SECRETARIA DA SAÚDE VAI INVESTIR EM EXAMES REALIZADOS EM SÃO GABRIEL.

sede-provisorio-bom-fim

O gabrielense, quando ouve promessas – principalmente em período eleitoral – já fica com um pé atrás, ainda mais quando o assunto em questão é a saúde pública. Pois esse tem sido o tema principal, nos últimos dias, com a posse do novo Governo Municipal. O Prefeito Rossano Gonçalves se elegeu garantindo que vai investir em um programa de exames em São Gabriel e acabar com as viagens – desgastantes, como ele mesmo disse – para outros Municípios.
Em tese, a Administração Municipal vai investir na mão obra local, adquirindo serviços de profissionais médicos da cidade. Na prática, conforme o Secretário Municipal da Saúde, Ricardo Lannes Coirolo, isso é possível e deverá ser implantado em, no máximo, 90 dias. Trata-se do Programa Mais Exames.
“Vamos fazer isso trazendo os tetos regionais para São Gabriel e comprando exames de profissionais. Claro que esses exames não serão comprados por um preço de exame particular, mas por um valor negociado com o profissional, dentro daquilo que as tabelas do Sistema Único as contemplem. E para isso vamos utilizar recursos próprios do Caixa único da Prefeitura”, explicou o Secretário.
Coirolo garante que São Gabriel tem condições de atender a demanda diária de pessoal que sai do Município para atendimento em Santa Maria, Porto Alegre, Alegrete e Uruguaiana. “Não tem cabimento tu pegar um paciente, levar a Uruguaiana, Porto Alegre ou Santa Maria tendo o exame aqui em São Gabriel”, argumentou.

Exames que são feitos em outros municípios, mas poderiam ser feitos em São Gabriel: Na parte da imagem – Tomografia, Ressonância, Ultrassom; Endoscopia, Colonoscopia, Eletrocardiograma de esforço, Ecocardiograma e Eletroneuromiografia foram alguns citados pelo Secretário.
No total, segundo levantamento da Secretaria Municipal da Saúde, em média, por dia, 90 pessoas se deslocam de São Gabriel para exames em outros Municípios. Além de custar mais caro para os cofres públicos, o paciente “sofre” com as viagens e com o estresse provocado pela espera no atendimento.
A Secretaria Municipal da Saúde também estuda a possibilidade de firmar convênio com empresas que prestam assistência médica em São Gabriel, comprando consultas e exames e, depois, disponibilizando para a comunidade.
Um diagnóstico da Saúde – que deverá ser concluído nos próximos dias – vai trazer à tona os valores reais que atualmente são gastos com viagens, consultas e exames fora de São Gabriel. No entanto, o Secretário afirma que, mesmo sem esses números exatos, é possível afirmar que a implantação do programa vai resultar em econômica para o Município.

Anúncios