NINGUÉM RECEBEU RESCISÕES: CC’S EXONERADOS PROTESTAM CONTRA A FALTA DE PAGAMENTO. CASO VAI TERMINAR NA POLÍCIA.

Ex-CC's registraram ocorrência na Delegacia

Ex-CC’s registraram ocorrência na Delegacia

Um grupo de ex-cargos de confiança (CC’s) do Governo Municipal iniciou na quinta-feira (17/11), pela manhã, protestos contra a administração municipal. Os ex-CC´s reclamam da falta de pagamento das rescisões dos contratos e da inexistência de diálogo com os responsáveis pelas Secretarias que deveriam providenciar os pagamentos. Pelo menos 15 CC´s que pediram exoneração participaram diretamente dos distúrbios, que terminaram, na sexta-feira pela manhã, com registros policiais das duas partes.
De acordo com os integrantes do movimento, a Prefeitura Municipal estaria priorizando outros pagamentos, enquanto estão na fila de espera CC´s com mais de 90 dias de demissão.
O ex-secretário de Trabalho, Indústria e Comércio, empresário Aljaci Brito, registrou ocorrência policial no final da manhã desta sexta-feira relatando os fatos ocorridos nos últimos dias. O registro teve ainda a assinatura de mais de 10 pessoas.

A Brigada Militar foi chamada na Prefeitura

A Brigada Militar foi chamada na Prefeitura

Na quinta-feira, pela tarde, e na sexta-feira, pela manhã, o grupo protestou na casa do prefeito e acabou invadindo à garagem deixando o local após algum tempo.
Roque Montagner estava vistoriando obras e no seu retorno quando se dirigia ao Posto Brandão Júnior foi perseguido por quatro carros, e quando parou o veículo foi abordado publicamente. Segundo o prefeito, um dos integrantes do grupo, ex CC João Artemio, teria ainda desferido uma pancada no vidro da porta lateral do veículo.
O caso motivou o envolvimento das polícias civil e militar. Já na quinta feira o grupo esteve no gabinete. Segundo o prefeito, o ex secretário de Indústria e Comércio teria feito ameaças contra o chefe de gabinete e recepcionistas. Por causa disso, foi registrada ocorrência sobre o acontecido na Delegacia de Policia. Ontem, novas ameaças foram feitas no gabinete do prefeito e a Brigada Militar foi chamada.
Enquanto a BM estava na Prefeitura, o grupo registrava os fatos na Delegacia.
No Gabinete, Luis Pires denunciou novas ameaças contra recepcionistas e a ele próprio, relatando ainda que a Primeira Dama Maria Izabel Cortiana Montagner havia sido mantida em cárcere privado, na quinta-feira, quando o grupo de ex-CC’s invadiu a garagem da sua.
A denúncia de falta de pagamento foi apresentada ao Ministério Público também na sexta-feira pelo o grupo.
Conforme o prefeito nunca ouve falta de diálogo com nenhum CC exonerado nem mesmo com os que pediram exoneração, “a exemplo do ex-secretário da Indústria e Comércio que por diversas vezes foi recebido no Gabinete do Prefeito assim como a sua esposa que foi recebida na quinta-feira”, comentou.
O prefeito disse ainda que o grupo está com desvio de comportamento, partindo para ameaças e agressões. “Na sua grande maioria foram eles que pediram a sua exoneração, talvez motivados por três questões, ou saíram por que tinham emprego melhor, ou porque não estavam contentes com o valor de seus salários, ou porque estavam cansados com o volume de trabalho e queriam um tempo para descansar”.
O prefeito salienta que conforme informações da FAMURS o Município de São Gabriel, no segundo semestre deste ano, deixou de receber 1 milhão e 600 mil reais de repasses do Fundo de Participação dos Municípios, com isso, a capacidade de pagamento do Município ficou limitada sendo priorizado os serviços essenciais bem como pagamento dos servidores em atividade e as empresas que prestam serviços essenciais a exemplo da Saúde, Educação, Transporte e Limpeza.

Anúncios