POLÍCIA CONFIRMA IDENTIDADES: VÍTIMAS DE ACIDENTE ERA UM CASAL DE JORNALISTAS.

Rafaela Melz Nunes Grecellé, 31 anos, e Ricardo Andrade Grecellé, 35 anos, estavam casados há cinco anos Foto: Reprodução /Facebook

Rafaela Melz Nunes Grecellé, 31 anos, e Ricardo Andrade Grecellé, 35 anos, estavam casados há cinco anos (Foto: Facebook)

Confirmadas as identidades das vítimas em acidente ocorrido no final da tarde de terça-feira. Ricardo Andrade Grecellé, 35 anos, e a mulher Rafaela Melz Nunes Grecellé, 31 anos, fugiram da violência urbana de Porto Alegre e foram morar em Canela há alguns meses. Na terça-feira, o casal de jornalistas acabou vítima da violência do trânsito, quando o Up em que estavam colidiu frontalmente com um caminhão, de Passo Fundo, na BR-290, entre São Gabriel e Rosário do Sul. As informações são de Zero Hora.
O acidente ocorreu por volta de 15h40min no km 474 da rodovia, a cerca de seis quilômetros de um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Eles morreram na hora, junto de um cachorro e dois gatos de estimação. O caminhoneiro não se feriu. As causas da colisão serão investigadas.
Depois de cinco horas de viagem, o casal estava a apenas uma hora do destino, Santana de Livramento, onde mora a família de Ricardo. Caçula de quatro irmãos por parte de pai, ele era filho do ex-prefeito da cidade fronteiriça Oriovaldo Grecellé, já falecido. A mãe, Leonor Grecellé, era o principal motivo de sua visita à sua cidade natal.
“O Ricardo vinha para assistir ao jogo do Grêmio (que joga pela final da Copa do Brasil nesta quarta-feira) com a mãe dele. Era gremista fanático. Voltaria para Porto Alegre para comemorar seu aniversário de 36 anos, no dia 29, com os amigos e assistir à final do Grêmio na Arena (que será dia 30)”, conta o irmão por parte de pai Jorge Hélio Gisler Grecellé.
Assessor de imprensa do Ministério Público gaúcho por 15 anos, Ricardo pediu exoneração do cargo em julho para realizar um sonho com a companheira, com quem estava junto há 10 anos e casado, há cinco: abrirem um negócio e trabalharem juntos. Ainda em fase de idealização, o plano era inaugurar uma pâtisserie – um tipo de padaria francesa especializada em bolos e doces — na Serra.
Natural de Porto Alegre, Rafaela trabalhou como editora no Grupo Bandeirantes e entrou para a equipe da RBS TV em agosto de 2012, onde foi editora dos programas Patrola e Mistura com Rodaika. Neste ano, decidiu trocar o jornalismo pelo sonho ao lado do marido. O destino não foi escolhido à toa.
“Eles queriam fugir da violência urbana. Sair da cidade grande para ter mais qualidade de vida e trabalharem juntos. Com a paixão de ambos por gastronomia, escolheram Canela para realizar o sonho”, conta Jorge.
No mês passado, ambos fizeram cursos em São Paulo. Segundo Jorge, Rafaela fez um especificamente sobre pâtisserie, enquanto o irmão focou em sommelier e barista. Ricardo publicou um texto em que contou da realização pessoal que estavam sendo as descobertas:
“Me redescobri, aos 35 anos. Depois de horas de estudo e prática tem barista novo na área pessoal. (…) Sei que é apenas o começo da nova jornada que escolhi trilhar na vida. Ainda há muito o que viver e aprender. O mundo começa agora…”

Anúncios