POLICIAL MILITAR E ADOLESCENTE SÃO MORTOS EM BRIGA NO POSTO BATOVI.

bento

Um policial militar de 36 anos morreu durante um confronto de facções de uma mesma “gangue” na madrugada deste domingo (25/12), no estacionamento do Posto Batovi, localizado no ponto de acesso a cidade de São Gabriel. Durante a briga, um menor de 16 anos também ficou ferido e acabou falecendo.
O delegado de polícia, José Soares Bastos, informou que a Polícia Civil investiga o envolvimento de cerca de 20 pessoas. Cinco delas (três menores) já teriam sido detidas e seriam ouvidas no começo da tarde deste domingo.
A Polícia Civil informou que a briga teria começado por causa do assédio de um homem a uma mulher no banheiro do posto. Por causa disso formou-se um confronto entre dois grupos, e, durante as discussões, um homem teria sido esfaqueado. A investigação aponta, inicialmente, que todos são moradores do Bairro Élbio Vargas e a maioria é integrante do chamado Bonde do João de Barro.
O PM Bento Júnior Teixeira Borges passava pelo local no momento do confronto. Mesmo a paisana, ele teria tentado impedir que a briga continuasse.
“O policial militar, que estava a paisana, passou pelo local e foi prestar um atendimento – o pessoal do posto havia solicitado. Mas como estava sozinho, o pessoal tentou agredir ele. Ele teve que efetuar alguns disparos e acabou atingido um dos integrantes deste grupo, um adolescente… Ele ficou sem munição e foi agredido pelo demais”, explicou o delegado.
Bastos disse que as agressões foram graves (com pedras, ponta pés e facas). O policial morreu quando deu entrada no Hospital de Santa Casa de Caridade. Foram múltiplas lesões, além de cortes de facão.

PRESOS
O delegado de polícia confirmou a prisão de cinco pessoas. Três menores apreendidos em flagrante por homicídio e dois adultos autuados por homicídio triplamente qualificado – motivo fútil, recurso que impossibilitou a defesa da vítima e por se tratar de agente de segurança.
A Polícia Civil confirmou que o adolescente morto durante o confronto se chama João Gabriel Ferraz da Silva, de 16 anos. As investigações continuam com o objetivo de identificar o restante do grupo envolvido no crime.
O PM assassinado deixa uma esposa e uma filha de dois anos. O velório está sendo realizado na Capela do Funerária Santa Rita.

2 Comentários

  1. Acho que a Deputada Federal Maria do Rosário irá a São Gabriel prestar solidariedade à família do PM assassinado, pois a mesma faz parte dos direitos humanos.

  2. A Comunidade gabrielense perde um excelente profissional ,um cidadão de bem e principalmente uma boa pessoa .Um bom policial que agiu sentindo a necessidade de cumprir seu dever o que infelizmente resultou em sua morte .


Sorry, the comment form is closed at this time.

Comments RSS