterivelmente às 20 horas.

‘GRUPO HARMONIA” DESENVOLVE TRABALHO COM PACIENTES QUE TEM HEMIPLEGIA.

fisio-2.jpg
A atenção básica a saúde, que é obrigação das unidades que respondem a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), poderia ficar limitada apenas ao atendimento profissional de médicos, enfermeiros, auxiliares e administradores da Pasta. No entanto, para promover um serviço de excelência, a Secretaria amplia o raio de atenção à população colocando em prática projetos e programas.
Um exemplo disso é o “Grupo Harmonia”, que funciona na Unidade Básica de Saúde Brandão Júnior e é voltado para recuperação, promoção e tratamento de usuários portadores de hemiplegia.
Para quem não sabe, a hemiplegia consiste em um tipo de paralisia cerebral. O paciente acometido fica com um lado do corpo paralisado e bastante debilitado.

No dia 28 de junho, o “Grupo Harmonia”, que tem como responsável a fisioterapeuta Paula Marise Moraes Reis, realizou uma festa junina para celebrar as conquistas obtidas com o trabalho em grupo. O setor é coordenado pela fisioterapeuta Roberta Guimarães.
As técnicas de Fisioterapia utilizadas são variáveis, a finalidade é beneficiar o estado físico e mental do paciente com hemiplegia, aumentando sua capacidade. Porém, é de suma importância observar as limitações individuais. O tratamento deve ser realizado de modo contínuo, sempre estimulando o paciente para evitar o aumento de contraturas musculares.

anuncio cocota

ALUNOS DA ESCOLA MARIA MANOELA REALIZAM PROJETO QUE “ESTUDA” A HISTÓRIA DO ARROZ.

projeto educação 3
A Escola Maria Manoela da Cunha, na região de Azevedo Sodré, está realizando o Projeto Arroz: da lavoura à mesa, mobilizando estudantes do 3º e 4º anos. O projeto é desenvolvido pela docente Larissa Catarina Gräff. Na última sexta-feira (14/07), foi realizada mais uma etapa. O projeto será concluído em agosto com visitação a Urbano Agroindustrial.
O projeto foi lançado em abril deste ano e tem o objetivo de interagir com a agricultura, conhecer as etapas da plantação até chegar na mesa do gabrielense e valorizar a plantação no Azevedo Sodré.
Os alunos já trabalharam a lenda do arroz, fizeram pesquisas sobre plantação de arroz com seus familiares, usaram o arroz para fazer trabalhos artísticos entre outras atividades.
Na sexta-feira passada, os alunos entrevistaram o assentado Firmino Costa, de 63 anos, que apreendeu a plantar arroz com seu pai, em Camaquã, com 18 anos. Após várias perguntas e registros sobre este processo, os alunos saborearam arroz de leite e bolo de bergamota com farinha de arroz.
Segundo a Supervisora da escola, professora Vanderleia Machado, o arroz é um dos principais grãos produzidos no Estado e na cidade de São Gabriel, “sendo assim de grande valia o conhecimento da sua produção e armazenamento para as gerações vindouras”.
Segundo ela, o projeto é de suma importância para o conhecimento da trajetória do arroz, desde a lavoura até nossa mesa. “É gratificante ver o empenho dos alunos em cada etapa do projeto. Parabéns aos alunos e a professora Larissa Gräff pela iniciativa”.

  • OUÇA A RÁDIO CULTURA