POLÍCIA CIVIL RESPONSABILIZA PARANAENSE POR EXPLOSÃO EM SÃO GABRIEL.

Polícia "busca" homem que teria deixado no local os cilíndros

Polícia “busca” homem que teria deixado no local os cilindros

A Polícia Civil responsabilizou um paranaense de 30 anos pela explosão de um cilindro que destruiu a frente de uma casa e deixou duas pessoas feridas em 1º de abril no município de São Gabriel, na Fronteira Oeste.
De acordo com o delegado José Bastos, ele será indiciado por explosão culposa, com pena prevista de três a seis anos de prisão caso haja condenação; e omissão de socorro, com pena que varia de um até seis meses.
A investigação apurou que o suspeito usava o gás hélio, armazenado no cilindro, para encher balões para uma festa que acontecia na praça central do município. Devido a um vazamento próximo à válvula, ele levou o cilindro até o local onde aconteceu a explosão, onde funcionava uma oficina. Enquanto o equipamento era levado para dentro do local, houve a explosão.
Juvenil Martins Machado, 42 anos; e Varonil Alves Machado, 76 anos, ficaram feridos. Eles foram atingidos, provavelmente, por estilhaços do cilindro, que foi encontrado distante cerca de 100 metros do local. Eles foram socorridos e encaminhados ao Hospital Santa Casa de Caridade.
O paranaense teria fugido em seguida e é procurado pela polícia.
Registros de câmeras de segurança confirmam a história.

Anúncios

  • Veja A Notícia OnLine no FACEBOOK