GABRIELENSES TEM ATÉ SEXTA-FEIRA PARA CADASTRAR APARELHOS E PARTICIPAR DA CONSULTA POPULAR.

A Consulta Popular 2016-2017 foi lançada na segunda-feira (27/06), no Palácio Piratini, com a presença de autoridades de todo o Estado.
Neste ano, os eleitores terão três dias para votar nas principais demandas das áreas de Saúde; Desenvolvimento Rural e Cooperativismo; Agricultura, Pecuária e Irrigação; Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia; Turismo, Esporte e Lazer; Cultura; Minas e Energia e Educação. Serão R$ 50 milhões em recursos para investimento nos projetos escolhidos pela população.
A votação na etapa municipal ocorre entre os dias 5 e 7 de julho e poderá ser feita pelo site, por aplicativo disponibilizado a representantes dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes) e dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento (Comudes) ou por SMS, para um número que será divulgado próximo aos dias da consulta.
A secretária de Planejamento de São Gabriel, Tani Vieira, reuniu representantes das principais entidades envolvidas no processo de Consulta, entre elas a Santa Casa, Escolas Estaduais e Secretarias da Agricultura e de Turismo, além de integrantes do Conselho Municipal Desenvolvimento (COMUDES), para explicar como será desenvolvido pleito deste ano. A reunião aconteceu na manhã desta terça-feira (28/06), no Salão de Atos da Prefeitura.
A votação será eletrônica, através de um computador, tablet ou telefone celular. No entanto, os aparelhos precisam ser cadastrados na Secretaria de Planejamento até sexta-feira (01/07) para que possam ser utilizados. “É necessário cadastrar o endereço de IP do equipamento para que a votação seja validada”, argumenta a secretária.
Para a Consulta deste ano, a Seplan, em conjunto com as demais secretarias, definiu uma lista com 24 programas. Cada um dos 28 Coredes define quais os 10 programas que estarão na cédula de votação. Cada eleitor, conforme a região, deve escolher uma prioridade. Ao final do processo, três ou quatro programas mais votados serão eleitos em cada Corede e farão parte do orçamento do Estado para 2017. Os resultados serão conhecidos no dia 14 de julho.
VEJA A RELAÇÃO DOS PROGRAMAS PARA A FRONTEIRA OESTE
01. DESENVOLVIMENTO RURAL – apoio ao desenvolvimento da produção leiteira e da pecuária familiar.
02. DESENVOLVIMENTO RURAL – apoio a agroindústria familiar.
03. TURISMO – qualificação profissional e empresarial do Turismo.
04. TURISMO -infraestrutura e equipamentos turísticos para o bem receber.
05. AGRICULTURA – melhoramento de estradas vicinais.
06. AGRICULTURA – correção, recuperação e manutenção do solo.
07. SAÚDE – qualificação e financiamento de rede de atenção – consolidando a regionalização da Saúde.
08. CULTURA – programa conexão – rede intermunicipal de cultura.
09. EDUCAÇÃO – formação continuada – ressignificando a prática pedagógica da rede pública estadual.
10. MINAS E ENERGIA – redes elétricas trifásicas para a agricultura familiar.

Anúncios

  • Veja A Notícia OnLine no FACEBOOK