VIOLÊNCIA: NÚMEROS DE SÃO GABRIEL ESTÃO ENTRE OS MAIS BAIXOS DO ESTADO.

iptu-2017-menorSão Gabriel chegou a ser apontada como uma das cidades mais seguras do Estado em 2014. O status acabou sendo “manchado”, no começo de 2015, com os registro de mortes nos primeiros meses, incluindo durante os festejos de Carnaval.Naquele ano, em menos de 50 dias, a Polícia Civil contabilizou a mesma marca de homicídios registrada em todo o ano anterior: três mortes. Foi ruim para uma cidade ainda de porte pequeno para médio. Mas o um número foi considerado baixo dentro da escala de violência crescente no Rio Grande do Sul.
Em 2016, a Polícia Civil registrou cinco homicídios consumados e um caso de latrocínio. É o mesmo número de casos registrados em 2015. Conforme o Delegado de Polícia, José Soares Bastos, os números permanecem estáveis e, nesse sentido, é a média mais baixa do Estado.
Mesmo ainda estando entre as mais seguradas do Rio Grande dos Sul, dois casos figuraram entre os mais noticiados em 2016. Um deles, é o que resultou na morte do PM Bento Júnior Teixeira Borges, de 36 anos. O policial foi espancado, na manhã do dia 25 de dezembro, por um grupo de pessoas após tentar acabar com uma briga no estacionamento do Posto Batovi. Durante a confusão, ele matou um adolescente e feriu dois agressores. O PM morreu no Hospital de Santa Casa de Caridade.

Anúncios

  • Veja A Notícia OnLine no FACEBOOK