MULHER ESTUPRADA NO ESPLANADA.

A Polícia Civil investiga um suposto estupro ocorrido no final da madrugada de domingo (27/07), por volta de 5h30min, no Bairro Esplanada. Uma mulher alega que foi atacada por dois homens quando retornava para a casa no mesmo bairro. Os agressores teriam tirado todas as roupas da vítima, mas acabaram se descuidando e deixando ela fugir. Na Delegacia de Polícia, a mulher admitiu não ter certeza se houve relação sexual, pois estava muito embriagada.

PATAMO PRENDE MULHER TRAFICANTE.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma equipe da PATAMO prendeu na noite de sábado (26/07), na zona leste da cidade, uma mulher acusada de participação no tráfico de drogas. Júlia de Almeida Vaz, de 26 anos, foi detida em frente à própria casa na Rua Bento Martins, 1237, no Bairro Passo da Lagoa. Na residência, os policiais – junto com integrantes da equipe Antinarcóticos da Polícia Civil – localizaram 30 pedras de crack. A acusada foi encaminhada para a Delegacia e depois encaminhada para o Presídio Estadual.
Uma usuária acabou entregando o esquema. A jovem de 27 anos foi flagrada saindo da casa de Júlia. Com ela, os brigadianos encontraram duas pedras de crack.
A acusada de tráfico estava atuando numa região dominada pelo traficante Cavalinho. A polícia investiga a possibilidade de Júlia ter assumindo o esquema na região. Com ela também foi apreendido um telefone celular e R$ 100,00.

DECLARAÇÃO PELA INTERNET INDICA QUE MULHER DESAPARECIDA ESTÁ EM DOM PEDRITO.

relacionamentocomentário

A Polícia Civil já havia informado que as linhas de investigação no caso de sumiço da dona de casa Juliana Freitas Antunes, supostamente desaparecida desde o dia 11 de julho, ganhara várias interpretações com base nos relacionamentos extraconjugais descobertos pelos policiais.
face 2Na sábado (26/07), um jovem de 19 anos publicou em sua página no Facebook que estaria com Juliana. “Aqui deitado com meu amor. Te amo Juliana”, escreveu Vagner Silva, que na rede social aparece como relacionamento sério de Juliana desde o dia 22 de junho. Na mesma página, o homem – natural de Cachoeira do Sul – revela que morou em São Gabriel e que estaria residindo em Dom Pedrito há 30 dias. Tudo indica que Juliana possa estar com ele.
Até ai tudo bem. A situação complica a medida que o sumiço de Juliana virou um caso policial. O pai dela, José dos Santos, de 74 anos, comunicou o desaparecimento dois dias depois que ela deixou a casa alegando que iria para Rosário do Sul participar de um curso de cabeleireiro. O idoso não aceita falhas no comportamento da filha e acredita que ela esteja sendo mantida forçadamente fora do lar.
As investigações, no entanto, mostram que a dona de casa tinha uma vida secreta. Pelo menos, os pais e a filha de 15 anos não tinha conhecimento de relacionamento fora do casamento e até mesmo do contato virtual que ela mantinha com outras pessoas. Para a filha, segundo a Polícia, foi uma surpresa ficar sabendo que a mãe tinha Face.
Para o setor de investigações, a página dela (na rede social) aparece como única pista de paradeiro. Pelo Face, Juliana não demonstrava receio em assumir a relação com Vagner Silva, apesar de mentir a idade (ela tem 33 anos, mas informa que tem 23). No entanto, na vida “real” a mulher tem marido, com quem está casada há 15 anos. O homem mora em Taquari e trabalha na Brigada Militar de Lajeado. Segundo a família, a relação do casal era interpretado como normal. O companheiro via a mulher uma ou duas vezes por mês.
A Polícia Civil deverá confirmar se a informação de Vagner Silva é verdadeira ainda nesta segunda-feira. Se isso for oficializado, o desaparecimento não passará de uma farsa para uns e engano para outros.
No Face, no dia 29 de junho, Juliana publicou o seguinte post: “Quem mente para todos mente para si”.

PRISÃO EM FLAGRANTE: DONA DE BOATE É ACUSADA DE PROSTITUIÇÃO DE MENOR.

menor prostituição 2

A dona de uma boate foi presa em flagrante no final da tarde de quinta-feira (24/07) na zona oeste de São Gabriel. De acordo com a Polícia Civil, foi detida a proprietária da casa noturna Madrigal. A mulher foi identificada como sendo Lurdes de Jesus Souza Santana, de 54 anos. A prisão aconteceu na Rua Ilo Rodrigues e foi realizada por uma equipe do Cartório Especializado.

MENOR FOI ENCAMINHADA PARA SÃO SEPÉ

MENOR FOI ENCAMINHADA PARA SÃO SEPÉ

A Polícia Civil foi acionada pelo Conselho Tutelar de São Gabriel, que teria recebido uma denúncia anônima alertando para o crime. No local, uma menina de 16 anos desde segunda-feira vinha fazendo programas. Até o valor que era cobrado foi revelado. A adolescente ganhava R$ 100,00 para manter relações sexuais.
Segundo o Conselho Tutelar, a menina havia fugido de uma casa de passagem de São Sepé no início do mês. Há pelos menos quatro dias ela “morava” na boate.
“A dona do estabelecimento tentou negar tudo, mas a própria menina admitiu que fazia programas. A situação piorou quando localizamos no celular da adolescente algumas mensagens enviadas e recebidas por Lurdes. Nestas mensagens, elas tratavam os valores dos programas”, informou uma integrante da Polícia Civil.
Segundo as investigações, Lurdes e a menina já vinham tento contato desde o início do ano. Em março de 2014, a adolescente já havia deixado a casa de passagem e permanecido por algum tempo em São Gabriel. Foi quando conheceu a dona da boate. Já naquela época, a menina teria feito programas.
O Conselho Tutelar encaminhou a adolescente para São Sepé. A dona da boate foi levada para o Presídio Estadual de São Gabriel. Ela está sendo acusada de crime de favorecimento da prostituição e exploração sexual de vulnerável.

“ELES” ARROMBAVAM E FURTAVAM RESIDÊNCIAS PARA COMPRAR DROGA NA REGIÃO E DEPOIS TRAFICAR EM SÃO GABRIEL.

CRISTIAN FOI PRESO DURANTE A TARDE. ELE ADMITIU SEIS FURTOS E CONFESSOU QUE COMPRAVA DROGA EM UMA CIDADE VIZINHA PARA TRAFICAR

CRISTIAN FOI PRESO DURANTE A TARDE. ELE ADMITIU SEIS FURTOS E CONFESSOU QUE COMPRAVA DROGA EM UMA CIDADE VIZINHA PARA TRAFICAR

Além de tráfico, presos confessaram, pelo menos, 12 casos de furto-arrombamento. Número pode ser bem maior

Ação policial deflagrada no final da tarde desta sexta-feira (25/07), na zona oeste de São Gabriel, derrubou um esquema de furto e tráfico de drogas. Os policiais detiveram, ainda no período da tarde, numa residência na Rua Bagé, no Bairro Cidade Nova, o elemento Cristian Bressan do Carmo, de 21 anos, conhecido pelo apelido de Favela. Junto, na mesma casa, estava uma menor de 15 anos.

ALGUNS OBJETOS FORAM RECUPERADOS, MAS SÃO DE CASOS RECENTES.  NA FOTO APARECE O ALICATE USADO PARA ARROMBAR AS PORTAS

ALGUNS OBJETOS FORAM RECUPERADOS, MAS SÃO DE CASOS RECENTES. NA FOTO APARECE O ALICATE USADO PARA ARROMBAR AS PORTAS

Na residência os policiais localizaram vários objetos furtados e uma quantidade de droga. No forro da mesma casa também foram encontrados dois vasos com mudas de maconha.
De acordo com o setor de investigações, Cristian (e mais um comparsa) participavam de esquema que constituía furtos e arrombamentos à residências. Tudo o que era arrecadado nas ações criminosas era usado como moeda de troca para a aquisição de droga em cidades vizinhas. Cristian revelou que uma terceira pessoa era utilizada para transportar os furtos.
Pelo menos, nesta primeira parte da operação, cinco casos de ataques à residências foram confirmados.
Em 2013, Cristian cumpriu pena por tráfico de drogas no Presídio Central de Porto Alegre.

COMO ACONTECEU A PRISÃO?
Uma mãe informou à Polícia Civil que Cristian vendia drogas para o filho menor de idade. A mulher deu as coordenadas que possibilitaram que os agentes de polícia pudessem efetuar o flagrante. A prisão repercutiu numa série de revelações.

COMPARSA FOI PRESO DURANTE A NOITE.
No período da noite foi deflagrada a segunda parte da operação.  Numa residência na Rua Sepé Tiarajú, na Vila Mariana, foi preso José Antônio Pereira Rodrigues, de 18 anos, conhecido pelo apelido de Nego. Na casa também foi localizada outra menor de 15 anos.
O rapaz é ex-interno do Centro Apoio Sócio-Educacional de Santa Maria, onde ficou entre 2010 a janeiro de 2014. Ele pertence à família dos conhecidos “piolhos”. A mãe dele, Rosângela Terezinha Rodrigues Pereira, de apelido Capincha, detida há dois meses quando preparava-se para jogar drogas para dentro do Presídio Estadual de São Gabriel. Acredita-se que o material seria entregue para Ricardo Rodrigues Pereira, conhecido por Piolho, também preso por tráfico.
José Antônio confirmou uma série de furtos. Em alguns casos, o rapaz admitiu que entrou nas residências com as pessoas dormindo. “Em uma casa, eu fui no quarto e tirei o dinheiro da bolsa da mulher. Ela estava dormindo no quarto e o homem estava num computador”, falou.
Pelo menos, nos relatos preliminares, foram confirmados mais seis casos com a participação de Nego. Em todos a Polícia Civil destaca a audácia dos criminosos que invadem as moradias mesmo com a presença dos proprietários.

NEGO, DA FAMÍLIA DOS PIOLHOS, ABRIU O JOGO: EM PELO MENOS SEIS CASOS ELE TEVE PARTICIPAÇÃO, TRÊS SÃO RECENTES: CHOCOLATE TIARAJÚ. DOCEMEL E ARMAZÉM NO CALÇADÃO.

NEGO, DA FAMÍLIA DOS PIOLHOS, ABRIU O JOGO: EM PELO MENOS SEIS CASOS ELE TEVE PARTICIPAÇÃO, TRÊS SÃO RECENTES: CHOCOLATE TIARAJÚ. DOCEMEL E ARMAZÉM NO CALÇADÃO.

IDOSA CAI EM GOLPE DO BILHETE PREMIADO E “DÁ” PARA BANDIDOS R$ 5 MIL.

dineiro golpeUma idosa de 65 anos caiu no velho golpe do bilhete premiado no início deste mês no centro de São Gabriel na Rua General Marques. A vítima perdeu R$ 5 mil ao entregar o dinheiro como garantia para o “bandido”. De acordo com a Polícia Civil, ela foi abordada inicialmente por uma mulher alegando ser analfabeta e não conhecer direito a cidade, “pois morava no Bairro Santa Brígida e muito pouco vinha à parte central”, disse o policial.
De acordo com a Polícia Civil, o golpe teve a participação de uma dupla. Enquanto uma informou que tinha um bilhete premiado no valor de R$ 1 milhão e 200 mil e que não sabia como retirar o dinheiro no banco, outra mulher se aproximou dizendo que queria ajudar. “Esta segunda se ofereceu para retirar o valor no banco, mas logo em seguida foi alertada pela primeira (supostamente a ganhadora) que deveria deixar alguma garantia com ela. Ela pediu R$ 10 mil para cada uma das mulheres e disse que daria R$ 50 mil a elas pela ajuda”.
A dupla levou bem a sério a encenação. A cúmplice da golpista dirigia um automóvel e se ofereceu para ir até o banco, onde retirou um montante em notas e repassou para a mulher. Na sequência, foi a vez da idosa (a vítima).
“Vendo que a primeira havia retirado o dinheiro como garantia, a idosa foi até a Caixa e sacou R$ 5 mil, dinheiro que ela vinha juntando há anos. Ela chegou no veículo e repassou o dinheiro para a golpista”, explicou o policial.
O golpe foi concluído logo depois. A dona do bilhete alegou estar se sentido mal e com fome. No mesmo momento, a comparsa sugere comprar um lanche. “Ela pede para que a vítima desça do carro e compre um sanduiche em uma lancheria próximo ao local. Quando a idosa retornou, as mulheres já havia sumido com todo o dinheiro”.
DETALHE – A Polícia Civil diz que chama a atenção o golpe ter sido realizado numa região distante dos bancos. “Geralmente acontecem casos deste tipo próximo as agências bancárias, pois os bandidos ficam observando as vítimas. Neste caso, não. A idosa estava indo para a igreja. Tudo sugere que eles tenham atacado várias pessoas, até que uma se enquadrou no perfil buscado pelos bandidos”.

MULHER DESAPARECIDA DESDE O DIA 11 É PROCURADA PELA POLÍCIA.

Juliana desapareceu no início do mês

Juliana desapareceu no início do mês

Pai acredita que a filha está sendo mantida presa em algum lugar. Homem ficou surpreso ao saber que Juliana tinha outra "vida" fora de casa

Pai acredita que a filha está sendo mantida presa em algum lugar. Homem ficou surpreso ao saber que Juliana tinha outra “vida” fora de casa

 

POLÍCIA AMPLIA LINHAS DE INVESTIGAÇÃO APÓS OUVIR FAMILIARES E DESCOBRIR CONTATO NO FACE.

A Polícia Civil de São Gabriel investiga o desaparecimento de uma mulher de 33 anos. De acordo com os policiais, Juliana Freitas Antunes teria saído de casa na sexta-feira (11/07) para participar de atividades de um curso de cabeleireiro de uma escola técnica particular. Após contato telefônico com um representante da instituição de ensino, ela teria dito para familiares que o evento aconteceria em Rosário do Sul. O pai da jovem – José dos Santos, de 74 anos – disse que tinha certeza que a filha estava saindo de casa para ir para a cidade vizinha. Nunca pensou que ela iria sumir.
Juliana mora com os pais e uma filha na Vila Maria. O marido, um Policial Militar, reside em Taquari, e presta serviços para a Brigada Militar em Lajeado.
As investigações constataram que a mulher mantinha relações extraconjugais. Em uma rede social, Juliana conheceu um rapaz de 24 anos com quem se relacionou por cerca de quatro meses.
“O jovem ficou surpreso quando ficou sabendo que ela era casada e que tinha uma filha. Ele disse que sempre quis conhecer a família dela, a casa dela, mas ela sempre arrumava uma desculpa. Dizia que os pais moravam pra fora e que não podia”, comentou o policial responsável por averiguar o caso.
Os relatos levaram a Polícia Civil a ampliar as linhas de investigação. Segundo a família da jovem, a relação entre o marido e Juliana sempre pareceu normal, apesar de o casal viver “separado” (um em cada cidade) há mais de 10 anos. Por causa do trabalho, o marido e a mulher se viam muito pouco. Conforme a polícia, Juliana chegou a morar com o esposo, mas retornou para a cidade com a filha (que hoje tem 15 anos) ainda pequena alegando que o local onde residia, no interior de Taquari, era de difícil acesso.
juliana 3O pai ficou surpreso com a vida “secreta” da filha. “Mas não vejo motivos para ela sumir. Eu acho que alguém pegou ela e está mantendo ela presa”, diz o homem ao apontar nomes de suspeitos.
Quatro dias após o desaparecimento da mulher, uma denúncia anônima levou a Polícia Civil até uma residência no acesso ao Bairro Independência. “A pessoa disse que uma mulher estava sendo mantida em cárcere privado e que quem estava mantendo ela presa era outra mulher”, informou a polícia.
Os policiais não encontraram nada na residência.
José dos Santos tem percorrido toda a cidade. É ele mesmo quem tem obtido informações e encaminhado para a Polícia Civil. Nada de muita relevância, mas são estes dados que mantém o pai ainda com esperança de encontrar a filha.
Um grupo de moradores da Vila Maria, bairro onde a família sempre morou, organiza para os próximos dias buscas no mato do Dácio. Os trabalhos serão acompanhados por profissionais com experiência em busca e resgate.

APÓS PERSEGUIÇÃO, BM PRENDE JOVEM EM VILA NOVA DO SUL COM CARRO CLONADO E MUNIÇÃO DE USO EXCLUSIVO DO EXÉRCITO.

MUNIÇÃO APREENDIDA

MUNIÇÃO APREENDIDA 2Um homem de 31 anos, que seria natural de São Leopoldo, foi ouvido na Polícia Federal (PF) de Santa Maria na madrugada deste sábado (19/07). Ele foi preso por porte ilegal de armas e tráfico internacional de munições. O suspeito foi detido por volta das 21h30min de ontem, em Vila Nova do Sul, após longa perseguição pela BR-290, que começou ainda em São Gabriel.  O jovem foi detido por PMs do esquadrão local. Eles atuam na segurança de Santa Margarida do Sul.
Conforme a Brigada Militar (BM), os policiais localizaram o homem por meio uma denúncia que informava que um Nissan March clonado, com placas de Porto Alegre, vinha de Santana do Livramento/Rivera e transportava munição.
MUNIÇÃO APREENDIA 3Os policias tentaram abordar o carro em Santa Margarida do Sul, mas não conseguiram. Houve perseguição e o veículo só foi parado em Vila Nova do Sul,  onde foram usados dois caminhões da BM para bloquear a rodovia.
Dentro do carro foi encontrada uma grande quantidade de munições de três calibres diferentes, sendo dois deles de uso exclusivo das forças armadas, além de mais R$ 7 mil em dinheiro (confira relação do material apreendido e as fotos de Fernando Ramos, do jornal Diário de Santa Maria).
O motorista É estudante de engenharia na grande Porto Alegre e não tinha antecedentes criminais. Ele foi levado para a PF Santa Maria, onde, por volta das 9h30min deste sábado, ainda estava sendo ouvido. O veículo e as munições foram apreendidos.

RELAÇÃO DO MATERIAL ENCONTRADO:
_ 500 projéteis de munição calibre 762 para fuzil, de uso exclusivo
_ 350 projéteis munição calibre 9mm para pistola, de uso exclusivo
_ 250 projeteis munição calibre 380 para pistola, de uso civil
_ R$ 7.265,85 em dinheiro
_15 anéis que seriam de ouro
_14 cartões de crédito
_4 chips de celular

POLÍCIA DERRUBA ESQUEMA DE “TELE DROGA”.

capa - mulher e homem

A Polícia Civil prendeu na noite de quarta-feira (16/07), na zona sul de São Gabriel, um casal acusado de integrar um esquema de venda de drogas na cidade. Os policiais detiveram Roque Rodrigues Bittencourt, de 29 anos, e a mulher dele, Mirian Cristina da Silva Machado, de 26. De acordo com o setor de investigações, o elemento vinha sendo monitorado desde o ano passado.
A tele-entrega, no tráfico, é uma novidade para São Gabriel. Bastava um telefonema e um pedido para que Roque – que atuava como taxista – levasse a droga até o local combinado. Foi desta maneira que o suspeito caiu na armadilha da polícia.
Uma agente policial encomendou a droga. Roque encaminhou o pedido para a mulher (Mirian) que confirmou como tudo iria acontecer. Quando foi feita a entrega, Roque e Miriam foram presos em flagrante.
Mesmo depois da prisão, o telefone não parou de tocar!
O delegado de polícia Jader Ribeiro Duarte disse que o telefone da dupla tocou inúmeras vezes. “Eram usuários fazendo pedidos. Foram inúmeros solicitações, o que confirmou a intensidade do tráfico”, comentou o delegado.
ELES TINHAM UM CÓDIGO.
Quem ligava tinha que dizer: “Quero um lanche” ou “Quero um cachorro quente”. Era o código do usuário com o traficante. Minutos depois, conforme constatou a investigação, Roque entregava a droga no local solicitado.
O suspeito atuava como taxista há cerca de oito meses. O ponto de trabalho era a rodoviária municipal. Sem antecedentes criminais, o casal tentava passar despercebido na região onde morava, na Vila Lima, na zona oeste da cidade.

SUSPEITO DE ROUBO É DETIDO POR TRÁFICO NO ÉLBIO VARGAS.

cultivar maconha 1

ELTON DE CASTRO

ELTON DE CASTRO

A Polícia Civil prendeu no começo da noite de sexta-feira (12/07), no Bairro Élbio Vargas, o elemento Elton Luis Brasil de Castro, de 47 anos. Na casa dele, na Rua Santa Rosa – 200, os agentes apreenderam maconha e uma certa quantidades de dinheiro. Também foi localizado no local uma muda de “cannabis sativa – maconha” sendo cultivada em um pote de margarina. Castro foi detido em flagrado e acusado de tráfico de drogas.
O curioso, na história, é que a Polícia Civil tinha mandado de busca visando localizar na residência objetos que ligassem Castro e o filho dele a um assalto ocorrido em maio deste ano (leia abaixo).
O acusado foi encontrado em via pública. De acordo com a Polícia Civil, Castro foi abordado e revistado em frente  a residência. Logo depois conseguiu escapar. Ele foi preso quando entrava num matagal.
“Montamos campana no local. Por um longo tempo observamos a movimentação de pessoas – entrando e saindo da residência. Então resolvemos agir”, disse o policial Silvio Pereira.
As investigações continuam.
Castro é ainda apontado como o autor de agressões e roubo a um morador do Bairro Élbio Vargas. Em maio, com um braço enfaixado e outro sem conseguir movimentar, e ainda com escoriações pelo corpo todo, o serviços gerais Antônio Marcos Simões, de 40 anos, corria atrás de Justiça. O homem foi assaltado na noite de quinta-feira (15/05), por volta de 21h 30min, quando caminhava pelo bairro. Simões, de acordo com a Polícia Civil, teria denunciado Castro e o filho dele.
Simões conta que estava indo em uma armazém quando foi atacado . A violência aconteceu na Rua São Pedro. “Não tenho problemas com ele. Não sei porque me atacou e porque me agrediu”, comentou a vítima.

SEM REAÇÃO – A vítima não teve como reagir. Antônio, há alguns dias, havia se envolvido em um acidente na empresa que trabalha. Ele teve múltiplas quebraduras no braço direito. Quando foi assaltado, estava com o membro imobilizado. Segundo a vítima, mesmo assim, o assaltante investiu contra ela com uma faca. “Ele tentou duas vezes acertar o meu peito. Os golpes cortaram a jaqueta”, disse. Simões caiu e, no chão, foi espancado pelo agressor. A vítima foi encaminhada para o Hospital de Santa Casa de Caridade, onde o médico optou por retirar o gesso do braço direito, pois teria que imobilizar o esquerdo, por causa dos cortes. Na época, o agressor fugiu levando um boné e o dinheiro (cerca de R$ 160) que Antônio tinha na carteira.

FICHA - Alguns agravantes complicam a vida de Castro. O homem responderá por tráfico e continua sendo alvo de investigações no caso de roubo. Na ficha de antecedentes, além de furto, lesões, roubo, receptação e uso e posse de drogas, ele carrega no currículo uma pena pelo crime de latrocínio.

VÍTIMA DE ASSALTO OCORRIDO NO MÊS DE MAIO

VÍTIMA DE ASSALTO OCORRIDO NO MÊS DE MAIO

QUATRO GABRIELENSES ENVOLVIDOS EM ACIDENTE NA BR-290.

BLOG ACIDENTE 3

OCORRÊNCIA FOI ATENDIDA PELA PRF DE ROSÁRIO DO SUL

OCORRÊNCIA FOI ATENDIDA PELA PRF DE ROSÁRIO DO SUL

O motorista de um Ford K, placas de São Gabriel, perdeu o controle do veículo e capotou na lateral da BR-290. O acidente aconteceu na manhã deste domingo (13/07), no quilômetro 259, já em Rosário do Sul. O automóvel ficou completamente destruído. Equipes do SAMU de São Gabriel e de Rosário do Sul socorreram as vítimas.

BLOG ACIDENTE 2De acordo com o resgate, quatro pessoas estavam no veículo. O condutor, um militar (a identificação não foi confirmada pela PRF de Rosário do Sul), foi encaminhado para o hospital daquela cidade. Outros três foram trazidos para o Hospital de Santa Casa de Caridade de São Gabriel.  Marlon Domingos, de 19 anos, também militar, teve fratura em um dos braços. Maria Luiza D’Ávila Heberlê, de 52, e Bruna Heberlê de Heberlê, de 19 anos (namorada de Marlon) permanecem em observação. Os quatro tripulantes usavam cinto de segurança. Eles iam para Santa Maria. Também participaram do resgate equipes do Corpo de Bombeiros de Rosário e São Gabriel.

VEÍCULO SUMIU NA VEGETAÇÃO

VEÍCULO SUMIU NA VEGETAÇÃO

PERÍCIA LIBERA CORPO DE GABRIELENSE MORTO EM ACIDENTE.

Uma equipe do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Santana do Livramento liberou o local do acidente ocorrido na BR-158. O corpo do gabrielense Ronoaldo Torbes Medina, de 30 anos, morto na colisão de uma moto com um animal, está sendo trazido para São Gabriel e deverá ser encaminhado para o médico legista.
O acidente aconteceu por volta de 18h30, no KM 442 da rodovia federal que liga Rosário do Sul a Santa Maria. Desde então o corpo da vítima era mantido no local a espera do IGP.
Mas dois veículos se envolveram no acidente: um ônibus e um Celta, este último com placas de São Gabriel. Não foi registrado nenhuma vítima no coletivo. Já o casal do Celta foi encaminhado para o Hospital de Rosário do Sul, mas sem ferimentos graves.

GABRIELENSE MORRE EM ACIDENTE NA BR-158. PRF AGUARDA CHEGADA DE PERITOS PARA LIBERAR O LOCAL.

ronoaldo medinaEquipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Civil, ambas de Rosário do Sul, controlam o trânsito no quilômetro 442 da BR-158 enquanto aguardam a chegada de peritos do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Santana do Livramento. No local, no início da noite, aconteceu um acidente de trânsito que vitimou o gabrielense Ronoaldo Torbes Medina, de 30 anos.  A motocicleta conduzida por Medina bateu em um búfalo que estava no meio da pista quando o motociclista se dirigia para Santa Maria. Ele morreu no local.
Mas dois veículos se envolveram no acidente: um ônibus e um Celta, este último com placas de São Gabriel. Não foi registrado nenhuma vítima no coletivo. Já o casal do Celta foi encaminhado para o Hospital de Rosário do Sul, mas sem ferimentos graves.

ARRUDA NÃO TERIA ENVOLVIMENTO, DIZ DEFESA.

A defesa do João Júnior Arruda Nunes, conhecido pelo apelido de Gordo Arruda, afirma que não existe efetiva comprovação de qualquer participaçao sua, que acabou ocasionando em sua detenção na cidade de Lagoa Vermelha . A responsável pela defesa já ingressou com o  pedido de relaxamento da prisão ocorrida no início do mês de julho.

SEGURANÇA E SOLIDARIEDADE: MILITARES DA PATAMO COMBATEM O CRIME EM ITAQUI E ENCONTRAM TEMPO PARA AJUDAR AS FAMÍLIAS ATINGIDAS PELA CHEIA DO RIO URUGUAI.

capa - patamo 3

patamoPoliciais Militares de São Gabriel reforçam o contingente que, desde a semana passada, chegou ao Município de Itaqui para impedir furtos e arrombamentos as residências atingidas pelas cheias do Rio Uruguai. O grupo formando por integrantes da PATAMO deverá ficar até segunda-feira na fronteira com a Argentina. No mesmo dia, outros integrantes do policiamento gabrielense deverão chegar a região alagada para compor equipes de apoio a segurança.
O PM Bonilha disse que as ocorrências foram reduzidas com a chegada do policiamento a cidade. Mas, antes, a situação chegou a preocupar a população.  Em meio a cheia, moradores se reuniram em frente a casas alagadas na noite de sexta-feira (04/07) para assar carne e evitar que ladrões furtassem seus pertences.
“O motivo é cuidar nossa residência. O efetivo é fraco e não dá conta de todo o movimento. E o pessoal alheio está tentando levar as coisas, estão roubando. Hoje à tarde ficamos aqui durante o jogo do Brasil e quatro pessoas foram corridas tentando roubar”, afirmou Henrique, um dos organizadores do churrasco.
O reforço policial amenizou a situação e levou para Itaqui solidariedade. Com recursos próprios, os PMs compraram bolachas, wafer e doces e distribuíram para as crianças. Em uma região mais afastada do centro, na zona ribeirinha, mais de 180 pessoas estão isoladas. Destas, 40 são crianças. “Fizeram uma vaquinha do próprio bolso e compraram regalos para as crianças atingidas pela enchente em Itaqui. Um pouco de alegria aos pequenos. Parabéns bravos. Atitudes como esta os enaltece cada vez mais perante o Supremo Comandante”, comentou o responsável pela PATAMO, tenente Adriano Veras Silva através de uma rede social.
Nesta sexta-feira (11/07), conforme a água do Rio Uruguai diminui, a destruição vai aparecendo pela cidade. Casas inteiras foram destruídas e o que restou está em meio a lama. Alguns aproveitaram o dia de sol para limpar as casas e começar a voltar para as residências.
capa - patamo 4De acordo com a Defesa Civil, cerca de três mil pessoas já voltaram para casa em Itaqui, mas sete mil permanecem fora. O rio já baixou quase três metros e nesta sexta, está em 10,8 metros acima do normal. O serviço da balsa que faz a travessia de Itaqui a cidade de Alvear, na Argentina, ainda não tem previsão de reiniciar.
De acordo com o último relatório da Defesa Civil divulgado às 11h desta sexta, 14.411 pessoas estão fora de casa no Rio Grande do Sul em razão das chuvas. O estado tem 163 municípios afetados pela enchente. As prefeituras de 135 cidades decretaram situação de emergência.
Na quinta, o governo federal publicou no Diário Oficial da União o decreto que reconhece a situação de emergência de 124 municípios do Rio Grande do Sul e de calamidade pública nas cidades de Iraí e Barra do Guarita. A partir da publicação, o repasse de recursos federais será permitido para os municípios atingidos. Entretanto, os valores ainda não foram definidos. O governo do estado pediu R$ 19 milhões para todas as cidades envolvidas.
De acordo com dados da Defesa Civil, são 13.272 desalojados, que foram para casas de amigos ou familiares, e 1.139 desabrigados, levados a ginásios ou abrigos pelo poder público.

VIOLÊNCIA NO PARQUE! COM TRÊS ESTUPRO, HOMEM CUIDAVA DE CRIANÇAS NO PARQUE.

A Polícia Civil investiga as causas de uma briga que terminou com um homem ferido a faca em um parque de diversões na zona oeste de São Gabriel. De acordo com o delegado de polícia Jader Ribeiro Duarte, o elemento Rodrigo da Silva Costa, conhecido pelo apelido de “Marginal”, é apontado como autor de agressões contra um colega de trabalho. O conflito aconteceu na noite de terça-feira (08/07). Rodrigo teria desferido vários golpes de arma branca contra Alexandro Vieira da Silva.
Segundo o delegado as investigações foram prejudicadas, uma vez que tanto a vítima quanto o acusado não moram em São Gabriel. “O ferido acabou sendo liberado pelo hospital e retornou para Rosário do Sul antes de falar com o nosso pessoal. A Polícia da cidade vizinha deverá conversar com ele e só então vamos saber a gravidade da lesão”, admitiu.
Rodrigo, que mora em Jaguarão, deverá responder por lesão, resta saber se leve ou grave. De momento, conforme a Polícia Civil, o caso chama atenção pela vasta ficha criminal do acusado. Entre os crimes, três estupros e, curiosamente, o homem trabalhava cuidando de crianças nos brinquedos. “Trata-se de um perigo móvel”, disse o delegado.

JOVEM É PRESO POR TENTATIVA DE HOMICÍDIO.

ederson (1)

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quarta-feira (09/07), no Bairro Independência, o jovem Éderson Ramires Pinheiro, de 18 anos, acusado de tentativa de homicídio. De acordo com as investigações, Éderson teria sido ajudado por dois menores de idade, um de 16 e outro de 17 anos. O acusado mora no Bairro Cidade Nova, mas foi localizado pelos policiais na casa da namorada, na Rua Henrique Rocha.
Dois rapazes foram agredidos pelos três jovens no Bairro São Clemente. A violência aconteceu na noite de sábado (21/06), por volta de 21 horas, na Rua Barão do Cambai. Foram espancados os irmãos Gilmar, de 27 anos, e Elisiano Dias dos Santos, de 30 anos, conhecido pelo apelido de Nego Li.
Elisiano teve lesões nas costas e na cabeça e foi encaminhado para o Hospital de Santa Casa de Caridade, onde permaneceu internado por um período de quatro dias. Gilmar chegou a ser levado para registro na Delegacia de Polícia, mas acabou passando mal e também deslocado para o Pronto Atendimento. Logo depois foi liberado.
Na Delegacia de Polícia, Éderson admitiu as agressões e confessou ter esfaqueado a vítima duas vezes nas costas e duas vezes na cabeça.Ele foi encaminhado para o Presídio Estadual ainda na tarde de quarta-feira.

POLÍCIA CIVIL DERRUBA ESQUEMA DE TRÁFICO DE DROGAS COM PRISÕES EM LAGOA VERMELHA, LAJEADO E SÃO GABRIEL.

A ORIGEM: prisão ocorrida em 2012

A ORIGEM: prisão ocorrida em 2012

LUIZ CARLOS

LUIZ CARLOS

As prisões de dois acusados de envolvimento com o tráfico de drogas, no mês de junho e início de julho, derrubaram um dos esquemas mais bem elaborados de venda de entorpecentes na região. As polícias de Lajeado e Lagoa Vermelha detiveram, por solicitação da Polícia Civil de São Gabriel, os elementos Luiz Carlos Cordeiro de Mello Filho e João Júnior Arruda Nunes, conhecido pelo apelido de Gordo Arruda. O primeiro foi preso no dia 10 de junho, na cidade onde passou a morar quando deixou o Exército Brasileiro em São Gabriel. Luiz Carlos já havia sido detido pela Brigada Militar em março deste ano. Na época, ele chegou a fugir da BM, mas acabou sendo interceptado na Vila Mariana. De acordo com os policiais, o acusado teria jogado 154 gramas de maconha para cima de uma residência.

RAFAEL HENRIQUE

RAFAEL HENRIQUE

O outro, foi detido no dia 04 de julho. Gordo Arruda é um dos mais conhecidos no mundo do tráfico em São Gabriel. Ele foi preso na casa que residia em Lagoa Vermelha. Segundo investigações, o acusado vinha sendo monitorado por agentes da Polícia Civil desde que saiu de Santa Catarina, onde visitava familiares.
Investigações da Equipe Antinarcóticos da Polícia Civil de São Gabriel confirmaram o envolvimento da dupla num esquema que resultou na prisão de Rafael Henrique Bruxel de Oliveira. Ele foi preso em flagrante na rodoviária municipal. Os policiais encontraram com ele 25 gramas de maconha e 120 gramas de “Clone”, um composto de maconha com produtos químicos. Segundo o setor, foi a primeira prisão envolvendo a nova droga.
A detenção dele aconteceu durante a madrugada de quinta-feira (24/04), por volta de 4 horas. “Novato no tráfico”, Rafael havia sido expulso do Exército Brasileiro após ter sido flagrado com uma pequena quantidade de droga. Na época, acabou sendo registrado apenas como consumidor.
A prisão dele levou a detenção dos demais. Rafael era o que trazia a droga, enquanto Luiz Carlos conseguia o material em Lajeado. O que fazia o esquema dar certo, conforme apontaram as investigações, era o gabrielense Gordo Arruda. Ele é apontado como o “cabeça” do grupo, com a postura de chefe e distribuidor dos narcóticos.
O envolvimento dele não chega a ser novidade.
Gordo Arruda foi preso pela Polícia Civil de São Gabriel em julho de 2012, em frente ao Prédio da Prefeitura Municipal, numa ação policial que parou o centro de São Gabriel.
Na época, ele era apontado como sendo o principal traficante da cidade. Policiais da Antinarcóticos, com apoio de equipes da PATAMO, prenderam o acusado em via pública. Logo depois, os policiais vasculharam a residência de Arruda, na Rua Coronel Sezefredo, 156. O trabalho dos agentes foi acompanhado pela família do preso.
A investigação começou ainda em 2011. Arruda vinha sendo monitorado de perto. A Polícia Civil chegou a gravar parte das operações de tráfico realizadas na cidade. Em uma delas, Arruda repassava a droga para um usuário.
Segundo as investigações, a prisão dele afetou o funcionamento de 30 bocas de fumo que eram abastecidas pelo acusado. Ele ficou detido por cerca de dois anos.
Quando foi liberado, no mês de maio, voltou a comandar as ações em São Gabriel. Mas investigações mostram que ele já fazia isso mesmo estando dentro do Presídio Estadual. A prova disso é a prisão de Rafael Henrique. Através dele, os policiais mais uma vez chegaram a Arruda.
DE VOLTA AO PRESÍDIO – Rafael continua preso. Luiz Carlos foi transferido de Lajeado para São Gabriel. Já o elemento Gordo Arruda continua em Lagoa Vermelha, mas deverá ser transferido para o Presídio de São Gabriel nos próximos dias.

CASO DE ESTUPRO: SUSPEITO É VISTO QUEIMANDO ROUPAS.

O homem suspeito de estuprar uma mulher de 30 anos, na semana passada, foi novamente levado à Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos na tarde desta segunda-feira (07/07). De acordo com os policiais, o rapaz teria sido flagrado por testemunhas queimando algumas peças de roupas. Uma pessoa garantiu que entre as vestes estava um moletom cinza que corresponde ao usado pelo estuprador no dia do crime. D.R, de 26 anos, voltou a negar tudo.
Os policiais encontraram apenas resquícios das roupas queimadas. De acordo com o delegado de polícia Jader Ribeiro Duarte, o material foi queimado no local de trabalho do suspeito, em Santa Margarida do Sul. Quando os policiais chegaram ao local, D.R. já estava retornando para São Gabriel.
O delegado confirmou que o pedido de prisão preventiva será encaminhado para a Justiça ainda hoje. D.R. voltou a se recusar a fornecer material para exames periciais em Porto Alegre. Hoje, a Polícia Civil aguarda o resultado de análises laboratoriais. O sêmen do estuprador foi encaminhado para laboratório.

DELEGADO PEDE PRISÃO PREVENTIVA DE SUSPEITO DE ESTUPRO.

Suspeito se apresentou na tarde desta quarta-feira

Suspeito se apresentou na tarde desta quarta-feira

HOMEM SE APRESENTOU NA TARDE DESTA QUARTA-FEIRA, MAS NEGOU QUE TENHA COMETIDO O CRIME.

A Polícia Civil identificou na tarde desta quarta-feira (02/07) um homem de 26 anos como sendo o principal suspeito no crime de estupro contra uma mulher. As agressões sexuais aconteceram no começo da manhã de segunda-feira (30/06), às 7 horas, na BR-290, quando a vítima ia em direção ao trabalho.  De acordo com as investigações, o tarado – utilizando uma faca de cozinha – obrigou a jovem (de 30 anos) a praticar sexo. Ele teria ameaçado de morte a vítima. No dia das agressões, o criminoso sumiu do local em questão de minutos.
O homem, de iniciais D.R., mora próximo ao local do crime. O suspeito foi apresentado por dois advogados no começo da tarde. Desde o princípio, ele negou a autoria. Mas, de acordo com o delegado de polícia, Jader Ribeiro Duarte, o testemunho de familiares atesta o envolvimento dele com as agressões.
A presença de peritos durante a apresentação de D.R. de nada adiantou. O homem se negou a ceder material para exames. A Polícia Civil, no entanto, aguarda o resultado de análises em material (sêmen) colhido da vítima e que foi encaminhado para Porto Alegre.

No setor de investigações: suspeito foi observado pelas vítimas que ficaram protegidas em uma sala e olhavam por uma parte da porta entreaberta

No setor de investigações: suspeito foi observado pelas vítimas que ficaram protegidas em uma sala e olhavam por uma parte da porta entreaberta

Uma pessoa confirmou que D.R. teria saído de casa, por volta de 6h 45min, para pegar um ônibus para Santa Margarida do Sul (onde trabalha como serviços gerais). O rapaz retornou para a moradia uma hora depois alegando que perdera o transporte. Logo depois fez a barba e saiu de casa. Ele ficou distante da residência por um longo período, o mesmo aconteceu durante a noite de terça-feira, quando policiais estiveram no local a sua procura.
Segundo a Polícia Civil, as roupas usadas pelo agressor no momento do crime e descritas pela vítima foram reconhecidas por um familiar. No entanto, estas mesmas roupas não foram mais localizadas. A mochila, que teria sido identificada por uma testemunha, também não foi apresentada.
O delegado de polícia vai pedir a prisão preventiva do suspeito. Conforme Jader, está evidenciada a participação dele no crime e o que dá convicção à Polícia são as declarações dos familiares.

VÍTIMA CHOROU QUANDO OUVIU A VOZ
A jovem, desde os primeiros momentos, quando foi socorrida, disse que não teria como identificar o agressor olhando para o rosto. Ela afirmou, no dia, que poderia ser um homem moreno, estatura mediana e com barba. O único fator que ficou marcante, disse ela em depoimento, foi a voz. Segundo a Polícia, o tarado chegou por traz da vítima e falou que a mataria se ela não lhe obedecesse.
Foi necessário montar um esquema diferenciado para realizar o processo de reconhecimento do agressor. Quatro homens foram colocados lado a lado. Entre eles, o suspeito. Foram momentos de tensão.
A vítima, olhando apenas por uma parte da porta do setor de investigações, ouviu os quatro elementos pronunciarem a mesma frase dita pelo agressor. Conforme o delegado, quando ouviu a do suspeito, ela chorou e disse que era muito semelhante. Ela chegou a pedir que ele retornasse e repetisse a frase.
Toda a movimentação na Delegacia de Polícia foi acompanhada pela mãe e irmão do suspeito. Ele deixou o local no começo da noite acompanhado dos familiares e dos advogados sem demonstrar preocupação. Pelo contrário. Chegou a parar e virar para que a reportagem fizesse fotos. O material, no entanto, não pode ser publicado, assim como o nome do acusado. Segundo a Polícia Civil, apesar das evidências, o caso ainda continua em investigação.

Suspeito falou com a Polícia

Suspeito falou com a Polícia

SÃO DUAS VÍTIMAS. UMA ESCAPOU.
Outra mulher, de 23 anos, conseguiu escapar da violência. A jovem foi atacada no dia 12 de junho, por volta de 21h 30min, antes de chegar a sua residência próximo ao Estádio Municipal. Por foto, ela reconheceu D.R. como sendo o agressor, mas, durante o reconhecimento visual, não teve a mesma certeza.
A vítima teve sorte e conseguiu agir com rapidez. Ela conta que mordeu o agressor e por isso conseguiu escapar.
O suspeito tem ficha criminal, mas nenhuma das ocorrências estão relacionadas a crimes sexuais.

PRISÕES ENFRAQUECEM O ESQUEMA DE TRÁFICO DE DROGAS NA CIDADE.

cavalinho

A Polícia Civil prendeu na tarde desta segunda-feira (30/06), no Bairro Baltar, um jovem acusado de envolvimento com esquemas de tráfico de drogas. Foi detido, escondido em uma beco que dá acesso a Avenida Presidente Vargas, o elemento Marcelo Moreira Vieira (Cavalinho), de 28 anos.  O rapaz estava na lista de foragidos desde sexta-feira (27/06) quando a Justiça de São Gabriel determinou a sua prisão preventiva. De acordo com a polícia, ainda na sexta-feira foram feitas buscas nas proximidades da residência dele, na Rua Bento Martins, mas Marcelo não foi localizado. Durante a prisão, já na segunda-feira, os agentes encontraram cópia do despacho da juíza determinando a prisão do traficante. “Ele sabia que seria preso, por isso estava escondido”, afirmaram os policiais.
Marcelo havia sido detido em maio deste ano, em casa (na rua Bento Martins), por agentes da equipe antinarcóticos da Polícia Civil e Policiais Militares da PATAMO. Os policiais detiveram ele e Cauan Lemos Estrela, de 29 anos, acusados de envolvimento com tráfico de drogas. Também foi detido – numa residência no mesmo terreno –  um adolescente (de 17 anos), que utilizava, há algum tempo, a casa dos pais como esconderijo para parte da droga. O menor recebia R$ 50 por semana para manter em segredo o entorpecente e uma balança de precisão.
cavalinho 2Na época, uma denúncia anônima chamou a atenção da polícia para a ação dos traficantes. De acordo com o policial Idel Barcelos, o veículo dirigido por Ricardo vinha sendo monitorado por policiais rodoviários de Rosário do Sul e por policiais de São Gabriel. “Uma denúncia revelou que ele traria drogas para a cidade”, comentou.
Os policiais acompanharam as ações de Ricardo em São Gabriel. Quando chegou na cidade, no começo da noite de sexta-feira (16/05), os agentes aguardaram o momento do encontro, dele com Marcelo Cavalinho, para efetuar a prisão. Com eles, os policiais encontraram, 238 gramas de crack (uma única pedra escondida em uma meia). Na casa do menor, a Polícia Civil encontrou uma balança de precisão e quatro gramas de cocaína.
Ricardo foi encaminhado no final da tarde para o Presídio Estadual. Cavalinho escapou antes de ser encarcerado. Ele fugiu de um carro da Polícia Civil quando era encaminhado para o Presídio Estadual.
Uma grande polêmica se criou. A Justiça de São Gabriel liberou alvará de soltura dele antes mesmo de ser preso. A decisão foi comunicada à Polícia Civil no domingo (18/05), um dia após o elemento ter fugido.

HISTÓRIA DE ENVOLVIMENTO COM O TRÁFICO
Marcelo, ou Cavalinho, tem um histórico de envolvimento com o tráfico de drogas. Em 2011, ele foi detido por agentes da equipe antinarcóticos apontado com um dos principais articuladores do tráfico na região leste da cidade.  Cavalinho amargou um tempo de cadeia.
No final do ano passado, foi a vez do irmão dele.  Éder Moreira Vieira, de 33 anos, conhecido por Cavalo Azul, foi detido por PMs da PATAMO após uma perseguição que começou na frente da casa de Cavalinho. Éder tentou se desfazer de 25 gramas de crack, jogando a droga fora, mas o material foi encontrado e ele foi preso em flagrante. Uma mulher, que estava junto e dirigia o carro, também foi detida.

EM MAIO: MULHER FOI PRESA POR TRÁFICO DE DROGAS
Mirian Regina Gomes Rodrigues, 42 anos, foi presa em flagrante na madrugada de 8 de maio, suspeita de tráfico de drogas. Ela está no Presídio Regional de Santa Maria. Foragida do sistema penitenciário da cidade desde 2012, ela foi presa pela Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) quando desembarcava na rodoviária de Santa Maria. Com a mulher, foram apreendidos 496 gramas de crack e cerca de 300 gramas de cocaína.
mirian 1Conforme o titular da Defrec, Sandro Meinerz, uma denúncia levou os agentes da polícia até a suspeita. Ela viria de Porto Alegre e distribuiria a droga em pontos de tráfico em Santa Maria, principalmente na região onde ela estaria morando, no bairro Parque Pinheiro Machado. Condenada três vezes por tráfico de drogas e presa em flagrante em 2008, ela havia conquistado o direto à prisão domiciliar há dois anos. Após mudar de endereço, sem comunicar à Justiça, ela evadiu do sistema penitenciário.
De acordo com Meinerz, não está descartada a participação do companheiro da suspeita. O homem, afirma o delegado, progrediu do regime fechado para o semiaberto naquela semana, um dia antes de Mirian chegar em Santa Maria com as drogas.
“Possivelmente, atuariam juntos. Infelizmente, são as mesmas pessoas praticando os mesmos crimes, sendo que mal conquistaram a liberdade”.
Conforme Meinerz, a quantia de crack apreendida poderia ser transformada em 4 mil pedras, que poderiam ser vendidas a R$ 5 cada. Já um grama de cocaína equivaleria a até R$ 50.

VIOLÊNCIA: MULHER DE 30 ANOS É ESTUPRADA.

Uma equipe do Cartório Especializado da Polícia Civil de São Gabriel investiga um caso de estupro registrado na manhã desta segunda-feira (30/06). Uma mulher de 30 anos foi atacada por um homem quando ia em direção ao trabalho. A agressão aconteceu por volta de 7 horas, na BR-290, próximo à empresa Cabreira Pneus. A jovem foi socorrida por um vigia de um engenho.
A vítima disse que não viu o rosto do agressor. “Ele vestia calça bege ou marrom (não definiu a cor) e moletom com capuz cinza”, declarou a vítima. O tarado rendeu a vítima com uma faca de cozinha (do tipo de cortar carne). A Polícia Civil realizou buscas no local. Neste momento, policiais do Cartório Especializado ouvem as pessoas envolvidas no atendimento.

REFORÇO POLICIAL DIMINUI OCORRÊNCIAS EM SÃO GABRIEL.

POLICIA
Desde o dia 6 de junho a Polícia Civil de São Gabriel conta com o reforço de oito policiais oriundos de diversas regiões do Estado. Eles vieram para auxiliar nas ações de Polícia Judiciária durante a Copa do Mundo e devem permanecer na cidade até o dia 15 de julho, tendo como principal foco a segurança de turistas que ingressam no Brasil pelas Fronteiras do Sul.
Segundo o delegado de Polícia Jader Ribeiro Duarte, o texte estava centrado nos dias 24 e 25 deste mês, quando aconteceu em porto Alegre o jogo da Argentina contra Nigéria, período em que o fluxo de torcedores argentinos foi gigantesco.  Duarte afirma que a segurança pública no evento e principalmente no deslocamento e acesso foi considerada de ótima qualidade, fato que segundo ele reafirmou a segurança pública do Rio Grande do Sul como sendo modelar para o Brasil.
Em São Gabriel, Vila Nova do Sul e Santa Margarida do Sul não foram registradas ocorrências policiais envolvendo turistas e a Polícia Civil mateve equipes permanentes nos paradouros, restaurantes e locais de passagem de torcedores indo ou vindo de Porto Alegre.
TRABALHO QUE ESTÁ SENDO DESENVOLVIDO
Os oito policiais são utilizados no apoio a investigações de crimes locais e durante as noites uma equipe circula pela cidade – centro e bairros – verificando possíveis situações criminosas, o que, segundo Duarte, já reflete na diminuição das ocorrências policiais.
O Policial Civil Otélio José Gonçalves veio de Ijuí e afirma que aqui encontrou uma cidade tranquila, com pessoas hospitaleiras. Ele estranhou o trabalho, pois em São Gabriel é muito mais tranquilo levando em comparando o município em que atua.
Segundo ele, São Gabriel nem se compara a Ijuí no que diz respeito à violência e furtos.
Para o policial Marco Antônio Borba, de Santa Maria, o trabalho aqui em São Gabriel ébem menor. “Aqui a cidade está bem servida de policiais. Os colegas de São Gabriel realizam um trabalho bem feito e de qualidade. Até mesmo os motoristas e pedestres são mais respeitadores, não vimos nem acidentes de trânsito pelas ruas”, afirmou.

JOVEM É DETIDA COM MACONHA ESCONDIDA.

Com apenas 19 anos, a jovem Larissa de Oliveira Guerreiro já tem um histórico de envolvimento com o tráfico de drogas. E o pior. A participação dela, no crime, tem muito a ver com a orientação familiar. Apesar de já ter sido detida outras vezes, desta vez, no entanto, é a primeira detenção como maior. A coisa mudou.
Larissa foi presa na noite de quinta-feira (26/06), por volta de 20h30, quando se aproximava de uma boca de fumo no Bairro São Clemente. Policiais da PATAMO estavam n Rua Barão do Cambai desde de cedo, em campana, e observavam a movimentação de pessoas. De acordo com os PMs, uma informação anônima revelou que uma quantidade de droga iria chegar ao local.
Com passagens pela polícia, Larissa acabou sendo reconhecida. De acordo com a Brigada Militar, a jovem carregava no bolso do casaco uma bucha de maconha envolvida em um pedaço de plástico. Larissa não quis revelar a procedência ou o destino da droga e acabou sendo detida por associação ao tráfico.

A RELAÇÃO COM O CRIME
Larissa é companheira do traficante Delmar da Silva Rosa, de 48 anos, conhecido pelo apelido de Lúcio Flávio. Ele foi detido em 2011 durante uma ação policial que envolveu equipes da PATAMO e Polícia Civil no Bairro Três de Outubro. Na época, os policiais tinham mandado de busca e apreensão para uma residência na Rua Tabelião Martins. Foram presos em flagrante, além de Delmar, o traficante Marcelo Alves Job (vulgo Celo), de 35, e Patrícia de Oliveira Silva, de 37. Patrícia é mãe de Larissa. Está foi uma das prisões. Todos os citados tiveram outras ocorrências registradas entre 2011 e 2013.

CASAL É PRESO PELA PATAMO. DUPLA É ACUSADA DE TRÁFICO.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Equipes da PATAMO e Policiamento da Brigada Militar prenderam no final da manhã de sábado (21/06), na zona norte da cidade, um homem e uma mulher acusados de envolvimento com o tráfico de drogas. De acordo com a polícia, foram detidos Daniela da Silva Gonçalves, de 34 anos, e John Lenon Dias dos Santos, de 22, em uma pequena residência na Travessa Athur Camargo, na Vila Rocha, acesso ao Bairro Independência, no local conhecido como Bueiro do Canjica. Também foram apreendidos três menores de idade. Um deles, de 14 anos, foi enquadrado com “adolescente infrator” e entregue ao Conselho Tutelar.
Os policiais flagraram um menor deixando o local. O rapaz carregava uma pequena quantidade de maconha em um dos bolsos. Ele admitiu que havia comprado a droga na casa de Daniela e John Lenon.
Um adolescente de 14 anos tentou escapar pela porta dos fundos da residência, mas foi detido por um dos policiais. Ele tentava se desfazer da maconha (um sacola com grande quantidade da droga e 15 tijolinhos embalados). No interior da casa, foram localizados os “proprietários”.

POR CAUSA DE DROGAS, FILHO BATE NA MÃE, NA IRMÃ E NA MULHER.

DSCN0084

A Polícia Civil prendeu na manhã de terça-feira (10/06), no Bairro Passo da Lagoa, um homem acusado de violência doméstica.  O Poder Judiciário determinou a prisão preventiva de Renato Nunes da Silva, de 28 anos, após ser constatado que o rapaz batia na mãe, na irmã e na esposa, tudo isso motivado pela influência de substâncias químicas. De acordo as vítimas, Renato pressionava a família a pagar as drogas que comprava de fornecedores no mesmo bairro.
No domingo passado (08/06), Renato chegou a casa (na Rua Narciso Antunes) embriagado e sob o efeito de drogas (conforme relatou a vítima).  Neste mesmo terreno está localizada uma residência onde moram a mãe e a irmã. Ele teria ido até a sua casa e agredido a mulher com socos e pontapés. Ainda ameaçou a esposa de morte.
Depois se voltou para a mãe, na outra residência. “Ele queria que eu fosse com ele até a casa de um traficante para comprar drogas”, disse.
Renato agrediu a mãe com socos e pontapés. Depois arrastou a mulher, de 55 anos, pelos braços. A irmã também foi soqueada ao tentar defender a mãe.
Conforme Renato, se a dívida com o traficante não for paga, uma pessoa ligada ao bandido vai fazer o “acerto de contas”.
Renato foi detido pela Brigada Militar no dia das agressões.  Na Delegacia de Polícia ele passou mal e teve que ser encaminhado para o Hospital de Santa Casa de Caridade. O rapaz ingeriu bebida alcoólica e um composto de maconha com crack, conhecido popularmente por “pitico”. Depois foi liberado.
A prisão foi determinada pela Justiça tendo em vista as inúmeras ocorrências contra o acusado, incluindo o não cumprimento de medidas protetivas.

HOMEM TESTOU ESCONDER CRACK NA BOCA QUANDO FOI FLAGRADO PELA PATAMO.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Uma equipe da PATAMO prendeu na noite de sexta-feira (06/06), no trevo de acesso a cidade, o elemento Bruno César da Silveira Rodrigues, de 27 anos. Ele trazia de Rosário do Sul algumas pedras de crack para vender em São Gabriel. Rodrigues foi detido em flagrante e encaminhado para a Delegacia de Polícia e depois para o Presídio Estadual.
O acusado ainda tentou fugir e esconder a droga. Quando foi impedido pelos policiais, ele estava com as pedras de crack dentro da boca. Segundo a PATAMO, eram seis pedras da substância.
As ações de Rodrigues foram denunciadas anonimamente por telefone. A pessoa informou o ônibus e as características do suspeito, mas não foi preciso procurar muito. Quando o elemento avistou a Brigada Militar, ao descer em uma parada no Posto Batovi, acabou chamando a atenção dos policiais ao partir em disparada. Ele foi imobilizado logo na sequência.

PATAMO DERRUBA TRÁFICO NA PRAÇA CAMILO MÉRCIO.

trafico na praçaUma equipe da PATAMO prendeu no final da tarde desta sexta-feira (06/06), na zona leste da cidade, um jovem de 28 anos acusados de envolvimento com o tráfico de drogas. Os policiais detiveram Jonas Dorneles dos Santos quando tentava comercializar uma quantidade de maconha para três usuários (sendo dois menores de idade).  O rapaz foi encaminhado para a Delegacia de Polícia e autuado em flagrante por tráfico.
Santos já havia sido preso no começo da semana na Praça Dr. Camilo Mércio com 12 gramas de maconha. Apesar de existirem denúncias contra ele, no dia, por causa do pequeno volume de drogas, ele acabou sendo liberado e registrado apenas como usuário. A nova prisão, ocorrida na sexta-feira, agravou a situação dele.
Ações de combate ao tráfico de drogas nas regiões próximas as escolas, principalmente em praças, tem sido uma constante no serviço da Brigada Militar. Na maioria das vezes, os policiais agem com base em informações e denúncias anônimas.  O sargento Ricardo Carrara, da PATAMO, disse que muitas vezes são necessárias abordagens, fato que é normal no serviço de policiamento. “Isso faz com que a população se sinta mais segura e não é nenhuma perseguição ou vergonha para o cidadão. A abordagem é feita sempre quando necessária, independente da idade ou posição social”, finalizou.

Ações de combate ao tráfico acontecem com frequência nas proximidades das escolas

Ações de combate ao tráfico acontecem com frequência nas proximidades das escolas

69 PUNHALADAS É PRESO POR TENTATIVA DE HOMICÍDIO.

capa - 69

Silomar de Souza Rodrigues, de 51 anos, conhecido vulgarmente pelo apelido de 69 punhaladas, denominação que ganhou após matar, na década de 80, uma vítima com 69 golpes de faca, foi detido na tarde de ontem. Ele acusado de tentar matar o empresário Ricardo Osmar Barbosa de Oliveira, de 31 anos, proprietário do Quiosque da Praça. Também ficaram feridos durante a agressão, a esposa e o filho do empresário.

“LARÁPIOS” SÃO DETIDOS NO FLAGRA!

ladrões
OLYMPUS DIGITAL CAMERAPoliciais da PATAMO prenderam na madrugada desta sexta-feira (06/06), no Bairro Cidade Nova, dois homens com uma motocicleta furtada. Foram detidos, em flagrante, os elementos: Roger Ramires da Silva, de 24 anos, morador da Rua Alegrete, no Cidade Nova, e Leandro Mendes, de 29, residente na Rua Bagé, no Bairro Vivenda. Eles foram localizados pela guarnição quando tentavam escapar com uma moto furtada. Um deles, ao avistar o policiamento, se assustou e fugiu. O outro deixou que a moto caísse e acabou ficando preso pelo veículo.
Os policiais conseguiram detiveram rapidamente os dois elementos. O proprietário da motocicleta (Yamaha Fazer, vermelha) apareceu logo na sequência. Wasley Barbosa Fagundes, de 29 anos, disse que a moto estava estacionada em frente a residência de seu sogro e que o dono da casa chegou  a escutar barulhos antes do furto, suspeitou de algo e ao sair para fora, viu os elementos escapando com o veículo sendo empurrado.
O delegado de polícia Jader Ribeiro Duarte determinou a prisão em flagrante dos dois acusados por furto de veículo. Roger e Leandro foram encaminhados para o Presídio Estadual.

HOMEM INVADE RESTAURANTE E TENTA MATAR O PROPRIETÁRIO.

estoque

Uma equipe do policiamento da Brigada Militar de São Gabriel prendeu em flagrante, no começo da tarde de quinta-feira (05/06), no centro da cidade, um homem acusado de tentativa de homicídio. Os policiais detiveram Silomar de Souza Rodrigues, de 51 anos, conhecido vulgarmente pelo apelido de 69 punhaladas, denominação que ganhou após matar, na década de 80, uma vítima com 69 golpes de faca.
Enquadrado como tentativa de homicídio doloso, Silomar foi encaminhado para o Presídio Estadual no final da tarde. Os PMs apreenderam, com ele, dois estoques (tipo de arma artesanal), um deles utilizado para ferir Ricardo Osmar Barbosa de Oliveira, de 51 anos, proprietário do Quiosque da Praça. Também ficaram feridos, durante o ataque do agressor, o filho  e a esposa do empresário, Rogério, de 29, e Janete, de 47, respectivamente. Os três foram socorridos e encaminhados para o Hospital de Santa Casa de Caridade. Conforme a Polícia Civil, Ricardo e Rogério tiveram lesões nas costas. Janete foi atingida na mão.

A AGRESSÃO
De alguma forma, Silomar achou que estava sendo observado e essa suspeita acabou gerando toda a violência. O relato do empresário Ricardo Osmar deixa claro que o agressor se sentiu “estranho” e teria questionado o dono do estabelecimento: “eu fiz algo errado”.
Ao ouvir que estava tudo bem, Silomar pagou a conta e saiu do restaurante. Alguns minutos após, ele retornou armado. O primeiro a ser agredido foi Ricardo com um golpe nas costas. O filho e a mulher dele se envolveram e também foram feridos. Depois de alguns minutos de confronto, o agressor foi dominado pelas vítimas. Quando a Brigada Militar chegou ao local, Silomar estava sendo mantido – imobilizado – ao chão. De acordo com as vítimas, um estoque foi utilizado pelo acusado e o outro ele escondia na cintura.

(Ainda hoje – fotos do acusado e da prisão)

BICICLETA FURTADA É ENCONTRADA ESCONDIDA EM FORRO DE RESIDÊNCIA.

bike

A Polícia Civil desbaratou um grupo de larápios que atuava na zona sul de São Gabriel. Os policiais encontraram, escondido no forro de uma casa no Bairro Élbio Vargas, um quadro de bicicleta. Foi detido o jovem João Uendrion Maciel Urian, de 18 anos, apontado como o responsável pelo furto do veículo no Residencial Antônio Trilha. Mais dois rapazes (ambos menores de idade) estão envolvidos no crime.
O proprietário da bicicleta – Dionathan da Silva, de 17 anos – reconheceu os aros em uma borracharia pertencente a Leonardo Charão. A Polícia Civil descobriu que Charão havia comprado as peças logo após o furto por R$ 180,00. O grupo responderá em liberdade.

NO CENTRO DA CIDADE: LADRÕES LEVAM MAIS DE R$ 14 MIL DE MULHERES IDOSAS.

 

A idosa, que aparece no centro, carregava mais de R$ 9 mil em uma bolsa. As mulheres (uma na direita e outra, logo a frente, a esquerda) se aproveitaram da ingenuidade

A idosa, que aparece no centro, carregava mais de R$ 9 mil em uma bolsa. As mulheres (uma na direita e outra, logo a frente, a esquerda) se aproveitaram da ingenuidade

Vítima tinha R$ 9 mil na bolsa

Vítima tinha R$ 9 mil na bolsa

A Polícia Civil de São Gabriel investiga dois casos onde as vítimas são mulheres com mais de 60 anos. Nos dois crimes, os bandidos levaram mais de R$ 14 mil.
A agricultora Maria Araújo da Silva, de 66 anos, foi a que sofreu o maior prejuízo. Ela carregava mais de R$ 9 mil em uma bolsa quando foi atacada por duas mulheres. “Elas pediram informações. Queriam saber onde ficava um brechó. Eu disse que não sabia”, explica.
A mulheres seguiram ao lado da vítima por alguns metros. Juntas, se sentaram em um banco na Praça Tunuca Silveira, em frente ao Supermercado Big Max. “Eu soltei a bolsa. Elas ficaram ao meu lado e, enquanto eu conversa com uma, a outra se aproveitou para pegar o dinheiro”, conta.
As câmera de uma empresa – próximo ao local – flagrou o momento que as mulheres interceptaram a vítima. O rosto de uma delas aparece no vídeo.
Agricultora, Maria explica que o valor furtado é resultado do plantio de arroz em um lote no Assentamento Conquista do Caiboaté. Antes do furto, Maria havia vendido parte da colheita para uma cerealista da cidade e pretendia depositar o valor em uma agência bancária.
O alvo, pessoas acima de 60 anos, não parece ser coincidência. Alguns dias antes, a dona de casa Tânia Maria Vieira Campello, de 67 anos, havia sido roubada em via pública. Os ladrões – dois homens – aproveitaram que a idosa caminhava sozinha pela Rua Laurindo Lopes Nunes e arrancaram dela uma bolsa com R$ 5 mil.
O processo de investigação, nos dois casos, tem várias linhas em seguimento, mas a Polícia Civil não descarta a possibilidade de haver um grupo especialista neste tipo de crime, com foco direcionado para mulheres idosas.

VEJA O VÍDEO

ADOLESCENTE É FLAGRADO ARMADO.

arma de fogo

arma menor
Uma equipe da PATAMO apreendeu, na tarde deste domingo (01/06), na Vila Mariana, um adolescente com um revólver calibre 32 de fabricação argentina. O jovem, de 17 anos, é natural de Júlio de Castilhos e estava em São Gabriel (segundo ele) visitando a namorada. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia e não informou porque portava uma arma de fogo.

ACIDENTE: HOMEM PERDE CONTROLE DE VEÍCULO NA BR-290.

ACIDENTE 2

ACIDENTE
Um jovem, de 29 anos, foi socorrido por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e do Corpo de Bombeiros, de São Gabriel, no começo da noite deste domingo (01/06), na BR-290. O militar Rogério Biscaglia Righi perdeu o controle do automóvel que dirigia e saiu da rodovia, capotando o Audi – A3, placas de São Gabriel, cerca de 30 metros após o acostamento, no meio da vegetação.
Testemunhas contam que Righi teve muita sorte. “Ele percorreu cerca de 100 metros, sem controle, e capotou no meio do mato. Nós retiramos ele das ferragens”, disse o motorista que socorreu e chamou o serviço de socorro.
A vítima ia em direção a Rosário do Sul. Apesar da violência do acidente, Righi não sofreu lesões graves e deixou o carro (antes mesmo da chegada dos bombeiros) consciente. No veículo, foram localizadas várias latas de cerveja. O homem foi mantido em observação no Pronto Atendimento do Hospital de Santa Casa de Caridade.

MAPA DA VIOLÊNCIA 2014: BRASIL REGISTRA RECORDE NA TAXA DE HOMICÍDIOS DESDE 1980.

O Mapa da Violência 2014, realizado pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos e pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, aponta que em 2012 foi registrado no Brasil o maior número absoluto de homicídios desde 1980.
Segundo o levantamento que será lançado nas próximas semanas, 56.337 pessoas foram assassinadas naquele ano, um acréscimo de 7,9% frente a 2011. A taxa de homicídios, que leva em conta o crescimento da população, também aumentou 7%, totalizando 29 vítimas fatais para cada 100 mil habitantes.
As estatísticas referentes a homicídios em 2012, ano mais recente com dados contabilizados, são recordes dentro da série histórica do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, que tem como fonte os atestados de óbito emitidos em todo o País e no qual o Mapa da Violência é baseado.
Para o presidente da Associação Nacional da Indústria de Armas e Munições (Aniam), Salesio Nuhs, o País está imerso em uma grave crise de insegurança pública. “O estudo comprova que a política de segurança atualmente adotada e iniciativas do governo federal, tais como Estatuto do Desarmamento e campanhas de desarmamento, não foram capazes de reduzir os índices de criminalidade no País. Ao contrário, chegaram agora à sua maior taxa, já que apenas visam desarmar o cidadão de bem”, afirma.
Em decorrência das campanhas de entrega voluntária previstas no Estatuto do Desarmamento, mais de seiscentas mil armas de fogo foram retiradas de circulação no Brasil, porém não desarmaram o crime organizado e, ainda, contribuíram para o aumento da ilegalidade.
De acordo com dados do Sistema Nacional de Armas (SINARM), controlado pela Policia Federal, atualmente, mais de oito milhões de armas adquiridas legalmente encontram-se irregulares. Em 2010 havia cerca de nove milhões de armas de fogo com registro ativo. Já em 2014, o número caiu drasticamente para cerca de 600 mil.
O aumento vertiginoso no número de armas irregulares é resultado do burocrático processo para renovar o registro. O Estatuto do Desarmamento, estabelece que a renovação deve ser feita a cada três anos e, após este período, o cidadão que estiver com o registro vencido ficará irregular, mesmo tendo adquirido a arma obedecendo a todos os pré-requisitos.
Esta situação alimenta o comércio ilegal, pois munições legais, em lojas especializadas, cadastradas, controladas e fiscalizadas pelo Exército Brasileiro e Polícia Federal, só podem ser adquiridas se a arma tiver registro ativo e, como milhões não o têm, seus proprietários buscam outras formas para adquirir o produto.
Segundo o representante da indústria de armas e munições, “é preciso admitir que o problema dos homicídios são as atividades criminosas e combate-las com vigor por meio de melhorias nos processos de investigação, no combate a ilegalidade em nossas fronteiras terrestres e aquáticas e no julgamento e condenação dos criminosos. Também é fundamental trabalhar no sentido da legalização das armas, pois o registro estimula a posse responsável”, ressalta.
O aumento na taxa de homicídios também coloca em xeque o discurso de que a culpa da violência é da pobreza, uma vez que ocorre em uma época de forte crescimento de renda no país, com o surgimento da “nova classe média”.
Para o especialista em segurança pública e presidente da ONG Movimento Viva Brasil, Bene Barbosa, a causa principal da violência homicida é a impunidade. “No Brasil, menos de 8% dos crimes de morte são elucidados e é aí que são necessários esforços do poder público. De nada adianta restringir armas para o cidadão comum, que somente as usa para se defender, quando o forte tráfico ilegal de armas e as mortes que ele alimenta não são punidas. É um erro grave, no qual vem se insistindo há mais de uma década, trazendo como resultado um número cada vez maior de homicídios”.

VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO: COLEGAS DE EDUARDO FAZEM PROTESTO E PEDEM CONSCIENTIZAÇÃO.

protesto 1

protesto 2

protesto 3A comunidade escolar dos bairros da zona sul de São Gabriel saiu para as ruas em protesto contra a violência no trânsito. A mobilização é reflexo do acidente ocorrido no sábado passado (24/05), no Bairro Santa Isabel, que resultou na morte do estudante Eduardo Silveira Artifon, de 10 anos. O menino foi atropelado por um automóvel quando caminhava em via pública. O motorista do veículo – Ricardo Siqueira de Mello, de 24 anos – foi detido em flagrante e autuado por homicídio culposo e embriaguês ao volante. Segundo a Polícia, o teste de bafômetro deu 0,49 mg/l na prova e 0,41 mg/l na contra prova.
Na data que o Município disputou o Dia do Desafio, o desafio para os colegas de Eduardo foi provocar na sociedade um momento de reflexão. Com cartazes, as crianças alertaram para o perigo da combinação bebida e volante. “Se beber, não dirija”, pediram os estudantes da Escola Municipal Assis Brasil, da Vila Santa Brígida, onde o menino estudava.
A caminhada – com alunos, professores, funcionários e familiares de Eduardo – percorreu ruas do bairro e trechos da RS 630 com o acompanhamento da Brigada Militar. Além do alerta, a diretora da instituição, professora Clezia Terezinha Jacobsen, disse que o ato simbolizou uma homenagem ao aluno, considerado uma criança muito querida por todos.
“Na escola, era um bom aluno, inteligente, humilde, carinhoso e participativo. Sempre disposto a ajudar os colegas. A homenagem foi para demonstrar o nosso carinho por ele e ao mesmo tempo conscientizar todos sobre os cuidados no trânsito. Nossa escola está de luto, entristecida pela ausência deste querido aluno que ficará eternamente na nossa lembrança e em nossos corações”, comentou a diretora.
ENTENDA O CASO
O acidente aconteceu na Rua Liara Souto Pereira, no Bairro Santa Isabel, próximo ao Balneário do Weber. Ricardo disse que perdeu o controle do veículo ao desviar de um cavalo que estava no meio da rua. Ele conta que o carro invadiu uma valeta e capotou. O motorista só notou que havia atropelado a criança depois que saiu do veículo.
Nas suas declarações, Ricardo conta que acionou o SAMU e o Corpo de Bombeiros. No entanto, o menino (e ele) foi levado para o Hospital em um automóvel particular.

SEGURANÇA: POZZOBOM DIZ QUE INSTALAR POLICIAIS MILITARES EM GINÁSIOS É DESRESPEITO COM A BM.

O líder da Bancada do PSDB na Assembleia Legislativa, deputado Jorge Pozzobom, sugeriu hoje, durante a sessão plenária, a elaboração de um documento em nome do Parlamento gaúcho em favor dos policiais militares do interior gaúcho destacados para atuarem em Porto Alegre durante a Copa do Mundo. Parte do efetivo destacado está acomodado improvisadamente em um ginásio municipal, sem estrutura adequada.
Ao todo, foram destacados do interior cerca de 2 mil soldados para garantir a segurança durante a realização do evento. “Retirar os nossos brigadianos lá do interior, de dentro das suas casas, e colocar todos eles empilhados dentro de um ginásio é faltar com o respeito a instituição Brigada Militar. Queremos que o governo tenha respeito absoluto à dignidade dos nossos brigadianos. O brigadiano coloca em risco a própria vida para salvar as nossas vidas. Quem sabe possamos, de maneira institucional, redigir um documento que não seja de governo, nem de oposição, mas a favor da nossa Brigada Militar”, afirmou.

AUDIÊNCIA PÚBLICA EM BRASÍLIA TRATA DAS SOLUÇÕES PARA COMBATE AO CRIME DE ABIGEATO.

ABIGEATO
O crescimento da incidência do crime de abigeato no país, em especial no Rio Grande do Sul e as estratégias de enfrentamento, foi abordagem da audiência pública na Comissão da Agricultura, em Brasília, no dia 27. O evento foi proposto pelo deputado federal Afonso Hamm (PP-RS), que é autor do Projeto de Lei 6999/2013, que trata do crime de abigeato e o comércio de carne e outros alimentos sem procedência legal.
Hamm comentou que a ideia de elaborar a legislação surgiu durante audiência pública, em 2013, na Câmara de Vereadores de Bagé, no sentido de penalizar de forma mais rígida os criminosos, aumentando as penas aos criminosos, de dois a oito anos e as multas de R$ 500 a R$ 1.000,00 por dia. “A ideia é frear os prejuízos aos criadores dos animais, assim como, para a população em geral, já que se trata de uma questão de segurança alimentar em relação à saúde das pessoas”, argumenta.
O projeto, que trata da penalização maior do crime de abigeato, furto de animais e abate clandestino, está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça e já teve parecer favorável do relator, deputado Espiridião Amim. Durante audiência ele relatou que se trata de iniciativa legislativa pertinente e constitucional. “No aspecto de cidadania a proposta vem ao encontro da salvaguarda da saúde pública e direito de propriedade”, opinou Amin.

AÇÕES INTEGRADAS
O vereador Antenor Teixeira (PP), que tem coordenado os fóruns na região de fronteira, demonstrou a preocupação quanto às incidências desse crime. Ainda abordou sobre o trabalho que é realizado elo ACINSER – Ações Integradas de Segurança Rural, criado na região da campanha em 2003, com integração de órgãos de segurança e entidades privadas. O objetivo é trabalhar na redução e combate aos crimes ligados à cadeia produtiva da carne. Entre as preocupações citadas pelo vereador é a falta de infraestrutura e viaturas para as ações de combate. Ele exemplificou que Bagé tem uma patrulha rural que atende oito municípios. Teixeira demonstra otimismo com o PL no sentido de efetivar maior penalização a quem comete o crime.
O secretário executivo do Comitê de Enfrentamento ao Abigeato e abate irregular de animais da Secretaria de Segurança do RS, delegado de Polícia, Carlos Alberto Sant’Ana da Rosa, comentou que as ações do Comitê, durante um ano, desde a sua criação já resultaram na redução em 15% do número de abigeatos, sendo que o trabalho está presente em 42 municípios. Uma das ações do Comitê é incentivar os produtores para que façam os registros sobre as ocorrências de furtos em suas propriedades com intuito de estabelecer a real situação em relação ao crime. Ainda relatou que o Acinser serviu de exemplo para estender as ações a todo Estado. Também abordou que a preocupação é quanto ao tráfego na fronteira seca com o Uruguai e as quadrilhas que são formadas. Neste sentido, informa que o Governo do Estado investiu com R$ 44 milhões no reaparelhamento dos municípios de fronteira.
O proponente da audiência relatou que dados da Secretaria de Agricultura do RS apontam que em 2013, 20% dos abates de carne foram clandestinos, o que representa 500 mil animais. Em 2012, foram registradas quase sete mil ocorrências policiais de abigeato. “Estimasse que a perda da economia gaúcha, por ano, com o furto e roubo de gado, ultrapassa R$ 1 bilhão”, conclui.
As ponderações também ficaram a cargo do Coordenador-Geral de Inspeção – CGI/DIPOA/SDA/MAPA, Luiz Marcelo Martins Araújo; Coordenador-Geral das Câmaras Setoriais e Temáticas da Secretária de Agricultura do Rio Grande do Sul, representando o Conseagri, Edegar Franco de Franco; assessor técnico da Comissão de Pecuária de Corte da CNA, Paulo Sérgio Mustefaga; presidente da Comissão de Assuntos Fundiários da Farsul, Paulo Ricardo Dias; presidente da Associação Brasileira de Frigoríficos – Abrafrigo, Péricles Salazar; presidente da Azonasul, prefeito de Herval Ildo Salaberry e vereador de Santana do Livramento, Danubio Barcellos.
O evento também foi prestigiado pelos deputados e pelo prefeito de Anta Gorda, Neori Vecchia; prefeito de São Gabriel, Roque Montagner; Secretário de Indústria e Comércio de São Gabriel, Aljaci Brito; representante do deputado Frederico Antunes, Sandro Pereira e vereador de Dom Feliciano, Luís Fernando Couto.

APROVADO PORTE DE ARMAS FORA DE SERVIÇO PARA GUARDAS PRISIONAIS.

O Senado aprovou, na quarta-feira (21/05), o porte de arma para agentes e guardas prisionais, assim como para guardas portuários, fora do horário de serviço. De acordo com o texto, os profissionais ficam autorizados a portar arma de fogo particular ou fornecida pela repartição. Para tal, os profissionais têm que se submeterem a um regime de dedicação exclusiva; devem passar por formação funcional; e se sujeitarem a mecanismos de fiscalização e de controle interno.

A proposta é de autoria do Poder Executivo e sofreu modificações na Câmara dos Deputados. Originalmente, o texto concedia o benefício somente aos agentes e guardas prisionais. O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) incluiu os guardas portuários na proposição.

O projeto, que segue para sanção presidencial, é fruto do pleito das categorias que representam guardas e agentes. Esses profissionais, sustenta a proposição, passam por situações de perigo principalmente fora do estabelecimento em que desenvolvem suas atividades.

Em 2013, centenas de agentes penitenciários acamparam por semanas em frente ao Congresso em defesa do pedido.

MAIS DE 40 ADOLESCENTES EM FESTA COM BEBIDA ALCOÓLICA LIBERADA.

bebidas 3

bebidas 1

Festa aconteceu na sede da Associação de Moradores, na parte de trás do CAPS

Festa aconteceu na sede da Associação de Moradores, na parte de trás do CAPS

A Brigada Militar de São Gabriel flagrou mais de 40 menores de idade ingerindo bebidas alcoólicas em uma festa particular na sede da Associação de Moradores do Bairro Três de Outubro (antigo casarão), localizada no terreno onde funciona o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), na Rua Laurentino Batista, no Bairro Três de Outubro. Conforme a BM, mais de 100 pessoas foram encontradas no local. De acordo com o policiamento, os adolescentes foram encaminhados para a Delegacia de Polícia e só foram liberados na presença de representantes legais e do Conselho Tutelar.
Segundo a Brigada Militar, não havia alvará para funcionamento do estabelecimento e o local não oferecia condições para reuniões com grandes aglomerações. Além da bebida, localizada em vários pontos da sede da associação, os PMs flagraram as duas portas de emergência trancadas e a inexistência de extintores de incêndio.
A ação policial ocorreu após várias denúncias de moradores da região. As pessoas comemoravam o aniversário de uma jovem de 19 anos. A maioria dos convites foi feita pelo Facebook. Embora muitas pessoas tenham contribuindo para a realização do evento, somente a aniversariante assumiu o compromisso. Ela responderá em liberdade pelo crime de fornecer bebida alcoólica para menores.
Todos, do proprietário de um bar ao maior de idade, podem ser punidos com pena de 2 a 4 anos, conforme artigo 243 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), lei 8.069/90, que estabelece penas para quem vender, fornecer ainda que gratuitamente, ministrar ou entregar, de qualquer forma, a criança ou adolescente, sem justa causa, produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica, ainda que por utilização indevida.
E MAIS: Durante a ação policial, foi apreendido um menor por desobediência e desacato. Segundo a Polícia, o número de garrafas encontradas vazias era três vezes maior que o das localizadas ainda cheias.

ASSENTADOS SÃO DETIDOS COM DROGA E REVÓLVER.

 

Tiago e Vitor Hugo

Tiago e Vitor Hugo

Jocemar era o responsável pela segurança

Jocemar era o responsável pela segurança

Uma equipe da PATAMO prendeu na manhã desta segunda-feira (26/05), na Rua Juca Tigre, três homens acusados de atuar no comércio de entorpecentes. Foram detidos Vitor Hugo Batista de Almeida, 28 anos; Tiago Rodrigues da Rosa, 25, ambos naturais de Novo Hamburgo; e Jocemar Batista Silva, 29, de Erval Seco. Os três foram abordados (em atitude suspeita) com uma pequena quantidade de maconha e um revólver calibre 38. De acordo com os policiais, os elementos são investigados por envolvimento com o tráfico de drogas na região do Assentamento Conquista do Caiboaté.

O elemento, identificado pelo nome de Jocemar, confirmou que o grupo é assentado em São Gabriel. Com ele, os policiais encontraram um revólver calibre 38 (municiado). O homem era responsável por garantir a segurança do trio.

CRIANÇA MORRE ATROPELADA EM ACIDENTE NO BAIRRO SANTA ISABEL.

acidente 2acidente 1

Ricardo Siqueira de Mello

Ricardo Siqueira de Mello

Uma criança morreu atropelada no final da tarde deste sábado (24/05) na zona sul de São Gabriel. O menino Eduardo Silveira Artifon, de 8 anos, foi atingido por um automóvel quando transitava em via pública. O menino foi levado para o Hospital de Santa Casa de Caridade, mas, segundo o policiamento da Brigada Militar, já chegou no local sem vida.
O Policiamento da Brigada Militar prendeu, em flagrante, no Hospital, o motorista do veículo. Foi detido Ricardo Siqueira de Mello, de 24 anos. Ele admitiu que havia ingerido bebida alcoólica. O teste de bafômetro deu 0,49 mg/l na prova e 0,41 mg/l na contra prova. O jovem foi autuado por homicídio culposo e embriagues no volante. Neste momento, ele encontra-se detido em uma cela na Delegacia de Polícia. Segundo os policiais, Ricardo será encaminhado na manhã de domingo para o Presídio Estadual.
O acidente aconteceu na Rua Liara Souto Pereira, no Bairro Santa Isabel, próximo ao Balneário do Weber. Ricardo disse que perdeu o controle do veículo ao desviar de um cavalo que estava no meio da rua. Ele conta que o carro invadiu uma valeta e capotou.  O motorista só notou que havia atropelado a criança depois que saiu do veículo.
Nas suas declarações, Ricardo conta que acionou o SAMU e o Corpo de Bombeiros. No entanto, o menino (e ele) foi levado para o Hospital em um automóvel particular.

VIOLÊNCIA EM FRENTE À DELEGACIA DE POLÍCIA: ADOLESCENTE QUE TENTOU MATAR HOMEM NA PORTA DA DP É INTERNADO NA FASE.

Imagens ajudaram a revelar os envolvidos nas agressões

Imagens ajudaram a revelar os envolvidos nas agressões

O Juizado da Infância e da Juventude de São Gabriel acatou representação do Ministério Público e determinou a internação provisória de um adolescente envolvido em uma tentativa de homicídio ocorrida em frente ao prédio da Delegacia de Polícia da cidade. O crime aconteceu na madrugada do dia 20 de abril. Outros cinco envolvidos aparecem em imagens gravadas pela câmera segurança da DP. Três foram presos em flagrante no mesmo dia.
De acordo com o MP, o encaminhamento do menor foi feito por agentes da Polícia Civil de São Gabriel nesta sexta-feira (23/05), sendo o adolescente encaminhado para a Fundação de Assistência Sócio-Educativa (FASE), em Santa Maria.
Segundo o Ministério Público, a medida extrema mostrou-se necessária em razão dos antecedentes do adolescente, bem como por se tratar de tentativa de homicídio triplamente qualificado, pois os agressores encurralaram a vítima na porta da Delegacia em superioridade numérica, impedindo sua defesa, agiram por motivo torpe, para vingarem-se de desentendimento banal havido no interior de um clube, bem como utilizaram-se de meio cruel, consistente no apedrejamento da vítima, não tendo consumado o homicídio em razão da imediata chegada da Brigada Militar.
No dia do crime, uma equipe da PATAMO deteve, no local, os elementos Valmir Polini Rodrigues Júnior, 26 anos; e Geovane de Oliveira Miranda, 22. Em casa, na Rua do Salso – Vila Mariana, foi preso o militar Rafael Pereira Rodrigues, de 19. Dois dos envolvidos foram libertados na primeira quinzena de maio e responderão em liberdade.
A Polícia Civil ainda investiga o caso. Duas agressores ainda não foram identificados.
A violência começou na saída de um clube na Rua General Mallet, centro da cidade. Um rapaz teria tentado esfaquear a vítima Giovani Machado. Uma segunda vítima, vizinha de Machado, se envolveu na briga tentando impedir as agressões e acabou sendo atingida por uma folha de telha de amianto e uma tentativa de estocada. O golpe, com a faca, acertou de raspão o abdômen.

AGRESSÕES NA PORTA DA DELEGACIA
Os dois homens fugiram em direção a Delegacia de Polícia. Durante o trajeto, os agressores jogavam pedras. Perto das vítimas, a mulher de um deles testemunhou tudo.
Imagens das câmeras de segurança da Delegacia de Polícia revelam a violência, a falta de remorso dos agressores e o desrespeito com a polícia. Giovani Machado foi massacrado com chutes e pedradas sentado em frente ao prédio da DP enquanto aguardava a porta de acesso a recepção do Plantão ser aberta.
Por cerca de um minuto, antes que uma unidade da PATAMO chegasse, a vítima suportou ponta pés e pedradas (algumas pesando mais que um quilograma) pelo corpo todo. Machado ficou caído no local. Ele foi socorrido pelo brigadianos e encaminhado para o Pronto Atendimento 24 Horas do Hospital de Santa Casa. Apesar da violência, ele foi liberado no mesmo dia.

MÃE ERA MANTIDA PRESA NA PRÓPRIA CASA.

PRESO EDUARDOUm homem de 31 anos foi preso pela equipe feminina do Cartório Especializado na semana passada. Eduardo Barros Charão (foto) foi detido, por determinação Judicial, após manter a mãe – A.M.B.C. – em cárcere privado por vários dias. A mulher, de 50 anos, era impedida de manter contato com pessoas fora do ambiente que residia e de circular no próprio pátio. Contra Charão também pesam denúncias de violência física.
Caso de violência doméstica. Desde novembro de 2013, Charão era proibido de se aproximar da mãe. No ano passado, após investigações da equipe feminina da Polícia Civil, foi constatado que o homem mantinha a família sob o domínio do medo. Constam na lista de vítimas, além da mãe, a irmã, de 22, e a avó, de 86 anos. O acusado acabou sendo preso e encaminhado para o Presídio Estadual, onde permaneceu até abril deste ano.
Apesar de existir uma medida protetiva, que impedia a aproximação do filho, a mãe acabou permitindo que Charão retornasse para a casa após deixar a cadeia. O tempo de prisão não fez com que o filho mudasse a maneira de agir.
Na quinta-feira  passada (15/05), a família voltou a pedir socorro.  De acordo com a denunciante, o homem passou a impedir o contato de A.M.B.C. com outras pessoas. A irmã tentou intervir e acabou sendo agredida. A mãe confirmou a violência e relatou o que acontecia dentro de casa, muitas coisa, por causa do processo, a reportagem não foi autorizada a publicar.
Charão tem um histórico de uso de drogas, bebidas e medicamento controlado. Ele foi encaminhado, mais uma vez, para o Presídio Estadual. No bairro onde morava com a mãe, na Rua Walter Ávila – Santa Regina, a atitude dele sempre foi vista com suspeita. A prisão não causou surpresa.

LADRÃO ESFAQUEIA VÍTIMA E FOGE COM DINHEIRO.

capa - agressões antonio marcos (blog)
Com um braço enfaixado e outro sem conseguir movimentar, e ainda com escoriações pelo corpo todo, o serviços gerais Antônio Marcos Simões, de 40 anos, corre atrás de Justiça, sem ainda saber o que de imediato os órgãos de segurança pública podem fazer por ele. O homem foi assaltado na noite quinta-feira (15/05), por volta de 21h30, quando caminhava pelo bairro onde mora. O ladrão, segundo ele, é um morador da própria comunidade e já teria assumindo publicamente as agressões e o roubo através de uma rede social.
A Polícia Civil de São Gabriel está investigando o caso. De acordo com os policiais, o caso foi repassado para o setor de investigação somente no meio de semana, por isso, poucas respostas para o crime aparecem neste momento.
Antônio conta que estava indo em uma armazém quando foi atacado pelo agressor. A violência aconteceu na Rua São Pedro, no Bairro Élbio Vargas. “Não tenho problemas com ele. Não sei porque me atacou e porque me agrediu”, comentou a vítima.
SEM REAÇÃO
A vítima não teve como reagir. Antônio, há alguns dias, havia se envolvido em um acidente na empresa que trabalha. Ele teve múltiplas quebraduras no braço direito. Quando foi assaltado, estava com o membro imobilizado.
Segundo a vítima, mesmo assim, o assaltante investiu contra ela com uma faca. “Ele tentou duas vezes acertar o meu peito. Os golpes cortaram a jaqueta”, disse.
Antônio caiu e, no chão, foi espancado pelo agressor. “Eu consegui levantar e sair correndo. Pedi socorro…”, finalizou.
A vítima foi encaminhada para o Hospital de Santa Casa de Caridade, onde o médico optou por retirar o gesso do braço direito, pois teria que imobilizar o esquerdo, por causa dos cortes.
O agressor fugiu levando um boné e o dinheiro (cerca de R$ 160) que Antônio tinha na carteira.

AÇÃO CONJUNTA “DERRUBA” VENDA DE DROGAS NA ZONA NORTE DA CIDADE. FORAM DETIDOS UM CASAL E UMA ADOLESCENTE.

tráfico - antonio mercado

prisão crack

A Polícia Civil – equipe antinarcóticos, em ação conjunta com a PATAMO, prendeu em flagrante três jovens acusados de participarem de um esquema de distribuição de drogas na cidade. Foram detidos Andryo Vinícius da Silva Bastos, de 25 anos; Denise Soares Dias, de 22; e uma menor de idade, de 17.  A prisão aconteceu em uma residência na Rua Antônio Mercado, no acesso aos bairros Três de Outubro e São Clemente.
Os policiais receberam informações anônimas sobre a ação. A menor, natural de Esteio, chegou ao Município no domingo (18/05) e é apontada como a responsável trazer a droga para a cidade.
Segundo o policial, Idel Barcelos, a adolescente começou a ser monitorada desde a rodoviária municipal a sua chegada na residência de Andryo. O movimento de pessoas no local reforçou a tese de que casa era utilizada como ponto de venda de drogas. “Abordamos duas mulheres que saiam da casa, na noite de hoje (segunda-feira), e com uma deles encontramos 10 pedras de crack. Ela admitiu que a droga foi comprada no local”.
No interior da residência, os policiais encontraram 325 pedras de crack, 29 buchas de cocaína e 23 gramas de cocaína (sem embalagem). Também foram apreendidos R$ 496.
O casal foi autuado em flagrante por tráfico e encaminhado para o Presídio Estadual. A menor foi entregue para o Conselho Tutelar.

JUSTIÇA LIBERA “ACUSADO” ANTES MESMO DE SER CAPTURADO.

cavalinho - fugaA Justiça de São Gabriel liberou alvará de soltura de um “suspeito” de envolvimento com tráfico de drogas antes mesmo de ele ser preso. A decisão foi comunicada à Polícia Civil no domingo (18/05), um dia após o elemento Marcelo Moreira Vieira, de 28 anos, conhecido pelo apelido de Cavalinho, ter fugido do interior de uma viatura da PC quando era conduzido para o Presídio Estadual.
Cavalinho foi preso junto com acusado Ricardo Cauan Lemos Estrela, de 29 anos, em sua residência, na Rua Bento Martins, no Bairro Passo da Lagoa. De acordo com a Polícia Civil, Ricardo trazia de Rosário do Sul cerca de 230 gramas de crack e foi flagrado fazendo a entrega do entorpecente para o acusado.
No mesmo pátio, numa residência localizada nos fundos, policiais da PATAMO e equipe antinarcóticos encontraram quatro gramas de cocaína com um menor de idade. O adolescente admitiu que a droga pertencia a elemento Cavalinho e que recebia R$ 50 por semana para manter o material escondido. Na mesma casa, os agentes encontraram uma balança de precisão.
A delegada plantonista determinou a prisão em flagrante dos dois acusados de tráfico. Ambos permaneceram detidos na Delegacia de Polícia entre 20h de sexta-feira (16/05) e tarde de sábado (17/05). Cavalinho foi incluído numa lista de foragidos após pular de uma viatura da Polícia Civil quando era levado para o Presídio Estadual. Ele saiu desta relação no dia seguinte, quando a Justiça determinou a sua soltura (mesmo sem ter sido preso). Ricardo – que já havia sido encaminhado para a Casa Prisional – continua encarcerado.

INDIGNAÇÃO
Responsável pela prisão, um integrante da equipe antinarcóticos relatou, através de uma rede social, a indignação com a decisão da Justiça.
LEIA O RELATO: No inicio da noite de ontem (sexta-feira), recebemos uma informação que o indivíduo Ricardo (conhecido viciado em crack) estaria em Rosário do Sul com objetivo de trazer quantidade expressiva de crack para o traficante Marcelo.
Juntamente com o colega Nasion, fui em direção a Rosário do Sul e, próximo ao Restaurante Paradouro, visualizei o veículo tripulado por Ricardo (Renault Megane). Retornamos em perseguição ao veiculo mencionado chegando a alcançar 170km/h em uma viatura com os pneus em péssimo estado, inclusive aparecendo os arames, pondo em risco a minha vida e a de meu colega.
Ricardo reside próximo ao trevo de acesso a cidade, mas curiosamente não dirigiu-se para sua casa e sim para casa de Marcelo.
Neste momento, policiais militares (PATAMO) também tinham conhecimento da situação. No momento em que Ricardo entrou no pátio da casa de Marcelo, foi abordado e com ele foi encontrado mais ou menos 230 g de crack, equivalente a 2.300 pedras que seriam consumidas por jovens e adolescentes.
No momento que Ricardo entrou no pátio, Marcelo veio de encontro ao mesmo para receber a droga e os dois foram surpreendidos. Ricardo confessou que estava transportando a droga para Marcelo (conhecido traficante da cidade). Também, no local, foi encontrada uma balança e mais uma certa quantidade de cocaína, que estava com um menor que confessou em seu depoimento que a droga e a balança não lhe pertenciam e sim a Marcelo (que lhe pagava R$ 50,00 por semana para guardar drogas e a balança).
Resumo: A delegada plantonista determinou que fosse lavrado o auto de prisão em flagrante, o que foi feito. Hoje (sábado), no momento em que Marcelo estava sendo conduzido para o Presídio, abriu a porta da viatura e se atirou, e logo após empreendeu fuga. Mesmo estando na condição de foragido, recebeu alvará de soltura sem mesmo ter sido preso. Quanto a Ricardo, que passou a cerca de 20 metros de sua casa com 230g de crack e não chegou à mesma, indo direto para casa de Marcelo, ficou preso. Ricardo reconheceu o erro, confessou e falou a VERDADE em seu depoimento, o que também fez o menor que se encontrava acompanhada da mãe. Já MARCELO (diz ser inocente), embora tenha se jogado de uma viatura em movimento para fugir, este foi posto em “liberdade”. Esta é “JUSTIÇA” com qual convivemos.

TRAFICANTE FOGE (DEPOIS DE PRESO) ANTES DE SER ENTREGUE NO PRESÍDIO.

Cavalinho foi detido na sexta-feira

Cavalinho foi detido na sexta-feira

O traficante Marcelo Moreira Vieira, de 28 anos, conhecido pelo apelido de Cavalinho, fugiu da polícia no final da tarde deste sábado (17/05) quando estava sendo levado para o Presídio Estadual de São Gabriel.  Segundo fontes, Cavalinho teria se jogado de uma viatura e escapado aproveitando o movimento de veículos no local. Agentes policiais ainda tentaram recapturar o preso, mas ele acabou não sendo encontrado.
Cavalinho havia sido detido na noite anterior, em casa (na rua Bento Martins), por agentes da equipe antinarcóticos da Polícia Civil e Policiais Militares da PATAMO. Os policiais detiveram ele e Cauan Lemos Estrela, de 29 anos, acusados de envolvimento com tráfico de drogas. Também foi detido – numa residência no mesmo terreno –  um adolescente (de 17 anos), que utilizava, há algum tempo, a casa dos mais como esconderijo para partes da droga. O menor recebia R$ 50, por semana, para manter em segredo o entorpecente e uma balança de precisão.

Ricardo trazia a droga

Ricardo trazia a droga

Uma denúncia anônima chamou a atenção da polícia para a ação dos traficantes. De acordo com o policial Idel Barcelos, o veículo dirigido por Marcelo vinha sendo monitorado por policiais rodoviários de Rosário do Sul e por policiais de São Gabriel. “Uma denúncia revelou que ele traria drogas para a cidade”, comentou.
CAMPANHA - De longe, os policiais acompanharam as ações de Marcelo em São Gabriel. Quando chegou na cidade, no começo da noite de sexta-feira (16/05), os agentes aguardaram o momento do encontro, dele com Cavalinho, para efetuar a prisão. Com eles, os policiais encontrara, 238 gramas de crack (uma única pedra escondida em uma meia). Na casa do menor, a Polícia Civil encontrou uma balança de precisão e quatro gramas de cocaína.
Marcelo foi encaminhado no final da tarde para o Presídio Estadual. Cavalinho escapou antes de ser encarcerado.

 

O material apreendido

O material apreendido

 

PRISÃO EM 2011: Cavalinho foi levado para o Presídio Estadual

PRISÃO EM 2011: Cavalinho foi levado para o Presídio Estadual

HISTÓRIA DE ENVOLVIMENTO COM O TRÁFICO
Marcelo, ou Cavalinho, tem um histórico de envolvimento com o tráfico de drogas. Em 2011, ele foi detido por agentes da equipe antinarcóticos apontado com um dos principais articuladores do tráfico na região leste da cidade.  Cavalinho amargou um tempo de cadeia.
No final do ano passado, foi a vez do irmão dele.  Éder Moreira Vieira, de 33 anos, conhecido por Cavalo Azul, foi detido por PMs da PATAMO após uma perseguição que começou na frente da casa de Cavalinho. Éder tentou se desfazer de 25 gramas de crack, jogando a droga fora, mas o material foi encontrado e ele foi preso em flagrante. Uma mulher, que estava junto e dirigia o carro, também foi detida.

QUADRILHA DE FURTOS PODE ESTAR “ORGANIZADA” EM ASSENTAMENTO NO SODRÉ.

equipe abigeato

De janeiro a maio deste ano, no interior do Município, foram identificadas – pelo menos – quatro vítimas de ataques de quadrilhas especializadas em furtos a residências. A Polícia Civil de São Gabriel reforçou ações em duas regiões consideradas foco das atividades do grupo de bandidos. Uma equipe do setor de combate ao abigeato tem trabalhado nas investigações de ataques a propriedades nas localidades de Azevedo Sodré e Pau Fincado.
O policial Paulo Adriano, da equipe de combate ao abigeato, explica que as vítimas são grandes produtores e proprietários de estabelecimentos rurais de grande porte, por isso mesmo,  acabam chamando a atenção dos bandidos. “Eles procuram atacar locais que possibilitem grandes lucros. Onde vai ser fácil encontrar objetos de valor”, comenta.
A Polícia Civil identificou um dos envolvidos no esquema de furto e venda de objetos subtraídos ilegalmente de propriedade particulares. De acordo com os policiais, um pequeno produtor do Assentamento Guajuviras, no Azevedo Sodré, é tratado como peça importante para a desarticulação das atividades criminais naquela região do Município.
Com ele, a Polícia Civil encontrou, no começo da semana, talheres de prata, estojos de facas, receptor de parabólica, varas de pescar e uniformes camuflados do Exército Brasileiro. O material estava escondido em uma pequena residência no Assentamento. Os policiais estão mantendo a identidade do suspeito em sigilo porque as investigações ainda continuam em curso. “Mas é evidente a participação dele nos crimes, seja como autor ou receptador”.
O material apreendido foi reconhecido por quatro vítimas. Mas é apenas uma pequena parcela dos furtos. Na relação de objetos que sumiram, os policiais revelam itens de grande valor. “Estes, com certeza, foram vendidos. Os bandidos acabam ficando apenas com os de baixo valor, em casa, para reaproveitamento. O que dá dinheiro mesmo, é vendido… passado adiante”, explicam.
AUDACIOSOS – Os bandidos são audaciosos. Os crimes, na maioria dos casos, acontecem mesmo com a presença de funcionários e proprietários nas residências. “Em 90% dos casos, ou até mais, as casas foram invadidas quando os donos estavam no local. Chama atenção que, em alguns registros, os ladrões percorrem grandes extensões de campo, parecendo não temer serem vistos”.
Mas eles deixam rastros. Nos furtos são utilizados veículos e, para entrar nas residências, quebram janelas e vidraças. Em um destes casos, as digitais ficaram expostas nos vidros quebrados. “Estamos esperando chegar o resultado da perícia feita pelo Instituto Geral de Perícias (IGP). Com ela em mãos, vamos saber quem invadiu a residência”.
FURTOS DE ARMAS – A mesma equipe investiga paralelamente casos de furtos de armas. Segundo os policiais, parece não haver relação entre uma e outra quadrilha, mas os crimes estão acontecendo nas mesmas regiões.
Como tudo indica haver a participação de assentados da Reforma Agrária nos esquemas, a Polícia Civil encaminhou informações dos casos para o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA).

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.612 outros seguidores