POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE TRÁFICO COM 600 GRAMAS DE MACONHA E OBJETOS FURTADOS.

diego

drogas

Uma ação policial, envolvendo equipes da Polícia Civil e PATAMO, terminou com a prisão de Diego da Rosa, de 22 anos. Ele foi detido em casa, no Bairro Novo Horizonte, com uma pequena quantidade de crack e um tablet (furtado de uma mulher em via pública no mês de agosto). Rosa inicialmente disse que havia comprado o aparelho, mas depois confessou que trocara o objeto por algumas “pedrinhas” de crack. Ele ainda informou que o restante da droga estava escondido em uma residência na Rua Laurentino Batista, no Bairro Três de Outubro. A casa era alugada por ele.
A prisão de Rosa soluciona dois crimes. O primeiro aconteceu em agosto. Uma mulher caminhava em via pública quando teve a sua bolsa furtada. Na época, a vítima ficou sabendo que os “ladrões” teria trocado o roubo por drogas.
O caso mais recente aconteceu entre a noite desta quinta-feira (16/10) e madrugada de sexta-feira (17/10) no centro de São Gabriel. Conforme registro policial, mais de 20 pacotes de cigarros foram furtados do interior de uma lancheria na Rua Mascarenhas de Moraes. O ladrão entrou e saiu pelo forro. Parte deste material, junto com mais de 600 gramas de maconha, foi localizada na residência alugada na zona norte.

EM LOCAL ONDE HOUVE TROCA DE TIROS, FORAGIDO É PRESO.

prisão foragido 1

Troca de tiros na zona norte de São Gabriel terminou com a prisão de um foragido. Uma equipe da PATAMO prendeu no começo da tarde de terça-feira (14/10), na Rua Maurício Cardoso – Bairro São Clemente, um foragido da Justiça de Gravataí. De acordo com os policiais, foi detido – com pequena quantidade de crack e maconha e ainda um facão – o elemento Tiago Gomes da Conceição, de 34 anos. Ele cumpria pena domiciliar na cidade onde morava. Acabou descumprindo a ordem judicial ao deixar o Município. Uma denúncia anônima anunciou a ação suspeita num conhecida boca de fumo. Segundo testemunhas, após discussão, houve troca de tiros entre marginais. Eles fugiram. A polícia investiga as informações. No local, apenas o foragido foi detido. Embora não tenham sido presos os envolvidos na troca de tiros, a polícia acredita que trata-se de desavenças envolvendo o tráfico de drogas na região.

CONFIRMADA IDENTIDADE DE VÍTIMA EM ACIDENTE.

Está confirmada identidade do homem que morreu na noite deste domingo (12/10) em acidente de trânsito na BR-290. Trata-se de João Paulo Langendorf, funcionário do Supermercado Big Max, onde trabalhava como açougueiro.

O acidente aconteceu por volta de 19h30 próximo ao local de acesso a Universidade Federal do Pampa. Ele diria um Celta. O veículo bateu em uma carreta.

MAIS UMA MORTE NA BR: GABRIELENSE MORRE EM ACIDENTE NA NOITE DESTE DOMINGO.

Celta ficou completamente destruido

Celta ficou completamente destruído

BLOG 1

Sem controle, carreta saiu da pista

Sem controle, carreta saiu da pista

Bombeiros tiveram que jogar água na pista

Bombeiros tiveram que jogar água na pista

Um homem, aparentando mais de 60 anos, morreu em acidente de trânsito na noite deste domingo (12/10) na BR-290. O veículo Celta, placas de São Gabriel, dirigido por ele bateu em uma carreta. A vítima morreu no local. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) interrompeu parcialmente o trânsito e ainda não divulgou a identidade do morto. O motorista do outro veículo – uma Scania de São Paulo – teve ferimentos leves e foi socorrido por uma equipe do SAMU. Ele ficou hospitalizado na Santa Casa de Caridade.
O acidente aconteceu próximo ao acesso a Universidade Federal do Pampa por volta de 19h30. Antes de deixar o local, o motorista da carreta afirmou que o Celta teria atravessado a frente do caminhão. Com o choque, a parte frontal do Celta – onde estava o motorista – ficou completamente destruída. A carreta também sofreu danos. Ela ainda percorreu cerca de 100 metros e despencou na lateral da BR-290 entre a vegetação.
O Corpo de Bombeiros teve trabalho para retirar a vítima das ferragens. Para liberar a passagem de veículos, os bombeiros tiveram que jogar água na pista por causa de vidros e pedaços de metais espalhados pela rodovia.

ESTADO: MUITA COMOÇÃO NAS HOMENAGENS AO COMANDANTE LACERDA E ESPOSA.

VELORIA LACERDA
Autoridades civis e militares, muitos amigos e familiares prestaram as últimas homenagens ao casal. Da chegada dos corpos a Alegrete, até a saída do cortejo foram pouco mais de duas horas em que os amigos tiveram para prestar as últimas homenagens ao casal Lacerda e Graziela. O clima no galpão crioulo, dos 12º BE Comb. foi de muita consternação, pela tragédia que vitimou o casal que deixa dois filhos ainda adolescentes.
A unanimidade dos comentários dos presentes era uma só: é uma perda irreparável do militar, cidadão, esposo e pai. A esposa Graziela era lembrada pelas amigas e companheiras da Casa da Amizade, como uma pessoa de grande sensibilidade para as causas sociais e que nos seu retorno a Alegrete, de onde saiu nos anos 90, já estava completamente ambientada e integrada a vida social da cidade.
Para o comandante da 6ª Brigada de Infantaria Blindada , Mauro Sinott Lopes, Comandante Lacerda era um profissional exemplar e altamente comprometido com suas atribuições militares, familiares e com espírito agregador incomum. O General Sinott lembrou que a tragédia ainda é maior pela perda da esposa e, lamentou a dor dos dois filhos do casal.
O General comandante da 3ª Brigada de Divisão de Exército de SM, Geraldo Antônio Miotto, visivelmente emocionado, destacou a perda irreparável do militar, no auge da vitalidade e com uma bela biografia nas fileiras do Exército. Destacou que mesmo mineiro, Lacerda tinha uma grande admiração pelos costumes do Sul, tanto que pretendia permanecer aqui por muito tempo.
No mesmo tom, de profunda tristeza se referiu o Comandante da 2ª Brigada Mecanizada de Uruguaiana, General Carlos Jorge Jorge da Costa.
As amigas mais próximas de Graziela lembravam que ela e mais um grupo  estavam com as malas prontas para uma viagem a vários países da Europa na próxima semana.
Eram 16h30min quando os corpos do Tenente-Coronel Gerson Lacerda e Graziela Campos Lacerda deixaram as dependências do 12° BE Comb. em direção ao Cemitério local, onde foram sepultados.
FONTE: Alegrete.com.br

ESTÃO BRINCANDO COM A JUSTIÇA: BRIGA NA SANTA CLARA É RESULTADO DE FALSO REGISTRO DE ASSALTO.

Briga generalizada na Vila Santa Clara mobilizou equipes da Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e SAMU e, durante dois dias, parte do setor de investigações da Polícia Civil de São Gabriel. No final de tudo, ficou constatado que a origem das discussões era uma mentira e um falso registro policial de assalto. Jonatas Filipe Alves Pires, de 18 anos, que teria comunicado um roubo com agressão, na Ponte do Passo do Pinto, na noite quarta-feira (08/10), deverá responder por falso registro.
Na mesma noite, quatro jovens se envolveram numa briga. Conforme a Polícia Civil apurou, a desavença foi o resultado da “mentira” de Jonatas que, realmente apanhara, mas para um único rapaz e, mesmo assim, por causa de ciúmes de uma mulher (esposa de Jonatas).
Dois elementos agrediram o soldado Giovane Castro Norback, de 19 anos, apontado como agressor de Jonatas. Ele teve que ser encaminhado para o Hospital de Santa Casa de Caridade por uma equipe do Corpo de Bombeiros. A ambulância do SAMU, que chegou primeiro na ocorrência, acabou sendo danificada por um dos envolvidos na briga.

TUDO MENTIRA
No registro policial, Jonatas disse que fora assaltado quando atravessava a Ponte do Passo do Pinto. Segundo ele, quatro elementos teriam levado uma bicicleta e cerca de R$ 300,00. Um dos agressores teria lhe acertado uma paulada no rosto. Era tudo mentira.
Jonatas e Giovane se desentenderam e acabaram brigando. Por algum motivo, Jonatas – que apanhou – resolveu fantasiar toda a história.
O curioso de tudo isso, é que o acusado de assalto, o militar Giovane, acabou se encontrando com Jonatas no ambulatório do Pronto Atendimento. Quando Giovane acordou e viu o seu “adversário” lado a lado, tratou de dar no pé e só parou quando chegou à Unidade Militar. Só no dia seguinte o caso começou a ser esclarecido.

TRAFICANTE DE ROSÁRIO DO SUL, QUE ABASTECIA SÃO GABRIEL, É PRESO EM OPERAÇÃO CONJUNTA.

operação limpeza

Operação Conjunta envolvendo agentes policiais de São Gabriel e Rosário do Sul, comandada pela Delegacia daquela cidade, resultou na prisão do traficante Cristiano Franklin Alves, de 36 anos, conhecido pelo apelido de Changuinha.  Na casa dele, no Bairro Arigoni, os policiais encontraram um tijolo de maconha pesando mais de 700 gramas, pequenas quantidades de crack, cartuchos calibre 380 intactos e mais de R$ 3.700 em notas. Os agentes ainda localizaram objetos suspeitos que podem estar relacionados a furtos e arrombamentos registrados em municípios da região.
Changuinha é apontado como principal “abastecedor” de drogas da região. Em São Gabriel, a maioria dos narcóticos vem de Rosário do Sul. O produto é adquirido – segundo apurou o Setor de Investigação – com objetos furtados em residências e estabelecimentos comerciais. Existem, pelo menos, cinco casos confirmados.
changuinhaEm julho deste ano, uma ação policial deflagrada na zona oeste de São Gabriel derrubou parte do esquema de furto e tráfico de drogas na cidade. Os policiais detiveram o elemento Cristian Bressan do Carmo, de 21 anos, conhecido pelo apelido de Favela. Junto estava uma menor de 15 anos.
No local, os policiais localizaram vários objetos furtados e uma quantidade de droga. No forro de uma mesma casa também foram encontrados dois vasos com mudas de maconha. De acordo com o setor de investigações, Cristian (e mais um comparsa) participavam de esquema que constituía furtos e arrombamentos à residências. Tudo o que era arrecadado nas ações criminosas era usado como moeda de troca para a aquisição de droga em Rosário do Sul. Cristian revelou que uma terceira pessoa era utilizada para transportar os furtos. Pelo menos, nesta primeira parte da operação, cinco casos de ataques à residências foram confirmados.
Na segunda parte da operação, em uma residência na Rua Sepé Tiarajú, na Vila Mariana, foi preso José Antônio Pereira Rodrigues, de 18 anos, conhecido pelo apelido de Nego. Na casa também foi localizada outra menor de 15 anos. Ele também fazia parte do esquema.
Uma série de investigações – de meses – levou a prisão de Changuinha. No bairro dele, o traficante é tido como herói. Por isso a dificuldade de efetuar um flagrante, admitiu um dos policiais.
O acusado foi preso tentando escapar por um terreno baldio. Um agente da DP de Rosário do Sul, que estava em uma propriedade vizinha, conheceu o bandido e efetuou a prisão.

CASOS QUE PODEM ESTAR RELACIONADOS
No ano passado, dois rapazes invadiram uma residência no Bairro Vivenda e levaram tablets, máquina fotográfica e outros objetos. Os ladrões fugiram rapidamente em direção ao Bairro São Bento. Desde o início a Polícia suspeitou que os furtos fossem levados para Rosário do Sul.
No começo do semestre, um arrombamento no centro de São Gabriel chamou a atenção. Mais de R$ 6 mil em bens foram levados e, segundo os ladrões, depois identificados, o material foi vendido para o traficante rosariense por R$ 900,00.
Changuinha vinha aumentando o patrimônio nos últimos anos. Além da casa, no bairro onde mora estava adquirindo terrenos e casas.
Segundo a Polícia Civil, ainda não foram confirmados objetos recuperados. Em uma sala, na casa dele, foram localizados vários acessórios para montaria (a maioria artesanal e sem procedência).

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.622 outros seguidores