VEREADORA RECEBE, EM MÉDIA, SETE DENÚNCIAS DE MAUS-TRATOS POR DIA.

denuncia flávia

Vereadora e equipe foram até o local da denúncia

A Vereadora Flávia Batista, do PP, denunciou um carroceiro por maus-tratos a um cavalo no Bairro São Clemente durante a sessão legislativa desta quinta-feira (22/02), na Câmara Municipal de Vereadores. O animal, que servia para puxar carroças, foi encontrado em um terreno que era utilizado pela Associação de Moradores, na Rua Barão do Cambai, na última quarta. O local está abandonado e sendo usado por marginais como esconderijo e ponto de encontro de viciados.
denunciaA denúncia ganhou força através de redes sociais. Fotos, tiradas por uma moradora da região, foram publicadas no Facebook mostrando o animal “deitado” e agonizando.
A Vereadora foi ao local acompanhada de policiais da Polícia Ambiental e de um médico veterinário, mas o cavalo já havia sido colocado para dentro da antiga sede da Associação. Fotos publicadas pela moradora mostram o cavalo ainda doente e amarrado dentro da sede. O “dono” alegou que o animal foi comprado há alguns dias, já debilitado, e negou que estivesse sendo usado para puxar carroças. Mesmo com a negativa, as evidências foram mais fortes. Ele responderá por maus-tratos.
No dia seguinte, com reboque, a Vereadora retornou ao local para transportar o animal para acompanhamento médico, mas o cavalo não foi encontrado.
A Vereadora alega que o número de denúncias aumentou drasticamente nos últimos meses. Ela tem recebido, em média, sete casos por dia, que vão de abandono a maus-tratos. Na maioria dos casos, a parlamentar assume a “recuperação” dos animais de forma integral, levando-os para um sítio (alugado por ela) para tratamento e manutenção dos animais recolhidos em via pública.

Anúncios

ANO LETIVO COMEÇA SEGUNDA COM PREJUÍZO PARA CERCA DE 500 ALUNOS DO ESTADO.

transporte escolar

Até o ano passado, o transporte de alunos do Estado era feito em veículos da Secretaria Municipal de Educação conforme convênio entre Estado e Prefeitura. O Município teve um prejuízo superior a R$ 800 mil, em 2017, com a falta de repasses. Por causa disso, o convênio não foi renovado em novembro, quando a Prefeitura informou ao Estado / Foto-Divulgação

Um grupo de pais e alunos de escolas estaduais localizadas no interior do Município, ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), vai participar de um ato público de protesto em Porto Alegre alertando para a falta de transporte para crianças que residem, principalmente, em assentamentos da região de São Gabriel. A mobilização – com a participação de integrantes do MST de
Santana do Livramento e Piratini, que também enfrentam o mesmo problema – será realizada na próxima semana. A concentração será em frente ao Palácio Piratini, sede do Governo do Estado.
De acordo com o Movimento, somente nos assentamentos, são mais de 350 estudantes prejudicados com o fim do convênio entre o Município e o Governo do Estado que possibilitava que os microônibus da Secretaria Municipal de Educação (Seme) pudessem carregar alunos da rede estadual.
Apesar de ter sido comunicada com antecedência, ainda em novembro do ano passado, a Secretaria de Estado chega para o início do ano letivo com a confirmação de que não terá como atender a demanda em São Gabriel. Os trâmites legais para contratação de uma empresa de transporte deverão estar concluídos entre abril e maio. Até lá, os estudantes ficarão sem aulas ou terão que providenciar, por conta própria, o transporte para os educandários do Estado.
A direção da Escola Ataliba Chagas, na região de Batovi, não iniciará o ano letivo no dia 26. De acordo com a diretora, professora Neuza Arruda, 100% dos alunos residem na zona rural, grande parte nos assentamentos.
“A abertura do ano letivo, para a Ataliba, será em maio com um calendário alternativo, sem prejuízo para os alunos”, garante a diretora.
Neste período, a escola mudará de sede, passando a funcionar no Assentamento Zambeze, no Suspiro. A área será doada pelo Incra – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Por causa disso, em 2019, a instituição oferecerá ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

PREJUÍZO PARA OS DEMAIS
Os estudantes de outras regiões não terão a mesma sorte. As aulas, no Estado, começam normalmente na próxima segunda-feira (26/02), e quem não tiver transporte, automaticamente, será prejudicado.
A situação afeta o interior e a sede do Município. Na cidade, cerca de 200 alunos (o número não é preciso) também não terão transporte garantido. A maioria estuda nas escolas João Pedro Nunes e José Sampaio Marques Luz.
O Vereador Valdomiro Lima (Chiquinho), do PSDB, disse que sete alunos – concluintes da Escola Jerônimo Machado – estão matriculados na escola João Pedro Nunes. A ideia é dar suporte para que os estudantes possam continuar no interior, junto com os familiares, sem que sejam prejudicados em seus estudos. Para isso, no entanto, eles precisam de transporte escolar ativo.
O parlamentar está entre os vereadores que cobram medidas do Governo do Estado.
O Vereador Éder Barbosa, do PT, sugeriu a elaboração de uma moção de protesto cobrando solução para o impasse.
Integrante da base de situação, o Vereador Antônio Pedro de Brito Bertazzo (Pepeca), do PDT, disse que o Estado deixou tudo para a última hora. “O Governo do Estado parece ter dormido no ponto. O aviso foi feito com antecedência… hoje existe boa vontade da prefeitura para colaborar e também dos vereadores. Temos que cobrar do Governo do Estado”, disse o vereador.
O Vereador Evaristo de Oliveira, do PPS, também se manifestou. “É uma vergonha no Estado. Um desmando. Desde novembro… e o Estado não abriu licitação. O Estado está realmente uma vergonha. A desorganização é geral e quem paga é o povo. Nós queremos uma solução conjunta….”, argumentou.

brito

POLÍCIA IDENTIFICA MOTORISTA QUE DIRIGIA CARRO QUE CAUSOU A MORTE DE HOMEM EM ACIDENTE NA SEBASTIÃO MENNA BARRETO.

carro batido

Veículo foi encaminhado para perícia

A Polícia Civil identificou o motorista do automóvel que causou a morte de Carlos Otávio Borges, de 56 anos, em um acidente de trânsito ocorrido no dia 8, na Rua Sebastião Menna Barreto, na Vila Lima. Borges foi atropelado e abandonado no local do acidente sem receber assistência. O motorista fugiu. Borges faleceu depois de ser encaminhado ao Hospital de Santa Casa de Caridade, no final da madrugada de 9 de fevereiro.
O trabalhador rural, que não teve o nome divulgado, se apresentou na Delegacia de Polícia, acompanhado de um advogado, no final da tarde de quarta-feira (21/02). O homem – de 35 anos – disse que pensou na integridade física dele e de familiares e, até procurar ajuda profissional, não sabia o que fazer.
O advogado dele, Tiago Machado Battaglin, disse que o motorista estava trafegando dentro dos limites de velocidade apropriados para o local e na pista destinada ao tráfego de veículos quando ocorreu o acidente. “Ele não havia ingerido bebida alcoólica ou qualquer outra substância psicoativa na ocasião. Quanto à forma que ocorreram os fatos, ele está colaborando com as investigações e tudo restará esclarecido oportunamente. Demais informações serão prestadas à Autoridade Policial e ao Poder Judiciário, tudo no intuito de não atrapalhar a apuração do acidente e resguardar a integridade física, tanto do motorista quanto de sua família”, argumentou o advogado.
O veículo foi entregue para perícia na tarde desta quinta-feira (22/02). “Vamos aguardar o resultado da perícia e encaminhar o procedimento para juízo”, explicou o delegado de polícia, José Soares Bastos.
Conforme o delegado, o motorista será indiciado por homicídio culposo qualificado por omissão de socorro.

A INVESTIGAÇÃO
Um trabalho minucioso de investigação, iniciado ainda na manhã seguinte ao acidente, já havia reduzido o número veículos suspeitos a 85 automóveis na cidade. Para chegar ao motorista, os policiais projetavam averiguar um por um por nos próximos dias. A apresentação do acusado antecipou em alguns dias o resultado final do processo de investigação.
A Polícia já sabia que o veículo era VW Gol cinza, inclusive o modelo e ano. “Chegamos ao modelo e ano do veículo, assim como o fabricante, com apenas um resquício de tinta que ficou no local… mínimo. Mesmo assim, um profissional que trabalha com pintura automotiva conseguiu identificar, detalhadamente, o veículo que deveríamos procurar”, comentou o policial.
O motorista do veículo disse que não sabia que não sabia do atropelamento. Só ficou sabendo no dia seguinte, através da imprensa, quando informaram que uma pessoa havia sido morta em um acidente de trânsito.
“Ele percebeu o impacto, porém sem ter certeza do que exatamente havia acontecido e o que havia causado a batida… Na hora do acidente, ele entrou em pânico e se apavorou”, explicou o advogado.

CAMELÔS COMEÇAM A SER “INSTALADOS” NA ANTIGA VIAÇÃO FÉRREA.

camelôs

Equipes das Secretarias de Obras, Serviços Urbanos e Desenvolvimento, Turismo e Cultura, com apoio de agentes do Setor de Trânsito, iniciaram na tarde desta quarta-feira (21/02) a instalação de bancas de metal para empreendedores que trabalham com o comércio de mercadorias na Avenida Júlio de Castilhos. O acerto foi feito ainda no final do último trimestre de 2017, quando o setor de fiscalização informou que a manutenção de bancas fixas no canteiro central estava em desacordo com as normas previstas no Código de Postura do Município e Lei Orgânica Municipal. Por causa disso, eles ganharam um prazo para deixar o local.
A ampliação do prazo foi acordada em reunião entre os empresários e a Secretária de Indústria e Comércio, Juliana Medeiros, em outubro. No encontro, ficou acertado que a Prefeitura Municipal estruturaria a área da antiga viação férrea para que os empreendedores pudessem continuar a desempenhar a atividade de comércio. O Governo Municipal deverá ainda regulamentar a função e instalar contadores de energia elétrica individuais para os empresários que atuam na Júlio e ao lado da rodoviária.
De acordo com o Secretário de Serviços Urbanos, Paulo Sérgio Barros da Silva (Nenê), serão – inicialmente – seis bancas, com a possibilidade de chegar a nove na sequência. “O objetivo é permitir que os empresários possam ser transferidos imediatamente após a instalação de cada banca”, explicou.

PAGAMENTO DO PIS PARA NASCIDOS EM MARÇO E ABRIL COMEÇA HOJE.

Começa nesta quinta-feira o pagamento do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) do calendário 2017/2018, ano-base 2016, para os trabalhadores nascidos em março e abril. Segundo a Caixa Econômica Federal, os valores variam de R$ 80 a R$ 954 conforme o tempo de trabalho em 2016. Os trabalhadores que têm conta individual na Caixa receberam o crédito automaticamente na terça-feira.
Os pagamentos são realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos beneficiários ficam disponíveis até 29 de junho de 2018. Os últimos a sacar serão os nascidos em maio e junho, a partir de 15 de março.
São liberados R$ 15,7 bilhões para 22,1 milhões de beneficiários em todo o calendário. Para os nascidos em março e abril, estão disponíveis R$ 2,664 bilhões para mais de 3,745 milhões de trabalhadores. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site do banco ou pelo Atendimento Caixa ao Cidadão: 0800 726 0207.
Quem possui o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento da Caixa. Caso não tenha o Cartão do Cidadão e não tenha recebido automaticamente em conta, o valor pode ser retirado em qualquer agência do banco público, apresentando o documento de identificação. O trabalhador com vínculo a empresa pública possui inscrição Pasep e recebe o pagamento pelo Banco do Brasil.

QUEM TEM DIREITO DO BENEFÍCIO
Têm direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS ou Pasep há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2016 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2016.

COLCHÕES ORTOBOM REINAUGURA LOJA NESTA SEXTA-FEIRA EM SÃO GABRIEL.

ortobom 1

Para apresentar à comunidade as ideias da nova administração da franquia em São Gabriel e os produtos à venda para melhorar o seu sono , reinaugura nesta sexta-feira (23/02), em São Gabriel, a loja da Colchões Ortobom.
Desde 2013 em São Gabriel e há cinco meses com novos franquiados, a empresa tem à frente os sócios-proprietários Estefania Ferreira Andrade e Gerson Israel da Rocha Andrade. Conforme Estefania, a reinauguração acontecerá a partir das 19h, com coquetel de lançamento da campanha Queima de Mostruário, com produtos que podem ser adquiridos em até dez vezes sem juros e com até 40% de desconto.
A empresa ainda trabalha com todos os tipos de cartões. “Temos um grande leque de produtos para embelezar seu quarto e proporcionar uma boa noite de sono, como a cama baú, que estará com preço promocional até sábado, com cerca R$ 1.100 de desconto: de R$ 2.541 para 1.499 e ainda conjuntos de cama e colchão, de R$ 3.169 por R$ 1.899”, destaca a empresária.
A reinauguração oficial será no começo da noite com a presença de autoridades, com representantes dos Poderes Legislativo e Executivo, mas a comunidade poderá acompanhar, já no começo do dia as novidades, pois a loja estará funcionando, a partir das 8h30min, com novo layout e aberta para os clientes.
A loja ainda oferece para o gabrielense Protetores de Colchão, Travesseiros, Jogo de Lençol, Almofadas Rolet e Cabeceiras (vários modelos).