ARMADO COM DUAS FACAS, JOVEM ROUBA DINHEIRO, MAS ACABA PRESO.

WhatsApp Image 2017-07-10 at 11.37.23

Flagrado pelas câmeras da empresa: Imagens de câmera de vigilância mostram Serginho ameaçando e roubando a vítima em via pública

WhatsApp Image 2017-07-07 at 16.54.08Uma equipe da Polícia Civil – especializada em solucionar crimes envolvendo assaltos, roubos e furtos – prendeu, na tarde de sexta-feira (07/07), o elemento Sérgio Andrei de Oliveira Gonçalves, de 21 anos, conhecido por “Serginho”. Ele foi detido em casa, no Bairro Centenário, logo após a Justiça determinar a sua prisão preventiva.
Serginho é acusado de roubar R$ 150,00 de um homem em via pública. O roubo aconteceu na madrugada de quinta-feira (29/06), na Rua Bento Gonçalves, próximo a empresa de vigilância Vision Monitoramento.
O acusado teria atacado a vítima armado com duas facas e determinado que ela entregasse o dinheiro. O homem, de 31 anos, não reagiu e entregou todo o dinheiro que tinha na carteira: R$ 150,00. Mas, mesmo assim, Serginho teria seguido lhe ameaçando e pedindo mais dinheiro.
Quase uma quadra depois, o acusado desistiu e a vítima conseguiu fugir. As câmeras de vigilância da empresa Vision Monitoramento flagraram toda a ação e, por serem de alta definição, o rosto de Serginho é visto com clareza nas imagens.

VIDEOMONITORAMENTO
Na semana passada, em uma reunião na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o delegado de polícia José Soares Bastos destacou a importância do videomonitoramento para elucidar crimes. Neste caso, as imagens foram essenciais para a conclusão das investigações e prisão do acusado.
A quadra onde está localizada a empresa Vision Monitoramento tem ampla cobertura de imagens. A decisão de investir no monitoramento do local partiu da direção da empresa, que trabalha com esse tipo de serviço, e se mostrou eficiente no auxílio a Polícia.

ANTECEDENTES
Sérgio Andrei tem antecedentes criminais. O rapaz baleou, com dois tiros de revólver calibre 22, o pedreiro Luis Felipe Alves Martins, de 33 anos, em 2014. O crime aconteceu na Rua Santa Rita, no Bairro Élbio Vargas.
Luis Felipe chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado, em estado grave, ao Hospital de Santa Casa de Caridade, mas morreu logo depois.
O caso foi relacionado a uma tentativa de homicídio ocorrida na manhã do dia anterior, envolvendo um carroceiro e seu filho, identificados como sendo Milton e Jonatan. Na época, inicialmente, cinco pessoas apareciam envolvidas nos dois casos.
Antes do crime, Sérgio Andrei chegou a ser denunciado pelo Ministério Público Estadual por envolvimento com os chamados “Bondis”. Em março de 2014, ele e outros 14 integrantes – de grupo de vários bairros – foram denunciados pelo MPE.

Anúncios