VEREADOR SOLICITA DESTINAÇÃO DE EFETIVO PARA POSTO DA PRF EM SÃO GABRIEL.

rossano-prf.jpg

O Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) permanece fechado a maioria do tempo e, os acidentes e ocorrências no trecho entre Cachoeira do Sul e Rosário do Sul – que seria responsabilidade de São Gabriel – continuam acontecendo. E, agora, sem que haja a presença frequente do policiamento.
Na semana passada, o tema voltou a ser discutido em Santa Maria. O Vereador Rossano Farias, do PSB, participou de uma reunião com comando regional da PRF. Na pauta, ele buscou informações necessárias para serem apresentadas em Brasília.
A ideia, segundo o vereador, foi reunir dados para uma Moção de Solicitação do Poder Legislativo de São Gabriel para lançamento de Edital de concurso público para a PRF Nacional, já com previsão de reserva de vagas para região. “Somente com o aumento do efetivo, o Posto permanecerá aberto em São Gabriel”, explica.
Rossano Farias disse que foi realizado um estudo completo e catalogado, “o qual, com o apoio de Deputados Federais, protocolamos junto ao Ministério do Planejamento, em Brasília”, explicou.
A mobilização em favor da manutenção do posto da PRF em São Gabriel vem acontecendo desde 2014, quando o Governo Federal anunciou que não teria condições de manter o posto aberto. O motivo seria a falta de efetivo. A decisão teria sido tomada diretamente pela PRF em Brasília.
No ano passado, um ato público em apoio à PRF pela sua permanência em São Gabriel foi organizado pela Câmara de Vereadores de São Gabriel. O manifesto aconteceu junto ao posto, na BR-290, para chamar a atenção e deixar clara a posição contrária ao fechamento da unidade. A proposição, na época, foi do então vereador André Lemes, do PT, juntamente com o vice-presidente da Casa, Paulo Sérgio Barros da Silva, PDT.
Os parlamentares destacaram que buscariam dados para comprovar que a permanência da PRF inibe a criminalidade na região e que a saída do posto causaria sérios transtornos às demais forças policiais e à comunidade.

Anúncios