ACIDENTE GRAVE DEIXA QUATRO PESSOAS FERIDAS NA BR-290.

Motorista do Ford Verona ficou preso nas ferragens

Motorista do Ford Verona ficou preso nas ferragens

ac2-blog

Depois da colisão, caminhonete saiu da pista

Depois da colisão, caminhonete saiu da pista

ac4-blog

ac5-blog
Uma colisão, envolvendo dois veículos, deixou quatro pessoas feridas na BR-290 na noite desta terça-feira (30/09), por volta de 21 horas. O acidente aconteceu no quilômetro 448,5, cerca de 10 quilômetros do Banhado do Inhatium, em direção a Rosário do Sul. Os feridos foram retirados dos automóveis ainda conscientes.
Na caminhonete Chevrolet Spin, placas de Porto Alegre, estavam três pessoas (um homem e duas mulheres). A identidade delas não foi divulgada. No outro veículo – Ford Verona, placas de Santana do Livramento – estava Carlos Alberto Nunes Susviela, de 50 anos. O Corpo de Bombeiros teve dificuldades para retirá-lo das ferragens. O automóvel ficou com a parte frontal (do motorista) completamente destruída.
As vítimas foram atendidas no local e encaminhadas por equipes do SAMU e o Corpo de Bombeiros para o Hospital de Santa Casa de São Gabriel. O trânsito ficou interrompido por cerca de uma hora. Duas filas se formaram, uma em direção a Rosário do Sul e outra no sentido São Gabriel. A escuridão do local foi substituída pelas luzes de faróis de carros, caminhões e ônibus. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) liberou o trânsito após a retirada dos dois automóveis do local do acidente.
A polícia acredita que o motorista do Ford Verona tenha perdido o controle do veículo. O carro – que seguia em direção a Rosário do Sul – teria invadido a pista contrária e batido de frente com a caminhonete que vinha em direção oposta. O Verona ficou no meio da pista. A Chevrolet Spin saiu da rodovia, percorreu alguns metros na lateral e trancou no meio da vegetação.

CORPO DE BOMBEIROS FARÁ BUSCAS NESTE DOMINGO COM AUXÍLIO DE MERGULHADORES.

afogado - talarico 3O Corpo de Bombeiros realizará buscas com auxílio de mergulhadores de Santa Maria na barragem de uma propriedade no Azevedo Sodré, interior de São Gabriel, na manhã deste domingo.  No local, um bote com três pessoas virou e um jovem de 21 anos desapareceu. Bruno Talarico estava com amigos participando de uma pescaria. Na página dele, no Facebook,  amigos estão deixando mensagens. A maioria ainda acredita que o rapaz possa ser localizado com vida.

BOTE VIRA E HOMEM DESAPARECE NA ÁGUA. BOMBEIROS REALIZAM BUSCAS NO SODRÉ.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros realiza buscas, neste momento, em um açude em um propriedade na região de Azevedo Sodré, interior de São Gabriel. No local, um bote virou e uma pessoa desapareceu na água. Outro homem conseguiu sair nadando e ligou para o socorro. Os dois participavam de uma pescaria.

CONFLITO ENTRE FAMÍLIAS TERMINA COM HOMEM BALEADO NO MORRO DO SABIÁ. PM (A PAISANA) TERIA EFETUADO VÁRIOS DISPAROS DE ARMA DE FOGO.

BALEADO 3

A Polícia Civil de São Gabriel abriu inquérito para apurar uma tentativa de homicídio envolvendo um Policial Militar. O fato aconteceu no início da tarde de quinta-feira (25/09), por volta de 12h 15min, em um beco de acesso a Rua Francisco Silva, no Bairro Bom Fim, região conhecida como Morro do Sabiá.  O PM Lúcio Antônio da Silva Lopes, de 46 anos, efetuou diversos disparos contra o vizinho do seu filho. Ele teria descarregado uma pistola de 15 tiros, recarregado, e voltado a atirar na tentativa de alvejar André dos Santos Avila, de 33 anos. Uma bala atingiu Avila no ombro.
A perícia dificilmente apontará o número exato de disparos, uma vez que, além dos projéteis que atingiram o veículo de Avila, outros teriam sido disparados na direção de um campo. Isso tudo, no entanto, ainda está sendo investigado pela polícia e são informações de testemunhas.

Para chegar em casa, Avila tinha que passar pela casa dos familiares de Da Silva. No relato feito na DP, o PM garante que estava sentado em casa e que a vítima teria tentado lhe atropelar.

Para chegar em casa, Avila tinha que passar pela casa dos familiares de Da Silva. No relato feito na DP, o PM garante que estava sentado em casa e que a vítima teria tentado lhe atropelar.

Levantamento fotográfico mostra que balas atingiram o automóvel e uma delas se alojou no volante do veículo (veja foto). No depoimento da vítima, feito na manhã desta sexta-feira (26/09), ele disse que se abaixou no interior do automóvel ao notar que o PM estava armado. “Ele conta que deitou no banco do carro e acelerou o veículo em linha reta. A bala que atingiu o volante teria acertado ele nas costas se não fosse a decisão dele de se abaixar”, concluiu o policial.

POR QUE TUDO ISSO?
A desavença é resultado de um conflito familiar que começou com o envolvimento de crianças das duas famílias. A situação piorou na quarta-feira (24/09), quando Avila parou o carro em frente a casa de Júlia Dantas (nora do PM Da Silva) e a questionou sobre uma ação policial de busca e apreensão de uma arma de fogo que, segundo ele, teria sido motivada por uma denúncia feita pela irmã de Júlia.
Mano – que é filho do PM – teria reagido a abordagem com violência, utilizando um faca e um facão para tentar agredir a vítima. Na ocorrência policial registrada na DP da cidade, Ávila garante que não chegou a ser agredido porque houve a interferência de outras pessoas. O PM Da Silva (que presta serviços em Rio Grande), na declaração da vítima, chegou atirando e sem conversar.

A VERSÃO DO PM
O Policial Militar garante que atirou porque o motorista jogou o carro em sua direção. De acordo com o depoimento (dado na manhã de sexta-feira), um dias antes, Ávila já havia tentado atropelar a nora e o neto de Da Silva.
O caso está sendo investigado. O PM se apresentou no Esquadrão da BM no mesmo dia e teve a arma apreendida pela Brigada Militar. A vítima foi atendida no Hospital de Santa Casa de Caridade e liberada na manhã desta sexta-feira. O automóvel Vectra – Prata JTS 3671, de São Gabriel, foi apreendido é ficará a disposição do Instituto Geral de Perícias (IGP).

Famílias moram em um beco de acesso a Rua Francisco Silva, no Morro do Sabiá

Famílias moram em um beco de acesso a Rua Francisco Silva, no Morro do Sabiá

BM ABRIRÁ INQUÉRITO POLICIAL MILITAR PARA APURAR DISPAROS DE ARMA DE FOGO NO BAIRRO BOM FIM. UM HOMEM FICOU BALEADO.

A Polícia Civil confirmou que o sargento da Brigada Militar (em atividade em Rio Grande) será indiciado por tentativa de homicídio no caso que envolveu disparos de arma de fogo no Bairro Bom Fim (no Morro do Sabiá) no começo da tarde de quinta-feira (25/09). O PM “Da Silva” – a paisana – disparou 21 tiros contra um homem (ainda sem identificação confirmada). Apenas um disparo atingiu a vítima, no ombro. Ela foi socorrida e encaminhada ao Hospital de Santa Casa de Caridade. A PC apura as causas. A arma do PM foi apreendida pela BM.

O comando da Brigada Militar confirmou que será aberto um Inquérito Policial Militar para investigar os fatos. Em nota, o comando afirmou que “todos os fatos, circunstância e motivos que envolveram esta ocorrência estão sendo investigados através de Inquérito Policial Civil e Militar. Todas as previdências inerentes a Brigada Militar foram tomadas, tanto no local dos fatos como na condução de vitima, testemunhas e acusado. Posterior será divulgado Nota Oficial expedida pelo Senhor Comandante do 4o Esquadrão de Policia Montada”.

POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE TRÁFICO COM ENVOLVIMENTO DE MENORES.

capa - tráfico

A Polícia Civil de São Gabriel prendeu em flagrante, na noite de quarta-feira (24/09), no Bairro Passo da Lagoa, o elemento Uilson Luiz Eifler Porto Júnior, de 18 anos. O rapaz foi detido em uma residência na Rua Alfredo Porciúncula junto com dois menores de idade (de 13 e 16 anos). Segundo os policiais, na residência foram encontradas 13 pedras de crack e uma pequena quantidade de maconha. Também foram apreendidos três aparelhos de telefone celular.
Uma denúncia anônima levou a polícia aos “acusados”.  A movimentação de veículos e pedestre no local chamou a atenção para o comércio de drogas.  Conforme a investigação, os policiais ficaram por algumas horas em observação, “quando foi possível constatar que se tratava de uma boca de fumo. Muitas pessoas conhecidas (viciadas) foram vistas entrando e saindo da residência”, disse um policial.
Um elemento foi abordado na saída da casa. A pessoa ainda tentou descartar a droga, identificada logo depois como sendo quatro pedras de crack.
Na residência os agentes flagraram Uilson e mais dois menores. Um adolescente tem apenas 13 anos e foi detido, em setembro, pela terceira vez. Em todos os casos este menor estava envolvido com o tráfico de entorpecentes. Apesar do pedido de encaminhamento para o Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), em Santa Maria, a Justiça gabrielense optar por liberar o adolescente. Uilson foi encaminhado para o Presídio Estadual de São Gabriel.

MILITAR É CONDENADO A 17 ANOS PELO ASSASSINATO DE LUCIANA SONNTAG.

lucianA e o assassino
O militar Fábio Leandro Gonçalves, de 39 anos, ex-sargento do Exército, foi condenado a 17 anos de reclusão pelo assassinato da sua ex-companheira, Luciana Sonntag. O crime aconteceu na noite de 4 de agosto de 2012 no Bairro Taumã, zona norte da cidade. O julgamento aconteceu na tarde desta quarta-feira (24/09) no Fórum de São Gabriel.
Um mês após o assassinato, Fábio foi denunciado pelo Ministério Público pelo homicídio duplamente qualificado de Luciana. Ele também foi denunciado pelo cárcere privado da amiga da vítima, Márcia de Lima Duarte, que estava grávida na época.
A mulher foi morta na casa de uma amiga, na Rua Maria Amaral, 25, há poucos metros da residência que vivia com o responsável pela sua morte. O militar, de Dom Pedrito, desferiu três tiros na vítima e depois tentou se matar ao atirar no próprio peito.
A mulher morreu no local. Ele foi socorrido por uma equipe do SAMU e encaminhado para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O militar ficou sob a custódia da Polícia do Exército (PE).
Mesmo sem relação marido e mulher, o casal continuava na mesma casa, mesmo existindo uma determinação judicial limitando a aproximação dele da ex-companheira.
Uma amiga da vítima ficou em cárcere privado por cerca de uma hora. Fábio teria obrigado esta amiga a fazer ligações telefônicas para Luciana. O objetivo: colher informações. Luciana teria suspeitado das ligações e interrompido o contato.
Não adiantou. Mais tarde, Fábio fez com que a amiga ligasse novamente. Desta vez, o objetivo era atrair a mulher para a morte. Luciana chegou a ir na casa, mas conseguiu fugir. O mesmo aconteceu com a amiga.
Fábio não se conteve. O homem foi em busca da mulher e encontrou ela na casa de uma vizinha. Por alguns metros ele puxou Luciana pelos cabelos e a manteve na mira de um revólver. Foi nesta hora que a Brigada Militar foi acionada. Em poucos minutos, uma equipe da PATAMO chegou ao local.
Os policiais contam que ao chegar no local do crime, o assassino estava na porta. Ao avistar os policiais ele entrou e disparou três vezes. Na sequencia, o policial invadiu a casa, mas não conseguiu impedir que Fábio desse mais um disparo, desta vez, no próprio peito.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.620 outros seguidores