VOCÊ PODE SER UM PAPAI NOEL: ECT REALIZA A CAMPANHA “PAPAI NOEL DOS CORREIOS”.

Cartinhas de crianças são selecionadas e ganham padrinhos

Cartinhas de crianças são selecionadas e ganham padrinhos. No ano passado, foram mais de 300 cartas encaminhadas para os Correios

Você não precisa ter longa barba branca, se vestir de vermelho e andar de trenó para realizar o sonho de Natal de uma criança neste final de ano. A oportunidade para isso começou nesta segunda-feira (21/11) em São Gabriel: a campanha Papai Noel dos Correios.
Desde ontem, os gabrielenses podem adotar a cartinha de uma criança carente e se tornarem o seu Papai Noel. De acordo com o gerente da Agência dos Correios de São Gabriel, Décio Ambrozi, o projeto está sendo desenvolvido somente junto às escolas indicadas pela Secretaria de Educação Municipal e Coordenadoria Estadual. Conforme ele, foram selecionadas apenas cartas de crianças matriculadas na rede pública de ensino até o 5º ano (educação infantil, creche, pré-escola e ensino fundamental, sem restrição de idade), enquadradas na situação de vulnerabilidade social.
“Além do dar e receber presente, o Projeto visa estimular a redação de cartas manuscritas no ambiente escolar, desenvolvendo a habilidade da escrita”, comentou.
As cartinha com os pedidos de brinquedos, material escolar, roupas e calçados, já foram recebidas e estão a disposição da comunidade ou empresas, que poderão escolher uma ou mais, na Agência dos Correios, na Rua Coronel Soares, 589, das 9h às 17h. O presente deverá ser entregue no mesmo local até o dia 16 de dezembro.

COMO FUNCIONA
Os Correios entraram em contato com as escolas e instituições selecionadas para passar as orientações sobre a campanha. As cartas enviadas são recebidas e lidas por uma equipe dos Correios. Cartas com pedidos de alimentos em geral, ou equipamentos eletrônicos não são aceitas.
Após a seleção das cartas, elas são oferecidas para adoção nos locais indicados pelos Correios. Não é permitida a entrega direta do presente e, para assegurar o cumprimento desse critério, os endereços não são informados ao padrinho. Não há limite de cartas por padrinho, mas o padrinho é responsável pelas cartas que pegar para adotar. Lembre que uma desistência impede que a carta seja adotada por outro padrinho.

Como embrulhar o presente
Caso o brinquedo seja frágil, acondicione de forma adequada, utilizando caixa e escreva “Frágil” no pacote. Bicicletas devem ser entregues, preferencialmente, em caixas. Escreva o número de identificação da carta na embalagem do presente. Os presentes deverão ser numerados com a mesma numeração da carta, pois é este número que identificará o endereço da carta adotada.O adotante pode escrever uma carta para a criança, mas não pode apresentar dados de contato.

Mais informações: – É possível esclarecer dúvidas pelo e-mail papainoeldoscorreios-rs@correios.com.br ou no site blog.correios.com.br/papainoeldoscorreios

Anúncios

  • OUÇA A RÁDIO CULTURA