ASSENTADOS DE SANTA MARGARIDA DO SUL RECEBEM CASAS. EM SÃO GABRIEL, MORADIAS SERÃO ENTREGUES EM JANEIRO.

casa-em-assentamento-de-santa-margarida

Atendendo à demanda apresentada pelo Incra-RS serão inauguradas 33 casas no assentamento Novo Horizonte II, em Santa Margarida do Sul (RS). A entrega oficial das casas acontecerá nesta sexta-feira (02/12. As moradias serão entregues pela Cooperativa Central dos Assentamentos do RS (Coceargs), que é a entidade organizadora contratada pelas famílias. Cada agricultor recebeu uma unidade no valor total de R$ 33 mil: R$ 28,5 mil por meio do Programa Nacional de Habitação Rural / Minha Casa Minha Vida, mais R$ 4,5 mil da Secretaria Especial de Habitação do RS.
Os R$ 28,5 mil foram financiados pela Caixa Econômica Federal, e o beneficiário paga 4% do valor, em quatro parcelas anuais de aproximadamente R$ 280. Os assentados contemplados já pagaram as duas primeiras parcelas das casas de 52,8 metros quadrados e que possuem três dormitórios.
A engenheira civil da Coceargs, Ilse Regina Heydt, explica que as habitações foram feitas em sistema de “autoconstrução assistida”, quando a família assume a responsabilidade pela execução da obra (contrata mão-de-obra), acompanhada por técnicos e engenheiros da entidade organizadora.
EM ANDAMENTO
Outras 85 famílias devem receber suas casas ainda em dezembro. Serão 47 no assentamento Novo Alegrete, 31 no PA Unidos pela Terra (ambos em Alegrete) e sete no PA Santa Mercedes/Gleba B (em Manoel Viana).
Em assentamentos de São Gabriel, Hulha Negra, Candiota, Santana do Livramento e Salto do Jacuí a construção das habitações está em fase final. A Coceargs espera finalizar 450 unidades habitacionais até janeiro do próximo ano.
RESIDÊNCIAS CONCLUÍDAS
Este ano, a Coceargs entregou também 80 casas: 52 no assentamento Apolônio de Carvalho (em Eldorado do Sul) e 28 nos assentamentos Rondinha, Barroca, Santa Tecla e Tarumã (no município de Jóia). A operacionalização do financiamento ocorre através de uma entidade organizadora (privada e sem fins lucrativos) escolhida pelas famílias – que pode ser uma associação, cooperativa, sindicato, entre outros. No estado, são três entidades atuando junto aos assentamentos: Coceargs, Cooperativa de Crédito Rural Horizontes Novos (Crehnor) e Cooperativa Habitacional Coopermarço.

Anúncios

  • Veja A Notícia OnLine no FACEBOOK