DOSE DUPLA: GOVERNO TEM QUE REFAZER 100% DAS OBRAS DA GESTÃO PASSADA, DIZ PREFEITO.

COLETIVA ROSSANO 4

A coletiva do Prefeito Rossano Gonçalves, do PDT, referente aos seis meses de governo, serviu para chamar a atenção da população para algumas situações específicas. Ele deixou claro, ao encerrar a conversa com a imprensa, que 100% das obras feitas, ou iniciadas, pela Administração do PT – entre 2013 e 2016 – estavam erradas e terão que ser refeitas. Além disso, cerca de 80% dos projetos desenvolvidos pela gestão passada também apresentaram erros e tiveram que ser readequados por não atenderem especificações técnicas ou apresentarem problemas de execução.
O Prefeito citou como exemplo a Rua Tito Prates, em frente ao Parque de Exposições Assis Brasil. A obra vem sendo reivindicada há anos, mas ainda vai ter que esperar mais algum tempo para ser executada. “O projeto da Tito Prates foi feito em cima das pernas, 100% errado. Não tinha nem calçada”, comentou. “Isso que o secretário anterior é engenheiro. Imagina se não fosse”, complementou.
“Levamos seis meses para desfazer aquele mostrengo. Os outros projetos não são diferentes. Esse era um monstrengo. Os outros são monstrinhos, mas todos na mesma situação”, avaliou Rossano.
No total, de acordo com o levantamento apresentado pelo Prefeito, foram constatados erros em 15 projetos e obras. Na ordem financeira, não foi especificado o valor do prejuízo para o Município, mas acredita-se que, com a paralisação e ou interdição de obras, o setor de comércio e empresas tenham sido diretamente afetados. Um exemplo claro disso, é a própria Tito Prates, acesso ao Parque de Exposições, onde a classe produtora apresenta os seus produtos para compradores e precisa de vias de acesso em boas condições.
Ele ainda citou recursos perdidos e que seriam usados na construção de duas Unidades Básicas de Saúde, uma delas atenderia a comunidade do Bairro Jardim Primavera. O dinheiro, que estava depositado desde 2014, foi perdido. O convênio deveria ter sido renovado em novembro do ano passado, mas isso não foi feito.
O Prefeito disse que os 15 casos deveriam ser analisados pelo Ministério Público Estadual (MPE). Aliás, o MP ganhou um ponto de destaque na coletiva.
O Prefeito questionou a forma como a Promotoria “chamou” a imprensa para informar sobre os trabalhos de fiscalização aos abrigos municipais para crianças e adolescentes. Na época, as promotoras anunciaram que a Prefeitura estava sendo notificada e que teria que promover melhorias nas casas de apoio ao menor, estando sujeita a multas.
A Prefeitura – através da Secretaria de Assistência Social – resolveu a situação. Hoje, crianças até 4 anos estão em uma nova casa e os maiores tiveram o local onde eram abrigados reformado.
“Por anos essas crianças permaneceram vivendo em casas que mais pareciam pocilgas. Que vergonha para aqueles poderes que silenciaram. E, eu não preciso convocar a imprensa para dizer isso”, comentou o Prefeito, deixando um claro recado ao MP, alegando que a situação não foi vista antes. “Era uma situação antiga e nada vinha sendo feito. Eram verdadeiras pocilgas e isso não foi visto antes por quem deveria agir para melhorar a situação das crianças”.

Anúncios

1 Comentário

  1. Acredito que ser engenheiro não torna ninguém mais inteligente ou melhor do que ninguém, Este ano mesmo uma equipe esteve em duas oportunidades na Rua Andrade Neves, entre as Ruas General Câmara e Francisco Menna Barreto interromperam toda a extensão, causando transtorno aos que se utilizam daquela via de acesso, colocaram um líquido preto em todos os buracos e taparam os buracos só ate a metade do trecho, e os buracos restantes estão lá até hoje, será que houve erro de execução também? Comento como cidadão, não sou afiliado a nenhum partido político


Sorry, the comment form is closed at this time.

Comments RSS