TJ JULGARÁ NA SEGUNDA-FEIRA AÇÃO QUE OBRIGA O ESTADO A PAGAR O SALÁRIO INTEGRAL A PROFESSORES.

O sindicato que representa os professores públicos estaduais (Cpers/Sindicato) obteve nesta sexta-feira (2) a confirmação de que o mérito de uma ação que obriga o Rio Grande do Sul a pagar os salários da categoria de forma integral será julgado pelo pleno do Tribunal de Justiça (TJ) na próxima segunda-feira (5).
Uma liminar já havia sido deferida em setembro do ano passado, considerando o “caráter alimentar do salário”. No entanto, assim como as demais categorias do Executivo do funcionalismo público, o Piratini manteve o parcelamento do salário dos professores sob a alegação de falta de recursos.
A confirmação do julgamento ocorreu nesta manhã, após protesto do Cpers/Sindicato. Professores realizaram concentração em frente ao Ministério Público (MP), onde foram recebidos pela chefia de gabinete do procurador-geral de Justiça. Na sequência, o grupo foi recebido por representantes do Tribunal de Justiça e seguiu em caminhada até a Praça da Matriz.