SEM DESFILE E CONCURSO: SÃO GABRIEL NÃO TERÁ CARNAVAL OFICIAL.

carnaval-bloco

São Gabriel não terá Carnaval de Rua oficial este ano. Consequentemente não terá concursos e nem eventos custeados pelo Município. O anúncio foi feito pela Liga Carnavalesca de São Gabriel, na noite desta segunda-feira (16/01), após reunião com os representantes das Escolas de Sambas e Blocos Carnavalescos da cidade. O encontro aconteceu no Sindilojas, na Avenida Júlio de Castilhos.

Em uma reunião anterior, na sede da Secretaria de Turismo (SETUR), com representantes da Liga e da SETUR, ainda na tarde de segunda-feira, a Secretária de Turismo, Juliana Medeiros, revelou as dificuldades financeiras para a realização do concurso. Na verdade, a Secretária apenas ratificou uma informação que o Prefeito Rossano Gonçalves havia dado, na última quinta-feira, sobre o Carnaval. “Temos que fazer escolhas. Há despesas necessárias nos postos de saúde e nas escolas. No dia 16, será realizada uma reunião da Secretaria de Turismo com as entidades carnavalescas, para pensar formas de realização da festa com os meios e recursos das próprias entidades”, havia anunciado.

Só que com recursos próprios ficou impossível confirmar o evento. Por isso, ficou acertado o cancelamento do Concurso de Rua e dos desfiles de blocos e escolas de samba. No entanto, o Prefeito deverá assinar um Decreto Municipal, nos próximos dias, regulamentando os ensaios carnavalescos, o que permitirá que as entidades tenham atividades até o dia 24 de fevereiro.

O presidente do Bloco Acadêmicos do Santa Cruz, Silvio Borges, reconheceu as dificuldades financeiras e disse que as entidades carnavalescas são solidárias ao Governo neste momento de crise. Entretanto, ficou claro (na opinião de todos) que o mesmo critério – de corte de recursos – será cobrado no futuro para outros eventos, se referindo ao repasse de verbas para as Ligas de Futebol de Salão e Futsete e ainda para a Coordenadoria Tradicionalista Municipal (CTM).

Na visão dos carnavalescos é importante que a Administração “use” o ano de 2017 para reorganizar as finanças e para reduzir despesas.

Anúncios

1 Comentário

  1. Moro a 36 anos em Curitiba, mas sempre ia de ano em ano pra minha terra natal.
    Daqui de longe percebo que a mais de 40 anos, usam falta de dinheiro pra negar ao povo aquilo que mais se espera numa data tão festiva como esta.
    Infelizmente é a falta de compromisso, cultura, direção e organização daqueles que estão no poder pra gerenciar estas datas festivas. São Gabriel só perde, em arrecadação, em visitantes de fora da cidade que nestas datas deixam seus trocados na cidade. Pensem que agindo assim, sem organização nenhuma, sempre será assim por mais 40 anos. Sou dou tempo das grandes escolas, fui iniciado nesta cultura pelos meus avós, pais, tios e daqueles que sempre presaram por uma cultura de massa que é o nosso carnaval, sem ganhar nada por isso.
    Ta na hora tb de criar uma lei municipal, onde o comercio em geral, ficam obrigados a contribuir com parte dos seus impostos, para um fundo municipal, exclusivamente para este fim. Pra Fut de salão e outros fins, há dinheiro? Não sou contra a outros quesitos que o povo precise de cultura. Mas me parece que investir em Fut de salão pra uma minoria é irreal. Sei que o novo governo que hora entra esta pegando a Prefeitura com dividas, mas sempre foi assim. Desculpas chulas e decepcionantes para a maioria da população Gabrielense, que se não participa nos Blocos ou escolas, mas vão tradicionalmente para a praça. Quem vem acabando com o Carnaval de São Gabriel, não são as entidades que precisam desta ajuda financeira, mas sim os seus gestores. Colocam pessoas em CC despreparadas para a maioria das manifestações culturais de que o povo precisa. Focam apenas naquelas datas gagás, aquelas que os grandes pecuaristas e donos de fazendo usufruem. Por favor senhores dos engenhos. Criem uma comissão permanente, sem cunho políticos, criem uma lei orgânica, e que essa comissão possa controlar isso. Façam festivais(musica, pinturas), gincanas, cobrem taxas dos vendedores da orla da praça que tb precisam destas festas, mas não contribuem com nada, festas juninas, façam alguma coisa que possam agregar valores para o nosso carnaval, para que os aficionados por carnaval gerenciem esta data tão significativa a tds. Eu mesmo pretendia descer para o carnaval, com esta decisão, vou ter que ir forçadamente para o litoral paranaense.Esperava estar aí curtindo com minha familia e amigos. Espero ter dado alguma sugestão. Facil pra criar uma lei, é só boa vontade. Vcs estão acabando com nossas culturas séculares, não é a toa que o jovem de hj só quer gangues etcs.
    Decepção total.


Sorry, the comment form is closed at this time.

Comments RSS

  • Veja A Notícia OnLine no FACEBOOK