CONJUNTO EXCELSIOR COMEMOROU 50 ANOS COM BAILE.

ex 2

banda - foto antiga
REPORTAGEM: Gabriela Perufo
DIARIO DE SANTA MARIA
Para muitos moradores de São Gabriel, a noite de sábado serviu para relembrar os “bons tempos”. Isso porque o Clube Comercial da cidade foi palco do baile de reencontro do Conjunto Excelsior, que completa 50 anos este ano. O repertório foi bem parecido com os dos anos dourados, quando os integrantes da banda – à época, na faixa dos 16 e 17 anos – embalavam bailes em todo o Estado, tocando músicas da orquestra Tijuana Brass, de Billy Vogan, de Glenn Miller, de Roberto Carlos, e Renato e seus Blue Caps, entre outros.
O que mudou foi a formação do grupo. Dois dos integrantes originais já morreram: o baixista Hiran Condessa e o tecladista Luiz Carlos Ribeiro. Três dos sete remanescentes – Carlos Luiz Gerzson (guitarrista), Vagner (vocalista) e Adalberto Bortoluzzi (percussionista) – moram longe e não puderam comparecer. Restou, então, a Plauto Ruchiga (saxofone), Antônio Paulo (guitarra), Siderlei Leal (vocal) e Alceu Barel (bateria) a missão de mergulhar mais de 300 casais no túnel do tempo. Para isso, contaram com um trio de músicos convidados: Paulo César (guitarra),  Mussum (teclado) e Pelé (contrabaixo).
Foi o segundo reencontro do grupo no século 21. A primeira vez, foi em 2012. Na época, havia 44 anos que não se reuniam. No fim de semana, passados 50 anos do começo da banda, Siderlei se sentiu um guri outra vez.
– Nos reunimos algumas vezes, em São Gabriel, para ensaiar. Os que ainda moram lá ensaiaram todos os dias. Mas ainda dá um frio na barriga. Mas, no fim, é como andar de bicicleta. Um pequeno empurrão, e a gente vai – comenta.
Siderlei disse que a emoção deu o tom da noite, tanto para os músicos no palco quanto para os casais na pista de dança. Muitos deles, garante, conheceram -se nos anos 60, ao som dos bailes da Excelsior.
– A gente tocava a noite inteira, da meia-noite até as 5h, 6h… E o salão ficava sempre cheio até o final. Dessa vez, não foi diferente – conta.

Grupo nunca terminou
O vocalista recorda que o grupo nunca “terminou”. Siderlei conta que atuou no conjunto por cinco anos e saiu para estudar. Os outros músicos seguiram tocando mas, aos poucos, foram deixando a música para trás. Antes, porém, o conjunto conheceu o sucesso. Além de tocar em bailes no estado inteiro, pelos idos de 1967, estrearam nas rádios e na TV.
– Em 1967, fomos até Porto Alegre participar de um programa para talentos jovens. Recebemos o convite do Jaime Sirotsky Sobrinho, na época em que a RBS TV era TV Gaúcha. Foi ele mesmo quem nos convidou e nos entrevistou no programa. No mesmo dia, o cantor Wanderlei Cardoso também participou do programa – recorda o músico.
O baile de sábado trouxe à tona as memórias da ribalta, e a possibilidade de um novo reencontro não está descartada.
– A cada ano que passa, a gente fica mais lento… Mas vamos ver – despista o vocalista.

anuncio - mes aniversário ks

SEDUC-RS ANUNCIA CONCURSO PARA INÍCIO DE NOVEMBRO.

Em audiência realizada na Casa Civil na manhã desta sexta-feira (10/10) com a diretoria do CPERS/Sindicato, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul confirmou a realização do concurso público para servidores de escola e propôs o fim do estorno do vale-refeição de forma gradativa. Participaram da reunião o secretário da Casa Civil, Flávio Hellmann, os secretários da Educação, Jose Clovis de Azevedo, da Administração em exercício, Luiz Antonio Philomena, a secretária-adjunta da Educação, Maria Eulalia Nascimento, além de assessores das secretarias. Representando o CPERS Sindicato, a presidente Helenir Oliveira e membros da diretoria. Os representantes do governo do Estado saudaram a realização de audiência na Casa Civil. “Agendas como esta reafirmam o interesse em dialogar com a categoria”, frisou Maria Eulalia.

Concurso Público
De acordo com o secretário Azevedo, o edital para o concurso público para servidores de escola deve ser publicado no início de novembro. A Fundatec será a empresa responsável pela realização do certame. Na próxima semana, a Secretaria de Educação (Seduc) vai tratar do assunto em reunião com a Fundatec. “Este é um compromisso assumido pelo Governo do Estado. O concurso deve ter inscrições abertas em novembro”, enfatizou o secretário.

Vale-refeição
Na reunião, foi apresentada a proposta do Governo do Estado para garantir o fim do estorno do vale-refeição de forma gradativa. De acordo com o secretário Philomena, a proposta prevê o fim gradativo do estorno, com redução de 1,5% a cada ano até 2018. Atualmente, 110 mil servidores do Executivo que recebem vale-refeição têm estorno do valor total recebido.
Além do concurso e do vale-refeição estiveram na pauta do encontro temas administrativos, como a redistribuição dos servidores de escola e convocações. Nova reunião entre Governo do Estado e CPERS/Sindicato está prevista para acontecer até o dia 20 de outubro.
Com informações da Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul (SEDUC-RS).

PATAMO FLAGRA JOVEM COM NOVE BUCHAS DE MACONHA PARA COMÉRCIO.

estefan

drogas

Uma equipe da PATAMO deteve em flagrante, na noite de domingo (19/10), no Calçadão de São Gabriel, o elemento Estefan Ferreira Rodrigues, de 20 anos. Ele foi detido com nove buchas de maconha prontas para comercialização. De acordo com os policiais, o acusado foi flagrado num grupo de jovens reunido na parte de baixo do Calçadão, embaixo da área coberta da antiga CEF Estadual.
A droga foi encontrada no bolsa da calça do acusado. “Ele alegou que tinha achado a maconha na pista de skate da Praça Camilo Mércio”, comenta o policial.
A PATAMO alerta que, com as ações frequentes nas praças da cidade, os traficantes estão investindo na disseminação do tráfico controlado (com pequenas quantias sendo vendidas) no Calçadão de São Gabriel.

taxi floriano grande

PRF PRENDE “LADRÕES” E RECUPERA FURTO.

A Polícia Rodoviária Federal de Rosário do Sul prendeu em flagrante, na entrada cidade, três elementos acusados de furtar um auto rádio de um veículo estacionado no Posto Batovi. A ação dos marginais foi denunciada pela própria vítima que, ao notar que havia sido furtada, observou a atitude suspeita dos tripulantes de outro veículo próximo ao posto.
A vítima perseguiu os “ladrões” e anotou a placa do veículo – IMG 2525 de Rosário do Sul – e vendo que eles se dirigiam a cidade vizinha, informou os policiais por telefone.

ADOLESCENTE “PERDE” A MÃO EM BRIGA COM FACAS.

Um adolescente de 16 anos teve a mão arrancada em briga na manhã de sábado (18/10), no Bairro Vargas, na zona oeste de São Gabriel. O caso aconteceu depois de um ensaio da banda na Escola Estadual João Pedro Nunes, por volta das 10h30min. Conforme a Polícia Civil, o ataque aconteceu no pátio do colégio. A vítima foi abordada por outro adolescente de 14 anos que o esperava com um faca e desferiu o golpe. Segundo os policiais, os rapazes teriam entrado em luta corporal (a Civil investiga a informação de que ambos estavam com armas brancas).
Socorrido por moradores, o menino ferido foi levado para o Hospital de Santa Casa de Caridade — onde segue internado. O agressor fugiu e se apresentou à delegacia no final da manhã de sábado acompanhado de familiares. Os dois teriam tido um desentendimento no dia anterior. Moradores da região marcaram um protesto para as 13h de hoje pedindo mais segurança no colégio após a agressão, que gerou repercussões nas redes sociais.
Em relato ao Jornal Diário de Santa Maria, a Secretaria Estadual da Educação informou que o aluno agredido havia abandonado a escola e retornou na semana passada. A vítima é um dos menores envolvidos em um caso de agressão ocorrido no mês de abril, em frente ao prédio da Delegacia de Polícia. Na época, ele ajudou outros jovens a espancar com pedras o jovem Giovani Machado. A violência foi flagrada pelas câmeras de segurança da DP.
A coordenadora regional da área, Meire Garagorry, foi informada do caso na manhã de ontem pela diretora do colégio.
“Foi um caso isolado em um momento de ensaio da banda, que qualifico como muito grave. Iremos tomar as devidas providências junto ao Conselho Tutelar e ao Ministério Público”, disse.
Nesta segunda-feira, Meire deve se reunir na escola com a direção e os pais dos adolescentes envolvidos.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.622 outros seguidores