CÂMARA REALIZARÁ AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE O MORMO NO DIA 12.

Câmara - Edifício Centenário
Um dos assuntos que vem sendo debatido na Câmara de Vereadores é sobre a questão do mormo, doença que atinge os cavalos e que não tem cura, exigindo total atenção das autoridades sanitárias. A cada evento que envolva equinos, exames são solicitados, gerando custos aos criadores, cavalarianos e tradicionalistas. Por este motivo, os vereadores Vagner Aloy e Marcos Vieira, do PSDB, propuseram uma Audiência Pública que será realizada em 12 de maio, na Câmara de Vereadores, a partir das 20 horas.
Na pauta, será debatido o projeto de lei do deputado estadual Jorge Pozzobom (PSDB) que amplia para seis meses o prazo de validade de exames do mormo. “Em mais uma proposição conjunta com o vereador Marcos, convidamos a todos os tradicionalistas e interessados para que compareçam a este debate, para que tirem suas dúvidas a respeito do projeto”, destacou.
Os vereadores apresentarão nos próximos dias um projeto para que seja solicitada isenção ou redução de taxas para exames de mormo, concedido pela Prefeitura. “Os custos tem sido onerosos para se comprovar a sanidade dos animais, nada mais justo do que buscar o apoio para o segmento, onde houveram vários prejuízos pela diminuição de cavalarianos e também na economia, que vive destes eventos”, explicou Marcos.

1 Comentário

  1. Como funcionário da Inspetoria Veterinária e também entendendo as razões dos produtores, venho salientar que estas exigências do mormo são do Ministério da Agricultura e resta à unidade local cumpri-las. Leis foram para ser cumpridas, mas tomara que o bom senso prevaleça!


Sorry, the comment form is closed at this time.

Comments RSS