QUADRILHA DE FURTOS PODE ESTAR “ORGANIZADA” EM ASSENTAMENTO NO SODRÉ.

equipe abigeato

De janeiro a maio deste ano, no interior do Município, foram identificadas – pelo menos – quatro vítimas de ataques de quadrilhas especializadas em furtos a residências. A Polícia Civil de São Gabriel reforçou ações em duas regiões consideradas foco das atividades do grupo de bandidos. Uma equipe do setor de combate ao abigeato tem trabalhado nas investigações de ataques a propriedades nas localidades de Azevedo Sodré e Pau Fincado.
O policial Paulo Adriano, da equipe de combate ao abigeato, explica que as vítimas são grandes produtores e proprietários de estabelecimentos rurais de grande porte, por isso mesmo,  acabam chamando a atenção dos bandidos. “Eles procuram atacar locais que possibilitem grandes lucros. Onde vai ser fácil encontrar objetos de valor”, comenta.
A Polícia Civil identificou um dos envolvidos no esquema de furto e venda de objetos subtraídos ilegalmente de propriedade particulares. De acordo com os policiais, um pequeno produtor do Assentamento Guajuviras, no Azevedo Sodré, é tratado como peça importante para a desarticulação das atividades criminais naquela região do Município.
Com ele, a Polícia Civil encontrou, no começo da semana, talheres de prata, estojos de facas, receptor de parabólica, varas de pescar e uniformes camuflados do Exército Brasileiro. O material estava escondido em uma pequena residência no Assentamento. Os policiais estão mantendo a identidade do suspeito em sigilo porque as investigações ainda continuam em curso. “Mas é evidente a participação dele nos crimes, seja como autor ou receptador”.
O material apreendido foi reconhecido por quatro vítimas. Mas é apenas uma pequena parcela dos furtos. Na relação de objetos que sumiram, os policiais revelam itens de grande valor. “Estes, com certeza, foram vendidos. Os bandidos acabam ficando apenas com os de baixo valor, em casa, para reaproveitamento. O que dá dinheiro mesmo, é vendido… passado adiante”, explicam.
AUDACIOSOS – Os bandidos são audaciosos. Os crimes, na maioria dos casos, acontecem mesmo com a presença de funcionários e proprietários nas residências. “Em 90% dos casos, ou até mais, as casas foram invadidas quando os donos estavam no local. Chama atenção que, em alguns registros, os ladrões percorrem grandes extensões de campo, parecendo não temer serem vistos”.
Mas eles deixam rastros. Nos furtos são utilizados veículos e, para entrar nas residências, quebram janelas e vidraças. Em um destes casos, as digitais ficaram expostas nos vidros quebrados. “Estamos esperando chegar o resultado da perícia feita pelo Instituto Geral de Perícias (IGP). Com ela em mãos, vamos saber quem invadiu a residência”.
FURTOS DE ARMAS – A mesma equipe investiga paralelamente casos de furtos de armas. Segundo os policiais, parece não haver relação entre uma e outra quadrilha, mas os crimes estão acontecendo nas mesmas regiões.
Como tudo indica haver a participação de assentados da Reforma Agrária nos esquemas, a Polícia Civil encaminhou informações dos casos para o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA).

PATRULHA RURAL SE ENVOLVE EM TIROTEIO COM BANDIDOS NO INTERIOR DO MUNICÍPIO.

MOTO
Uma equipe da Patrulha Rural, da Brigada Militar de São Gabriel, se envolveu um tiroteio com uma dupla de bandidos no interior do Município. O confronto aconteceu no início da noite de sábado (10/05), por volta de 19h30, na região de Pau Fincado. Os policiais avistaram os suspeitos em uma motocicleta e, antes da abordagem de rotina, os homens abandonaram o veículos, voltando-se para os policiais armados. Segundo o sargento Marcos Hiran Cunha, os elementos fugiram para um matagal próximo ao local e efetuaram três disparos em direção a Polícia. Os policiais revidaram.
“Acreditamos que tenham sido tiros de calibre 28. Também avistamos uma calibre 12 com um dos envolvidos”.
Os policiais ainda vasculharam a região, mas não encontraram pistas dos bandidos. De acordo com a Brigada Militar, na mesma localidade, a Polícia investiga uma série de furtos em propriedade rurais. Na maioria dos casos, os objetos levados são armas e munições. “Acreditamos que estes dois homens façam parte deste grupo de bandidos”, comentou Hiran.
Ainda, segundo a BM, os suspeitos fugiram em direção ao Corredor dos Abel, distante 400 metros da BR-158, no KM 392. Os policiais efetuaram a apreensão de uma motocicleta Yamaha.

PATRULHA RURAL PRENDE ACUSADO DE ASSALTO A MÃO ARMADA.

LUCAS (2)

Uma equipe da Patrulha Rural da Brigada Militar prendeu, no começo da noite desta sexta-feira (02/05), na localidade de Vista Alegre (interior de São Gabriel), o procurado Jonatas Lucas dos Santos, de 23 anos. Ele acusado de participar de um assalto a um estabelecimento comercial, na região de Pontes Brancas, no ano passado.  O mandado de prisão foi emitido há cerca de um ano. Desde então, Santos permanecia escondido.
De acordo com os policiais, o acusado foi localizado quando retornava para a residência em Vista Alegre. “Ele estava trabalhando em uma propriedade também no interior do Município”, disse o policial da Patrulha Rural.

JOVEM CONFESSA FURTO DE BATERIAS E ENTREGA RECEPTADOR.

BATERIAS

A Polícia Civil de São Gabriel investiga um esquema de compra e venda de materiais furtados. Um jovem, de 26 anos, foi detido após ter se envolvido no furto de baterias de caminhões e destiná-las a um comércio especializado neste tipo de acessório. Rodrigo Villagrand Ferroni confessou ter participado de, pelo menos, dois casos recentes. Em um deles, ele teria retirado quatro baterias de dois caminhões estacionados no Posto Centenário. O homem atravessou a cidade para esconder o material. “Ele disse que deixou as baterias escondidas no pátio de uma retificadora que fica ao lado do CTG Querência Xucra. Depois ele chamou o motorista de um caminhão que faz fretes e levou as baterias para um local que compra objetos furtados”, comentou o policial que investiga o caso.
O crime mais recente aconteceu no dia 18 de abril. Ferroni pulou o muro do antigo Engenho Gabrielense e invadiu a Loja Tadeu Baterias, por uma abertura do ar condicionado, e furtou sete baterias de caminhões e mais duas pequenas. “Depois disso, ele escondeu o material num terreno próximo ao local. Novamente ligou para o frete e encaminhou o furto para um receptador”, disse o policial.
De acordo com a Polícia Civil, em dois furtos, o acusado obteve R$ 360 com a venda do material. “Ele disse que já conhecia o receptador e que havia entrado em contato com ele antes dos furtos. Ele perguntou se havia o interesse em comprar e obteve uma resposta positiva”.
O receptador, dono de uma loja de baterias na Rua Antônio Mercado, tentou se desfazer do material quando ficou sabendo das investigações. Ferroni teria ajudado o “empresário” a esconder as baterias em um mato próximo a Hípica Sete (passando a Cohab). Com as investidas da Polícia Civil, Ferroni confessou e mostrou onde estava parte do material. “Segundo ele, o restante das baterias já havia sido vendido para Santa Maria. O receptador ainda pediu para ele não lhe entregar”, explicou o policial.

SANTA CASA ALEGA QUE IMPRENSA NÃO ACOMPANHOU CASO “CARLINHOS RANGEL” DESDE O COMEÇO.

BLOG 1

 

Em destaque, informação sobre a morte do carnavalesco. Blog informou que Carlinhos teve traumatismo craniano

Em destaque, informação sobre a morte do carnavalesco. Blog informou que Carlinhos teve traumatismo craniano

Nota assinada por Dr. Guilherme Oliveira – Diretor técnico, Luis Carlos Venturini Dotto – Provedor e o advogado Marcos Irineu Ramos de Góes questiona a postura da imprensa que não teria informado como ocorreram os fatos que, posteriormente, repercutiram com a morte do caravalesco Carlinhos Rangel.
Veja o que escreveram:
É bom que se esclareça, até porque a imprensa não o fez, é que o Laudo Pericial deu como causa morte “hemorragia  crânio- encefálica”, e até por uma questão de ordem e de direito, o que nos chama a atenção é  o fato de que a própria imprensa não menciona o que ocorreu antes, se foi acidente ou não, pois de inicio se falava que Carlinhos  havia sido agredido. Gostaríamos de saber, finalmente, qual a conclusão do Inquérito Policial, que, entendemos, salvo melhor entendimento, deve ser divulgada.”
Não é verdade.
O Blog N1 Noticia, assim como os jornais O Fato e O Imparcial, acompanhou o caso desde o seu início e informou criteriosamente seus leitores de todas as conclusões policiais e periciais.
LEIA – MORTE DE CARNAVALESCO .

LEIA – EXAMES MOSTRAM QUE CARNAVALESCO NÃO SOFREU AGRESSÕES.

O papel da imprensa é divulgar a realidade dos fatos. Se a Polícia Civil – por meio de investigações e relatos de pacientes – chegou a conclusão de que houve omissão de socorro, cabe ao profissional fazer a sua defesa e não a direção do hospital querer buscar subterfúgios acusando a imprensa de parcial. O Blog N1 Noticia divulgou todo a tramite (conforme as declarações da autoridade policial) e continuará divulgando, obedecendo normas legais, mas nunca deixando de lado o direito a informação.

DIREÇÃO DO HOSPITAL GARANTE QUE NÃO HOUVE OMISSÃO DE SOCORRO. NOTA FOI ENCAMINHADA AO JORNAL DIÁRIO DE SANTA MARIA.

O Hospital de Santa Casa de Caridade de São Gabriel divulgou nesta quarta-feira nota à imprensa afirmando que não houve omissão de socorro de um médico da instituição ao carnavalesco Carlos Antônio Ramos Rangel, 54 anos. A Polícia Civil da cidade indiciou o profissional por, segundo o delegado da cidade, Jader Duarte, ter sido negligente ao liberar o paciente sem realizar exames. O carnavalesco caiu em uma avenida durante o desfile de Carnaval de Rua, batendo a cabeça no meio-fio da calçada. Ele foi levado ao hospital, atendido e liberado no mesmo dia. Entretanto, no dia seguinte, foi encontrado morto em casa.
Segundo nota, a vítima deu entrada no hospital alcoolizada, apresentando ferimento na cabeça, sendo tratada e ficando em observação no ambulatório. Após algumas horas, teria acordado e insistido em ir para casa. O hospital afirma que o médico o orientou a retornar ao local se sentisse algum sintoma diferente, e o liberou respeitando o direito de ir e vir do cidadão. Leia a íntegra da nota.

“Nota de esclarecimento a população
A irmandade da Santa Casa de Caridade de São Gabriel, na pessoa de seu Provedor, abaixo assinado, bem como pela sua representação jurídica e Diretor Técnico, vêem a público esclarecer o seguinte:
Considerando matéria  divulgada na imprensa local, e mesmo a nível regional, sobre a morte do carnavalesco Carlinhos Rangel, ocorrido no dia 02 de março de 2014;
Considerando que o então paciente dera entrada no Hospital da Santa Casa, às 01h27 minutos, conduzido pela viatura da Secretaria de Saúde do Município, alcoolizado, respondendo por estímulos dolorosos, apresentando um ferimento na região posterior da cabeça, com um pequeno sangramento, ocasião em que, após a limpeza no local do ferimento, e posteriormente realizado um curativo, ficou em observação no próprio ambulatório, aguardando o efeito do medicamento. Não se fazia acompanhar por nenhum familiar.

É necessário esclarecer o seguinte:
As 04:00 horas, o paciente acordou, bastante agitado, tendo arrancado o acesso venoso, isto é, “abbocath”, dizendo que queria ir para casa, e que estava se sentindo bem. Dado a sua insistência, o médico lhe deu alta, orientando-o a voltar, se caso apresentasse algum sintoma diferente, como náuseas, dor de cabeça, tonturas ou algum formigamento nos membros, e eventualmente realizar algum exame, respeitando a vontade do paciente, até em razão do próprio direito de ir e vir do cidadão, previsto na Constituição Federal.
Na mesma data, isto é, às 13h45 minutos, foi solicitado atendimento pelo Samu, lá comparecendo o socorrista Jacson Soares Jesus,e o condutor da Ambulância, motorista Zoe, orientados pela médica Livia, da regulação do Samu. Naquela ocasião o paciente estava lúcido, consciente, orientado,  recusando o atendimento , afirmando que não estava sentindo dores e que queria apenas descansar.
Dado a sua negativa, na presença  de duas  testemunhas foi preenchido o Boletim de Atendimento e Recusa, pela equipe de enfermagem do Samu, tendo retornado ao Hospital.
A despeito do indiciamento do médico pela autoridade policial, cuja matéria foi publicada no Diário de Santa Maria, no dia 24/04/2014, com o título “Médico é indiciado por omissão de socorro em São Gabriel, entendemos que tal hipótese não deverá prosperar, pois não houve omissão em momento algum, e, de outra parte, é bom que se esclareça, até porque a imprensa não o fez, é que o Laudo Pericial deu como causa morte “hemorragia  crânio- encefálica”, e até por uma questão de ordem e de direito, o que nos chama a atenção é  o fato de que a própria imprensa não menciona o que ocorreu antes, se foi acidente ou não, pois de inicio se falava que Carlinhos  havia sido agredido. Gostaríamos de saber, finalmente, qual a conclusão do Inquérito Policial, que, entendemos, salvo melhor entendimento, deve ser divulgada.”
São Gabriel, 28 de abril de 2014.

Dr. Guilherme Oliveira – Diretor técnico
Luis Carlos Venturini Dotto – Provedor
Dr. Marcos Irineu Ramos de Góes –  OAB/RS 30.278

DUPLA É PRESA PELA BRIGADA MILITAR. ELES TINHAM ARMA E USAVAM CARRO COM ADULTERAÇÕES EM PLAQUETAS.

CAPA - POLICIA

Dois homens foram detidos por uma equipe do policiamento da Brigada Militar,  na madrugada de segunda-feira (28/04), próximos ao Posto Batovi. De acordo com os policiais, junto com os elementos foi encontrado um revólver calibre 38. Para piorar a situação, os brigadianos constataram que o veículo usado por eles apresentava irregularidades com as plaquetas do motor  e das portas adulteradas. Foram identificados Cristiano Boness, de 36 anos, morador de Viamão e Felipe da Silva Pereira, de 23 anos, de Alegrete. Um terceiro homem foi liberado.
A atitude suspeita dos acusados chamou a atenção da Brigada Militar. O veículo usado por eles (um Citroen) é de Londrina, mas as adulterações tentavam enganar a fiscalização. A Polícia Civil está investigando a procedência do carro, comprado por Felipe na Lomba do Pinheiro por R$ 25 mil. Ele teria dado R$ 5 mil de entrada e parcelado o restante em pagamentos de R$ 300 por mês.
Segundo o delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte, Felipe foi autuado pelo crime de receptação, uma vez que ficou constatado irregularidades no automóvel e a possibilidade de ser produto de roubo. O colega dele (Cristiano) foi detido por posse de arma de uso restrito. Conforme o policial, Cristiano assumiu ser o proprietário do revólver, mas não tinha autorização para portá-lo. A dupla foi encaminhada para o presídio estadual.
A Polícia Civil não descarta a possibilidade de envolvimento dos elementos em transgressões no interior do Estado. Ainda existe uma suspeita de que o automóvel e a arma poderia ser utilizados em outros crimes.

CARRO ROUBADO EM SÃO GABRIEL É ABANDONADO EM SANTA MARIA.

capa - assalto

A Brigada Militar de Santa Maria encontrou um veículo abandonado em via pública. O automóvel – um Peugeot, placas de IOA 2100 de São Gabriel – estava estacionado na Rua Carlos Lang, no Patronato. De acordo com os policiais, trata-se do carro roubado em São Gabriel na noite de quarta-feira (09/04), no estacionamento do Campus II da Urcamp. O resultado da perícia deverá ser divulgado nos próximos dias, mas, aparentemente, o veículo foi deixado intacto.
SAIBA O QUE ACONTECEU
Um homem e uma mulher foram mantidos reféns durante um roubo de. Dois assaltantes levaram um automóvel Peugeot, placas de IOA 2100 de São Gabriel, e, junto com ele, o proprietário e uma colega de faculdade. Os reféns foram liberados em uma área afastada da sede do Município, na BR-290, em direção a Rosário do Sul. De acordo com a vítimas, os bandidos percorreram cerca de 20 minutos em direção a cidade vizinha antes de soltá-los na rodovia. A Polícia Civil de São Gabriel investiga três suspeitos. O dono do carro é o militar Olavo Pinto Bandeira Kheingantz, de 23 anos.

PROFISSÃO: DELEGADO. VOCAÇÃO QUE VEM DE BERÇO.

delegado jader (capa)Entre 70 delegados de polícia, dois foram promovidos na semana passada ao nível de 4ª Classe. Na hierarquia do quadro, trata-se do teto máximo almejado pelo profissional ao ingressar na Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul.  O chefe da DP de São Gabriel, delegado Jader Ribeiro Duarte, é um dos beneficiados com a gratificação. O outro, é o diretor da Divisão Especial de Investigações de Capturas (DEIC), Eduardo de Oliveira César. De acordo com os policiais, é a primeira vez que um delegado de São Gabriel chega ao nível de 4ª Classe. “A maioria dos delegados, historicamente, se aposenta sem chegar a este posto”, comentou Jader.
Na cidade, a promoção do delegado é vista como prestígio para São Gabriel e resultado do trabalho dos policiais e apoio que a comunidade tem dado à polícia.
E não é por menos. Pouco mais de dois anos à frente da Polícia Civil da cidade, Jader conquistou números impressionantes que chamaram a atenção da Chefia de Polícia e mereceram destaque na site da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Tanto, que a promoção é por merecimento. Mas é claro, o histórico de vitórias não se resume apenas a São Gabriel.
Com 16 anos de polícia, o delegado já passou por 18 cidades, com destaque para a de Uruguaiana, onde a criminalidade recebeu um balde de água fria com a implantação do regime “polícia linha dura” de Jader. E que não me entenda mal.
A fisionomia séria, as vezes até carrancuda do policial, é somente para impor respeito e autoridade frente a marginalidade. E convenhamos. Ele tem conseguido.
Para azar da bandidagem, Jader é o tipo de policial que ama a profissão. “Sou apaixonado pela profissão e dedico a minha vida a ela. Por isso procuro ser um policial exemplar”, comentou.
O amor a profissão vem de berço. Jader é neto de policial e vê na influência do avô, o senhor Constantino Duarte, que foi sub-delegado em tempos de revolução, a origem desta paixão. Ao pai, Cláudio Duarte – oficial do Exército, ele debita a seriedade e a disciplina de militar que sempre contribuiu para a evolução em sua carreira policial.
Mas o que esperar de quem chegou ao ponto máximo?
O delegado responde sem pensar: “Continuar trabalhando e a disposição da Justiça sempre”, disse.
A promoção de Jader Ribeiro Duarte lhe deixa em condições de assumir qualquer cargo na Polícia Civil, seja de Diretor ou até mesmo Chefe de Polícia. E alguém duvida que esse poderá ser o destino do delegado?
SAIBA MAIS – Além do chefe da Polícia Civil de São Gabriel, também foram promovidos cinco policiais do quadro (mudaram de classe).

REPORTAGEM – O FATO

TRÁFICO: JOVEM É FLAGRADO TRAZENDO “CLONE” DE CAXIAS DO SUL.

CLONE

A Polícia Civil de São Gabriel  – equipe antinarcóticos – prendeu em flagrante, na rodoviária municipal, o jovem Rafael Henrique Bruxel de Oliveira, de 20 anos. Os policiais encontraram com ele 25 gramas de maconha e 120 gramas de “Clone”, um composto de maconha com produtos químicos. Segundo o setor, foi a primeira prisão envolvendo a nova droga.
A prisão aconteceu durante a madrugada de quinta-feira (24/04), por volta de 4 horas.  Rafael trazia a droga de Caxias do Sul. A atitude dele, ao avistar os policiais, acabou lhe denunciando. “Ele passou a agir de forma suspeita. Realizamos uma abordagem de rotina e encontramos, com ele, a droga escondida numa mochila”, disse o delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte.
A ação policial ainda teve a participação dos policiais Nasion Marques e Idel Barcelos.
Rafael confessou que não tinha conhecimento do destino da droga, em São Gabriel, e não teve contato com o traficante, em Caxias do Sul. “Ele disse que recebeu os 20 gramas de maconha como pagamento para transportar o Clone. Todo o serviço foi tratado por telefone (com o traficante) e a droga foi entregue, para ele, por um telemoto. Em São Gabriel, a tóxico seria distribuído da mesma maneira, utilizando uma tele”, explicou o agente de polícia, Nasion Marques.
Rafael – apesar de não ter ocorrência como traficante, é conhecido da Polícia Civil da cidade. No ano passado, ele foi expulso do Exército Brasileiro após ter sido flagrado com uma pequena quantidade de droga. Na época, acabou sendo registrado apenas como consumidor.

É O SEGUNDO INDICIAMENTO POR OMISSÃO DE SOCORRO.

Médico foi indiciado no Caso Carlinhos Rangel (foto). Carnavalesco morreu em casa.

Médico foi indiciado no Caso Carlinhos Rangel (foto). Carnavalesco morreu em casa.

O delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte, confirmou que o médico indiciado no episódio que resultou na morte de Carlinhos Rangel já responde, pelo mesmo crime, e um caso envolvendo uma produtora rural de São Gabriel. Na madrugada do dia 30 de novembro do ano passado, segundo a denunciante, ele teria se negado a atendê-la no Pronto Atendimento 24 Horas, mesmo sendo ele o plantonista.
A mulher conta que foi atendida, primeiramente, por uma enfermeira. Com tosse, vômito e falta de ar, ela solicitou avaliação do profissional. “O médico disse: não vou atender! Mesmo com o hospital estando vazio”, contou.
No relato feito à polícia, a mulher alega que insistiu, solicitando medicação. Segundo ela, o médico reafirmou que não iria atendê-la, orientando-a a retornar às 7 horas e dizendo que estava agindo conforme normas do hospital: não atender que não apresentasse febre e pressão alta.
No mesmo dia, a produtora rural foi atendida por um médico particular. Um documento, assinado por este profissional, revelou que o quadro – apesar de normalizado no período da consulta – deveria ter sido avaliado melhor durante a madrugada.
A denunciante apresentava quadro de broncoespasmo (crise de asma) que iniciou dois dias antes quando teve contato com mofo (poeira). Segundo ele, o quadro se agravou com inflamação dos brônquios e possível fechamento dos mesmos, gerando sintomas de dificuldade respiratória, falta de ar, tosse e chiado no peito.
Conforme atestado assinado pelo médico particular, “dependendo da atividade inflamatória, o quadro poderia se tornar grave, representando risco de morte”.
Na Delegacia de Polícia, o médico indiciado alegou (novamente) que seguiu normas do hospital e ainda acusou a mulher de estar alterado e fazer ameaças.

MÉDICO, DO CASO CARLINHOS RANGEL, É INDICIADO POR OMISSÃO DE SOCORRO.

A Polícia Civil de São Gabriel indiciou um médico do Hospital de Santa Casa de Caridade por omissão de socorro ao carnavalesco Carlos Antônio Ramos Rangel, de 54 anos, que acabou morrendo. No dia 2 de março, Rangel caiu na concentração do Bloco da Geni, na avenida antes do desfile de Carnaval de Rua, batendo a cabeça no meio-fio da calçada. Ele foi levado ao hospital, atendido e liberado no mesmo dia. Entretanto, ao meio dia ele voltou a se sentir mal e foi encontrado morto, em sua casa, na manhã do dia seguinte.
De acordo com o delegado Jader Ribeiro Duarte, o médico foi negligente ao liberar o carnavalesco sem realizar os exames. O inquérito policial foi concluído na semana passada e remetido à Justiça.
“Tinha claramente uma infiltração no olho e o traumatismo craniano era evidente. O médico deveria encaminhar o paciente para exames e não liberá-lo”, disse o policial.
O provedor da Santa Casa, Luiz Carlos Venturini Dotto, afirmou que não tem conhecimento do indiciamento e que não iria se manifestar. O nome do médico não foi divulgado pela Polícia Civil nem pela instituição.

SAIBA MAIS
Na segunda quinzena de março, a Polícia Civil de São Gabriel confirmou que a morte do carnavalesco Carlos Antônio Ramos Rangel, conhecido pelo apelido de “Carlinhos Rangel”, aconteceu em decorrência de um traumatismo craniano. O laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP) foi divulgado pelo delegado de polícia. O policial ainda descartou que a lesão na cabeça tenha sido causada por agressões, como vinha sendo cogitado na cidade.
“Ouvimos entre 10 e 12 pessoas que testemunharam o acidente. Um homem foi ainda mais preciso. Ele disse que viu o Carlinhos errar o passo e cair. Ele conta que o carnavalesco bateu com a cabeça direto no asfalto”, disse o delegado.
Jader, ao descartar a possibilidade de crime na origem da lesão, ampliou o raio de investigação chamando a atenção para o atendimento hospitalar à vítima. Carlinhos Rangel teria ficado em observação por algum tempo, mas acabou sendo liberado pelo hospital ainda na madrugada do acidente.
No domingo, ao meio dia, o carnavalesco voltou a passar mal. Familiares solicitaram apoio do SAMU, mas Carlinhos Rangel não quis ser levado de volta ao hospital. Segundo os profissionais do SAMU, o homem teria recebido atendimento na própria residência. Na manhã seguinte, ele foi encontrado morto, em casa, por uma filha.
O delegado de polícia solicitou a relação dos integrantes do Corpo Clínico que estavam de plantão no dia do atendimento e, ainda, pediu cópias do boletim e prontuário médico. “Não estamos dizendo que houve irregularidade, mas vamos apurar os fatos. Queremos saber se aconteceu, ou não, negligência no atendimento”, argumentou em março.
As investigações confirmaram que houve omissão.

VÍTIMA DO “JOÃO DE BARRO” MORREU. RESPONSÁVEL PELA MORTE SE APRESENTOU NA TARDE DESTA QUARTA-FEIRA.

Serginho se apresentou com advogada

Serginho se apresentou com advogada

O jovem Sérgio Andrei de Oliveira Gonçalves, de 18 anos, conhecido pelo apelido de Serginho, se apresentou na tarde desta quarta-feira (23/04), na Delegacia de Polícia, acompanhado de advogado. O rapaz é acusado de balear, com dois tiros de revólver calibre 22, o pedreiro Luis Felipe Alves Martins, de 33. O crime aconteceu no começo da noite de terça-feira (22/04), por volta de 18 horas, na Rua Santa Rita, no Bairro Élbio Vargas.
Luis Felipe foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado, em estado grave, ao Hospital de Santa Casa de Caridade. O homem chegou a mencionar que não sentia as pernas. De acordo com a Polícia Civil, entre o período de internação e 15 horas desta quarta-feira, o estado de saúde dele era grave. Uma bala ficou alojada na coluna e outra atravessou o pulmão. Antes das 16 horas, o Hospital confirmou a sua morte.
O caso está relacionado a uma tentativa de homicídio ocorrida na manhã de terça-feira (22/04), envolvendo um carroceiro e seu filho, identificados como sendo Milton e Jonatan. Pelo menos, inicialmente, cinco pessoas aparecem envolvidas nos dois casos.

Luis Felipe foi baleado

Luis Felipe foi baleado

Após balear a vítima, Serginho conseguiu fugir. Ele é integrante do Bondi do João de Barro e aparece na relação de denunciados pelo Ministério Público e Polícia Civil em casos de formação de quadrilha, porte de arma de fogo e munições, lesão corporal, rixa, ameaça, furto, roubo e incitação ao crime.
Familiares de Serginho ficaram durante toda a tarde na Delegacia de Polícia enquanto o acusado era apresentado. Pessoas que testemunharam o confronto também deram depoimentos.
A VERSÃO DA FAMÍLIA
No começo da manhã de terça-feira, por volta de 9h30, pai e filho, identificados como sendo Jonatan e Milton, informaram na Delegacia de Polícia que teriam sido perseguidos por dois homens armados. Conforme o relato de Jonatan, tratavam-se de Luis Felipe e um menor de idade. Para escapar dos acusados, Jonatan disse que fugiu para uma residência (na Rua Santa Rita) e o pai dele para outra casa, na mesma rua. Uma destas moradias pertencia ao acusado Serginho. Quando a Brigada Militar chegou no local, os dois homens haviam escapado.
O conflito desencadeou toda a violência que aconteceu no período da noite.
De acordo com familiares de Serginho, a vítima Luis Felipe procurou o acusado para questionar a presença da polícia, acreditando que teria sido ele o responsável pela denúncia. “Eles discutiram e Serginho então disse: se tu quer, vamos resolver isso no braço!”, comentou um familiar.
Não foi o que aconteceu. Ainda, segundo relato de familiares, Serginho atirou porque notou que Luis Felipe estava tentando sacar um revólver. A Polícia Civil não confirmou se foi encontrada arma com a vítima.
O revólver utilizado por Serginho também não foi localizado. Logo após o crime, ele fugiu em direção a um matagal e teria jogado a arma em um lago. Os policiais ainda tentaram encontrá-la, mas não foi possível. Serginho foi liberado no final da tarde e disse que se manifestará somente em juízo.
A FAMÍLIA DA VÍTIMA – A Brigada Militar foi mobilizada para atender um chamado no começo da tarde. Um dos famílias de Luis Felipe teria tentado depredar a residência onde Serginho reside. Com a presença da BM, a ação foi impedida.

TENTATIVA DE HOMICÍDIO: HOMEM É ATINGIDO POR TRÊS TIROS NO BAIRRO ÉLBIO VARGAS.

Luis Felipe foi baleado

Luis Felipe foi baleado

A Polícia Civil de São Gabriel investiga se uma tentativa de homicídio, ocorrida na noite desta terça-feira (22/04), tem relação com outra registrada no começo da manhã, ambas no Bairro Élbio Vargas. Pelo menos, inicialmente, cinco pessoas aparecem envolvidas nos dois casos.
No começo da noite, por volta de 18 horas, o pedreiro Luis Felipe Alves Martins, de 33 anos, foi atingido por três tiros de revólver calibre 22. Uma testemunha garante que foram disparados cinco tiros.

Sérgio Andrei é acusado de efetuar os disparos que atingiram Luis Felipe

Sérgio Andrei é acusado de efetuar os disparos que atingiram Luis Felipe

O autor dos tiros conseguiu fugir. De acordo com a testemunha, o acusado é Sérgio Andrei de Oliveira Gonçalves, de 18 anos, conhecido por Serginho. Ele é integrante do Bondi do João de Barro e aparece na relação de denunciados pelo Ministério Público e Polícia Civil em casos de formação de quadrilha, porte de arma de fogo e munições, lesão corporal, rixa, ameaça, furto, roubo e incitação ao crime.
Luis Felipe foi socorrido por uma equipe do SAMU. O quadro de saúde é instável. Segundo a BM, ele alegou não estar sentindo as pernas.
O OUTRO CASO – No começo da manhã, por volta de 9h30, pai e filho, identificados como sendo Jonatan e Milton, informaram na Delegacia de Polícia que teriam sido perseguidos por dois homens armados. Conforme o relato de Jonatan, tratavam-se de Luis Felipe e um menor de idade.
Para escapar dos acusados, Jonatan disse que fugiu para uma residência (na Rua Santa Rita) e o pai dele para outra casa, na mesma rua. Uma destas moradias pertence ao vulgo Serginho.

ENVOLVIDOS EM AGRESSÕES EM FRENTE A DP SÃO ENCAMINHADOS PARA O PRESÍDIO.

Foram encaminhados para o Presídio Estadual de São Gabriel, ainda na manhã de domingo (20/04),  dois envolvidos nas agressões a um homem em frente ao prédio da Delegacia de Polícia da cidade. De acordo com o delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte, foram autuados por tentativa de homicídio os elementos Valmir Polini Rodrigues Júnior, de 26 anos, e Geovane de Oliveira Miranda, 22. Eles foram detidos em flagrante, ainda no local do crime, por integrantes da PATAMO.
A Polícia Civil entregou para a Polícia do Exército (PE) o militar Rafael Pereira Rodrigues, de 19 anos (irmão de Valmir). Ele foi preso no começo da manhã, na casa dos pais, na Vila Mariana. Os três agrediram com socos, pontapés e pedradas um homem identificado como sendo Giovani Machado, morador da Vila Maria. A vítima foi encaminhada para o Hospital de Santa Casa de Caridade por uma equipe da PATAMO e liberada ainda na manhã de domingo.
A Polícia Civil ainda busca outros três elementos envolvidos no crime.  Segundo o delegado, já há uma previa identificação dos agressores. Um deles, que aparece de capuz no vídeo (veja o vídeo), teria tentado esfaquear uma testemunha (um homem de cabelo longos) que intercedeu em favor da vítima.
Esta testemunha conta que as agressões começaram em frente ao Brasil Tênis Clube. O grupo seguiu ela, a sua mulher e a vítima por cerca de duas quadras jogando pedras. “Fui atingido no rosto por uma pedra e um deles quebrou um brasilit no meu braço”, comentou.
A violência, em frente a Delegacia de Polícia, durou cerca de um minuto. A PATAMO foi acionada e chegou ao local do crime cerca de um minuto e meio após o chamado. Na DP havia apenas um policial plantonista.

GRUPO ESPANCA COM CHUTES E PEDRADAS HOMEM NO ACESSO A DELEGACIA DE POLÍCIA.

Rafael foi preso em casa

Rafael foi preso em casa

Valmir foi detido em frente da DP

Valmir foi detido em frente da DP

Geovane mostro outros envolvidos

Geovane mostrou outros envolvidos

Imagens ajudaram a revelar os envolvidos nas agressões

Imagens ajudaram a revelar os envolvidos nas agressões

Equipes da Polícia Civil e Brigada Militar (PATAMO) prenderam no começo da manhã deste domingo (20/04), na Rua do Salso – Vila Mariana, o militar Rafael Pereira Rodrigues, de 19 anos, identificado como sendo um dos envolvidos em uma tentativa de homicídio ocorrida em frente ao prédio da Delegacia de Polícia no final da madrugada de hoje. Também foram detidos, o irmão dele, Valmir Polini Rodrigues Júnior, 26; e Geovane de Oliveira Miranda, 22. Os dois últimos foram presos em flagrante por integrantes da PATAMO ainda no local das agressões. Mais  três elementos estão envolvidos no crime, mas ainda não foram capturados.
A violência começou na saída de um clube na Rua General Mallet, centro da cidade. Um rapaz, ainda não identificado, usando capuz, teria tentado esfaquear a vítima Giovani Machado. Uma segunda vítima, vizinha de Machado, se envolveu na briga tentando impedir as agressões e acabou sendo atingida por uma folha de telha de amianto e uma tentativa de estocada. O golpe, com a faca, acertou de raspão o abdômen do homem.

Sangue da vítima na porta da DP

Sangue da vítima na porta da DP

AGRESSÕES NA PORTA DA DELEGACIA
Os dois homens fugiram em direção a Delegacia de Polícia. Durante o trajeto, os agressores jogavam pedras. Perto das vítimas, a mulher de um deles testemunhou tudo.
Imagens das câmeras de segurança da Delegacia de Polícia revelam a violência, a falta de remorso dos agressores e o desrespeito com a polícia. Giovani Machado foi massacrado com chutes e pedradas sentado em frente ao prédio da DP enquanto aguardava a porta de acesso a recepção do Plantão ser aberta.
Por cerca de um minuto, antes que uma unidade da PATAMO chegasse, a vítima suportou ponta pés e pedradas (algumas pesando mais que um quilograma) pelo corpo todo. Machado ficou caído no local. Ele foi socorrido pelo brigadianos e encaminhado para o Pronto Atendimento 24 Horas do Hospital de Santa Casa. Apesar da violência, ele foi liberado ainda na manhã de hoje.

Agressões aconteceram em frente ao prédio da DP

Agressões aconteceram em frente ao prédio da DP

AINDA HOJE – Exclusivo: imagens da violência.

VIOLÊNCIA DURANTE A NOITE: DUAS JOVENS SÃO AGREDIDAS COM FACÃO E RELHO.

capa 1

capa 2agressõesA versão de duas jovens, que alegam terem sido agredidas com relho e facão, está sendo investigada pela Polícia Civil de São Gabriel.  De acordo com o registro policial, Bruna da Fontoura Rocha e Andressa Vasconcelos Ferreira, ambas com 20 anos, foram espancadas quando iam em direção as suas residências no Bairro Beira Rio. As mulheres foram atacadas próximo ao prédio do Instituto de Educação Menna Barreto, na Avenida Barão do Cambai. Segundo elas, a violência foi consequência de uma briga que iniciou na madrugada de sábado (12/04) ainda no interior de um clube noturno da cidade.
As jovens apontam Cristian D’Ávila Lucas, de 25 anos, como autor das agressões. “Ele desceu de uma caminhonete e veio direto, com um facão, nos atacando”, comentaram. As duas mulheres tiveram lesões pelo rosto e corpo. Bruna sofreu um corte na testa e Andressa uma lesão no peito com vários pontos.
Imagem 005O motivo das brigas seria ciúmes. “Estávamos na copa, quando ele (Cristian) e a mulher chegaram. Ela (a mulher de Cristian) começou a nos cuidar”, disse um das vítimas.
“Realmente brigamos lá dentro. Ela veio em nossa direção e nos batemos nela e nele. Lá fora, ele tentou nos agredir e acabou sendo impedido por um grupo de homens (alguns seguranças). Nós batemos na mulher dele, isso é verdade. Depois disso fomos embora. Quando estávamos perto do Menna, ele nos encontrou e começou a nos agredir”, explicam.
A Polícia Civil analisa as duas versões. Cristian nega que tenha atacado as mulheres e garante que foi a sua esposa (Adnacinéia, de 24 anos) a responsável pelas lesões. “Eu peguei um fio de aço e bati nelas”, disse a mulher, que também tinha hematomas na testa.
O grupo foi encaminhado para exames de corpo de delito. O caso é tratado como lesão corporal simples.

MULHER, DURANTE UM ANO, CONSEGUIU EXTORQUIR MAIS DE 30 MIL DE IDOSA.

idosa1Mulher de 43 anos é acusada de extorsão e ameaças contra uma pessoa idosa de 68 anos. O crime aconteceu entre fevereiro de 2013 e janeiro deste ano.  A dona de casa Carmem Teresinha da Silveira Rodrigues confessou a autoria e responderá em liberdade. Ela foi localizada pela Polícia Civil, em casa, na Rua Lúcio Cabral (prolongamento da Rua Jonatas Abbott). Durante um ano, a mulher conseguiu obter, de forma ilegal, mais de R$ 30 mil.
O crime vinha sendo investigado por uma equipe do Cartório Especializado da Polícia Civil de São Gabriel. A idosa, que pediu para não ser identificada, acabou sendo enganada pela mulher que se apresentou com “irmã” de uma ex-empregada.  Aproveitando da boa fé, Carmem pediu um valor “x” emprestado e, como garantia, entregou um cartão do Programa Bolsa Família, alegando que – se não efetuasse o pagamento da dívida – poderia ser sacado o valor direto na conta.
Algum tempo depois ela retornou a residência da vítima e pediu o cartão de volta. A idosa conta que não encontrou o documento. De alguma forma, ele acabou sumindo. Começava ai um jogo de ameaças e extorsões.
Alegando que a perda do Cartão do Bolsa Família era crime e que denunciaria a idosa para a Polícia, Carmem conseguiu fazer com que a vítima retirasse – durante alguns meses – todas as economias que estavam depositadas em um banco. De acordo com as investigações, neste primeiro momento, a idosa repassou para a mulher mais de R$ 20 mil. Já sem dinheiro, a vítima passou a pedir empréstimos para os irmãos. Em uma das vezes, alegou que não tinha dinheiro para comer.
O comportamento alterado e falta de atenção com a aparência alertou os familiares. Por cerca de seis meses, conta um irmão, ela seguidamente pediu quantias que variaram entre R$ 200 a R$ 500. No último, mês pediu R$ 1.000,00 com urgência. “Preciso deste dinheiro com urgências até às 18horas”, disse ela.
A família desconfiada acionou a Polícia. A idosa, ainda com medo, admitiu que estava sendo pressionada. Segundo o delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte, a falta de informação e ingenuidade da vítima foi utilizada contra ela. Jader disse que é importante os famílias ficarem atentos a estes tipos de situação, que são frequentes (admite).

ROUBO: MILITAR E COLEGA DE FACULDADE SÃO MANTIDOS REFÉNS.

capa - assalto

Um homem e uma mulher foram mantidos reféns durante um roubo de veículo ocorrido no começo da noite de quarta-feira (09/04) no estacionamento do Campus II da Urcamp. Dois assaltantes levaram um automóvel Peugeot, placas de IOA 2100 de São Gabriel, e, junto com ele, o proprietário e uma colega de faculdade. Os reféns foram liberados em uma área afastada da sede do Município, na BR-290, em direção a Rosário do Sul. De acordo com a vítimas, os bandidos percorreram cerca de 20 minutos em direção a cidade vizinha antes de soltá-los na rodovia.
A Polícia Civil de São Gabriel procura três suspeitos. Além do veículo roubado, também está sendo investigada a utilização de um segundo carro, dirigido por um terceiro envolvido no crime.
As vítimas foram surpreendidas. O militar Olavo Pinto Bandeira Kheingantz, de 23 anos, proprietário do veículo, conta que foi abordado por um “elemento desconhecido” quando descia do carro. O mesmo aconteceu com a colega, que chegava junto, de carona, e foi imobilizada por um segundo assaltante. Os dois foram obrigados a ficar no banco de trás do automóvel com as cabeças baixas.
Durante o trajeto, os assaltantes se comunicavam com um terceiro envolvido no crime. Segundo as vítimas, havia uma preocupação com a possibilidade de terminar o combustível do automóvel roubado.
As vítimas foram liberadas próximas a Fazenda Saudade. O motorista de uma ambulância prestou socorro e comunicou o assalto a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Rosário do Sul.
Imagens de veículos na BR-290 estão sendo analisadas pelas equipes de investigação. Um veículo foi avistado, durante a madrugada, “abandonado” na BR-158, mas já não estava mais no local no começo da manhã, quando a Polícia Civil foi informada.

IDOSO É PRESO! HOMEM, DE 79 ANOS, É ACUSADO DE ABUSAR SEXUALMENTE DE DUAS SOBRINHAS.

Familiares acompanharam o idoso durante a apresentação na Delegacia de Polícia e encaminhamento para o Presídio Estadual de São Gabriel

Familiares acompanharam o idoso durante a apresentação na Delegacia de Polícia e encaminhamento para o Presídio Estadual de São Gabriel

CONTRA

Um idoso de 79 anos foi preso no final da tarde de terça-feira (08/04). Ele se apresentou acompanhado de advogado. O homem – com prisão decretada pela Justiça – é acusado de abusar sexualmente de duas meninas,  de 13 e 15 anos. A adolescente mais velha está grávida. De acordo com a Polícia Civil, uma delas (a mais jovem) vinha sendo  molestada desde os 7 anos.  O acusado foi encaminhado no mesmo dia para o Presídio Estadual de São Gabriel.
Tudo em família. O acusado é tio-avô das meninas. As investigações feitas pelo Cartório Especializado da Polícia Civil de São Gabriel ainda levam em conta a responsabilidade das mães das duas adolescentes. Segundo as policiais responsáveis pelo caso, não está confirmada se havia conivência delas na ação criminosa, uma vez que os encontros – das meninas com o idoso – ocorriam sempre no período do dia, quando elas estavam no trabalho.
As policiais estão ouvindo relatos de testemunhas desde terça-feira. Os familiares do idoso garantem que não procedem as acusações.  Mas a Polícia Civil tem denúncias que revelam que o suspeito tinha muita intimidade com as meninas.
A equipe do Cartório Especializado ainda ouviu as adolescentes. Elas admitiram que mantinham relações com o idoso e a mais jovem revelou que recebia “presentes” do tio-avô.
Os encontros aconteciam sempre nas residências das menores. Conforme as meninas, em uma única vez elas foram até a casa do idoso. Todos os envolvidos moram na Vila Maria, zona sul de São Gabriel.

A DENÚNCIA – A gravidez da adolescente de 15 anos chamou a atenção dos familiares. “Quem é o pai?”, foi a pergunta feita. A resposta deixou todos de boca aberta. A menina denunciou o tio-avô e garantiu que nunca teve relações sexuais com outro homem.
O caso foi parar na Delegacia de Polícia. Com base na denúncia, a equipe do Cartório Especializado descobriu que o idoso também abusava da outra sobrinha, de 13 anos.
Apesar da afirmação da menor, a paternidade só será confirmada após a divulgação do exame de DNA.
O acusado não quis falar sobre as denúncias e admitiu que só se manifestará em juízo. Ele, no entanto, nega que tenha tido relações sexuais com as meninas.
A Polícia Civil chama atenção para esse tipo de situação: “Qualquer tipo de ato libidinoso, conforme o Código Penal, é considerado estupro”.
As vítimas foram encaminhadas pelo Cartório Especializado para acompanhamento profissional no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).

POLÍCIA PRENDE COMPARSA DE TRAFICANTE.

demutti

A Polícia Civil prendeu na tarde de quinta-feira (03/04), na Vila Rocha, o ex-detento Cristiano Demutti Rodrigues. O homem foi flagrado, no dia 20 de fevereiro, durante visitação ao Presídio Estadual, escondendo um mapa que identificava um local que escondia cerca de 500 gramas de drogas. Por causa deste documento, os policiais apreenderam 380 gramas de crack (uma pedra grande) e 70 gramas de cocaína. Ele foi preso por associação ao tráfico.
ENTENDA O CASO – A Polícia Civil de São Gabriel, com apoio de uma equipe da PATAMO – Brigada Militar, encontrou quase 500 gramas de drogas enterradas em uma área de mato localizada no Bairro Pascotin, na zona oeste da cidade. A ação aconteceu no final da tarde de quinta-feira (20/02). O material estava acondicionado em um pote de plástico junto com uma balança digital.
Foi uma ação conjunta que começou ainda no interior do Presídio Estadual de São Gabriel. Conforme a polícia, agentes penitenciários encontraram um mapa em poder de um ex-detento que deixava o local após visitar um traficante preso uma semana antes. Investigações da equipe antinarcóticos da Polícia Civil, baseadas em denúncias, revelaram que a droga estava “ligada” a Carlos Eduardo Silva de Lima, de 38 anos, conhecido pelo apelido de Nego.

MÃE É PRESA PASSANDO DROGA QUE IRIA PARA DENTRO DO PRESÍDIO.

prisão - mãe dos piolhos (10)

Uma mãe foi presa em flagrante por uma equipe da PATAMO quando passava uma bolsa com drogas para um menor de idade na tarde deste domingo (06/04). O objetivo da mulher, com ajuda do adolescente, era colocar dentro do Presídio Estadual 89 petecas de crack. A droga deveria ser encaminhada ao presidiário Ricardo Rodrigues Pereira, de 19 anos, conhecido pelo apelido de Piolho. De acordo com os policiais, Rosângela Terezinha Rodrigues Pereira, de 47 anos, conhecida pelo apelido de Capincha, admitiu que havia repassado a droga com o intuito de implantar o material no interior da casa prisional. Ela é mãe do vulgo Piolho.
prisão - mãe dos piolhos drogaO adolescente detido junto com ela também tem passagens pela polícia. Segundo o delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte, o menor é um dos líderes do Bondi do BI e vinha figurando em ocorrências policiais de violência no centro e nos bairros. Ele foi encaminhado ainda na madrugada de segunda-feira (07/04) para o Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) de Santa Maria. A mulher foi levada para o Presídio Estadual. Os dois responderão pelo crime de tráfico de drogas.
ENTENDA - Rosângela não revelou a procedência da droga. Ela, no entanto, fazia o meio de campo na parte do fora do presídio. A ideia era jogar o crack para dentro da penitenciária, aproveitando o horário de visita, quando os presos estão reunidos no pátio.
O crime em família. O filho dela, Ricardo Rodrigues Pereira, foi detido em agosto do ano passado, por uma equipe da PATAMO, na rodoviária municipal. Ele foi flagrado com várias pedras de crack. O material pesou mais de 60 gramas. A droga foi comprada em Porto Alegre e seria vendida na periferia de São Gabriel, no Bairro São Clemente, onde Piolho residia com a família.
Segundo os policiais, além do jovem, um adolescente de 17 anos também tinha participação no esquema de venda da droga. Esse menor foi apreendido logo na sequencia, na Rua Maurício Cardoso, 2070, no Bairro São Clemente. Ele ainda tentou escapar.

TARADO É FLAGRADO SE MASTURBANDO PRÓXIMO A BR-290.

A Polícia Civil localizou, no Bairro Santa Isabel, um homem acusado de praticar atos obscenos em via pública. O acusado, de 35 anos, foi identificado através de um vídeo gravado por moradores da região próxima a BR-290. As imagens mostram ele observando as pessoas que passavam pela via paralela a rodovia e flagram o acusado se escondendo e deixando o órgão sexual a vista. Bem próximo ao tarado, uma mulher fala ao telefone. Sem se preocupar com a repercussão de suas atitudes, ele continua a se exibir e a se masturbar.
O registro policial foi feito no dia 21 de março. A Polícia Civil conseguiu localizar o acusado no início da semana. Após ser intimado, ele se apresentou na tarde desta quinta-feira (03/04), dando desculpas. O homem disse que a vontade é mais forte que ele e por isso acaba praticando obscenidades em via pública.
De acordo com a ocorrência policial, o acusado vinha fazendo dos atos uma rotina. As testemunhas contam que casos semelhantes foram flagrados entre os dias 13 e 21 de março. Tudo isso acontecia quanto o acusado deixava o serviço. O local do flagrante fica entre o trajeto da empresa onde trabalho e a sua residência.
Ele deverá responder por ato obsceno. A autoridade policial o encaminhou para atendimento profissional no Centro Atenção Psicossocial (CAPS) da Secretaria Municipal da Saúde de São Gabriel. Os policiais tratam o acusado – inicialmente – como uma pessoa doente. No entanto, ele tem histórico de casos semelhantes em Estrela, onde residia anteriormente. Ele foi processado três vezes, na outra cidade, pelos mesmo motivos.

>>> O vídeo original mostra, bem definido, o rosto do acusado. Ao editar, evitamos identificar – por orientação da Polícia – o acusado e também mostrar na íntegra os atos praticados pelo tarado.

PATAMO FLAGROU: MENORES BEBENDO.

BEBIDA

Uma equipe da PATAMO deteve, no começo da noite de sexta-feira (28/03), na Rua Pará, no Bairro Independência, quatro indivíduos que estavam consumindo bebida alcoólica em um bar. Segundo a Brigada Militar, ao verificar a idade dos freqüentadores foi verificado que dois eram menores. Eles estavam bebendo cachaça com guaraná. Foi identificado o maior de idade que forneceu a bebida alcoólica para os adolescentes, sendo detido e conduzido até a Delegacia de Policia para o registro. Conforme a PATAMO, o adulto é Pablo de Lima e Silva, integrante do Bondi do BI.

TRÊS GABRIELENSES SÃO PRESOS EM ROSÁRIO DO SUL ACUSADOS DE ENVOLVIMENTO COM TRÁFICO.

PRESO - CAUNA

A Brigada Militar de Rosário do Sul prendeu na noite de quinta-feira (27/03), na Rua Coronel Sabino de Araújo, no centro da cidade, três jovens de São Gabriel acusados de envolvimento com o tráfico de drogas. De acordo com a polícia, foram detidos Adriano Rodrigues Ebre, Fabrício da Silveira Guedes e Deividi Ravazi Adolfo. Também foi preso, em flagrante, o traficante Juliano Menezes Linhares, de 20 anos, comparsa de Cristiano Franklin Alves, o Changuinha, um dos responsáveis pela disseminação do tráfico na região.
Uma denúncia levou a prisão dos acusados. Por telefone, uma pessoa informou a numeração das placas e a cor de um veículo gabrielense que estaria estacionado em frente a casa de Juliano. De acordo com o informante, três homens estariam comprando drogas com intuito de revender em São Gabriel.  Segundo o boletim de ocorrência, a Brigada Militar não conseguiu flagrar o automóvel saído da residência, mas encontrou o veículo no centro de Rosário do Sul. Durante abordagem, foram localizadas  três porções de crack e uma porção de maconha. A droga estava escondida na parte de baixo do banco do carona.
Adriano admitiu que fora contratado para conduzir Fabrício e Deividi até a casa de Juliano. Conforme a polícia, o motorista realmente ainda não tinha ficha criminal. Mesmo assim, ele também foi detido por associação ao crime.
Deividi Ravazi Adolfo, de 31 anos, tem passagens pela polícia. Entre as acusações, Ravazi tem estupro, roubo e apreensão (posse) de drogas.
O mais conhecido é Fabrício da Silveira Guedes, de 22 anos, conhecido pelo apelido de Cauana. Ele é irmão do traficante Fabiano da Silveira Guedes, o Chiquinho.
E maio de 2011, uma equipe da Patrulha Tático Móvel da Brigada Militar (PATAMO) prendeu em flagrante, ele, o irmão e mais um terceiro. As prisões aconteceram na Rua Santa Maria, na casa de Chiquinho. No local, a equipe da PATAMO localizou 10 gramas de maconha.
Em novembro, do mesmo ano, a Polícia Civil, com apoio de equipes da PATAMO, ROCAM e policiamento da Brigada Militar, prendeu Cauana, acusado de coautoria na morte do trabalhador rural Jovenil Mendes da Silva (na época com 38 anos), conhecido pelo apelido de King.  O homem foi morto por um disparo de revólver (calibre 32) efetuado por José Hamilton de Lima Guedes, apelido Mica.
O três gabrielenses foram encaminhados para o Presídio Estadual de Rosário do Sul.

MINISTÉRIO PÚBLICO APRESENTA DENÚNCIA CONTRA INTEGRANTES DE BONDIS. 15 MAIORES E 15 ADOLESCENTES SÃO RELACIONADOS.

BONDI 2

Bonde do Bairro Independência é um dos mais conhecidos e reúne um grupo grande de adolescentes. Mesmo sendo formado por menores, no seu conjunto a Brigada Militar localizou o envolvimento de maiores de idade

Bonde do Bairro Independência é um dos mais conhecidos e reúne um grupo grande de adolescentes. Mesmo sendo formado por menores, no seu conjunto a Brigada Militar localizou o envolvimento de maiores de idade

IDENTIFICXAÇÃO BONDE

O Ministério Público do Rio Grande do Sul, Promotoria de Justiça Criminal de São Gabriel, apresentou na quinta-feira (21/03) denúncia contra 15 integrantes de facções criminosas conhecidas por “Bondis”. Entre os crimes relacionados, o MP destaca formação de quadrilha, porte de arma de fogo e munições, lesão corporal, rixa, ameaça, furto, roubo e incitação ao crime. Os acusados são: Pablo de Lima e Silva e Willian Vinícius Monteiro Paim, do Bondi do BI; Alessandro Camilio Rodrigues, Jailson Oliveira Lucas, Romário da Silva Cézar e Douglas de Bairros Barreto, do Bondi do Vieira; Robson dos Santos da Rosa, do Bondi do São Clemente; Thiago da Cruz Cavalheiro, Luan Silveira Coelho, Uilson Luis Eifler Porto Júnior, Maikon Ávila Rodrigues e Antônio Paulo Freitas de Camargo, do Bondi do Passo da Baltar; Anderson Marcos Mendes Rodrigues, Luan Costa Rieffel e Sérgio Andrei de Oliveira Gonçalves, do Bondi do JB. Também são citados no relatório 15 menores de idade.
A ação do MP toma como base trabalho realizado pela Polícia Civil e Brigada Militar. De acordo com o delegado de polícia de São Gabriel, Jader Ribeiro Duarte, o relatório encaminhado à Promotoria tinha mais de 700 páginas e, pelo menos, 100 menores e jovens identificados e ouvidos.
Conforme a Promotoria, a análise das investigações realizadas pela Polícia Civil e Brigada Militar, evidenciou que, por diversas vezes, os acusados e os infratores foram detidos portando armas brancas, como facões e adagas, além de pedaços de pau e pedras. Comentários, em redes sociais, foram utilizados no processo. Em seu perfil pessoal, Willian Vinícius Monteiro Paim diz o seguinte: “Carnaval que vamos subir 50. Dai quero vê se vocês são pau ferro mesmo seus ‘C’ e não adianta fica batendo boca por face”.
O Bondi do BI, do qual Willian e Pablo fazem parte, também é acusado da prática de “pedágio”, cobrando quantias em dinheiro de moradores e transeuntes para que estes pudessem circular pelas ruas do Bairro Independência. Diversas são as ocorrências policiais registradas em que os integrantes do “Bondi do BI” figuram como envolvidos, o que confirma a associação criminosa dos integrantes a fim de cometerem crimes.
As rixas se evidenciaram conforme as prisões iam acontecendo. Pablo de Lima e Silva foi detido no ano passado com uma arma de fogo. Ao ser questionado pelos policiais, disse que era para defender-se de inimigos do Bairro Élbio Vargas, conhecido como Bairro João de Barro. Segundo o Ministério Público, ficou caracterizada a rivalidade com o chamado Bondi do João de Barro.
As rede sociais eram utilizadas para acirrar a rivalidade e para divulgar confrontos e incitar a prática de delitos. Pelo Facebook, um adolescente (apontado como um dos líderes do BI) intitulou o grupo do Bairro Independência como Primeiro Comando de São Gabriel (PCSG), fazendo alusão a organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo, criada no começa da década de 90, e que, ainda hoje, planeja crimes de dentro dos presídios.
Na rede, o Bondi do Vieira postou fotos de todos os integrantes e como agravante publicou imagens com armas de fogo e munições. O mesmo aconteceu com o grupo do Bairro São Clemente. Eles mesmo acabaram fornecendo provas de suas ações criminosas.
Contra o grupo do Passo da Lagoa pesa ainda um abaixo assinado por moradores da região, onde a população reclama da criminalidade no bairro, informando ao delegado de polícia da execução dos “pedágios” (roubos a mão armada) no local, assim como ocorria no Bairro Independência. Foi anexada à declaração um “mapa”, confeccionado pelo “Bondi da Baltar”.
O grupo também utilizava o Facebook para divulgar suas ações e frequentemente eram postadas fotos de armas e munições e de pessoas fazendo uso de substâncias narcóticas. O Bondi do JB é citado na denúncia pelos mesmos crimes.
Segundo a Promotoria, além de terem incitado a prática de crimes através da rede social, os denunciados estimularam a ocorrência de delitos durante as diversas brigas e discussões que “protagonizaram” em via pública, na Praça Dr. Fernando Abbott e imediações. Dos citados, sete já estão presos.

PRF JÁ REGISTRA QUATRO MORTES EM 2014. NO ANO PASSADO, FORAM SETE.

REPORTAGEM – JORNAL O FATO

No ano passado, uma série de reportagens exibidas por uma emissora de TV de São Paulo discutiu a violência no trânsito, apontada com uma das principais causas de morte no país. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) revelam que o Brasil é o 5° país mais violento no trânsito no mundo. Números apontados pelo seguro (DPVAT) Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, mostram que em média, são 150 mortes por dia em todo o país.
Outro importante levantamento foi realizado pelo Instituto Sangari, especializado em pesquisas cientificas. O estudo aponta que o Brasil é o segundo país do mundo em mortes em acidentes de motos. Nos últimos 15 anos a taxa de mortalidade aumentou 846%, enquanto a de carros, por exemplo, foi de 58%.
A realidade expressa em números abre a seguinte pergunta: essas mortes acontecem por puro acidente ou são causadas pela imprudência?
Na região da Polícia Rodoviária Federal (PRF), posto de São Gabriel, em pouco mais de 40 dias, o ano de 2014 já contabilizou quatro mortes na BR-290. Três aconteceram no mesmo dia.
Próximo a Bica, no domingo passado, um acidente envolvendo um veículo de Porto Alegre e outro de Buenos Aires causou a morte de duas pessoas. A argentina Alejandra Cristina Farias, de 36 anos, e o portoalegrense Antônio Pinto Torelly Filho, de 76, morreram no local. Os motoristas dos automóveis foram conduzidos por equipes do SAMU e Corpo de Bombeiros para o Hospital de Santa Casa de Caridade.
Diego Gaston Lagarga, de 34 anos, foi submetido a uma cirurgia no fêmur. O idoso Moacir Sibemberg, de 76, continua internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
O choque frontal entre os dois veículos teria sido causado por um terceiro automóvel (em baixa velocidade). Não há confirmação oficial. O cenário trágico, com os dois carros destruídos, é a constatação da imprudência.
No começo da noite, um BMW saiu da pista e bateu em uma árvore causando a morte de uma mulher de 62 anos. O acidente aconteceu em Vila Nova do Sul. Chovia muito no momento do desastre. Morreu a irmã do prefeito de Alegrete, Nadir Gomes Silva. O chefe do Poder Executivo alegretense, Erasmo Guterres Silva, de 52 anos, dirigia o automóvel. Ele foi socorrido pela Brigada Militar e não teve lesões. A namorada dele, Elinar Freitas Vasconcelos Barzotto, de 45 anos, foi trazida para o Hospital de Santa Casa de Caridade e transferida para Porto Alegre na segunda-feira (17/03), com suspeita de lesão na coluna.
Em fevereiro, Geruska Hernandez Soldera, 36 anos, perdeu o controle do automóvel e bateu de frente com uma carreta. A mulher morreu no local.
Em 2013, a PRF registrou sete mortes na rodovia federal. Três aconteceram num período de 30 dias, entre outubro e novembro.
A falta de consciência do motorista, além de aumentar as estatísticas de mortes e acidentes no trânsito, traz também prejuízo aos cofres públicos. Em São Paulo, no ano passado, o SUS gastou mais de 57 milhões de reais para tratar vítimas graves de acidentes. Segundo o Ministério da Saúde, um paciente que fica internado seis meses em um hospital pode custar mais de 300 mil reais.
A especialista em trânsito do GM, Catarina Nanini, entende que muitas vezes todo esse gasto poderia ser evitado somente com o uso do cinto de segurança. “A pessoa pensa que se não colocar o cinto de segurança, quem vai sofrer as consequências, se machucar é ela, mas não é. Quando ela sofre um acidente de trânsito, e só ela se machuca por não usar o cinto de segurança, não é chamado por exemplo, a instituição pra socorrer, então você tem gasto com a ambulância, com o enfermeiro, com o motorista, você tem gasto com a polícia que vai até o local. Dinheiro gasto com ela que poderia ser investido com outros pacientes”, finalizou.

CASO CARLINHOS RANGEL: POLÍCIA VAI INVESTIGAR SE HOUVE NEGLIGÊNCIA NO ATENDIMENTO HOSPITALAR.

JADER

REPORTAGEM EXCLUSIVA – O FATO

A Polícia Civil de São Gabriel confirmou que a morte do carnavalesco Carlos Antônio Ramos Rangel, de 54 anos, conhecido pelo apelido de “Carlinhos Rangel”, aconteceu em decorrência de um traumatismo craniano. O laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP) foi divulgado no começo desta semana pelo delegado de polícia Jader Ribeiro Duarte. O policial ainda descartou que a lesão na cabeça tenha sido causada por agressões, como vinha sendo cogitado na cidade.
“Ouvimos entre 10 e 12 pessoas que testemunharam o acidente. Um homem foi ainda mais preciso. Ele disse que viu o Carlinhos errar o passo e cair. Ele conta que o carnavalesco bateu com a cabeça direto no asfalto”, disse o delegado.
Jader, ao descartar a possibilidade de crime na origem da lesão, amplia o raio de investigação chamando a atenção para o atendimento hospitalar à vítima. Carlinhos Rangel teria ficado em observação por algum tempo, mas acabou sendo liberado pelo hospital ainda na madrugada do acidente.
No domingo, ao meio dia, o carnavalesco voltou a passar mal. Familiares solicitaram apoio do SAMU, mas Carlinhos Rangel não quis ser levado de volta ao hospital. Segundo os profissionais do SAMU, o homem teria recebido atendimento na própria residência. Na manhã seguinte, ele foi encontrado morto, em casa, por uma filha.
O delegado de polícia vai solicitar a relação dos integrantes do Corpo Clínico que estavam de plantão no dia do atendimento e, ainda, requerer cópias do boletim e prontuário médico. “Não estamos dizendo que houve irregularidade, mas vamos apurar os fatos. Queremos saber se aconteceu, ou não, negligência no atendimento”, argumentou.

MULHER MORRE EM ACIDENTE NA BR-290. PREFEITO DE ALEGRETE DIRIGIA O VEÍCULO.

diario 3

diario 2 - blog

 

Nadir Gomes Silva morreu no local

Nadir Gomes Silva morreu no local

A irmã do prefeito de Alegrete, Nadir Gomes Silva, de 62 anos, morreu em um acidente de trânsito na noite deste domingo (16/03). O corpo dela ainda está local, em Vila Nova do Sul, aguardando a chegada de peritos do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Santa Maria. Também se envolveram no acidente, o prefeito Erasmo Guterres Silva, de 52 anos, que dirigia o carro. Também estava no veículo (um BMW) uma terceira pessoa: Elinar Freitas Vasconcelos Barzotto, de 45 anos.

Erasmo Guterres Silva, prefeito de Alegrete

Erasmo Guterres Silva, prefeito de Alegrete

Erasmo e Elinar foram socorridos por equipes da Brigada Militar de Vila Nova do Sul e da Secretaria Municipal da Saúde daquele município. O prefeito, que também é médico, optou por vir para a cidade em uma viatura da BM, mesmo com a chegada da unidade do SAMU de São Gabriel. Elinar foi trazida em uma ambulância da Saúde.
Erasmo perdeu o controle do automóvel em uma curva antes da chegada a sede do município de Vila Nova do Sul. O BMW dirigido por ele bateu em uma árvore e capotou. Nadir, irmã do prefeito, morreu no local.
Segundo o Hospital de Santa Casa de Caridade, Elinar tem uma provável lesão na coluna e está realizando exames de tomografia e ressonância. Ela poderá ser transferida ainda hoje para o Hospital de Alegrete. O prefeito passa bem.

Elinar Freitas Vasconcelos Barzotto

Elinar Freitas Vasconcelos Barzotto

ARGENTINOS - Representantes do Consulado argentino chegaram ao Município na tarde deste domingo. Eles comunicaram para a vítima Diego Gaston Lafarga, de 34 anos, o falecimento da sua esposa, Alejandra Cristina Faria, de 36 anos. Os dois estavam no Toyota Corolla, de Buenos Aires, envolvido em um acidente de trânsito no começo da manhã. Diego realizou cirurgia e passa bem. O brasileiro Moacir Simbemberg, de 76 anos, de Porto Alegre, está internando na CTI em estado estável.

IDENTIFICADO BRASILEIRO MORTO EM ACIDENTE DE TRÂNSITO.

Foi identificada a vítima brasileira morta no acidente ocorrido na manhã deste domingo e que envolveu também um carro da Argentina. A colisão frontal ocorreu por volta das 9h, na altura do Km 448,1, da BR-290, entre São Gabriel e Rosário do Sul.
O carro brasileiro, um Honda Civic, com placas de Porto Alegre, era conduzido por Moacir Sibemberg, 76 anos. Ele ficou ferido e foi levado ao Hospital de Santa Casa de Caridade de São Gabriel. Na carona estava Antônio Pinto Torelly Filho, 76, que morreu no local. Eles estavam em uma reunião em Santana do Livramento e voltavam à Capital.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de São Gabriel, o Civic, foi fazer uma ultrapassagem quando bateu de frente em um Corolla argentino. Alejandra Cristina Faria, 36, carona no carro, morreu e o motorista, Diego Gaston Lafarga, 34, ficou ferido. O casal argentino retornava de Florianópolis para Buenos Aires (Argentina).

ACIDENTE NA BR-290: VÍTIMAS SÃO ENCAMINHADAS PARA CIRURGIA.

acidente
Está confirmada a identidade do brasileiro internado no Hospital de Santa Casa de Caridade de São Gabriel. Trata-se de Moacir Simbemberg, de 76 anos, de Porto Alegre. O idoso foi encaminhado para a ala cirúrgica. O estado dele é regular. O argentino Diego Gaston Lafarga, de 34 anos, foi encaminhado para cirurgia no fêmur. A mulher dele, Alejandra Cristina Faria, de 36 anos, morreu no local. Ainda não foi confirmada a identidade do segundo brasileiro envolvido no acidente e morto na BR-290.

EXCLUSIVO A NOTÍCIA – ATENDIMENTO CORPO DE BOMBEIROS E SAMU

DUAS PESSOAS MORREM EM ACIDENTE DE TRÂNSITO NA BR-290.

blog 3

blog 2

blog 1

Diego Gaston está hospitalizado. Ele dirigia o carro argentino

Diego Gaston está hospitalizado. Ele dirigia o carro argentino

A BR-290 está com o trânsito parcialmente interrompido desde as 9 horas desta manhã no quilômetro 448,3, entre São Gabriel e Rosário do Sul, próximo a Bica. Duas pessoas morreram em um acidente envolvendo um Toyota Corolla, de Buenos Aires (Argentina) e um Honda Civic, de Porto Alegre. Os dois corpos continuam nas ferragens aguardando a liberação do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Santa Maria. Duas vítimas foram socorridas por equipes do SAMU  e do Corpo de Bombeiros e encaminhadas para o Hospital de Santa Casa de Caridade de São Gabriel.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou os nomes dos argentinos. O motorista Diego Gaston, de 34 anos, estava consciente. A mulher dele, Alejandra Cristina, de 36 anos, morreu no local. Ainda não foram informados os nomes dos dois brasileiros. Um deles está hospitalizado.
A Polícia analisa o relato de uma pessoa que coloca no local do acidente um terceiro veículo. Este automóvel estaria em baixa velocidade, “quase parando”, disse a testemunha.
Os veículos colidiram frontalmente. O choque, no entanto, atingiu diretamente os dois caronas. A mulher argentina chegou a ser prensada e jogada para a parte de trás do automóvel.
AINDA HOJE, VÍDEO DO ACIDENTE.

alejandra

blog 4

gisele 4 blog

POLÍCIA FLAGRA HOMEM TRAFICANDO.

roberto carlos berny rosaA Polícia Civil prendeu na tarde de terça-feira (11), no Bairro Gabrielense, um homem acusado de comercializar drogas em um estabelecimento comercial. Roberto Carlos Berny da Rosa, conhecido de apelido Beto Jobim, de 47 anos, foi detido em flagrante em sua residência, na Rua Mário Avancine do Santos, 112. Um adolescente confessou ter comprado um pequeno tijolo de maconha e acabou possibilitando à polícia o acesso a residência do acusado. De acordo com o delegado Jader Ribeiro Duarte, Beto já vinha sendo investigado, “tanto que tínhamos um mandado de busca e apreensão contra ele. O flagrante deu respaldo ao trabalho do setor antinarcóticos”, comentou.
O acusado é considerado um dos mais antigos traficantes da cidade. Entretanto, nunca havia sido preso. Jobim confessou o crime. Ele mesmo apresentou o restante da droga, que estava escondida na cueca, envolvida em um saco plástico.

POLICIAIS DE SÃO GABRIEL PARTICIPARAM DA OPERAÇÃO ARENA. ELES ESCOLTARAM ÔNIBUS DE TORCEDORES DE TIME ARGENTINO.

operação copa 3

FOTO1

FOTO4Os argentinos que entraram no Rio Grande do Sul via terrestre para torcer pelo Newell’s Old Boys na noite de quinta-feira (13/03), contra o Grêmio, na Arena, foram acompanhados por uma forte escolta policial. Os seis ônibus de excursão vieram por Uruguaiana.
Viaturas da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Civil e Brigada Militar acompanharam os torcedores. Segundo o delegado de polícia de São Gabriel, Jader Ribeiro Duarte, equipes dos órgãos de segurança da cidade participaram da operação no trecho entre o Restaurante Paradouro e a cidade de Cachoeira do Sul. Conforme ele, o forte esquema de segurança fez parte de um ensaio para os jogos da Copa do Mundo não só no Beira-Rio, mas em todas as sedes.
Cerca de 1,3 mil homens foram envolvidos. De São Gabriel foram cerca de 40. Conforme o jornal Zero Hora, até Associação Brasileira de Inteligência (ABIN) integrou a Operação Arena.
Três argentinos foram presos na entrada no Brasil — dois por posse de drogas e um por desacato a um Policial Federal. Os termos circunstanciados serão apresentados ao juiz, que determinou a punição, e os detidos foram liberados para deixar o país no fim do dia.
A PRF ainda recolheu facas e porretes, a maioria em alguns dos 38 carros que se encaminham para o jogo.
Instrumentos musicais foram liberados, mas pratos e baquetas não puderam passar, por terem potencial de arma em eventuais brigas.

POLÍCIA CIVIL RECEBE HOMENAGEM DA OAB.

policia - OAB

Na tarde da última quinta-feira (13/03), o delegado Jader Ribeiro Duarte, em nome de todos os policiais civis recebeu uma homenagem da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB RS), Subseção de São Gabriel. A homenagem foi feita no Gabinete da Delegacia de Polícia pelo Presidente da OAB, Augusto Solano Lopes Costa que destacou a importância da atuação da Segurança Pública para o município, “quando o serviço não funciona todos reclamam das polícias, quando funciona bem, a homenagem é o silêncio e isso não pode ser assim”, ressaltou o presidente. O reconhecimento é referente aos serviços prestados pela Polícia Civil no combate a criminalidade nos anos de 2012 e 2013.

O delegado Jader Duarte agradeceu o reconhecimento enfatizando que o mesmo é de grande importância para todos os policiais civis. Segundo ele, todos são comprometidos com o trabalho que desenvolvem e receber o reconhecimento, aumenta ainda mais a auto-estima dos mesmos, que estão tendo seu trabalho valorizado. “Só se consegue trabalhar bem aqui em São Gabriel graças à união que existe entre Polícia Civil, Brigada Militar, Susepe, Ministério Público, Poder Judiciário e Conselho Tutelar. Além da dedicação dos nossos policiais, esse conjunto é o segredo do sucesso do nosso trabalho”, destacou o delegado.

Na próxima segunda-feira (17/03), às 19h, a Polícia Civil receberá uma homenagem na Câmara de Vereadores.

JOVENS ADMITEM ASSALTO APÓS PRISÃO NO BAIRRO BOM FIM.

ladrão 1contra - prisão ladrão
Uma equipe do Policiamento da Brigada Militar deteve em flagrante, na madrugada desta quarta-feira (12/03), no Bairro Bom Fim (na zona leste da cidade), um jovem de 19 anos e um adolescente de 17. Os dois, e mais um rapaz de 22 anos, são acusados de assaltar um morador do Bairro Bom Fim – Corredor da Lagoa. O crime aconteceu no final da noite de terça-feira (11/03), próximo à ponte do Rio Vacacaí.
contra - material apreendidoA vítima retornava do centro em direção a sua residência quando foi abordada pelos acusados. Daniel Vale Freire, de 22 anos, foi identificado e preso pela Polícia Civil na manhã de quarta-feira. O rapaz foi localizado na casa dele, no Bairro Pomares. A vítima conta que Freire teria apontado um revólver para a sua cabeça e informado que se tratava de um assalto. Outro jovem (Alisson Siqueira dos Santos, de 19 anos) também teria auxiliado no roubo. O menor de idade, de 17 anos, teria reconhecido a vítima e dito que se tratava de “pessoa pobre” e, por isso, a vítima foi deixada de lado e liberada de bicicleta. Mesmo assim, os ladrões levaram alguns objetos, entre eles, um telefone celular.
Depois de cometer o assalto, o trio partiu em direção a sede campestre do Clube Caixeiral. Moradores da região informaram a polícia de que o trio efetuou disparos de arma de fogo.
A Brigada Militar foi informada da possível localização dos acusados e montou campana no final do Corredor da Lagoa, próximo ao acesso a Fepagro. Depois de quase duas horas, os brigadianos conseguiram deter Alisson e o menor de idade.
Daniel não estava junto. Ele havia sumido e com ele, o revólver e os objetos roubados.
Na Delegacia de Polícia, os presos confessaram o crime e informaram onde Daniel poderia ser pego. Na manhã de quarta-feira, a Polícia Civil surpreendeu o rapaz em casa. A arma foi encontrada enterrada no pátio de uma escola. Os objetos roubados estavam com o acusado.

PREFEITO ENTREGA OFICIALMENTE NOVA VIATURA PARA A BRIGADA MILITAR.

capa - viartura

 O prefeito Roque Montagner fez a entrega oficial do veículo Renault Duster para o comando do 4º Esquadrão da Brigada Militar de São Gabriel. As chaves foram entregues ao comandante da unidade, capitão Anibal Menezes da Silveira, em solenidade realizada em frente ao prédio da Prefeitura Municipal na tarde desta segunda-feira (10/03). Também participaram do evento o vice-prefeito Evandro Obaldia Guedes, comandantes de pelotões, secretários municipais e os vereadores Claudiomiro Borges, Cilon Lisoski e Carlos Alberto MacCord Lannes.

A viatura foi adquirida com recursos do processo de Participação Popular e Cidadã (PPC) do Governo do Estado e será utilizado no policiamento ostensivo, ficando a disposição da Patrulha Tático Móvel (PATAMO) para as atividades na sede do Município.

Segundo o capitão Anibal, o Processo de Participação Popular deu certo, “pois o Município está conseguindo recursos, pois estamos mostrando nossas dificuldades e, numa ação conjunta, estamos alcançando êxito no combate a criminalidade”, avaliou. Anibal ainda destacou a atuação da secretária municipal de Planejamento, Tani Vieira, a frente do Conselho Municipal de Desenvolvido, argumentando que com o trabalho do COMUDES, São Gabriel tem conseguido concretizar vários projetos. “Hoje visualizamos ações concretas para combater a criminalidade”.

De acordo com o prefeito Roque Montagner, “em 2013,  a população de São Gabriel mostrou organização, conquistando recursos para vários setores fundamentais para o desenvolvido da cidade”. Segundo ele, a nova viatura vai ser importante para reforçar um trabalho de policiamento ostensivo que vem dando, ao exemplo do que aconteceu no Carnaval deste ano, onde a tranquilidade foi assegurada, sem registro de ocorrências de grande repercussão”.

OPERAÇÃO CONJUNTA FECHA QUATRO ESTABELECIMENTOS EM SÃO GABRIEL.

Estabelecimento fechado no centro da cidade

Estabelecimento fechado no centro da cidade

CONSCIENTIZAÇÃO: Promotor distribuiu cartazes informando que é crime vender bebidas para menores de idade

CONSCIENTIZAÇÃO: Promotor distribuiu cartazes informando que é crime vender bebidas para menores de idade

A Vigilância Sanitária (VISA) fechou três estabelecimentos comerciais na noite deste sábado (08/03). A ação fez parte de uma Operação Conjunta desenvolvida pelo Ministério Público Estadual (MPE) com a participação da Brigada Militar, Polícia Civil, Conselho Tutelar e órgãos de fiscalização da Prefeitura Municipal. De acordo com a coordenadora da VISA, Vanda Bakowicz, os bares não tinham alvarás de funcionamento ou apresentavam problemas estruturais ou de higienização. Foram fechados pontos comerciais no Calçadão de São Gabriel, Rua General Mallet e Avenida Antônio Trilha.
A ação do Ministério Público foi uma das atividades desenvolvidas pela órgão estadual no combate a venda de bebidas para menores. O Promotor de Justiça da Especializada de São Gabriel, Fernando Andrade Alves, distribuiu cartazes com a informações sobre a Lei que proíbe a venda, oferta, fornecimento e a entrega de bebida alcoólica a menor de 18 anos. Alguns deles foram afixados nas paredes dos estabelecimentos visitados.
A operação teve ainda a participação da Promotora de Justiça Ivana Machado Battaglin e de integrantes do Ministério Público de Porto Alegre.
A presença dos órgãos de segurança pública, nas ruas, chamou a atenção da população gabrielense e de estabelecimentos comerciais em que o público foco é formado por jovens. Dois pontos que estavam na lista de fiscalização foram fechados propositadamente para impedir o acesso dos agentes fiscalizadores.
Na Rua Coronel Soares, no centro da cidade, a Brigada Militar localizou um bar “clandestino” funcionando com alvará de uma Associação de Moradores. No local, cerca de 30 homens e uma mulher idosa jogavam cartas. Todas as pessoas foram identificadas e o estabelecimento fechado. A BM ainda localizou uma motocicleta com a documentação irregular.

Bar não atendia exigências de higienização

Bar não atendia exigências de higienização

COMEMORANDO O DIA DA MULHER
O Dia Internacional da Mulher, comemorado no sábado (08/03), teve atividades especiais na cidade. A operação, segundo o Promotor Fernando Andrade Alves, foi uma complementação do evento realizado durante o dia aproveitando a presença de integrantes do MP de Porto Alegre.
A Praça Dr. Fernando Abbott foi o palco escolhido pelo MP para o lançamento do projeto LAR – Lugar de Amor e Respeito, de autoria da Promotora de Justiça Ivana Machado Battaglin e que teve lançamento estadual em São Gabriel com a apresentação de uma cartilha e layout da campanha.
O folheto traz informações sobre a Lei Maria da Penha e indica como agir em casos que ocorrem dentro do lar, afetando mãe e filhos. O material foi distribuído durante as atividades, entre 16h e 20h. Também participaram as Secretarias de Assistência Social e da Saúde; Polícia Civil, Brigada Militar e Corpo de Bombeiros.

Durante todo o dia, a comunidade pode ser atendida pela unidade móvel do MP. Pela primeira vez, São Gabriel recebeu o ônibus institucional do Ministério Público adaptado para escritório móvel para atender de forma itinerante o interior do Rio Grande do Sul.

Em bar, com alvará de Associação de Moradores, grupo jogava cartas

Em bar, com alvará de Associação de Moradores, grupo jogava cartas

Ministério Público atendeu em unidade móvel

Ministério Público atendeu em unidade móvel

 

PATAMO PRENDE EX-MILITAR COM 154 GRAMAS DE MACONHA.

prisão tráfico - patamo

apreensão droga e dinheiro
Uma equipe da PATAMO prendeu no começo da tarde deste sábado (08/03), na Vila Mariana – zona oeste da cidade, o ex-militar Luiz Carlos Cordeiro de Mello Filho, de 21 anos, acusado de envolvimento com o tráfico de drogas. O jovem foi detido logo após tentar se desfazer de um pacote contendo 154 gramas de maconha. A droga foi localizada pelos policiais e Luiz Carlos encaminhado para a Delegacia de Polícia e, na sequencia, para o Presídio Estadual de São Gabriel.
Luiz Carlos deixou o Exército Brasileiro na última sexta-feira (07/03) e vinha sendo investigado pela Polícia Civil há alguns meses. Segundo os policiais, o ex-militar praticava o crime com frequência.
PERSEGUIÇÃO - Os policiais avistaram Luiz Carlos saindo de casa, na Rua 7 de Setembro, no Bairro Independência, em atitude considerada suspeita. Ele utilizou os serviços de uma empresa de telemoto para se locomover pela cidade, mas ao notar a presença da equipe da PATAMO, jogou fora a droga. De acordo com os policiais, o jovem retirou o pacote de dentro da calça e atirou em direção a uma residência na Rua Vacacaí, na Vila Mariana. “Ele jogou distante uns 40 metros”, disse o PM.
Os policiais tiveram dificuldades para localizar a droga. Foi solicitado o apoio do Corpo de Bombeiros, mas antes da chegada deles, um morador acabou encontrando o pacote.
Na residência de Luiz Carlos, no Bairro Independência, os policiais localizaram R$ 835,00 escondidos em baixo de um colchão e ainda resquícios de maconha e de pedaços de sacolas, material usado para envolver a droga.
O ex-militar é natural de Porto Alegre e morava em Lajeado. Veio para São Gabriel para servir ao Exército Brasileiro e permanecia no Município desde 2011. A droga apreendida corresponde a cerca de 150 cigarros de maconha.

PATAMO TEM NOVA VIATURA.

nova viatura 1

A Brigada Militar de São Gabriel recebeu uma nova viatura. O veículo – uma Renault Duster – já está sendo utilizado pela Patrulha Tático Móvel (PATAMO). A solenidade de entrega oficial, no entanto, acontecerá na próxima segunda-feira (10/03), no pátio da Prefeitura Municipal, com a presença do prefeito Roque Montagner e do comandante do 4º Esquadrão, Capitão Anibal Menezes da Silveira.

O governo do Estado entregou na quinta (06/03) e ontem (07/03), 62 viaturas às unidades da Brigada Militar na Fronteira Oeste e na Região Sul. O investimento, de R$ 5,5 milhões, garante o reforço para as atividades de policiamento ostensivo, bombeiros e policiamento ambiental.
Para a Fronteira Oeste foram cinco caminhonetes Chevrolet S10, quatro micro-ônibus Marcopolo Volare W8, seis Palio Adventure, 15 Nissan Frontier e 14 Renault Duster, distribuídos em 16 cidades. A Região Sul recebeu nove veículos Nissan Frontier e nove Palio Adventure, beneficiando seis municípios.
Para o líder do governo na Assembleia, deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), o Estado supera os investimentos registrados na área. “O Governo tem investido em aparelhamento e qualificação do trabalho na área da Segurança como nunca na história do Estado. Na próxima semana, serão entregues veículos para as regiões Central e Planalto”, comenta.
As viaturas foram adquiridas através com recursos do processo de Participação Popular e Cidadã (PPC) do Governo do Estado e da Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron).
DISTRIBUIÇÃO - Fronteira Oeste: Uruguaiana (8), São Borja (6), Santana do Livramento (6), Rosário do Sul (3), Bagé (3), Alegrete (3), Itaqui (2), Barra do Quaraí (2), Quaraí (2), Dom Pedrito (2), Aceguá (2), Lavras do Sul (1), Caçapava do Sul (1), São Gabriel (1), Santa Margarida do Sul (1) e Santana da Boa Vista (1); Região Sul: Rio Grande (8), Pelotas (5), Jaguarão (2) Chuí (1) São Lourenço (1) e Amaral Ferrador (1).

POLICIAL DENUNCIA OMISSÃO DE MÉDICA LIGADA A LABORATÓRIO NO HOSPITAL DE SANTA CASA.

Uma médica ligada a um laboratório que presta serviços ao Hospital de Santa Casa de Caridade se negou a realizar exames em uma paciente em observação no Pronto Atendimento 24 Horas. De acordo com a policial Ivonete Langendorf, a irmã dela, Sandra Langendorf, de 48 anos, passou mal no começo da noite desta sexta-feira (07/03) e teve que ser encaminhada para avaliação profissional no PA. A mulher alegou ter fortes dores no peito.
No local, o plantonista constatou realmente alterações nos batimentos cardíacos da paciente. “Ele solicitou exames complementares para avaliar a real situação, pois tudo indicava que ela poderia estar tendo um enfarto. No entanto, a médica plantonista do laboratório se negou a realizar estes exames”, disse a policial.
O caso foi parar na Delegacia de Polícia. Ivonete registrou ocorrência policial alegando omissão, relatando na ocorrência o nome da profissional e solicitando medidas legais contra a médica.
Enquanto isso, no hospital, a irmã dela ainda aguarda atendimento complementar. “É importante que fique claro. A única falha é da parte da plantonista do laboratório, pois os demais (médico e atendentes) foram muito profissionais”.

MILITARES SÃO AGREDIDOS E ASSALTADOS.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Três soldados do 6º Batalhão de Engenharia e Combate (6º BE Cmb) foram assaltados no final da madrugada de quarta-feira (05/03). Um grupo de cerca de 15 jovens atacou o trio quando ele passava pelo Calçadão de São Gabriel. Os agressores fugiram do local levando uma bolsa, roupas e objetos das vítimas. 
Um vídeo de uma câmera de segurança mostra como tudo aconteceu. Enquanto quatro elementos seguravam uma das vítimas, outros agrediam e se apoderavam de seus pertences. Dois rapazes ainda tentaram fugir, mas o grupo de marginais conseguiu alcançá-los. As agressões só cessaram com a presença de um vigilante. A Polícia Civil já conhece a identidade dos envolvidos, moradores dos bairros Passo da Lagoa, Medeiros e Élbio Vargas.

BRIGADA MILITAR PRENDE JOVENS QUE FURTARAM OBJETOS DA POP.

DSC_1440
DSC_1450
Equipes do Policiamento, Polícia Montada e PATAMO tiraram de circulação os últimos integrantes do Bonde da Baltar. Os policiais militares detiveram na madrugada desta quinta-feira (06/03), em dois pontos da cidade, dois jovens acusados de arrombar e furtar roupas e acessórios da Loja Pop, no Calçadão de São Gabriel. Antônio Paulo Freitas de Camargo, de 18 anos, foi preso em frente ao estabelecimento comercial.  Outro envolvido foi localizado na Rua Narciso Antunes, no Bairro Passo da Lagoa. Ele foi identificado como sendo Uilson Luis Eifler Júnior, de 18 anos. Um terceiro envolvido ainda está sendo procurado pela polícia. Ele é conhecido pelo apelido de Capincho e teria ficado com a maioria do material furtado.
Os acusados utilizaram um cinzeiro de concreto (do Calçadão) para quebrar o vidro. Um deles chegou a se ferir ao entrar na loja. Vídeo de uma câmera de segurança flagrou toda a ação criminosa. 
Antônio Paulo e Uilson são integrantes do Bonde da Baltar e estavam impedidos de circular em via pública, após às 21 horas, por determinação da Justiça. De acordo com a polícia, a Medida Cautelar imposta a eles (e outros integrantes de gangues) ainda restringia a permanência deles em locais públicos de aglomerações, independente de horário. 
E não foram só eles a descumprir as determinações da Justiça.  Na noite de quarta-feira (05/03), a Polícia Montada deteve Luiz Cláudio Castilhos Batista, conhecido pelo apelido de Mozo, de 18 anos, e um menor de 16 anos, ambos do Bonde do BI. Na madruga de quinta-feira, na Praça Dr. Fernando Abbott, foi identificado um adolescente do Bonde do São Clemente.  Durante as abordagens, o policiamento apreendeu facas e facões. 
O delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte, disse que solicitou o pedido de prisão de adultos e internação de menores que não cumpriram as medidas determinadas pelo judiciário. 
Na noite de quarta-feira (05/03), na Praça Dr. Fernando Abbott, foi preso o penúltimo de uma lista de prisões preventivas decretadas pela Justiça na semana passada. Tiago da Cruz Cavalheiro, conhecido pelo apelido de Dimas, foi encaminhado ainda na madrugada para o Presídio Estadual. Ele faz parte do Bonde do Passo da Lagoa. Da relação inicial, apenas um, do Bairro Élbio Vargas, continua foragido.

EXAMES MOSTRAM QUE CARNAVALESCO NÃO SOFREU AGRESSÕES. MORTE FOI EM DECORRÊNCIA DE ACIDENTE NA AVENIDA.

Carlinhos Rangel foi um dos idealizados do Bloco da Geni

Carlinhos Rangel foi um dos idealizadores do Bloco da Geni

O carnavalesco Carlos Antônio Ramos Rangel, conhecido por Carlinhos Rangel ou Carlinhos da Geni,de 54 anos, foi encontrado morto, em casa, na manhã desta segunda-feira (03/03).  A Polícia Civil ainda não confirmou oficialmente a causa, mas Rangel teria sofrido um acidente na noite de sábado (1º/03) durante o desfile do Bloco da Geni. Segundo informações da equipe da Secretaria Municipal da Saúde, o homem foi encaminhado para o Hospital de Santa Casa de Caridade com uma lesão na cabeça causada durante a queda. Ele acabou sendo liberado depois de um período em observação. No final da manhã de domingo (02/03), Rangel voltou a passar mal e teve que ser atendido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Ele teria se negado a retornar ao hospital e acabou sendo atendido no local.

O laudo médico, divulgado preliminarmente, descarta qualquer tipo de violência como acabou sendo divulgado pela internet. Os policiais que atenderam a ocorrência, na manhã de hoje, chegaram a mencionar escoriações pelo rosto e a cabeça enfaixada. No entanto, eram lesões decorrentes do acidente. Sinais vermelhos na boca foram constatados serem restos de batom, pois o carnavalesco teria se fantasiado para participar do Carnaval.

Carlinhos Rangel era um dos fundadores do bloco mais tradicional de São Gabriel: o da Geni. Além disso, acabou ficando conhecido por criar o cartazes – críticas em forma de deboche – e lançar na passarela do samba os mascarados que encerravam o desfile de Blocos e Escola de Samba na avenida. O corpo de Rangel está sendo velado na capela da Funerária São José. O sepultamento será na manhã desta terça-feira (04/03). Curiosamente, para quem amava a festa de momo, a sua despedida acontecerá num Feriado de Carnaval.

AÇÃO INTEGRADA DOS ÓRGÃOS DE SEGURANÇA PÚBLICA ABRIU ATIVIDADES DA BRIGADA E POLÍCIA CIVIL PARA O CARNAVAL 2014.

Estabelecimento fechado no Primavera

Estabelecimento fechado no Primavera

Abordagens para impedir formação de grupos

Abordagens para impedir formação de grupos

Dona de estabelecimento no Jardim Primavera foi encaminhada para a Delegacia de Polícia

Dona de estabelecimento no Jardim Primavera foi encaminhada para a Delegacia de Polícia

Uma ação conjunta reunindo equipes da Polícia Civil, Brigada Militar e Conselho Tutelar, com a participação dos Promotores de Justiça, Fernando Andrade Alves e Ivana Machado Battaglin, resultou no fechamento de um bar, no Bairro Jardim Primavera e no encaminhamento de três pessoas para a Delegacia de Polícia da cidade. Os policiais constataram que o local era utilizado para “programas”. Um cliente confessou que pagou R$ 50,00 para manter relações sexuais com uma mulher em uma pequena peça localizada na parte de trás do bar. O estabelecimento também não tinha alvará para funcionamento.

Uma cidade com as ruas completamente vazias. Bares que normalmente reuniam grandes públicos, desta vez estavam fechados. Na avaliação das autoridades, o baixo movimento pode ser reflexo das ações desencadeadas pelos órgãos de segurança pública durante a semana e que repercutiram com a prisão de cinco adultos e a implantação de Medidas Cautelares para 14 adolescentes. Segundo o Promotor de Justiça, Fernando Andrade Alves, os menores não poderão ficar em via pública depois das 21 horas. Quem desobedecer a determinação deverá ser “detido” e encaminhado para a Delegacia de Polícia.

Promotores acompanharam os trabalhos realizados pela Polícia Civil e Brigada Militar

Promotores acompanharam os trabalhos realizados pela PC e BM

Conforme o Promotor, já existe um pedido de internação no Centro de Atendimento Sócio-Educativo (CASE – Santa Maria) para os adolescentes que integram os chamados “Bondis”. “Ao desobedecerem as Medidas Cautelares, estes menores estarão fundamentando o nosso pedido de internação”, argumentou.

União das forças policiais no combate a violência

União das forças policiais no combate a violência

Dez viaturas e uma micro-ônibus foram utilizados na operação policial. Por cerca de duas horas, mais de 30 profissionais de polícia, acompanhados de integrantes do Conselho Tutelar, vasculharam os quatro cantos da cidade. Em bairros como o Élbio Vargas, considerado um dos mais problemáticos, foi encontrado apenas um grupo isolado. Os policiais realizaram a identificação e liberaram os jovens para retornarem para suas casas. No Bairro Independência, apenas um bar foi encontrado aberto, mas nenhuma irregularidade identificada. No centro da cidade, um menor foi flagrado consumindo bebida alcoólica. O rapaz identificou o fornecedor e este foi encaminhado para a Delegacia de Polícia.
Todos, do proprietário de um bar ao maior de idade, podem ser punidos com pena de 2 a 4 anos, conforme artigo 243 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), lei 8.069/90, que estabelece penas para quem vender, fornecer ainda que gratuitamente, ministrar ou entregar, de qualquer forma, a criança ou adolescente, sem justa causa, produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica, ainda que por utilização indevida.
GARRAFAS PROIBIDAS
Decreto executivo regulamenta a venda de bebidas em garrafas de vidro durante o Carnaval deste ano. O artigo 1º estabelece que os comerciantes e ambulantes do Centro de São Gabriel ficam proibidos de entregarem qualquer tipo de garrafa de vidro ao consumidor final. O não cumprimento da lei sujeitará o infrator a uma multa entre 20 VRM’s e 500 VRM’s – o correspondente, hoje, a um valor estimado entre R$ 48,80 e R$ 1.229, conforme o porte do estabelecimento ou a quantia de garrafas vendidas de forma irregular.
A abertura do Carnaval de Rua 2014 acontece hoje (1º/03), às 20 horas. O bloco infantil Doce Folia, da Cia de Dança Valéria Lacerda, com uma proposta de entretenimento para as crianças e adolescentes, resgatando a cultura dos antigos carnavais, será o primeiro a desfilar. Às 21 horas começa o Concurso de Carnaval de Rua. O bloco Trevo, mais nova entidade carnavalesca, abre a disputa, seguido de Olodum Folia, Milionários do Samba e União da Ilha (veja no destaque a ordem do desfile).

Com arquivos e fotos, Brigada Militar abordou e procurou integrantes de Bondis

Arquivos e fotos: PMs abordaram e procuraram integrantes de Bondis

CONFIRA A ORDEM DESFILE
Sábado (Blocos Carnavalescos)
1º Trevo
2º Olodum Folia
3º Milionários do Samba
4º União da Ilha
5º Geni ( Bloco Burlesco )

Domingo (Escolas de Samba)
1º Três de Outubro
2º Vai Mesmo
3º Império da Zona Norte
4º Imperatriz Dona Maria
5º Filhos de Olodum
6º Amor de Carnaval
7º Filhos da Lua

Segunda-feira (Blocos Carnavalescos)
1º Vila Mariana
2º JUPOB
3º Bambas da Orgia
4º Diretoria
5º Kizueira

OPERAÇÃO ADEUS AOS BONDIS: JUSTIÇA AUTORIZA PRISÃO DE SETE INTEGRANTES. QUATRO FORAM PRESOS DURANTE A TARDE.

BONDI 2

BONDI 3Uma operação policial no final da tarde desta sexta-feira (28/02), em cinco bairros de São Gabriel, culminou com a prisão de quatro membros de “bondis”. O Poder Judiciário determinou a prisão preventiva de sete integrantes de gangues atendendo pedido da Polícia Civil encaminhado na quarta-feira (26/02) pelo delegado de polícia Jader Ribeiro Duarte. Os policiais conseguiram localizar apenas uma parte do grupo. Segundo o delegado, dois membros do Bondi do João de Barro haviam deixado o município. Um terceiro, identificado como Romário da Silva Cezar, não estava em casa.
O rapaz chegou a ser encontrado em uma madeireira mas, avisado da ação policial, ele fugiu do local, deixando para trás uma carroça. Mais tarde, familiares comunicaram que ele se apresentaria na Delegacia de Polícia acompanhado de um advogado.
Três equipes atacaram três regiões de São Gabriel. Na Avenida Francisco Hermenegildo, os policiais detiveram Jailson Oliveira Lucas, de 19 anos, integrante do Bondi do Bairro Vieira. O colega dele, Alessandro Camilo Rodrigues, de 19 anos, foi preso em casa, no Bairro Mariana.
BONDI 1No Bairro Independência, os policiais efetuaram a prisão de Pablo de Lima e Silva, de 19 anos, membro do Bondi do BI. Pablo já tem passagem pela polícia. No ano passado, o Policiamento da Brigada Militar flagrou o jovem armado com um revólver calibre 32. Ele também tinha escondido uma faca de aproximadamente 15 centímetros de lâmina. Ele foi pego durante uma abordagem de rotina. Recentemente, o jovem foi flagrado junto com três colegas de Bondi em uma briga na Rua Pará.
O quarto preso foi encontrado no outro lado da cidade. Maikon Ávila Rodrigues, de 19 anos, mora no Bairro Baltar e faz parte do grupo que atua naquela região.
Os presos foram encaminhados no começo da noite para o Presídio Estadual de São Gabriel. Eles são apontados por crimes de formação de quadrilha, rixa, apologia ao crime, perturbação, lesões e desobediência.

QUANTO AOS MENORES?
O Poder Judiciário restringiu a permanência em via pública de 12 adolescentes relacionados em uma investigação. De acordo com o delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte, além destes jovens, outro grupo de menores também está enquadrado na mesma determinação, que proíbe a permanência e circulação deles após as 21 horas.
Conforme o policial, “quem não obedecer a determinação judicial será recolhido e trazido para a Delegacia de Polícia, onde será registrada uma ocorrência por desobediência”.
O Poder Judiciário ainda analisa o pedido da Polícia Civil de encaminhamento dos menores para o Centro de Atendimento Sócio-Educativo (CASE – Santa Maria).

BONDI 4

PODE SER HOMICÍDIO: PERITOS DO IGP FAZEM EXUMAÇÃO DE CORPO ENCONTRADO NA ANTIGA VIAÇÃO FÉRREA.

EXUMAÇÃO 11

Novidades foram divulgadas pela Polícia Civil no processo que apura a causa da morte de um homem encontrado na madrugada do dia 1º de janeiro próximo a antiga viação férrea, no Bairro Esplanada, na zona oeste da cidade. A Polícia Civil de São Gabriel fez a exumação do corpo na manhã desta sexta-feira (28/02), ás 10 horas, no Cemitério da Santa Casa de Caridade. Ele foi sepultado na primeira semana de janeiro sem identificação.
O delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte, quer obter informações precisas sobre a vítima. Com a coleta de material, Duarte pretende confirmar a identificação feita por um jovem que alegou ser seu irmão. Andrion dos Santos Silva, de apenas 17 anos, reconheceu as roupas usadas pela vítima, isso, uma semana após o sepultamento. Se confirmar a identidade, a Polícia Civil resolve mais um caso, o desparecimento do mecânico Bibiano Valdomiro dos Santos da Silva, de 26 anos, revelando que a morte pode não ter sido resultado natural.
Bibiano, conhecido pelo apelido de Zeca Diabo, está desaparecido desde o dia 31 de dezembro de 2013. O mecânico foi agredido violentamente por integrantes do chamado “Bondi” do Bairro Independência. A Polícia Civil vem trabalhando com a hipótese de homicídio, mas somente o exame de DNA poderá confirmar se um caso tem realmente relação com o outro.
Segundo o delegado, as informações serão reveladas somente posterior a necropsia pós-exumação. “O legista colheu material e observou melhor as características, como idade, altura e ainda indícios de violência”, explicou.
EXUMAÇÃO 2A reportagem do Blog A Notícia acompanhou o trabalho dos peritos do Instituto Geral de Perícias (IGP) e da Polícia Civil. Segundo o legista, Hamilton Jardim, a arcada dentária é perfeita e pela qualidade de conservação dos dentes há uma indicação de que a vítima possa ter entre 20 e 30 anos. Um pedaço do fêmur foi levado para exame e a análise poderá confirmar se realmente se trata de Bibiano.

CASOS DE EXUMAÇÃO
Não é a primeira vez que a polícia de São Gabriel solicita a Justiça a exumação de um corpo para obter informações para processo investigação. O caso mais recente diz respeito à morte do empresário Gianfranco Trevisan, nos anos 90.
Na mesma década, a polícia também apurou a morte de uma prostituta encontrada na periferia da cidade. A mulher acabou sendo enterrada como indigente e somente a exumação, alguns dias após, constatou se tratar de um crime. O jornalista Paulo Elmano Borges conta que acompanhou o trabalho da Polícia Civil e de peritos. “O corpo foi retirado do túmulo e colocado no chão. Os peritos retiraram os restos de cabelos que existiam na cabeça e logo em seguida notou-se que o crânio está quebrado”, comentou.
No Brasil, um dos casos que mais chamou atenção da mídia aconteceu em São Borja. Depois de mais de 19 horas, peritos responsáveis pela exumação dos restos mortais do ex-presidente João Goulart concluíram o trabalho na madrugada de quinta-feira (14/11/2013), por volta das 2h. O corpo de Jango estava enterrado em um mausoléu no cemitério de São Borja. Os restos mortais foram transportados para um avião da Força Aérea Brasileira com destino a Brasília, onde foi realizada a perícia que vai tentar determinar a causa da morte.
A exumação faz parte das investigações da Comissão da Verdade. Os restos mortais foram levados para o Instituto Nacional de Criminalística, em Brasília, para exames antropológicos e de DNA; a análise toxicológica será feita em laboratórios no exterior. De acordo com a Secretaria de Direitos Humanos, o laudo da perícia irá auxiliar as investigações abertas pela Comissão da Verdade para comprovar as causas da morte. A família suspeita que o ex-presidente foi envenenado por oficiais uruguaios a mando do governo brasileiro.

JOVEM É ACUSADO DE RECEPTAÇÃO. JÚNIOR BENEDETTI FOI PRESO NA CASA DO AVÔ.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Polícia Civil de São Gabriel prendeu no começo da manhã desta quarta-feira (26/02), no Bairro Baltar, um homem acusado por receptação de veículo furtado. De acordo com integrantes do setor de investigações, foi detido, em flagrante, o jovem André Luis da Silva Benedetti Júnior, de 27 anos, conhecido pelo apelido de Júnior Benedetti. O delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte, estabeleceu fiança no valor de R$ 6 mil.
Na casa do acusado, na Rua Narciso Antunes, foi localizada uma motocicleta furtada. Júnior não estava no local. Segundo os policiais, ele foi encontrado na residência do avô, na Rua Bento Martins. O acusado alegou não ter envolvimento com o furto, pois estava guardando a motocicleta para dois jovens, apontados como integrantes do Bondi da Baltar. Conforme a Polícia, o veículo só foi encontrado porque os acusados deixaram rastros de pneus em direção a casa. A moto estava escondida no interior da moradia.
Não é a primeira vez que Júnior Benedetti é flagrado pela Polícia. Em junho do ano passado, uma ação conjunta da Polícia Civil com a PATAMO terminou com a prisão de três homens acusados de envolvimento com o tráfico de drogas. Entre eles estava Júnior. Na casa dele foram localizadas, durante a prisão, 76 buchas de maconha. Foi a quarta prisão envolvendo tráfico.
Júnior Benedetti não ficou muito tempo preso. Em outubro já estava novamente nas ruas e três dias depois de libertado acabou se envolvendo em uma ocorrência de disparo de arma de fogo. No dia seguinte em um furto. Em dezembro, foi encaminhado para a Delegacia de Polícia por violência doméstica e desobediência.
Em agosto de 2010, na residência onde ele estava, no Bairro Passo da Lagoa, foi encontrado mais de 70 gramas de crack. Também foi detido um grupo de homens e mulheres, mas acabou sendo liberado.

DELEGADO PEDE PRISÃO DE OITO ADULTOS E RECOLHIMENTO DE 12 MENORES.

Mesmo depois de orientados a tirar os perfis do Facebook, alguns bondis ainda continuam com a mesma proposta de apologia aos crimes

Mesmo depois de orientados a tirar os perfis do Facebook, alguns bondis ainda continuam com a mesma proposta de apologia aos crimes

MP É MAIS RIGOROSO E ENTENDE QUE O NÚMERO TEM QUE SER MAIOR.

A Polícia Civil de São Gabriel concluiu nesta quarta-feira (26/02) o inquérito e o relatório das investigações que apontam ações de grupos de marginais no centro e bairros da cidade. De acordo com o delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte, os procedimentos foram concluídos com o pedido de prisão de oito integrantes dos chamados “Bondis” e ainda com a solicitação de recolhimento para o Centro de Atendimento Sócio-Educativo (CASE – Santa Maria) de, pelo menos, 12 adolescentes.

Segundo o policial, o inquérito é constituído de três volumes com cerca de 600 páginas. Nos últimos dias, foram ouvidas mais de 100 pessoas, todas identificadas e incluídas em pastas e arquivos de fotos.
O delegado de polícia pediu a prisão e apreensão daqueles que diretamente estão envolvidos em ações criminais, entre elas, agressões com lesões graves (e até suspeita de assassinato). No entanto, na visão do Ministério Público (MP) o número de detidos deve ser ainda maior. Jader revelou, após contato com o MP, que os promotores querem ampliar o quadro de envolvidos, uma vez que, na avaliação deles, outros integrantes oferecem risco para a sociedade.
A Polícia Civil, numa ação conjunta com a Brigada Militar e Ministério Público, conseguiu identificar todos os envolvidos na formação dos chamados “Bondis”. São oito grupos no total, com lideres relacionados e com depoimentos de integrantes que relatam várias ações criminais.
Algumas delas estão expostas em redes sociais. Nesta quarta-feira (26/02), mesmo depois de orientados a excluir os perfis do Facebook, ainda era possível ver páginas com incentivo a violência, uso de armas de fogo e consumo de drogas. Dois perfis estão entre os investigados: são os Bondis do João de Barro e da Baltar.
A violência ganha espaço no grupo que se formou no Bairro Independência. Um dos mais violentos, o Bondi do BI é alvo de investigação em caso de possível homicídio. A exumação do cadáver encontrado no dia 31 de dezembro de 2013, junto aos trilhos da antiga viação férrea, na zona oeste da cidade, é o elo que falta para ligar os marginais ao desaparecimento de Bibiano Valdomiro dos Santos da Silva, de 26 anos, conhecido pelo apelido de Zeca Diabo. O mecânico sumiu no final de dezembro logo após ser agredido por integrantes da gangue do BI.
Ainda em investigação, está é apenas uma das acusações. Tanto os integrantes do grupo do BI, quanto os demais, de sete bondis, estão sendo apontados por crimes de formação de quadrilha, rixa, apologia ao crime, perturbação, lesões e desobediência.
Na visão do delegado de polícia, “os tais bondis são o embrião de práticas de violência ainda mais grave. Se não tiverem uma oposição a altura, vão enveredar para crimes mais ousados”, argumentou.
Com a movimentação policial, vários integrantes acabaram deixando a cidade. A fuga, no entanto, não impedirá as ações judiciais. E agora, com a identificação dos envolvidos, qualquer delito, por menor que seja, sempre chamará a atenção da Polícia para a formação de quadrilha. “Isso se chama contumação no crime. O individuo não consegue parar de fazer”, finalizou.
O pedidos foram solicitados. Agora, a prisão dos envolvidos e apreensão dos menores depende unicamente do Poder Judiciário.

EXPLOSÃO EM JOALHERIA DEIXA HOMEM FERIDO.

DSC08248
DSC08249

A Brigada Militar de São Gabriel confirmou apenas uma vítima em uma explosão ocorrida na manhã desta segunda-feira (24/02), na Rua Tristão Pinto, no centro da cidade. Segundo o policiamento, o empresário Olvídio Medeiros Ilha, de 65 anos, proprietário da Joalheria e Óptica Tiffany, teve queimaduras de 2º grau e foi socorrido por um homem (Roberto Carlos de Oliveira Ferraz, de 39 anos) que passava pelo local. Olvídio foi encaminhado para o Hospital de Santa Casa de Caridade em um veículo particular. Roberto Carlos inalou fumaça e teve que ser socorrido por uma equipe da PATAMO.
O Corpo de Bombeiros isolou o local. A causa oficial do acidente foi informada no final da tarde. A porta de vidro, acesso a Joalheria e Óptica, ficou estilhaçada e parte dos vidros se espalharam pela calçada e rua.
Segundo o policiamento, Olvídio informou que havia cheiro de gás quando entrou no estabelecimento comercial. Ele teria aberto janelas para que o gás se dissipasse. Minutos depois, Olvídio acendeu um maçarico (utilizado para fazer jóias), provocando a explosão.

DSC08246

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.612 outros seguidores