PATAMO FLAGRA JOVEM COM NOVE BUCHAS DE MACONHA PARA COMÉRCIO.

estefan

drogas

Uma equipe da PATAMO deteve em flagrante, na noite de domingo (19/10), no Calçadão de São Gabriel, o elemento Estefan Ferreira Rodrigues, de 20 anos. Ele foi detido com nove buchas de maconha prontas para comercialização. De acordo com os policiais, o acusado foi flagrado num grupo de jovens reunido na parte de baixo do Calçadão, embaixo da área coberta da antiga CEF Estadual.
A droga foi encontrada no bolsa da calça do acusado. “Ele alegou que tinha achado a maconha na pista de skate da Praça Camilo Mércio”, comenta o policial.
A PATAMO alerta que, com as ações frequentes nas praças da cidade, os traficantes estão investindo na disseminação do tráfico controlado (com pequenas quantias sendo vendidas) no Calçadão de São Gabriel.

PRF PRENDE “LADRÕES” E RECUPERA FURTO.

A Polícia Rodoviária Federal de Rosário do Sul prendeu em flagrante, na entrada cidade, três elementos acusados de furtar um auto rádio de um veículo estacionado no Posto Batovi. A ação dos marginais foi denunciada pela própria vítima que, ao notar que havia sido furtada, observou a atitude suspeita dos tripulantes de outro veículo próximo ao posto.
A vítima perseguiu os “ladrões” e anotou a placa do veículo – IMG 2525 de Rosário do Sul – e vendo que eles se dirigiam a cidade vizinha, informou os policiais por telefone.

ADOLESCENTE “PERDE” A MÃO EM BRIGA COM FACAS.

Um adolescente de 16 anos teve a mão arrancada em briga na manhã de sábado (18/10), no Bairro Vargas, na zona oeste de São Gabriel. O caso aconteceu depois de um ensaio da banda na Escola Estadual João Pedro Nunes, por volta das 10h30min. Conforme a Polícia Civil, o ataque aconteceu no pátio do colégio. A vítima foi abordada por outro adolescente de 14 anos que o esperava com um faca e desferiu o golpe. Segundo os policiais, os rapazes teriam entrado em luta corporal (a Civil investiga a informação de que ambos estavam com armas brancas).
Socorrido por moradores, o menino ferido foi levado para o Hospital de Santa Casa de Caridade — onde segue internado. O agressor fugiu e se apresentou à delegacia no final da manhã de sábado acompanhado de familiares. Os dois teriam tido um desentendimento no dia anterior. Moradores da região marcaram um protesto para as 13h de hoje pedindo mais segurança no colégio após a agressão, que gerou repercussões nas redes sociais.
Em relato ao Jornal Diário de Santa Maria, a Secretaria Estadual da Educação informou que o aluno agredido havia abandonado a escola e retornou na semana passada. A vítima é um dos menores envolvidos em um caso de agressão ocorrido no mês de abril, em frente ao prédio da Delegacia de Polícia. Na época, ele ajudou outros jovens a espancar com pedras o jovem Giovani Machado. A violência foi flagrada pelas câmeras de segurança da DP.
A coordenadora regional da área, Meire Garagorry, foi informada do caso na manhã de ontem pela diretora do colégio.
“Foi um caso isolado em um momento de ensaio da banda, que qualifico como muito grave. Iremos tomar as devidas providências junto ao Conselho Tutelar e ao Ministério Público”, disse.
Nesta segunda-feira, Meire deve se reunir na escola com a direção e os pais dos adolescentes envolvidos.

NOVO CASO: MENINA DE 13 ANOS INFORMA “FALSO” ESTUPRO. NA VERDADE, ELA TEVE RELAÇÃO COM ADOLESCENTE DE 17 ANOS.

Em setembro, menor confirmou relação com homem de 32 anos dentro da casa da mãe.

Menos de um mês após o registro de estupro – registrado pela mãe, a menina de 13 envolvida em investigações do Cartório Especializado da Polícia Civil de São Gabriel voltou a ser protagonista em mais um caso policial. Ela foi encaminhada, na noite de terça-feira (14/10), para o Hospital de Santa Casa de Caridade, onde comunicou que teria sido novamente estuprada. Naquele mesmo dia, os familiares já haviam informado o seu desaparecimento.
A menina teria saído de casa no começo da tarde sem comunicar os responsáveis. Na primeira parte das declarações, ela teria dito para a mãe e para a equipe do Cartório Especializado que o autor das agressões era o mesmo do primeiro caso (ocorrido em setembro – veja resumo abaixo).
Desta vez, a menina disse que agressor teria lhe encontrado próximo aos trilhos, lhe forçado a ir para a parte de trás da antiga Comaig e, no mesmo local, mantido relações sexuais. Depois disso, o homem lhe deixou próximo ao Hotel São Luiz.
De acordo com a polícia, as declarações preliminares foram descartadas: “Era tudo mentira. Ela admitiu depois”, disse a policial.
A investigação confirmou que não existe relação do homem (envolvido no primeiro caso) com as denúncias da menina neste segundo caso. Vendo que as mentiras estavam sendo descobertas, a “vítima” admitiu que mantivera relação sexual com um menor de 17 anos. Mais uma vez, consensual.  De acordo com as declarações, além dos dois relacionados no processo, a menina já teve contato sexual com outros cinco homens.
As policiais perguntaram o porquê de tantas mentiras: “Ela disse que não sabe por que mente. Simplesmente mente. E a maioria dos homens ela conheceu em supermercados”, explicou a inspetora de polícia.

ENTENDA O CASO
As investigações envolvendo a menor começaram em setembro (sexta-feira 19/09). A menina teria sido abusada dentro de casa (no quarto dela) enquanto a mãe e as irmãs estavam em outras dependências da residência. De acordo com os policiais, o sexo foi consensual, no entanto, por causa da idade, o ato foi qualificado como crime (sexo com menor de 14 anos).
A menina conheceu o acusado no interior de um supermercado quando fazia compras. A menina conta que o homem esperou as pessoas da casa dormir e entrou por uma janela. Já no quarto, ele manteve relações sexuais com a menina. O ato só foi interrompido quando a mãe de vítima flagrou os dois na cama.
O acusado confirmou tudo. E disse que gosta da menina.

POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE TRÁFICO COM 600 GRAMAS DE MACONHA E OBJETOS FURTADOS.

diego

drogas

Uma ação policial, envolvendo equipes da Polícia Civil e PATAMO, terminou com a prisão de Diego da Rosa, de 22 anos. Ele foi detido em casa, no Bairro Novo Horizonte, com uma pequena quantidade de crack e um tablet (furtado de uma mulher em via pública no mês de agosto). Rosa inicialmente disse que havia comprado o aparelho, mas depois confessou que trocara o objeto por algumas “pedrinhas” de crack. Ele ainda informou que o restante da droga estava escondido em uma residência na Rua Laurentino Batista, no Bairro Três de Outubro. A casa era alugada por ele.
A prisão de Rosa soluciona dois crimes. O primeiro aconteceu em agosto. Uma mulher caminhava em via pública quando teve a sua bolsa furtada. Na época, a vítima ficou sabendo que os “ladrões” teria trocado o roubo por drogas.
O caso mais recente aconteceu entre a noite desta quinta-feira (16/10) e madrugada de sexta-feira (17/10) no centro de São Gabriel. Conforme registro policial, mais de 20 pacotes de cigarros foram furtados do interior de uma lancheria na Rua Mascarenhas de Moraes. O ladrão entrou e saiu pelo forro. Parte deste material, junto com mais de 600 gramas de maconha, foi localizada na residência alugada na zona norte.

EM LOCAL ONDE HOUVE TROCA DE TIROS, FORAGIDO É PRESO.

prisão foragido 1

Troca de tiros na zona norte de São Gabriel terminou com a prisão de um foragido. Uma equipe da PATAMO prendeu no começo da tarde de terça-feira (14/10), na Rua Maurício Cardoso – Bairro São Clemente, um foragido da Justiça de Gravataí. De acordo com os policiais, foi detido – com pequena quantidade de crack e maconha e ainda um facão – o elemento Tiago Gomes da Conceição, de 34 anos. Ele cumpria pena domiciliar na cidade onde morava. Acabou descumprindo a ordem judicial ao deixar o Município. Uma denúncia anônima anunciou a ação suspeita num conhecida boca de fumo. Segundo testemunhas, após discussão, houve troca de tiros entre marginais. Eles fugiram. A polícia investiga as informações. No local, apenas o foragido foi detido. Embora não tenham sido presos os envolvidos na troca de tiros, a polícia acredita que trata-se de desavenças envolvendo o tráfico de drogas na região.

CONFIRMADA IDENTIDADE DE VÍTIMA EM ACIDENTE.

Está confirmada identidade do homem que morreu na noite deste domingo (12/10) em acidente de trânsito na BR-290. Trata-se de João Paulo Langendorf, funcionário do Supermercado Big Max, onde trabalhava como açougueiro.

O acidente aconteceu por volta de 19h30 próximo ao local de acesso a Universidade Federal do Pampa. Ele diria um Celta. O veículo bateu em uma carreta.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.622 outros seguidores