BALANÇO GERAL – MULTAS MAIS ELEVADAS E PENALIDADES MAIS SEVERAS.

A partir de 1º de novembro, motoristas que cometerem infrações de trânsito terão multas mais altas e penalidades mais severas. Entra em vigor nesta data, a lei federal 13.281/2016 que altera uma série de dispositivos do Código de Trânsito Brasileiro e aumenta valores de multas e prazos de suspensão do direito de dirigir.
Os valores de multas, que eram os mesmos desde a extinção da Unidade Fiscal de Referência (Ufir) em 2000, sofrerão reajuste de 66% entre as leves e de 53% entre as médias, graves e gravíssimas. A multa leve passa de R$ 53,20 para R$ 88,38; a média passa de R$ 85,13 para R$ 130,16; a grave, de R$ 127,69 para R$ 195,23 e a gravíssima de R$ 191,54 para R$ 293,47.
Os fatores multiplicadores previstos para algumas infrações mais graves incidem sobre os novos valores. Assim, a multa prevista para quem dirige sob o efeito de álcool, que é gravíssima e possui fator multiplicador 10, passa de R$ 1.915,40 para R$ 2.934,70.

Anúncios

  • OUÇA A RÁDIO CULTURA